Enciclopédia Arquivo7 no MEGA

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

OS NÚMEROS NA BÍBLIA - ACASO OU PROJETO?

Existem muitos números na Bíblia. Alguns deles aparecem em contextos que levam a crer que possuam significados ocultos. Por exemplo, quando Jesus ressuscitou, o Evangelho de João conta que os discípulos, que passaram a noite sem pescar nada, sob o comando de Cristo, apanharam surpreendentemente 153 grandes peixes (João 21.11). Por que exatamente 153? Se é simplesmente história de pescador por que não falar de 150, 160, 200 ou 300 peixes? Por que exatamente 153?

Coincidentemente o número 153 não é um número qualquer, mas possui algumas propriedades interessantes. É um número triangular (a soma de 1 a 17). E é também um dos quatro números (abaixo de 1000) que possuem a estranha propriedade da soma do cubo de cada algarismo ser igual ao próprio número.

• 153 = 1³ + 5³ + 3³
Os outros são:
• 370 = 3³ + 7³ + 0³
• 371 = 3³ + 7³ + 1³
• 407 = 4³ + 0³ + 7³

Em outro exemplo, quando aconteceu o naufrágio do navio em que o apóstolo Paulo era mantido como prisioneiro dos romanos, a Bíblia declara, de forma inequívoca, que o número dos tripulantes era de exatos 276 (Atos 27.37). Novamente um número exato. Por que não 250, 300, etc.?

Surpreendentemente 276 é um número triangular. E triangular do número 23.
Voltando ao número 153. Há alguma relação entre ele e o contexto em que foi citado? Bem, como explicado anteriormente, 153 peixes foram apanhados depois da ressurreição de Cristo, conforme o Evangelho de João. 153 é o triangular de 17, e pelo calendário judaico, Jesus teria ressuscitado no dia 17 do primeiro mês (Nisan). Pela gematria (sistema antigo em que valores eram atribuídos às letras), existem algumas palavras, em grego, cujos valores têm o fator 153. E elas possuem uma ligação muito forte com o incidente conhecido como “pescaria milagrosa”.

Fonte:E. W. Bullinger, OS NÚMEROS NAS ESCRITURAS.

O número 666 – Esse, certamente é o número bíblico mais famoso do mundo. Centenas de teses foram levantadas no decorrer da história, em várias (e muitas vezes vãs) tentativas de se desvendar o significado desse número misterioso.
Ele é citado num contexto sinistro. É o número da Besta (Apocalipse 13.18), que seria o símbolo de um grande ditador, o qual governaria o mundo em um futuro próximo.

O interessante é que o texto bíblico afirma que 666 é o número do nome de alguém e que, os sábios poderão calcular esse número. Como é que alguém pode calcular um nome? Para aqueles que viviam há 2000 anos, quando a língua grega era a língua do comércio, a língua internacional (semelhantemente o que o inglês é na época atual), não era mistério que qualquer palavra grega possuía um valor numérico. É que o alfabeto grego (da mesma forma que o hebraico) possuía valores numéricos.

Como se sabe, os gregos não conheciam os algarismos e, portanto, usavam as letras como números. Isso deu margem para todo tipo de enigma e superstições.
Por exemplo, havia uma conhecida frase sobre Nero, conforme nos conta o especialista em história dos números, o marroquino Georges Ifrah:

"Evocando o assassinato de Agripina, Suetônio (Nero, 39) aproxima o nome de Nero, escrito em grego, da frase Idian Metera apekteine (“Matou sua própria mãe”), tendo os dois grupos correspondentes exatamente o mesmo valor no sistema numeral grego.” (História Universal dos Algarismos, págs. 540-541).



Na citada obra de Ifrah existem inúmeros exemplos de enigmas, brincadeiras e poesias envolvendo os valores alfas-numéricos das línguas hebraica e grega.



