terça-feira, 28 de abril de 2020

A MARAVILHOSA SIMETRIA DO CANDELABRO – Parte 5


Nas partes anteriores deste artigo, observamos que existe o seguinte esquema no candelabro do Tabernáculo:

·       1ª haste: 9 elementos (3 copos, 3 botões e 3 flores);
·       2ª haste: 9 elementos (3 copos, 3 botões e 3 flores);
·       3ª haste: 9 elementos (3 copos, 3 botões e 3 flores);
·       4ª haste: 12 elementos (4 copos, 4 botões e 4 flores);
·       5ª haste: 9 elementos (3 copos, 3 botões e 3 flores);
·       6ª haste: 9 elementos (3 copos, 3 botões e 3 flores);
·       7ª haste: 9 elementos (3 copos, 3 botões e 3 flores);

Ao todo, temos 22 grupos de 3, que até podemos visualizar assim:

3,3,3,3,3,3,3,3,3,3,3,3,3,3,3,3,3,3,3,3,3,3

Em três simetrias apresentadas anteriormente mostramos uma conexão direta com o Salmo 77 (único capítulo bíblico com esse número). Três coincidências perfeitas demais para serem obras do acaso e complexas demais para serem frutos da mente humana. Mas as maravilhas não acabam nunca.

Vamos relembrar uma simetria envolvendo os três principais capítulos bíblicos onde se fala do Candelabro: Êxodo 25 (projeto), Êxodo 37 (a execução), e Êxodo 40 (a apresentação). Tais capítulos ocupam, respectivamente, as seguintes ordens dos capítulos gerais da Bíblia:

Êxodo 25 = 75º capítulo da Bíblia
Êxodo 37 = 87º capítulo da Bíblia
Êxodo 40 = 90º capítulo da Bíblia

Se formarmos um número único, teremos: 075.087.090

Contando de 1 até 075.087.090, na Roleta dos 1.189 capítulos, iremos parar, inevitavelmente, no Salmo 73!!!

Ou dizendo de outra forma: se dividirmos 075.087.090 pães em partes iguais para 1.189 pessoas, como a divisão não é exata, restarão 551 pães. E o 551º capítulo bíblico é o Salmo 73!!!

Se lembrarmos ainda que, ao todo, podemos visualizar 73 itens no Candelabro, é impossível não nos impressionarmos com tantas coincidências. Mas, para deixar os céticos ainda mais confusos, temos uma simetria inédita para apresentar hoje. Vamos trabalhar com os seguintes números, em 3 grupos:

1º grupo – Os 66 livros bíblicos:

050.040.027.036.034.024.021.004.031.024.022.025.029.036.010.013.010.042.
150.031.012.008.066.052.005.048.012.014.003.009.001.004.007.003.003.003.
002.014.004.028.016.024.021.028.016.016.013.006.006.004.004.005.003.006.
004.003.001.013.005.005.003.005.001.001.001.022


          2º grupo: Um número formado a partir dos 22 grupos de 3 elementos do Candelabro:

003.003.003.003.003.003.003.003.003.003.003.003.003.003.003.003.003.003.003.003.003.003

          3º grupo: 3 números – Um número igual ao número de itens do candelabro, por total nos 3 referenciais: esquerdo, centro e direito:

027.012.027

O fato sem sombras de dúvidas, e sem contestação é que:

1 – Se dividirmos o número do primeiro grupo pelo número do segundo, como não é uma divisão exata, teremos como sobra:

2978915960922912898888905904903901903922887902887946037926904929

2 – Se dividirmos esse resultado pelo número do terceiro grupo, como também não é uma divisão exata, teremos outra sobra:

10764568

3 – E, se dividirmos esse resultado pela quantidade de capítulos da Bíblia (1.189), não sendo também uma divisão exata, haverá outra sobra:

551 (exatamente o número de ordem do Salmo 73!!!). Como é possível isso?!!!

O que acabamos de ver?

Seguindo os padrões numéricos derivados dos itens do candelabro, e conectando com um número formado pelos totais dos capítulos dos 66 livros bíblicos, chegamos novamente ao Salmo 73, o único capítulo bíblico que contém o número igual aos itens do Candelabro e que ainda possui uma conexão especial com os números de ordem dos 3 principais capítulos sobre o Candelabro!!!

