O BÁSICO PARA VOCÊ ENTENDER O ARQUIVO 7

O BÁSICO PARA VOCÊ ENTENDER O ARQUIVO 7
Tudo que você precisa saber para entender a principal linha de investigação do Arquivo7 - O BÁSICO SOBRE MATEMÁTICA BÍBLICA, SEGUNDO A TESE ARQUIVO 7.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2021

EXISTE ALGUMA PROVA ABSOLUTA DA VERACIDADE BÍBLICA?

 

SOBRE CERTEZAS E FAKE NEWS 

No começo da minha vida de fé evangélica, quando comecei a me interessar por profecias bíblicas (ou a doutrina teológica conhecida como ESCATOLOGIA), fui alvejado com algumas críticas e uma delas era que “ESCATOLOGIA É UMA DOUTRINA MUITO CONTROVERSA, CHEIA DE INTERPRETAÇÕES DIFERENTES, CADA UM DIZ UMA COISA, ETC.” 

Na época eu ainda não conhecia nada sobre as leis da Lógica, senão teria percebido logo que o argumento acima é autocontraditório, isto é, fajuto, ou, numa linguagem mais elegante, É UMA FALÁCIA. Por quê? 

Porque se essa argumentação fosse verdadeira, a gente não poderia estudar mais nada na vida, pois qual é a doutrina que não é controversa? Melhor dizendo, se o argumento acima for verdadeiro, devemos deixar de estudar a Bíblia, pois, provavelmente não existe outro livro no mundo com tantas interpretações diferentes. 

Mas, sem dar ouvidos a tais críticas, mergulhei ainda mais no estudo das profecias. Pude constatar entre várias, duas coisas: 

1 – Que realmente existem muitas interpretações diferentes e confusas dentro da Escatologia; 

2 – Mas que, com um estudo aprofundado e respeitando-se as mais rígidas regras de interpretação e, principalmente, as leis da lógica, era possível se chegar a uma interpretação verdadeira da coisa. 

Como prova, nesses últimos 30 anos de estudos, certas crenças cristãs que eu tinha no inicio da minha vida de fé, especialmente relacionadas à Escatologia, fui deixando de lado, na medida em que me aprofundava na investigação. O fato é que, se algo é verdadeiro, será provado como tal, quanto mais você se aprofundar no estudo; e o que é falso, será desmascarado logo que você deixar de ter um conhecimento raso sobre o assunto. 

Quando alguém discorda de alguma crença escatológica minha, procuro saber qual a medida de profundidade do conhecimento do assunto da tal pessoa. Se for profundo, eu respeito e considero suas críticas; se for raso, não perco meu tempo em refutar, por questão de coerência lógica. 

Estou bem ciente de que, dentro da Escatologia, existem temas altamente polêmicos e que constrange os melhores estudiosos sobre o assunto. Por essa razão, evito ser dogmático sobre tais temas, pois acredito que, onde as melhores (e mais experientes) mentes não conseguiram chegar a um acordo, seria arrogante demais da minha parte, querer bater o martelo. E não tem essa de que “essa teoria é defendida pelos MAIS BRILHANTES teólogos”, etc., etc. EXISTEM ESTUDIOSOS ALTAMENTE INTELIGENTES E PIEDOSOS DE TODOS OS LADOS DA BARRICADA! 

É claro que as graduações de uma pessoa dão uma certa segurança e autoridade sobre aquilo que ele defende, mas é fato que qualquer estudioso, por mais inteligente e preparado que seja, não é perfeito e muitas vezes defende algo falso, pensando ser verdadeiro. MAS A VERDADE NÃO DEPENDE DO GRAU DE INTELIGÊNCIA DE QUEM ACREDITA NELA! 

Um analfabeto pode acreditar que Jesus é Deus, mas um teólogo islâmico, com vários doutorados, NÃO ACREDITA. E um teólogo budista, com vários doutorados, não acredita no Alcorão. A VERDADE NÃO DEPENDE DE CRENÇAS RELIGIOSAS ou de uma GRADUAÇÃO ACADEMICA, MAS DOS FATOS E DAS EVIDÊNCIAS! 

É fato que até as pessoas mais inteligentes podem ser cegadas por seu preconceito religioso ou orgulho intelectual. O mais comum nesses casos é o indivíduo fechar os olhos para as evidências ou recusar examinar as evidências. Um cristão, se for um buscador sincero da verdade, não tem medo de ler literatura de outras religiões, pois se o cristianismo for mesmo verdadeiro, nada provará o contrário. 