Observemos que faltam as letras correspondentes aos valores 6 e 90. Ifrah explica:
“A numeração em questão emprega, com efeito, as vinte e quatro letras do alfabeto grego clássico às quais acrescentava os três sinais alfabéticos digama, kopa e san, que pouco a pouco caíram em desuso.” (pág. 467).

As letras digama, kopa e san, correspondiam, respectivamente, aos valores 6, 90 e 900 (diga-se de passagem que essas três letras não aparecem no texto grego do Novo Testamento - Peter Bluer, in “A PROOF SET IN STONE”).

Mas por que o número da Besta seria 666? Em muitas passagens bíblicas o número 6 aparece relacionado ao homem em algum momento especial de rebelião contra o Criador. Exemplos:

a) O gigante Golias, que desafiou o povo de Deus, tinha 6 côvados de altura (aprox. 3 metros) e a ponta de sua lança pesava 600 siclos (100 x 6). 600 siclos era aprox. 7 kg. O gigante possuía ainda 6 armas ou peças de defesas (1 Samuel 17.4-7). Portanto, é evidente o destaque do número 6 na vida de Golias. Surpreendentemente seu nome aparece apenas 6 vezes na Bíblia.

b) O rei Nabucodonosor ordenou a construção de uma estátua, que tinha exatamente 60 côvados de altura (aprox. 30 metros) e 6 de largura, e ordenou que ela fosse adorada (Daniel 3.1).

c) O Faraó do Egito perseguiu o povo de Israel com 600 carros (Êxodo 14.7).

d) Foi no ano 600 de Noé que veio o Dilúvio sobre a terra e justamente no versículo 6 do 6.º capítulo do primeiro livro da Bíblia (Gênesis), DEUS SE ARREPENDE DE HAVER CRIADO O HOMEM! É exatamente no capítulo 6 da Bíblia que ocorre a corrupção universal do ser humano.

e) O primeiro livro da Bíblia com nome de homem (JOSUÉ), é justamente o 6.º e no capítulo 6 desse livro mostra a destruição de Jericó uma cidade rebelde. É bom observar também que esse 6.º livro tem exatamente 24 capítulos, ou seja, 4 x 6.

f) Na Bíblia, o homem sem Deus é chamado de VELHO HOMEM e esta expressão aparece no 6.º livro do Novo Testamento (ROMANOS), no 6.º capítulo e no 6.º versículo.

g) O tempo do homem na terra está dividido em ciclos de 6. A demonstração é simples: O ano está dividido em 12 meses (2 x 6). O mês está dividido em 30 dias (5 x 6). O dia está dividido em 24 horas (4 x 6). A hora tem 60 minutos (10 x 6). De igual forma o minuto, que tem 60 segundos.

h) Jesus sofreu 6 horas na cruz, no 6.º dia da semana, para resgatar o homem de volta para Deus. E além do mais, Ele teve 6 ferimentos especiais (nas duas mãos, nos dois pés, no peito e na cabeça).

i) Quando criou o homem, Deus lhe outorgou 6 domínios. 6 são revelados em Gênesis 1.26:

01 - Sobre os peixes do mar;
02 - Sobre as aves do céu;
03 - Sobre os animais domésticos;
04 - Sobre toda a terra;
05 - Sobre todo réptil que se arrasta sobre a terra;
06 - O 6.º é revelado em Gênesis 4.7, quando Deus fala para Caim: “Porventura se procederes bem, não se há de levantar o teu semblante? e se não procederes bem, o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo; mas sobre ele tu deves dominar”. O 6.º domínio é o domínio próprio, ou seja, o domínio de si mesmo.

j) Há exatamente 6 palavras significando HOMEM, nos textos originais da Bíblia: São 4 em hebraico e duas em grego: 1- ADAM (Gn 1.26; 2.7; 3.24, etc.), que significa somente HOMEM; 2 – ICHE (Zc 6.12), significa VARÃO COMPLETO, HOMEM FORTE; 3 – ENOX (Sl 8.4; 73.5): quer dizer: MORTAL, HOMEM FRACO; 4 – GEHVER (Ex 10.11; Zc 13.7), é HOMEM DE VALOR OU DE PRESTIGIO; 5 – ÂNTROPOS, em grego é igual a ADAM, do hebraico; 6 – ÂNER, no grego, é igual ao hebraico ICHE - E. W. Bullinger, NÚMEROS NAS ESCRITURAS.

