Enciclopédia Arquivo7 no MEGA

sábado, 28 de janeiro de 2017

JOSÉ, UMA “AMOSTRA GRÁTIS” DE JESUS

A beleza da Tipologia Bíblica - Um novo capítulo da nossa Enciclopédia virtual

A Profecia Bíblica se apresenta de três formas:

1 – LITERAL – Significa exatamente aquilo que o texto diz.

Exemplo: “E vos tomarei dentre as nações, e vos congregarei de todas as terras, e vos trarei para a vossa terra.” (Ezequiel 36.24) - Se os judeus foram expulsos de sua terra literalmente, eles retornarão literalmente.

2 – SIMBÓLICA - Quando a mensagem é transmitida por meio de símbolos.

Exemplo: “Então vi subir do mar uma besta que tinha dez chifres e sete cabeças, e sobre os seus chifres dez diademas, e sobre as suas cabeças nomes de blasfêmia.” (Apocalipse 13.1).

Um símbolo bíblico só pode significar aquilo que a Bíblia diz que ele significa.

Os dez chifres que viste são dez reis, os quais ainda não receberam o reino, mas receberão autoridade, como reis, por uma hora, juntamente com a besta.
Estes têm um mesmo intento, e entregarão o seu poder e autoridade à besta..”
Apocalipse 17.12,13

3 – TIPOLÓGICA - Biblicamente, um TIPO é alguém ou um acontecimento do passado que prefigura alguém ou um evento do futuro.

Exemplo: “Tomou, pois, Abraão a lenha do holocausto e a pôs sobre Isaque, seu filho;...”  (Gênesis 22.6) – Isto foi uma figura profética daquilo que aconteceu 2000 anos depois:

Tomaram, pois, a Jesus; e ele, carregando a sua própria cruz, saiu para o lugar chamado Caveira, que em hebraico se chama Gólgota...” (João 19.17)

Quando olhamos para a história de José (Gênesis 37 a 50) facilmente nos impressionamos ao notarmos as dezenas de paralelos com a história de Jesus, tais como: José era o filho amado do pai, odiado pelos irmãos, vendido como escravo, acusado falsamente de crimes, saiu da “sepultura” para o trono (do Egito) e se tornou o Salvador do mundo (da fome que assolava o mundo naquela época).

Neste novo estudo apontamos, pelo menos, 28 paralelos proféticos impressionantes entre José e Jesus. Não dá para negar os fatos e alegar que são somente coincidências.


Mais detalhes, clique aqui: ENCICLOPÉDIA ARQUIVO 7 e você será direcionado a uma página contendo todos os estudos em slides já publicados (cerca de 30.000 páginas). Daí é só escolher o estudo e fazer o download para o seu computador.

Também disponível no formato PDF: 
http://sdrv.ms/1a28Cw8

O número (e o título) deste novo estudo é: 248 – JOSÉ, UMA “AMOSTRA GRÁTIS” DE JESUS.

Qualquer sugestão, crítica ou questionamento, escreva-me.

Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com

sábado, 21 de janeiro de 2017

A DIGITAL DO POLEGAR ESQUERDO DE DEUS – Parte 2

É fácil profetizar; o difícil é fazer acontecer - Um novo capítulo da nossa Enciclopédia virtual

Saber com certeza o que acontecerá no futuro não é para qualquer um.

Pense em algum tempo do futuro, pelo menos 200 anos à frente. Invente 28 detalhes específicos a respeito de uma pessoa ou um povo, e anote em algum lugar. Quais as chances matemáticas de você acertar, pelo menos, a TERÇA parte dessas previsões?

Matematicamente falando, é impossível adivinhar, com centenas de anos de antecedência, uma certa quantidade de detalhes a respeito de alguém que ainda irá nascer

Deixando mais claro - Acertar somente 6 números, num pacote de 60 (MEGASSENA) é quase impossível (uma chance em 50.063.860). Agora, você consegue imaginar pelo menos 10 dados específicos sobre uma pessoa (tipo cidade de nascimento, ano e tipo de morte, etc.), com, pelo menos, 300 anos de antecedência?

Analisando as probabilidades - Uma coisa é escolher 6 itens dentro de um pacote com 60 opções (MEGASSENA). Agora, outra coisa é imaginar, do nada, vários itens sem opções para escolher. Por exemplo, como imaginar um tipo de execução que alguém vai inventar daqui a 1000 anos? Como imaginar que uma nação inteira será expulsa de sua terra, vai peregrinar durante certo tempo pelo mundo, depois vai renascer em apenas um dia? Ou seja, algo que nunca aconteceu antes com nenhuma outra nação.

A Lei das Probabilidades deixa claro que, quanto maior o número de dados, mais improvável se torna a adivinhação, até alcançar o ponto do impossível.

Por si mesmo, nenhum ser humano possui o dom (ou capacidade) de acertar 100% um conjunto tão grande de detalhes a respeito de alguém do futuro. Mas os profetas de Israel alegavam receber suas revelações de uma Entidade Superior, a qual se declarava a Única capaz de prever o futuro.

“... diz o Senhor... diz o Rei de Jacó ... mostrai-nos as coisas futuras.  Anunciai-nos as coisas que ainda hão de vir, para que saibamos que sois deuses;...” (Isaías 41.21-23)

Neste novo estudo, usamos (novamente) a Lei das Probabilidades para provarmos que as profecias bíblicas são verdadeiras e de origem sobrenatural. Você duvida?

