Enciclopédia Arquivo7 no MEGA

sábado, 28 de março de 2015

OS 13 CAVALHEIROS DA MATEMÁGICA

Os números e seus maravilhosos “laços de sangue” - Um novo capítulo do nosso “livrão” virtual

Observe os seguintes números e tente descobrir o que eles possuem em comum:

7, 17, 28, 36, 37, 73, 153, 666, 703, 2701, 3601, 3773 e 10731

Não uma relaçãozinha comum, mas uma conexão profunda, matemática, geométrica.

Novamente mergulhamos nas maravilhas da Matemática, com os pensamentos fixos em Deus, pois – como já demonstramos inúmeras vezes – é impossível separar Deus e os Números. As naturezas de ambos (infinita, imutável, absoluta, etc.) são coincidentes demais para serem apenas coincidências.

Cada vez mais minha mente se fascina com a afirmação de Galileu Galilei: “A MATEMÁTICA É O ALFABETO COM O QUAL DEUS ESCREVEU O UNIVERSO”.

Mais detalhes sobre este novo estudo, acesse este link (http://sdrv.ms/ZHobAh) e você será direcionado a uma página contendo todos os estudos em slides já publicados (19.000 páginas). Daí é só escolher o estudo e fazer o download para o seu computador.

Também disponível no formato PDF: 
http://sdrv.ms/1a28Cw8

O número (e o título) deste novo estudo é 160 – OS 13 CAVALHEIROS DA MATEMÁGICA.

Qualquer sugestão, crítica ou questionamento, escreva-me.


Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com

sábado, 21 de março de 2015

O PESO DAS EVIDÊNCIAS – Parte 4

O Número Pi, a Bíblia e o Alcorão - Um novo capítulo do nosso “livrão” virtual

Novamente vamos confrontar a Bíblia e o Alcorão pela perspectiva matemática. Na parte 1 desta série (O PESO DAS EVIDÊNCIAS), demonstrei, por meio da Lógica que, no final, somente dois livros parecem ter a resposta para os mistérios do Universo, nossa origem, propósito e destino: Ou a Bíblia (livro sagrado para cristãos e judeus) ou o Alcorão (livro sagrado dos muçulmanos).

Nenhum outro livro chega aos pés desses. Por isso é importante investiga-los cada vez mais. Uma minoria de estudiosos muçulmanos acredita que existem padrões matemáticos e numéricos na estrutura do Alcorão. Uma parcela (também pequena) de estudiosos cristãos acredita em padrões matemático-numéricos ocultos na Bíblia. A questão é: O prato mais pesado da balança das evidências pende mais para qual dos lados?

Na parte 3 desta série o combate matemático aconteceu envolvendo o valor numérico da primeira frase do Alcorão e da primeira frase da Bíblia. Se você leu com atenção, sem preconceitos, e com a mente aberta, não tem como contestar o peso das evidências.

Agora, o combate matemático continua (ainda envolvendo a primeira frase de ambos os livros). Mas desta vez o fiel da balança é o número Pi.

Mais detalhes sobre este novo estudo, acesse este link (http://sdrv.ms/ZHobAh) e você será direcionado a uma página contendo todos os estudos em slides já publicados (19.000 páginas). Daí é só escolher o estudo e fazer o download para o seu computador.

Também disponível no formato PDF: 
http://sdrv.ms/1a28Cw8

O número (e o título) deste novo estudo é 159 – O PESO DAS EVIDÊNCIAS – Parte 4.

Qualquer sugestão, crítica ou questionamento, escreva-me.


Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com

sábado, 14 de março de 2015

OPERAÇÃO STREPAZIL – A AGENDA DO DIABO – Parte 1


Será que Satanás pode prever o futuro? - Um novo capítulo do nosso “livrão” virtual
Este é mais um daqueles estudos que causam calafrios, tanto em lê-lo, quanto (principalmente) em sua elaboração.

Senti algumas pressões (espirituais) enquanto trabalhava neste estudo, e até mesmo quando o publiquei na internet (lançando-o na pasta virtual do Arquivo7), tive um problema familiar grave em menos de 24 horas (um membro de minha família foi assaltado).