Nos exemplos citados observamos claramente a relação entre o homem e o número 6. Se lembrarmos que, de acordo com a Bíblia, Deus criou o homem no 6.º dia da criação, e mais tarde ordenou-lhe que trabalhasse 6 dias na semana, é impossível não relacionar esse número com a humanidade.

Portanto, o escritor do Apocalipse não citou o número 666 de forma aleatória. Outro fato surpreendente é que a palavra BESTA, relacionada ao futuro ditador mundial (conforme os profetas bíblicos) aparece 36 vezes em Apocalipse. E 666 é exatamente o triangular de 36. Seria puramente coincidência?

Por isso, excetuando-se as teorias mirabolantes que “provam” que este ou aquele líder mundial é o Anticristo, a maioria dos teólogos cristãos concorda que o número 6 simboliza o homem e 666 representaria o homem na sua rebelião total contra o Deus Trino da Teologia Cristã.

Se 6 é o número do homem, na outra extremidade temos o número 1, que claramente indica a Divindade Suprema. Existem dezenas de referências bíblicas mostrando a identificação do Criador com o número 1.

a) Deuteronômio 6.4: “Ouve, ó Israel; o Senhor nosso Deus é o ÚNICO Senhor”;

b) João 17.3 “E a vida eterna é esta: que te conheçam a ti, como o ÚNICO Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, aquele que tu enviaste”;

c) 1 Timóteo 1.17 “Ora, ao Rei dos séculos, imortal, invisível, ao ÚNICO Deus, seja honra e glória para todo o sempre. Amém.”;

d) Efésios 4.6: “[Há] UM só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos, e por todos e em todos”;

e) I Timóteo 2.5: “Porque há UM só Deus, e UM só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem”;

f) “Eu, eu sou o Senhor, e fora de mim não há salvador” (Isaias 43.11); “Assim diz o Senhor, Rei de Israel, seu Redentor, o Senhor dos exércitos: Eu sou o primeiro, e eu sou o último, e fora de mim não há Deus” (Isaias 44.6); “Lembrai-vos das coisas passadas desde a Antigüidade; que eu sou Deus, e não há outro; eu sou Deus, e não há outro semelhante a mim” (Isaias 46.9);

g) “E o Senhor será rei sobre toda a terra; naquele dia UM será o Senhor, e UM será o seu nome” (Zacarias 14.9).

Por toda a Bíblia, a mensagem é clara: Há um Único Deus, e os outros são falsos. Nos tempos antigos (como hoje), a humanidade sempre foi tentada a adorar centenas de deuses. Mas as Sagradas Escrituras se destacam de todas as outras escrituras religiosas por enfatizar que o Universo foi criado por apenas um Deus.

Se o número do homem é 6 e o número de Deus é 1, fica fácil entender porque o número 7 é, de longe, o número mais célebre da Bíblia – além de possuir um destaque notável em outras tradições religiosas.

A mensagem dos escritores bíblicos é que o homem (número 6) não pode viver alienado de Deus (número 1). Por isso, 6 + 1 ou HOMEM + DEUS é igual a 7. É impressionante o número de coleções envolvendo o número 7 e a importância que as religiões e filosofias dão a ele.

Nonato Masson, autor maranhense, escreveu em 07 de janeiro de 1988, no jornal “O Estado do Maranhão”:

“O número 7 na Bíblia é o número divino; no judaísmo é o da mensagem; para os budistas é o místico; para os teosofistas é o da sorte; para os muçulmanos é o do céu; para os gregos é o da sabedoria; para a numerologia é o do mistério; para a maçonaria é o absoluto; para a umbanda é o da magia branca; e para a quimbanda é o da magia negra.”