Entretanto, o que mais atrapalha na busca pela verdade é o conhecimento raso, superficial da coisa. E daí nascem as Fake News. Por exemplo, um cristão recém convertido escuta alguma mensagem escatológica e fica curioso e empolgado com o assunto. Rapidamente procura mais alguma coisa sobre o tema. Aí em vez de buscar sérias obras a respeito da coisa (principalmente livros), começa a pesquisar em canais do Youtube. Então, ou o indivíduo desiste, confuso diante de tantas teorias sensacionalistas expostas, ou resolve acreditar nelas. 

Infelizmente, daqui a pouco ele é atraído para o mundo das teorias conspiratórias, mergulha num mundo de interpretações escatológicas controvertidas e depois passa a desafiar todo mundo, ensinando que as igrejas estão equivocadas no que aprendeu sobre profecias, que tá todo mundo sendo enganado, que os teólogos mentiram, etc., etc. 

Como eu não me canso de dizer por aí: fazer vídeos no Youtube é muito fácil, mas escrever um livro é outra coisa. Quando digo “fácil”, me refiro aqui, é claro, ao conteúdo do vídeo, não as questões técnicas, edição, etc., que requerem muita paciência e um bom conhecimento no assunto. 

Em outras palavras: Gravar uma mensagem de uma hora ou mais, sobre algum assunto que você diz ter autoridade, é uma coisa; pesquisar para escrever um livro sobre o tal assunto, aí é outra conversa. Um livro leva você a pensar; vídeos, nem sempre. Infelizmente, boa parte dos cristãos de hoje está sendo doutrinada mais pelo Youtube do que pelos livros. 

E falando em livros... mesmo um cristão que goste muito de ler não garante muita coisa, pois: é fácil constatar que hoje as livrarias cristãs vendem mais livros devocionais do que comentários bíblicos! 

Um dos problemas dos devocionais é que existem muitas histórias (testemunhos, experiências pessoais) que, depois, são mais valorizadas e propagadas do que a doutrina bíblica exposta (mesmo que superficialmente). E, no meio dessas historinhas existem muitos “causos” que são propagados como verdades e (esse é o mais absurdo!) muitas vezes acabam se tornando doutrinas. 

SOBRE APOLOGÉTICA E MATEMÁTICA BÍBLICA 

A Apologética é a área da Teologia que cuida da defesa da fé cristã, isto é, apresenta argumentos, fatos e evidências que provam a veracidade da Bíblia e do Cristianismo. Existem “toneladas” de obras literárias a respeito disso. Em 30 anos de investigação bíblica posso afirmar que existem muito mais evidências a favor da Bíblia do que sobre qualquer outro livro religioso do mundo. Na verdade, se compararmos as evidências a favor da Bíblia com as evidências a favor de outras literaturas religiosas, é até constrangedor (para as outras religiões). Obra nenhuma é capaz de superar a Bíblia (e nem ao menos se igualar com ela)! 

Existem muitas áreas dentro da Apologética Cristã, mas no Arquivo7 temos coletado e estudado principalmente duas: profecias e matemática (e muito mais matemática do que profecia). 

Todos os que torcem o nariz para a apologética matemática da Bíblia (muitos dentre os próprios cristãos), são incapazes de refutá-las! Eu tenho constatado muito isso em anos recentes. E em quase todos os casos em que tenho desafiado algum crítico dessa matemática bíblica, as reações são: ou mudança de assunto ou absoluto silêncio. E isso diz claramente muita coisa, você não acha? 

          Uma confusão que tenho constatado quase sempre, quando apresento a Matemática Bíblica para alguém, é que geralmente eles pensam que estou falando de NUMEROLOGIA BÍBLICA. Aí eu sou obrigado, pela enésima vez, a explicar a diferença: 

Matemática Bíblica não é a mesma coisa que Numerologia Bíblica. 

1 – Numerologia Bíblica – É simplesmente o estudo do SIGNIFICADO dos números (tipo 6 simboliza o homem, 7 representa a aliança entre Deus e o homem, 40 fala de provação, etc.). Há unanimidade nuns casos, e discordâncias noutros (por exemplo, para uns o 5 representa a GRAÇA de Deus, para outros, RESPONSABILIDADE,..). 

Em suma, o estudo do SIGNIFICADO dos números sempre envolveu discordâncias, é algo que pode ser discutido, debatido, contestado, etc. Símbolos são coisas relativas e, muitas vezes, seus significados não são absolutos, porém, dependem do contexto, das circunstâncias, etc. 

2 – Matemática Bíblica – Aqui não dependemos do SIGNIFICADO dos números para provarmos alguma coisa. Basta apresentarmos os fatos e a simetria simples, clara e absoluta, falará por si mesma. Ou seja, a Matemática Bíblica simplesmente descobre (isto é, revela) os padrões ocultos e impregnados tanto no texto (nos originais hebraicos e gregos) quanto na estrutura dos livros e capítulos (como temos demonstrado neste site e na Enciclopédia Arquivo7). As interpretações que damos aos padrões encontrados podem ser debatidas ou refutadas, mas os fatos (isto é, as constatações), jamais. 

