Enciclopédia Arquivo7 no MEGA

quinta-feira, 7 de abril de 2016

O CÓDIGO GÊNESIS – Parte 32

Muito além de Ivan Panin - Um novo capítulo do nosso “livrão” virtual

O que você acha das informações abaixo?

Gênesis 1.1, no original hebraico, tem 7 palavras e 28 letras (4 x 7). A primeira parte do versículo (NO PRINCIPIO CRIOU DEUS) tem, no original hebraico, 14 LETRAS (2 x 7). A segunda parte também se divide em 14 letras (OS CÉUS E A TERRA). A segunda parte subdivide-se em duas partes (de 7 letras cada uma): “OS CÉUS” tem 7 letras e a última parte “E A TERRA” tem 7 letras. Se destacarmos os três substantivos principais (DEUS, CÉUS e TERRA), teremos novamente 14 letras, ficando o restante obviamente de 14 letras. Sim, e daí?

Veja mais isto: As letras hebraicas antigas possuíam valores numéricos (quem acompanha os estudos do Arquivo7 há algum tempo sabe muito bem disso). Se substituirmos as letras de Gênesis 1.1, por seus valores numéricos, encontraremos o seguinte:

- A primeira palavra, juntamente com a do centro e a última (913 + 401 + 296) formam o valor de 1610 (230 x 7);

- As duas letras do centro (1 e 40) com a primeira (2) e a última letra (90) formam o valor numérico 133 (19 x 7);

- A primeira letra (2) com a última da primeira parte (40), forma o número 42 (6 x 7);

- E a primeira da segunda parte (1) com a última (90) forma o número 91 (13 x 7);

- A primeira com a última letra da primeira e da última palavra (2 e 400, 5 e 90) formam o valor 497 (71 x 7);

- A primeira com a última letra de todas as palavras (2 + 400 + 2 + 1 + 1 + 40 + 1 + 400 + 5 + 40 + 6 + 400 + 5 + 90), gera o valor 1393 (199 x 7).

Ao olhar para um texto com esses padrões numéricos você diria que é uma prova de inspiração divina? Em outras palavras: essas coincidências numéricas são provas de que somente Deus poderia ter inspirado alguém a escrever esse texto?

Parece absurdo, né? Mas houve um homem que defendeu essa tese. O Dr. Ivan Panin, matemático russo (inicialmente ateu e depois convertido ao Evangelho de Cristo) estudou a Bíblia nos originais grego e hebraico e descobriu vários padrões numéricos ocultos nos textos sagrados.

A atenção de Panin se concentrou no número 7 e daí passou a defender que um texto que tivesse uma certa quantidade de padrões de setes seria inspirado por Deus. Claro que Panin recebeu muitas críticas, mas na sua época poucos conseguiram contestá-lo. O desafio dele era que alguém criasse um texto com os mesmos padrões de setes. Como isso não era tão simples, ele argumentava que, como a Bíblia toda era recheada desses padrões, era impossível que ela fosse mera obra humana.

Bem, apesar de Ivan Panin ter sido um pioneiro no estudo da Matemática Bíblica (até onde se sabe), parte de suas teorias era muito forçada ou exagerada. Em anos recentes, com o conhecimento mais avançado, os críticos têm aqui e ali refutado parte das teses de Panin. Mas por que estamos falando dele hoje?

Porque é inevitável que alguém, que leia as ousadas reivindicações do Arquivo7 (especialmente em relação ao Código Gênesis) não se lembre das teses de Panin. E é inevitável que a pessoa RELACIONE AS TESES ARQUIVO7 COM AS TESES IVAN PANIN.

A questão é: os mesmos críticos que refutaram parte das teses de Panin poderiam também refutar as teses Arquivo7 sobre o Código Gênesis?

Em nosso novo estudo apresentamos o perfil de Ivan Panin e de suas principais teses ao mesmo tempo em que julgamos até que ponto elas são válidas.

Para conhecer os detalhes, acesse este link (http://sdrv.ms/ZHobAh) e você será direcionado a uma página contendo todos os estudos em slides já publicados (cerca de 26.000 páginas). Daí é só escolher o estudo e fazer o download para o seu computador.

Também disponível no formato PDF: 
http://sdrv.ms/1a28Cw8

O número (e o título) deste novo estudo é 209 – O CÓDIGO GÊNESIS – Parte 32 – Muito Além de Ivan Panin.

Qualquer sugestão, crítica ou questionamento, escreva-me.


Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com

3 comentários:

  1. Irmão parabéns pelo seu trabalho, esses estudos são simplesmente espetacular, gosto muito de profecias, ler a bíblia e conhece-la cada vez mais, fiquei impressionado com a matemática por trás da bíblia, realmente Deus é o maior matemático do universo, está escrito na natureza pois tudo obece a leis matemáticas perfeitas, o design de tudo o que nos cerca possui matemática, é algo extraordinário, e ainda por cima descobrir que por trás da bíblia existe uma numerologia incrível e sobrenatural.
    Criei um canal no YouTube a pouco tempo, nem sequer postei vídeo ainda, e o tema do canal será o fim dos tempos, profecias, assuntos atuais envolvendo a bíblia e o mundo, e eu tava querendo postar uns vídeos com provas impactantes da veracidade das escrituras,já que nesse mundo a nova moda agora é ser cético,questionador das coisas divinas, queria postar vídeos que deixassem os incrédulos pasmos com a veracidade, simetria e sobrenaturalidade da bíblia, pra isso achei seus estudos muito importantes pra editar um vídeo sobre o que vc mostra em seus estudos sobre a bíblia, e eu pesso por gentileza sua autorização para mim editar vídeos sobre alguns dos seus estudos para alcançar o maior número possível de pessoas que estão longe de Deus, incrédulos e sem crerem em "nada". Darei os devidos créditos pra mim não gloriar-me sobre glória alheia como falou o apóstolo Paulo rs. Encarecidamente o irmão Leandro, fica na paz do Senhor Jesus Cristo.

    ResponderExcluir
  2. Fique à vontade, meu irmão. Quando o material tiver pronto, me avise. Desculpe ter demorado a responder, mas só vi tua mensagem hoje.

    ResponderExcluir
  3. Muito obrigado irmão concerteza vou te avisar, ando meio atarefado nesses dias por isso ainda não editei o vídeo, pois requer uma certa preparação espiritual de minha parte, mas avisarei sim, fica na paz irmão.

    ResponderExcluir