Existem muitas coisas e acontecimentos ao redor do mundo, destacando o número 7.

• 7 são os dias da semana;
• 7 são as cores do arco-íris;
• 7 são os algarismos romanos;
• 7 são as colinas de Roma;
• 7 são as cidades sagradas da India;
• 7 as torres de Constantinopla;
• 7 eram as Artes na Antiguidade;
• 7 eram as Belas-Artes;
• 7 eram as Maravilhas do mundo antigo;
• 7 eram os sábios da Grécia;
• 7 as notas musicais;
• 7 os anões da Branca de Neve;
• 7 os edifícios sagrados da antiga Babilônia;
• 7 foram os reis da antiga Roma;
• 7 rainhas na História foram chamadas de CLEÓPATRA;
• 7 eram os deuses da antiga mitologia chinesa;
• 7 é a nota mínima para aprovação em muitas escolas;
• O canário nasce aos 14 dias (2 x 7); a galinha aos 21 dias (3 x 7); os patos e gansos aos 28 dias (4 x 7); o ganso silvestre aos 35 dias (5 x 7); e os papagaios e avestruzes aos 42 dias (6 x 7).
• No ciclo genital da mulher, a ovulação ocorre no 14.º dia ( 2 x 7); a implantação do óvulo na cavidade interna é no 21.º dia (3 x 7); o ciclo menstrual é de 28 dias (4 x 7), e a gravidez se completa em 280 dias (40 x 7).
• Na religião Islâmica, são 7 os céus e são 7 as portas do inferno;
• O peregrino do islã deve dar 7 voltas em torno da Caaba Sagrada (um ídolo); e, em certo ritual, lança para trás de si 7 pedras, para afugentar o demônio.
• De acordo com a religião Budista, Buda passou 49 dias (7 x 7), em meditação debaixo da árvore Bô; há as 7 jóias de Chakravarti; há 7 meios para o homem se tornar puro: domínio de si mesmo, investigar a verdade, energia, alegria, serenidade, concentração e magnanimidade.
• Na religião Egípcia, são 7 os sábios nascidos do olho direito de Amon Rá, o deus-sol.
• No antigo Egito, a múmia de um Faraó era colocada de frente para o Oriente, para “ver” o sol nascer 7 vezes.
• Os egípcios guardavam no leito do filho recém-nascido 7 pedras de cores diferentes. Para eles, o número 7 era símbolo de longa vida.
• Na religião Católica Romana, 7 são as glórias da Virgem, 7 são os Sacramentos, 7 são os pecados mortais,7 são as virtudes,7 são as ordens eclesiásticas, há a missa de 7.º dia. Há ainda na tradição católica: as 7 quedas de Cristo, do jardim à casa de Anás, 7 mistérios da coroa, 7 gozos de São José, 7 espadas cravadas no peito da Virgem da Amargura, etc.
• Na Mitologia greco-romana, Vênus possuía um cinto mágico com as 7 armas da sedução feminina; são 7 os tubos da flauta de Pã; são 7 as cordas da lira de Apolo; são 7 os véus de Íris; o minotauro (monstro fabuloso) exigia como sacrifício 7 moças e 7 rapazes anualmente.
Na linguagem popular,
• Atingir o 7.º céu – significa o máximo de felicidade;