No Arquivo7 lidamos com Numerologia e Matemática Bíblica, mas a ênfase é na Matemática, como prova e autenticação das doutrinas da Inspiração, Imutabilidade, Inerrância e Plenitude Bíblica. E, repito, você pode até negar ou refutar as interpretações que damos aos padrões encontrados, mas nunca conseguirá contestar esses padrões. 

          Por essa razão, a Matemática Bíblica é uma excelente e superpoderosa arma a favor da Apologética Cristã, pois os fatos apresentados são impossíveis de se contestar. Você quer exemplos? Não vou citar nenhum no artigo hoje, mas desafio você a dar uma olhada na Enciclopédia Arquivo7... ou mesmo em alguns artigos publicados neste site. Caso nunca tenha ouvido falar de Matemática Bíblica, ou gostaria de entender melhor a principal tese defendida no Arquivo7, recomendo um texto que escrevi especialmente sobre isso. É intitulado “A ESSÊNCIA DA TESE ARQUIVO7 EM 7 ARGUMENTOS – O BÁSICO PARA VOCÊ ENTENDER A PRINCIPAL INVESTIGAÇÃO DO ARQUIVO7” e pode ser lido neste endereço: https://www.arquivo7.com.br/2020/11/a-essencia-da-tese-arquivo7-em-7.html 

"A tua palavra é a verdade desde o princípio"

(Salmos 119.160a) 

“[Deus] Conta o número das estrelas, chama-as a todas pelos seus nomes.”

(Salmos 147.4) 

“E até os cabelos da vossa cabeça estão todos contados.”

(Lucas 12.7) 

Moacir Junior – morganne777@hotmail.com


quinta-feira, 21 de janeiro de 2021

A ASSINATURA MATEMÁTICA DE DEUS NO NOME DE JESUS – Parte 3 de 3

 

Para um melhor entendimento do assunto abordado aqui, veja antes as partes anteriores. 

SOBRE CERTEZAS E FAKE NEWS 

É irônico que, apesar de vivermos na era de maior acesso às informações que a humanidade já teve, nunca estivemos cercados por tantas notícias falsas como hoje. Principalmente envolvendo assuntos políticos, religiosos e científicos. Pra piorar, com o acesso fácil às mídias digitais, qualquer pessoa, com o mínimo de conhecimento sobre um assunto, é capaz de criar um canal no Youtube e se promover como o maior especialista no assunto escolhido. 

Aí diante de tantas teorias, conversas, boatos, etc., muita gente se desanima e passa a achar que a verdade não existe, que não vale à pena buscar a verdade, etc. Nesse turbilhão de confusão, todo mundo pode ser atingido, inclusive os cristãos. 

Complicando ainda mais a coisa, cada vez mais surgem “especialistas” atacando a Bíblia, reduzindo-a a um mero livro religioso, repleto de lendas e historinhas pra enganar incautos. 

Uma das coisas mais revoltantes é ver a multidão que acredita facilmente numa teoria recente (que ataca a Bíblia), mas duvida de fontes clássicas e pesquisadores sérios que possuem muito mais evidências à favor da Bíblia. Em outras palavras: as pessoas acreditam, sem pestanejar, em qualquer documento controverso (que ataca a Bíblia), mesmo que esse documento seja repleto de falhas e incertezas, mas duvidam do testemunho de documentos clássicos, muito mais confiáveis, e que defendem a Bíblia. 

Não é meu objetivo, neste artigo, apresentar as evidências que provam que os documentos que temos hoje a favor da Bíblia SÃO MUITO MAIS CONFIÁVEIS, MAIS HISTORICAMENTE EXATOS E MUITO MAIS NUMEROSOS do que os do contra – existem centenas de obras excelentes sobre o assunto. E também em muitos capítulos da Enciclopédia Arquivo7 a gente lida com esse tema. 

Meu foco hoje é apresentar mais uma evidência, envolvendo Matemática Bíblica, que, juntando à coleção de centenas de outras evidências já divulgadas, TORNA-SE MAIS UM OSSO DURO DE ROER PARA OS CÉTICOS! 

Portanto, a seguir, quero simplesmente elencar alguns FATOS, que, juntos, gerarão mais uma EVIDÊNCIA incontestável, que PROVA a existência e direção de uma Mente Única por trás da inspiração da Bíblia. Sim, uma Inteligência que supera todas as mentes humanas juntas, pois apresenta claramente capacidades que nenhum ser humano possui: ONISCIÊNCIA E PRESCIÊNCIA, por exemplo! 

Fato 1 - O nome JESUS, pelo número de ordem das letras do nosso alfabeto, soma 74. 

Fato 2 – O nome JESUS, pelo alfabeto dos livros bíblicos, soma 370. 