Bom, talvez tenham sido apenas coincidências, talvez não. Mas o fato é que, neste novo estudo analiso a intrigante questão sobre a suposta “presciência” de Satanás, ou seja: Será que ele tem o poder de prever o futuro? Como é que os videntes, algumas vezes, acertam suas previsões?

Para responder a isso, lanço mão de algumas teorias, apelo para o chamado “Efeito Borboleta” e analiso alguns versículos bíblicos a respeito.

O resultado é que – até onde vai o meu conhecimento – existe atualmente, pelo menos, três possíveis cenários para o futuro (ou 3 agendas), que denominei de:

1 – OPERAÇÃO ILLUMINATTI

2 – OPERAÇÃO ISLÃ

3 – OPERAÇÃO STREPAZIL

Mais detalhes sobre este novo estudo, acesse este link (http://sdrv.ms/ZHobAh) e você será direcionado a uma página contendo todos os estudos em slides já publicados (19.000 páginas). Daí é só escolher o estudo e fazer o download para o seu computador.

Também disponível no formato PDF: 
http://sdrv.ms/1a28Cw8

O número (e o título) deste novo estudo é 158 – OPERAÇÃO STREPAZIL – A AGENDA DO DIABO – Parte 1.

Qualquer sugestão, crítica ou questionamento, escreva-me.


Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com

sábado, 7 de março de 2015

NO PRINCÍPIO ERA A MATEMÁTICA – Parte 9

O ACASO E O SIGNIFICATIVO - Um novo capítulo do nosso “livrão” virtual
Continuando nossa investigação nos triangulares das mais populares constantes matemáticas, novos dados significativos aparecem, de forma surpreendente. E aí a pergunta que não quer calar: essas coincidências numéricas são apenas frutos do acaso ou fazem parte de um projeto?

Vamos aos fatos: Nos triangulares das constantes Pi e Raiz de 3 existe uma conexão em comum. Quando confrontados com os números-chave do chamado Código Gênesis, as conexões são ainda mais incríveis. Por exemplo:

Os valores dos 5 primeiros versículos da Bíblia (tema em comum: o primeiro dia da Criação), são:

Gênesis 1.1 – valor numérico: 2701
Gênesis 1.2 – valor numérico: 3546
Gênesis 1.3 – valor numérico: 813
Gênesis 1.4 – valor numérico: 1776
Gênesis 1.5 – valor numérico: 2141

Todos aparecem nos triangulares de Pi ou Raiz de 3 (e o mesmo não acontece nas outras constantes). As maiores coincidências estão em Pi e justamente este número aparece se fizermos uma certa operação matemática envolvendo os valores das palavras e letras do primeiro versículo da Bíblia.

Julgue você mesmo os fatos:

Fato 1 – De todas as 6 Constantes Matemáticas mais conhecidas (Pi, Phi, Euler, Raiz de 2, Raiz de 3 e Gamma), o primeiro versículo da Bíblia aponta para 3,1415 (primeiros dígitos do Pi);

Fato 2 – De todas as 6 Constantes Matemáticas apresentadas, somente os triangulares do Pi apresentam a maior quantidade de números-chave do Código Gênesis, tais como: 666, 703, 2701, 3601 e 3773.

Isso deveria ser suficiente para, ao menos, chamar a atenção daqueles que tem a mente aberta e desejam conhecer mais sobre os segredos do Universo. Espero que você seja um deles.

Mais detalhes sobre esta pesquisa, acesse este link (http://sdrv.ms/ZHobAh) e você será direcionado a uma página contendo todos os estudos em slides já publicados (19.000 páginas). Daí é só escolher o estudo e fazer o download para o seu computador.

Também disponível no formato PDF: 
http://sdrv.ms/1a28Cw8

O número (e o título) deste novo estudo é 157 – NO PRINCÍPIO ERA A MATEMÁTICA – Parte 9.

Qualquer sugestão, crítica ou questionamento, escreva-me.


Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com