• Pintar o 7 – fazer travessuras;
• Fechar a 7 chaves – bem trancado;
• Homem de 7 instrumentos – pessoa que exerce muitas atividades diferentes;
• 7 fôlegos – ser resistente ou persistente;
• bola 7 – a bola preta no jogo de Sinuca, que vale 7 pontos.
• 7 costados – pessoa de linhagem nobre;
• 7 ameixeira – na Hungria, significa pessoa muito pobre;
• Tipo 7 – pessoa fina (no sentido de elegante), coisa de valor, objeto raro;
• Barriga de 7 almoços – individuo comilão, também chamado de barriga de 7 malas;
• Bicho de 7 cabeças – coisa muito complicada;
• 7 cães e um osso – alusão feita a uma coisa que é desejada por muita gente;
• Andar nas suas 7 quinas – significa viver contente, cheio e alegria;
• Viajar pelos 7 mares – viajar pelo mundo todo;
• 7 falas doces usa uma pessoa quando engana alguém;
• O gato tem 7 vidas;
• Há 7 anos de azar para quem quebrar um espelho;
• 7 virtudes – apelido de cachaça, no Nordeste. Dizem os viciados que ela aquece, refresca, anima, clareia, sara, alegra e faz esquecer.
Existem centenas de livros, filmes, novelas, contos, músicas e poesias envolvendo algum tema ou título envolvendo o número 7.
Alguns destaques do número 7 na Bíblia:
• Quando Caim matou Abel, Deus disse-lhe que, quem o matasse, seria punido 7 vezes (Gênesis 4);
• Um descendente de Caim, chamado Lameque, matou um homem e exclamou: “Aquele que matar Lameque será castigado 70 x 7!”;
• Deus fez 7 promessas para Abraão (Gn 12.1-3) ;
• Havia 7 peças de roupa no Sumo Sacerdote (Ex 28.4,42);
• Havia 7 objetos que eram ungidos com óleo santo;
• Eles eram ungidos 7 vezes;
• 7 vezes era feita a unção de azeite no altar (Lv 8.10,11);
• No 7.º mês era feito um sacrifício expiatório por todo o povo (Lv 16.29);
• 7 vezes no dia Davi louvava a Deus pela sua justiça (Sl 119.164);
• No tempo do profeta Elias, 7 mil permaneceram fiéis a Deus, quando a nação de Israel caiu na idolatria (I Rs 19.18);
• 7 pessoas na Bíblia foram chamadas por Deus, com a repetição dos seus nomes: Abraão (Gn 22.11), Jacó (Gn 46.2), Moisés (Ex 3.4), Samuel (I Sm 3.10), Marta (Lc 10.41), Simão Pedro (Lc 22.31), e Saulo (At 9.4);
• No pacto entre Abraão e o rei Abimeleque, foram separados 7 cordeiros (Gn 21.27-31);
• Jacó trabalhou 7 anos por Raquel e depois mais 7 anos (Gn 29.20);
• Um Faraó do Egito sonhou com 7 vacas magras comendo 7 vacas gordas, e 7 espigas mirradas comendo 7 espigas cheias; José interpretou o sonho dizendo que haveria de vir sobre o Egito 7 anos de fartura, seguidos de 7 anos de fome (Gn 41);
• José chorou a morte do seu pai por 7 dias (Gn 50.10).