Cada letra corresponde ao total de capítulos do livro bíblico na ordem da tal letra no alfabeto. No caso, temos os primeiros 26 livros bíblicos, correspondendo às 26 letras do nosso alfabeto (veja os detalhes no capítulo anterior). 

Fato 3 – O nome JESUS, é evidente, possui 5 letras. 

TRABALHANDO COM ESSES TRÊS FATOS: 

Qual o MAIOR valor que podemos elaborar usando os três valores relacionados aos fatos que acabamos de apresentar? É simples! 

370.074.005 

Vamos transformar os 5 valores das letras que formam o nome JESUS, num único número. Sendo assim: 10, 05, 19, 21 e 19, formarão: 

1.005.192.119 

Agora, imagine uma ESTRADA CIRCULAR. Faça de conta que esta estrada tenha 370.074.005 tijolos, um atrás do outro. Imagine ainda que cada um desses 370.074.005 tijolos represente um dos 1.189 capítulos bíblicos, na ordem certa, desde Gênesis 1. 

Explicando: Numa tabela com 370.074.005 linhas, cada uma representando um capítulo bíblico, na ordem certa, a linha 1, logicamente, representa Gênesis 1 e a última, de número 370.074.005, vai coincidir com o capítulo 16 do livro de Números! 

Outra coisa: em 370.074.005 linhas, os 1.189 capítulos bíblicos serão repetidos 311.248 vezes!!! 

Se você pudesse fazer uma longa caminhada, de 1.005.192.119 passos, na estrada circular de 370.074.005 tijolos, você terminaria seu “passeio” sobre qual tijolo? 

Lembre que esse número não é um qualquer, mas os valores de ordem das letras do Nome JESUS. 

Basta digitar o 1.005.192.119 na calculadora (científica) do computador, apertar a tecla MOD, digitar 370.074.005 e apertar ENTER. O resultado é: 

265.044.109 

E daí? 

Agora, partindo de Gênesis 1, caminhe 265.044.109 passos e você irá parar, sem sombras de dúvidas, sobre o tijolo que representa o Salmo 74!!! 

O quê?!!! O Salmo 74?!!! 

Não sei se você percebeu a estarrecedora simetria matemática revelada aqui.

Considere os seguintes fatos fáceis demais de se provar: 

Fato 1 - O valor numérico do Nome de JESUS, em nossa língua, é 74; 

Fato 2 - Entre os 1.189 capítulos da Bíblia, só existe um de número 74, o Salmo 74; 

Fato 3 - Contando de 1 à 1.005.192.119 (letras do Nome JESUS), dentro de uma roleta com 370.074.005 números (todos relacionados a JESUS), e, por último, contando dentro da Roleta dos 1.189 capítulos bíblicos, vamos parar exatamente no único capítulo bíblico de valor igual ao valor do Nome JESUS, em nossa língua! 

PARE E CONSIDERE ESTA COINCIDÊNCIA ABSURDA! 

Números formados por valores diretamente relacionados ao Nome de JESUS, numa simetria simples, acabam nos levando para o ÚNICO capítulo bíblico igual ao valor do Nome de JESUS! 

Outra implicação dessa descoberta: que a quantidade de livros e capítulos da Bíblia fazem toda diferença. Um a mais ou a menos e toda a simetria revelada aqui desabaria! Com isso temos mais evidências de que A BÍBLIA ESTÁ COMPLETA (COM 66 LIVROS) E COM 1.189 CAPÍTULOS!!! 

O PESO DESTA EVIDÊNCIA É COLOSSAL... Pois (conforme revelado nos artigos anteriores), dentre os 2.000 nomes próprios mais populares do planeta (tomando-se como base a língua inglesa, a maior língua internacional atual), o Nome de JESUS é o ÚNICO recheado das simetrias apresentadas aqui. 

Aliás, suspeito que, ENTRE TODOS OS NOMES PRÓPRIOS do planeta, nenhum é capaz de apresentar TODOS os padrões matemáticos que temos encontrados no Nome de JESUS. Não estou fazendo afirmativas baratas, mas com base nos seguintes fatos: 

Nos artigos anteriores (baseados nos Apêndices 47 e 48 da Enciclopédia Arquivo7) provamos que só o Nome de JESUS possui a simetria matemática apresentada aqui. Isto é, UM NOME, CUJO VALOR DE ORDEM DAS LETRAS É UM MÚLTIPLO DE 37; QUE, NO ALFABETO DOS LIVROS BÍBLICOS TAMBÉM É UM MÚLTIPLO DE 37; E QUE ESTE DIVIDIDO POR AQUELE TEM COMO RESULTADO O NÚMERO EXATO DE LETRAS DO NOME! 