Mais detalhes, clique aqui: ENCICLOPÉDIA ARQUIVO 7 e você será direcionado a uma página contendo todos os estudos em slides já publicados (cerca de 30.000 páginas). Daí é só escolher o estudo e fazer o download para o seu computador.

Também disponível no formato PDF: 
http://sdrv.ms/1a28Cw8

O número (e o título) deste novo estudo é: 247 – A DIGITAL DO POLEGAR ESQUERDO DE DEUS – Parte 2.

Qualquer sugestão, crítica ou questionamento, escreva-me.

Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com

sábado, 14 de janeiro de 2017

A ESPETACULAR MATEMÁTICA DA PROFECIA BÍBLICA

Se a Profecia Bíblica é algo surpreendente, imagine quando conectada com a Matemática - Um novo capítulo da nossa Enciclopédia virtual

Neste novo estudo, procuro demonstrar, de maneira rápida e sintética, respostas claras para as perguntas:

1 – Será que a Matemática e os números são importantes na Bíblia?

2 – Será que a Matemática e os números são importantes nas Profecias Bíblicas?

Este novo estudo é uma espécie de apresentação rápida e resumida de algumas das profecias bíblicas mais surpreendentes que envolvem matemática. Todas já foram investigadas exaustivamente em muitos dos capítulos da coleção “Arquivo7 em Slides”. Quem desejar se aprofundar no tema, deve consultar os estudos sugeridos nas páginas finais.

Mais detalhes, clique aqui: ENCICLOPÉDIA ARQUIVO 7 e você será direcionado a uma página contendo todos os estudos em slides já publicados (cerca de 30.000 páginas). Daí é só escolher o estudo e fazer o download para o seu computador.

Também disponível no formato PDF: 
http://sdrv.ms/1a28Cw8

O número (e o título) deste novo estudo é: 246 – A ESPETACULAR MATEMÁTICA DA PROFECIA BÍBLICA.

Qualquer sugestão, crítica ou questionamento, escreva-me.

Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com

sábado, 7 de janeiro de 2017

AS IMPRESSÕES DIGITAIS DO MESSIAS

Por que só Jesus, e ninguém mais, pode ser o Messias? - Um novo capítulo da nossa Enciclopédia virtual

Antes de mais nada, é bom deixar claro que MESSIAS é uma palavra de origem hebraica que significa UNGIDO, que é a mesma coisa que CRISTO (em grego).

Desde que Deus prometeu enviar um Salvador (Messias) para a Humanidade, milhares de candidatos já se manifestaram. Só neste século (XXI), dezenas de pessoas se apresentaram dizendo ser o Messias (Cristo).

Quem resolver fazer uma lista de todas as pessoas que já apareceram na História alegando ser o Cristo, vai ficar exausto. Jesus de Nazaré não estava brincando quando declarou:

Acautelai-vos, que ninguém vos engane. Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e a muitos enganarão.” (Mateus 24.4,5). Você conhece algum desses?

O pior de tudo é que, diante de tanta gente alegando ser o verdadeiro Cristo, não é sem razão que os céticos questionam:

“Mas, que provas temos de que o Messias já veio e que Ele é Jesus de Nazaré?”

Sabendo que milhares de impostores haveriam de surgir na Terra, será que Deus não deixou nenhuma estratégia especial para nos ajudar a identificar o verdadeiro Messias?

Sim, com certeza. “Depois lhe disse: São estas as palavras que vos falei, estando ainda convosco, que importava que se cumprisse tudo o que de mim estava escrito na Lei de Moisés, nos Profetas e nos Salmos.” (Lucas 24.44).

Temos à nossa disposição a ESTRATÉGIA DA PROFECIA. Deus já deixou claro:

“... mostrai-nos as coisas futuras. Anunciai-nos as coisas que ainda hão de vir, para que saibamos que sois deuses; ...” (Isaías 41.22,23)

Qualquer pretenso candidato a Messias, só ganhará a eleição se preencher alguns requisitos, em 3 etapas:

Etapa 1 - A PROVA DA DESCENDÊNCIA – O Messias teria que vir de uma família ou linhagem específica, determinada por Deus;

Etapa 2 - A PROVA DA PROFECIA – O Messias teria que cumprir centenas de profecias específicas, determinadas por Deus;

Etapa 3 - A PROVA DA SINGULARIDADE – O Messias teria que fazer coisas que são, humanamente, impossíveis.

Em toda a História somente um homem cumpriu todas as credenciais exigidas: JESUS DE NAZARÉ. E o nosso novo estudo tem como objetivo demonstrar como tudo isso aconteceu.

Mais detalhes, clique aqui: ENCICLOPÉDIA ARQUIVO 7 e você será direcionado a uma página contendo todos os estudos em slides já publicados (cerca de 30.000 páginas). Daí é só escolher o estudo e fazer o download para o seu computador.

Também disponível no formato PDF: 
http://sdrv.ms/1a28Cw8

O número (e o título) deste novo estudo é: 245 – AS IMPRESSÕES DIGITAIS DO MESSIAS.

Qualquer sugestão, crítica ou questionamento, escreva-me.
Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com