• O candelabro do tabernáculo tinha 7 braços, com 7 lâmpadas (Ex 25.31-40).
• Sansão tinha 7 tranças (Jz 16.7,13).
• Salomão levou 7 anos para construir o Templo de Deus (I Rs 6.38).
• O general Naamã, para ser curado da lepra, de acordo com o profeta Eliseu, mergulhou 7 vezes no rio Jordão (II Rs 5.14).
• A criança que Eliseu ressuscitou, espirrou 7 vezes (II Rs 4.35).
• Salomão escreveu que a Sabedoria tem 7 colunas (Pv 9.1).
• Nabucodonosor, rei da Babilônia, mandou aquecer a fornalha 7 vezes mais para queimar os três jovens que não quiseram se ajoelhar diante da estátua (Dn 3.19).
• O livro dos Salmos foi escrito por 7 autores (Davi, os filhos de Coré, Asafe, Hemã, o ezraita, Etã, o ezraita, Moisés e Salomão).
• No Antigo Testamento, 7 pessoas foram chamadas de “homens de Deus” : Moisés (Dt 33.1), Davi (2 Cr 8.14), Samuel (I Sm 9.6), Semaías (I R 12.22), Eliseu (II Rs 4.7), Elias (I Rs 17.18) e Jigdalias (Jr 35.4).
• 7 homens foram escolhidos para administrar a área social da Igreja, no livro de Atos (At 6.1-7).
• Jesus curou o filho de um oficial, à hora 7.ª (Jo 4.52).
• Jesus expulsou 7 espíritos malignos de Maria Madalena (Mc 16.9).
• No capítulo 7 do 7.º livro da Bíblia (= Juízes), a palavra “trombeta” aparece 7 vezes.
• Na multiplicação dos pães para quatro mil pessoas (sem contar mulheres e crianças), Jesus usou 7 pães e dois peixes. E no final, ainda sobraram 7 cestas cheias (Mt 14 e 15).
• Quando estava crucificado, Jesus falou 7 vezes (Lc 23.34; Lc 23.43; Jo 19.26-27; Mc 15.34-36; Jo 19.28; Lc 23.46; Jo 19.30).
• A famosa oração do Pai Nosso tem exatamente 7 petições (Mt 6.9-13).
• Deus ordenou que 7 sacerdotes tocando 7 trombetas rodeassem a cidade de Jericó durante 6 dias, e no 7.º dia rodeassem a cidade 7 vezes (Js 6).
• Jesus disse para Pedro que devemos perdoar nossos irmãos 70 x 7 (Mt 18.21-22).
• Deus disse ao profeta Daniel que libertaria o seu povo após 70 x 7 semanas (Dn 9.24-27).
Só no livro de Apocalipse, encontramos:
• As 7 Bem-Aventuranças especiais, 7 castiçais, 7 estrelas e 7 Igrejas;
• Um Cordeiro com 7 chifres e 7 olhos, que fica entre 7 tochas de fogo e é adorado com 7 palavras de louvor;
• Um livro selado com 7 selos, 7 anjos com 7 trombetas, 7 trovões, 7 personagens misteriosos, um dragão com 7 cabeças e uma fera selvagem também com 7 cabeças, representando 7 reis;
• 7 mensagens de advertências, 7 taças da ira de Deus, 7 clamores sobre Babilônia;
• 7 aberturas, 7 promessas para os mártires e 7 “jamais” contra Babilônia;
• 7 julgamentos, 7 notas de vitória, 7 coisas novas da Eternidade, etc.
Não há como negar a importância que os escritores bíblicos dão ao número 7.