1 – Entre os 1.876 nomes brasileiros mais populares, NENHUM conseguiu vencer o desafio, exceto JESUS; 

2 – Entre os 2.000 nomes americanos mais populares (e que envolve nomes de várias outras nacionalidades), somente o Nome de JESUS venceu o desafio. É algo que merece uma séria consideração, você não acha? 

UM RESUMO DAS EVIDÊNCIAS MATEMÁTICAS APRESENTADAS NESTES TRÊS ARTIGOS: 

1 – O Nome JESUS, em nossa língua, vale 74 (2 x 37); 

2 – Pelo alfabeto dos livros bíblicos, vale 370 (outro múltiplo de 37); 

3 – Além do mais, 370 dividido pela QUANTIDADE de letras do Nome JESUS é exatamente igual ao valor desse nome; 

4 – O Nome JESUS na língua de hoje TEM O MESMO FATOR numérico do Nome internacional usado há 2000 anos; 

5 – O valor do Nome JESUS, em grego, é DIVISÍVEL EXATO pelo valor do Seu Nome hoje; 

6 – O número de ordem das letras do Seu Nome em grego, pelo alfabeto dos livros bíblicos, TAMBÉM É MULTIPLO DE 37; 

7 – O valor do Nome JESUS hoje, quando submetido a uma operação matemática (juntando todos os valores relacionados a esse Nome hoje) é EXATAMENTE IGUAL AO VALOR DO ÚNICO CAPÍTULO BÍBLICO QUE EXISTE COM ESSE NÚMERO! 

ENFIM... 

É IMPOSSÍVEL UM OUTRO NOME, ALÉM DE JESUS, SER CAPAZ DE CONTER EM SI TANTAS SIMETRIAS MATEMÁTICAS. As razões são simples: 

1º Teria que ser um nome famoso na História; 

2º Teria que ter o mesmo fator numérico em duas línguas mundiais diferentes, com pelo menos, 2000 anos de diferença (e um fator acima de 30); 

3º Teria que ser o personagem principal de um livro supercampeão de vendas, NO MUNDO TODO; 

4º E o valor do seu nome teria que ser capaz da “MÁGICA MATEMÁTICA” revelada no artigo de hoje. Ou ser capaz de fazer melhor. 

ALIÁS,... 

Digamos que: SE o valor de qualquer outro nome, no final daquela série de cálculos, fosse parar exatamente num capítulo bíblico igual, NÃO TERIA SIGNIFICADO NENHUM, pois: 

1 – A Bíblia e JESUS tem tudo a ver, mas nenhum dos outros nomes tem alguma coisa a ver com ela; 

2 – Se, por exemplo, o nome MAOMÉ vencesse o desafio proposto, não significaria nada, exceto se esse fosse o nome de um personagem da Bíblia. 

Portanto, para alguém contestar a tese que defendemos aqui (DE QUE APENAS O NOME JESUS É CAPAZ DAS PROEZAS MATEMÁTICAS reveladas no Arquivo7), só terá que fazer o seguinte: 

ALGUMAS DICAS PARA SE CONTESTAR A TESE DEFENDIDA AQUI: 

1 – Apresentar um livro grande (maior ou igual à Bíblia), formado por vários outros livros, e que tenha, mais de mil capítulos; 

2 – Escolher um número que tenha tudo a ver com esse livro; 

3 – Que o personagem principal desse livro tenha o valor numérico que seja múltiplo desse número de destaque: 

4 – Que esse livro tenha, pelo menos, 26 livros, a fim de serem usados como representantes das 26 letras do alfabeto internacional atual (tal como usamos neste estudo); 

5 – QUE O VALOR DO NOME DO PERSONAGEM PRINCIPAL, QUANDO SUBMETIDO ÀS MESMAS FÓRMULAS MATEMÁTICAS USADAS NESTE ESTUDO, SEJA EXATAMENTE IGUAL A UM DOS CAPÍTULOS DO LIVRO; 

6 – Ah, e que nesse livro, HAJA SOMENTE UM CAPÍTULO DE NÚMERO IGUAL AO VALOR DO NOME DO SEU PERSONAGEM PRINCIPAL. 

Claro que no Arquivo7 tem muito mais EVIDÊNCIAS MATEMÁTICAS que provam a singularidade do Nome de JESUS, especialmente no formato como Esse Nome foi divulgado na língua internacional da época! Em outras palavras: 

SE É MUITO DIFICIL ENCONTRAR UM NOME QUE POSSUA, PELO MENOS, 3 DAS EVIDÊNCIAS MATEMÁTICAS BÁSICAS DIVULGADAS NESTE ESTUDO; 

 E SE É PRATICAMENTE IMPOSSÍVEL ENCONTRAR UM NOME QUE CONTENHA AS 7 EVIDÊNCIAS CITADAS AQUI; 

O QUE DIZER DE UM QUE CONTÊM NÃO 3 OU 7, PORÉM, MAIS DE 37 EVIDÊNCIAS MATEMÁTICAS? 