Em segundo lugar temos o número 3.

- 3 as fases da existência humana: nascimento, vida e morte.
- 3 as divisões do tempo: passado, presente e futuro.
- 3 os reinos da Natureza: animal, vegetal e mineral.
- 3 as partes principais do corpo humano: cabeça, tronco e membros.
- 3 as dimensões do espaço: comprimento, largura e altura.
- 3 as palavras do lema da Revolução Francesa: Liberdade, Igualdade e Fraternidade.
- 3 os poderes que regem a nação: Executivo, Legislativo e Judiciário.
- 3 medalhas olímpicas (ouro, prata e bronze).
- Geralmente numa competição existe premiação para o 1.º, 2.º e 3.º lugar.
- A educação brasileira (e em muitos países) é dividida em três graus: Ensino fundamental, Médio e Superior.
- 3 estados da água: líquido, sólido e gasoso.
- 3 Mosqueteiros, 3 Patetas, 3 porquinhos, 3 sobrinhos do Pato Donald, 3 Cavalheiros da Terezinha de Jesus, 3 toques na madeira e o azar se vai, 3 pontos na assinatura dos Maçons, Um é pouco, dois é bom, três é demais, etc.

Existem centenas de fatos bíblicos relacionados ao número 3.

Alguns exemplos somente nos dois primeiros capítulos da Bíblia:

- Está escrito 3 vezes que Deus “criou” (Gn 1.1,21 e 27);
- 3 vezes diz que Deus “fez” (Gn 1.7,16,25);
- 3 vezes Deus nomeia as coisas (Gn 1.5,8,10);
- 3 vezes Deus separa ou divide (Gn 1.4,7,18);
- 3 vezes Deus abençoa (Gn 1.22,28 e 2.3);
- Deus criou 3 tipos de vida (vegetal, animal e humana), etc.

Há centenas de exemplos bíblicos:

- Os 3 filhos de Noé, 3 amigos de Jó, 3 companheiros de Daniel; O Tabernáculo tinha 3 partes (Pátio, Lugar Santo e Santo dos Santos); o homem tem 3 partes (Espírito, Alma e Corpo); na tentação de Jesus houve 3 propostas do Diabo; 3 apóstolos acompanharam Jesus em 3 ocasiões especiais (Pedro, Tiago e João); Jesus é O Caminho, A Verdade e A Vida; haviam 3 cruzes no Calvário; a inscrição na cruz de Jesus foi feita em 3 línguas (hebraico, grego, latim); Jesus ressuscitou no 3.º dia, há 3 virtudes no Cristianismo (Fé, Esperança e Amor), etc.

Por que esses dois números são tão freqüentes em nossa vida?
É fato que as religiões antigas (não somente a judaica e cristã) tinham uma preferência misteriosa pelo número 7. Pesquisadores atribuem isso ao fato de que muitos povos antigos acreditavam na existência de somente 7 planetas (e que o sol e a lua eram dois deles). Mas a Bíblia não fala de 7 planetas em lugar nenhum, porém mostra, logo de inicio, Deus criando o mundo em 7 dias.

Os fatos bíblicos são que o número 1 está relacionado a Deus, o 6 ao homem, e que o homem não pode viver sem Deus (1 + 6). E quanto ao 3? O maior mistério do Cristianismo é a crença num ÚNICO DEUS EM TRÊS PESSOAS DIVINAS, a Doutrina da Santíssima Trindade. Basta este fato para realçar a importância do número 3.
E por que existe um padrão numérico oculto nos textos originais da Bíblia envolvendo os números 3 e 7? É o que iremos estudar a seguir.

13 comentários:

  1. eu queria estudar,como faço pra começar a estudara gematria,devo antes, de tudo fazer um curso de matemática antes, de começar?

    ResponderExcluir
  2. Não é preciso fazer um curso de matemática, mas é bom que se tenha uma noção das bases fundamentais dessa matéria a fim de se entender melhor os cálculos envolvendo a gematria bíblica. Infelizmente no Brasil, até onde sei, não existem livros específicos sobre gematria. Você pode ter uma noção lendo alguns textos deste blog e dos outros sugeridos. Mas, se quer mesmo se aprofundar existem alguns ótimos sites em inglês. Mais detalhes, entre em contato comigo pelo e-mail morganne777@hotmail.com

    ResponderExcluir
  3. Olá Moacir Graça e Paz;

    Só para incrementar seu estudo eu consultei meu NT em grego e percebi que o Evangelho de João (e somente nele) temos a palavra "Opsárion" que traduzida significa "peixe". Você poderia ratificar o seu estudo, lá no início, onde você cita a palavra grega "ichtus" como sendo a palavra usada por João para falar de peixe.

    A versão do NT em grego que uso é a Greek New Testament 4ª Edição Revisada - Deutsche Bibelgesellsch United Bible Societies.

    P.S.: Gostei demais do artigo.

    Um abração

    CHAGAS

    ResponderExcluir
  4. Meu caro Chagas, muito obrigado pela colaboração. Vou me aprofundar na questão. Estou com vários projetos no momento (dezembro/2010), mas sabe como é fim de ano, pressão de todos os lados (especialmente no trabalho). Shalom!!!

    ResponderExcluir
  5. Muito Bom os estudos realmente fantástico

    ResponderExcluir
  6. Indico o livro Números na Bíblia de Christian Chen.