SÓ O NOME DE JESUS, MEU FILHO!!! 

CONTESTE, SE PUDER!!! 

"Por isso, também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome; Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai." (Filipenses 2.9-11) 

Moacir Junior – morganne777@hotmail.com


quinta-feira, 14 de janeiro de 2021

A ASSINATURA MATEMÁTICA DE DEUS NO NOME DE JESUS – Parte 2 de 3

 

No artigo anterior, apresentei uma simetria matemática sobre o Nome de JESUS em nossa língua, que envolvia três fatores: 

1 – O valor do Nome JESUS, em nossa língua, pelo NÚMERO DE ORDEM DAS LETRAS, é 74 (um múltiplo exato de 37, um dos números-chave da Matemática Bíblica); 

2 – No alfabeto dos livros bíblicos, o Nome de JESUS vale 370 (outro múltiplo exato de 37)!!! 

3 – Por fim, o valor do Nome JESUS em nossa língua (74) multiplicado pela quantidade de letras (5) é exatamente igual ao valor do Nome dEle no alfabeto dos livros bíblicos (isto é, 370)!!! 

Então fiquei a pensar: quantos outros nomes modernos seriam capazes de imitar essa simetria com esses três fatores? Fiz uma pesquisa básica, na internet, a fim de encontrar uma lista dos nomes próprios mais populares em nossa língua (portuguesa). No site https://br.guiainfantil.com/nomes-de-bebes.html encontrei uma lista com 1.876 nomes - é claro que essa quantidade não é exaustiva, devem existir muitos outros nomes ou variações de nomes que faltaram nessa lista. Mas são os mais conhecidos. 

Usando um programa básico no computador, calculei o valor numérico desses 1.876 nomes (pelo número de ordem das nossas 26 letras) e, no final, SOMENTE UM apresentou uma simetria com os três fatores apresentados aqui anteriormente: SIM, SOMENTE O NOME DE JESUS, dentre esses 1.876 nomes, POSSUI UM VALOR (pelo alfabeto dos livros bíblicos) QUE É IGUAL A QUANTIDADE DE LETRAS DO SEU NOME MULTIPLICADO PELO VALOR DELE (de ordem)! 

UM NOME REALMENTE SINGULAR! 

Nomes próprios são inesgotáveis (principalmente porque não existem regras gramaticais para eles – Adriano pode ser Adryano, Adrianno, etc.), e por isso, certamente devem existir alguns, ou vários, que podem conter os três fatores da simetria apresentada aqui – MAS O FATO DE UM NOME COM TAIS CARACTERÍSTICAS SER MUITO RARO JÁ É SUFICIENTE PRA PROVAR A TESE DEFENDIDA NO ARQUIVO7. 

A tabela com os 1.876 nomes usados nesta experiência matemática, pode ser encontrada no Apêndice 47 da Enciclopédia Arquivo7, intitulado “O JOGO DO 37”. E você encontra lá todos os valores desses 1.876 nomes, devidamente calculados! 

Entretanto, existem muitos nomes populares no mundo (especialmente relacionados às celebridades das artes e das ciências), que ficaram de fora da nossa lista anterior (os 1.876 nomes), porque focamos apenas no quadro brasileiro. Então pensei numa forma de resolver isso da forma mais justa possível. 

A solução foi pesquisar algo como os “NOMES MAIS POPULARES NO MUNDO”, considerando apenas aqueles escritos com o ALFABETO LATINO (expliquei a importância desse alfabeto no artigo anterior). 

Então, uma lista com “os 1000 nomes mais populares de garotas” e “os 1000 mais populares de garotos”, coletados em anos recentes nos Estados Unidos, caiu como uma luva. Era exatamente o que eu estava precisando! 

Nestes endereços (https://family.disney.com/articles/1000-most-popular-girl-names/ e https://family.disney.com/articles/1000-most-popular-boy-names/), os 1000 nomes mais populares registrados nos Estados Unidos são citados por ordem de popularidade. 

Por exemplo, em 2017 (ano da pesquisa), o nome de menina mais popular nos EUA foi EMMA (1º lugar), e de menino, foi LIAM. 

Como a língua dos norte americanos (INGLESA) é a MAIS POPULAR DO MUNDO, e nos Estados Unidos existe um caldeirão de raças e povos de vários países, essa lista foi perfeita para o meu projeto (há vários nomes muçulmanos, por exemplo). 

Outro detalhe: alguns poucos nomes aparecem nas duas listas porque existem nomes usados por meninos e meninas (MARLEY, por exemplo). 

De qualquer forma, calculei os 2.000 nomes, pelo valor do número de ordem das letras do alfabeto (como no estudo anterior) e o resultado foi publicado no Apêndice 48. 

Bem, nesta segunda experiência (com esses 2000 nomes), SOMENTE UM POSSUI OS TRÊS FATORES DA SIMETRIA MATEMÁTICA apresentada aqui: MAIS UMA VEZ, SOMENTE O NOME DE JESUS PASSOU NO TESTE! 

"Por isso, também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome; Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai." (Filipenses 2.9-11) 

Moacir Junior – morganne777@hotmail.com


quinta-feira, 7 de janeiro de 2021

A ASSINATURA MATEMÁTICA DE DEUS NO NOME DE JESUS – Parte 1 de 3

 

Como já demonstrado inúmeras vezes na Enciclopédia Arquivo7, nos valores das letras gregas, A LÍNGUA INTERNACIONAL na época de Jesus, o Nome dEle tem como fator o número 37 (um dos números-chave da Matemática Bíblica), e que conecta o Nosso Salvador à Gênesis 1.1, o versículo mais importante sobre a origem do Universo e que está recheado de padrões envolvendo o número 37. 

Ἰησοῦς

010+008+200+070+400+200 = 888 (24 x 37) 

Agora observe a próxima simetria: 

JESUS

10+05+19+21+19 = 74 (2 x 37) 

Veja bem! Nos valores das letras gregas, A LÍNGUA INTERNACIONAL na época de Jesus, o Nome dEle tem como fator o número 37. E em inglês, A LÍNGUA INTERNACIONAL ATUAL, pelo número de ordem das letras, o Nome JESUS tem como fator numérico novamente o 37. 

Quais as chances de, por mero acaso, dois nomes (tematicamente conectados), possuírem o mesmo fator numérico, apesar de pertencerem a línguas diferentes? Com certeza, as chances de que tudo tenha sido por mero acaso beira o impossível. 

DEIXANDO BEM CLARO... 

É muito fácil apanharmos palavras ao acaso, somarmos seus valores (pelo número de ordem) e descobrirmos várias conectadas entre si por algum fator numérico, tais como 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, etc. ISSO É MUITO COMUM. 

Mas, no caso mostrado anteriormente, os fatores numéricos em comum são maiores que 30. Em outras palavras: é fácil encontrarmos palavras cujos valores são múltiplos de números pequenos, como qualquer um entre 2 e 9... Entretanto, quanto maiores os fatores, mais as coincidências são interessantes e boas candidatas a serem significativas. 

UMA COINCIDÊNCIA SIGNIFICATIVA? 

Primeiro, JESUS em grego (a língua internacional em Sua 1ª Vinda), tem como fator numérico 37; 

Segundo, JESUS em inglês (a língua internacional em nossa época, propícia pra ser a época PRÉ-SEGUNDA VINDA DE CRISTO), também tem como fator numérico 37; 

Terceiro, 888 (o valor de JESUS, em grego), é 12 vezes 74 (o valor de JESUS hoje). 

Pergunto novamente: essas coincidências seriam significativas? Até recentemente eu hesitava em bater o martelo... até que fui surpreendido por uma coincidência estarrecedora! 

O ALFABETO DOS LIVROS BÍBLICOS 

Imagine as 26 letras do atual alfabeto internacional, relacionado aos primeiros 26 livros bíblicos. 

1

A

50

Gênesis

2

B

40

Êxodo

3

C

27

Levítico

4

D

36

Números

5

E

34

Deuteronômio

6

F

24

Josué

7

G

21

Juízes

8

H

4

Rute

9

I

31

1 Samuel

10

J

24

2 Samuel

11

K

22

1 Reis

12

L

25

2 Reis

13

M

29

1 Crônicas

14

N

36

2 Crônicas

15

O

10

Esdras

16

P

13

Neemias

17

Q

10

Ester

18

R

42

19

S

150

Salmos

20

T

31

Provérbios

21

U

12

Eclesiastes

22

V

8

Cantares

23

W

66

Isaías

24

X

52

Jeremias

25

Y

5

Lamentações

26

Z

48

Ezequiel

 

Agora imagine as 5 letras do Nome JESUS substituídas pelo total de capítulos de cada livro bíblico correspondente. 

10

J

24

2 Samuel

5

E

34

Deuteronômio

19

S

150

Salmos

21

U

12

Eclesiastes

19

S

150

Salmos

 Soma total dos capítulos bíblicos envolvidos: 370!!!

Uma simetria fácil de se provar e impossível de se contestar. 

E tem mais: A quantidade de letras do Nome JESUS vezes o valor desse Nome, é igual a 370!!! 