    ResponderExcluir
  7. Estou aqui pela primeira vez ( março 2017).
    Obrigada por compartilhar!!
    Se me permite gostaria de compartilhar com meus contatos.
    A Paz do Senhor Jesus!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fique à vontade para compartilhar... E questionar.

      Excluir
  8. 1+2+3+4+5+6+7 = 28 = 2+8 = 10 = 1+0 = 1

    ResponderExcluir
  9. Biblicamente "falando"...

    5: graça;
    7: plenitude, perfeição;
    8: recomeço, ressurreição;
    9: dom (?);
    15: cumprimento;
    32: luta;
    33: descanso;
    40: provação;
    42: homicídio;
    57: serpente;
    62: extermínio;
    70: completamento;
    71: pausa;
    88: força;
    100: multiplicação;
    120: multidão;
    123: riqueza;
    300: destruição.

    ResponderExcluir
  10. AGORA, SERÁ EXALTADA A MINHA CABEÇA ACIMA DOS INIMIGOS QUE ME CERCAM – (SL.27.6)
    FIM DA ASSOMBRAÇÃO DO 666

    O SABER LER A SI:
    (ES.12.1)

    (AP.13.18) – AQUI ESTÁ A SABEDORIA: AQUELE QUE TEM ENTENDIMENTO CALCULE O NUMERO DA BESTA, POIS É NÚMERO DE HOMEM: ORA ESSE NÚMERO É SEISCENTOS E SESSENTA E SEIS: (AR.119.9)

    (ISRAEL é o nome do Homem que sabe LER A SI no Espírito Bíblico: Aqui o saber acaba com as cogitações infundadas que existiam acerca do número 666 do Apocalipse, pois o que está escondido nas 131 letras e 10 sinais que compõem o texto acima, é isto):

    ARNALDO RIBEIRO É ISRAEL: É O HOMEM QUE NASCEU NO CÉU, QUE AMA E SABE TESTAR AS ALMAS NO SEU NOME: E ELE ENTENDE QUE CRISTO TESTA DEUSES E DIABOS NESSE MESMO ESPÍRITO. (IL.131.7
    )


    SANTIFICANDO O SÈTIMO DIA

    (DN.4.2) Pareceu-me bem fazer conhecidos os sinais e maravilhas que Deus, o Altíssimo, tem feito para comigo,; (EF.2.7) para mostrar nos séculos vindouros a suprema riqueza da sua graça em bondade para conosco em Cristo Jesus; (1CO.15.45) pois assim está escrito:

    GN.2.3) – E ABENÇOOU DEUS O DIA SÉTIMO, E O SANTIFICOU; PORQUE NELE DESCANSOU DE TODA A OBRA QUE, COMO CRIADOR, FIZERA: (AR.85.6)
    E o que o Senhor quer dizer com as 85 letras e 6 sinais acima é isto:

    SOU O ESPÍRITO QUE DESCEU DO CÉU, CRIANDO A SUA FÉ; E FAÇO SANTO O QUE É BATIZADO COM NOME DE ARNALDO RIBEIRO: (IL.85.6)
    (Lc.12.50 – Tenho, porém, um batismo com o qual hei de ser batizado; e quanto me angustio até que o mesmo se realize; (IS.21.16) porque assim me disse o Senhor: (1RS.18.31) Israel será o teu nome, (LS..9.6) porque ainda que algum seja consumado entre os filhos dos homens, se estiver ausente dele a tua sabedoria, será reputado como nada.(LC.4.21) Hoje se cumpriu a escritura que acabais de ouvir: (LC.6.5) O Filho do Homem é Senhor do sábado:
    E agora José? Ou melhor Chico?

    ResponderExcluir
  11. Meu nome tem 6 letras (Gylvan); no próximo dia 21 de Setembro faço 36 anos; meu telefone fixo (não escolhi o número, claro) é final xxxx-3601
    Moro na rua 12 de outubro;

    ResponderExcluir