Outro detalhe muito especial: Como já divulgado em outras partes da Enciclopédia Arquivo7, o número 370 aparece, de forma bem evidente, numa outra simetria muito significativa: 

Primeiro, 370 é a soma dos valores de 86 (ELOHIM, DEUS, em hebraico) + 284 (THEOS, DEUS em grego) – Ou seja, a soma total de duas palavras que aparecem centenas de vezes, no Antigo e no Novo Testamento, respectivamente. 

Segundo, a quantidade total de livros bíblicos (66) forma um número triangular. Faça a soma total de todos os capítulos dos livros que “FAZEM A COBERTURA” do triângulo de 66, e você obterá exatamente 370!!! 

Sim, a “COBERTURA” do triângulo dos 66 livros bíblicos tem não somente um valor claramente relacionado aos números-chave da Matemática Bíblica (370), como ainda é altamente simbólico, representando DEUS PROTEGENDO a Sua Palavra. 

Bem, meus amigos, o que essa experiência matemática (com o Nome de JESUS) prova? 

Que os fenômenos matemáticos realmente existem na Palavra de Deus; que as evidências provam ter sido impossível tais padrões matemáticos terem sido inventados pelos homens, sem ajuda sobrenatural, divina; e que a quantidade de 66 livros e 1.189 capítulos das nossas Bíblias estão COMPLETOS, a Palavra de Deus está completa, sem a necessidade de quaisquer acréscimos! 

E PROVAM MAIS UMA COISA: 

A CONTROVÉRSIA SOBRE O NOME JESUS USADO HOJE 

Entre as centenas de polêmicas envolvendo a fé cristã nos dias atuais, uma delas envolve A FORMA COMO O NOME DE JESUS É ESCRITO E LIDO ATUALMENTE. Muitos cristãos acreditam que o Nome JESUS só tem poder e autoridade se for pronunciado da forma original em hebraico; que é até um sacrilégio transliterar esse Sagrado Nome, etc. 

Alguns vão mais longe: chegam a dizer que o Nome JESUS é o nome de um deus pagão, inventado pelos romanos. E fazem todo tipo de malabarismo linguístico pra provar essa tese bizarra. 

Não é o objetivo deste artigo entrar em detalhes sobre essa questão e é muito fácil refutar essa tese equivocada (além de ser uma afronta à fé de milhões de cristãos que, em 2.000 anos oraram a Jesus e usaram o Nome dEle em suas respectivas línguas)! 

Mas NINGUÉM É CAPAZ DE NEGAR o incrível fato de que uma série de simetrias matemáticas conectam, entre si, o Nome de Jesus em grego e em muitas línguas da atualidade (que usam o alfabeto latino), além de APONTAREM PARA A MESMA SIMETRIA MATEMÁTICA DO PRIMEIRO CAPÍTULO DA BÍBLIA, escrito cerca de 1.500 anos antes de Cristo. 

FALANDO EM ALFABETO LATINO... 

É o sistema de escrita mais usado do mundo, pois é a base de muitas línguas populares (inglês, francês, português, espanhol, etc.). Contém 26 letras. A história dos alfabetos é muito interessante e o fato de certas letras (como a letra A) permanecerem como CABEÇA em todos os séculos (desde a invenção do primeiro alfabeto) até agora, parece ser DETERMINADO POR DEUS. 

Não dá pra esticar esse assunto por aqui, mas eu já tratei dele em alguns trabalhos (vejam, por exemplo, o capitulo 277 da Enciclopédia Arquivo7, intitulado “A FRASE QUE NINGUÉM É CAPAZ DE IMITAR”). 

Bem, mas voltando ao tema deste artigo, e se usarmos a mesma fórmula (letras representando livros) no Nome de JESUS em grego? 

Nº de ordem da letra de JESUS, em grego

Livro bíblico correspondente

 

Total de capítulos

 

20

Provérbios

31

22

Cantares

8

16

Neemias

13

20

Provérbios

31

8

Rute

4

10

2 Samuel

24

Total

111

(3 x 37)

 

OUTRA COINCIDÊNCIA ESTARRECEDORA 

Como é que dois nomes que significam a mesma coisa, em duas línguas diferentes, usando-se a mesma fórmula (valor das letras representando livros), possuem o mesmo fator numérico? E não um fator qualquer, mas EXATAMENTE o mesmo relacionado aos valores dos nomes, cada um em sua respectiva língua? Como é que isso poderia ser obra do mero acaso? E como poderia ser obra humana? 

O mesmo fator numérico conectando O CRIADOR, a Palavra do Criador e a obra do Criador! 

*Se quiser entender melhor o assunto abordado neste artigo, sugiro dar uma olhada no Apêndice 46 da Enciclopédia Arquivo7, intitulado: “A ASSINATURA MATEMÁTICA DE DEUS NO NOME DE JESUS”. 

"Por isso, também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome; Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai."

(Filipenses 2.9-11) 

Moacir Junior – morganne777@hotmail.com