Lembrando mais uma vez: o candelabro foi elaborado por pessoas que viveram séculos antes que outras pessoas selecionassem os livros bíblicos, que, por sua vez, viveram outros séculos antes que outras pessoas classificassem a Bíblia em capítulos. Aí no final tudo se encaixa como se tivesse sido arquitetado por todas essas pessoas em comum acordo! Que explicações racionais os céticos teriam pra esse fenômeno?

*Veja mais informações e detalhes sobre este tema, ilustrados com imagens e gráficos, nos seguintes Apêndices da Enciclopédia Arquivo7:


APÊNDICE 20 - A SIMETRIA DO CANDELABRO

APÊNDICE 24 - A SIMETRIA DO CANDELABRO - Parte 2

APÊNDICE 26 - A SIMETRIA DO CANDELABRO - Parte 3 


“Lâmpada para os meus pés é a tua palavra, e luz para o meu caminho.”
(Salmo 119.105)

Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com

terça-feira, 21 de abril de 2020

MATEMÁTICA BÍBLICA: POR QUE NÃO PODE SER COINCIDÊNCIA?




Apesar deste site existir há um bom tempo (desde janeiro de 2009), nunca, até agora, alguém contestou algum dos fatos bíblico-matemáticos apresentados aqui. Alguns já criticaram negativamente, mas não apresentaram contestações. E por que? Acredito que simplesmente ninguém consegue contestar os fatos divulgados. Gosto de dizer que, se alguém me pedir, por dia, um exemplo de simetria matemática na Bíblia, tenho um pacote para mais de ano. E o mais incrível disso é que, boa parte desse pacote de evidências está contido em apenas uma frase, o primeiro versículo da Bíblia.

E quanto mais cavamos nesse versículo, mais pérolas encontramos. Por exemplo, a simetria abaixo é inédita, ou seja, em todos os 333 capítulos da Enciclopédia Arquivo7 ela nunca foi apresentada (e nem nos primeiros 19 apêndices). Vamos aos fatos:

Fato 1: 913.203.086.401.395.407.296 representa a frase “NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA”;

Fato 2: O valor 913.203.086 representa “NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS” (parte 1)

Fato 3: O valor 395.407.296 representa “OS CÉUS E A TERRA” (parte 2)

Fato 4: E o valor 401 não tem tradução. São duas letras, justamente a primeira e a última do alfabeto hebraico, ÁLEF e TAU, um símbolo da DIVINDADE.

Agora façamos a seguinte experiência.

Imagine 913.203.086 pães divididos para 395.407.296 pessoas. Teremos uma sobra de 122.388.494 pães.

Agora divida esses 122.388.494 pães para 401 pessoas, teremos uma sobra de...............................................................................................................86 pães!!! Exatamente o valor da terceira palavra, a mais importante, ou seja, o valor da palavra DEUS!!!

Seria um capricho matemático? Vamos alterar somente um valor, só uma unidade a mais, no último valor, por exemplo: 296 torna-se 297. Agora vamos repetir a experiência.

913.203.086 pães divididos para 395.407.297 pessoas. Teremos uma sobra de 122.388.492 pães.

Agora divida esses 122.388.492 pães para 401 pessoas, teremos uma sobra de...............................................................................................................84 pães!!! Sem significado.

Mais uma tentativa: vamos alterar o primeiro valor (913), uma unidade a mais.

914.203.086 pães divididos para 395.407.297 pessoas. Teremos uma sobra de 123.388.494 pães.

Agora divida esses 123.388.494 pães para 401 pessoas, teremos uma sobra de...............................................................................................................393 pães!!! Sem significado.

Conclusão: Somente os valores verdadeiros de Gênesis 1.1 produzem a simetria que acabamos de ver. Se apenas um for levemente alterado, a simetria não existe. Se tivéssemos somente este exemplo (sobre Gênesis 1.1), poderíamos alegar coincidência... mas temos CENTENAS de fatos!!! Não existe explicação racional para isso.

Bônus: Se dividirmos 913.203.086 pães para 395.407.296 pessoas, e o resto por 2.701 pessoas (2701 é o valor total de Gênesis 1.1), temos 1971. Numa lista de 1 a 2701, com todos os capítulos bíblicos, 1971 equivale à Jeremias 37!!! E qual a importância disso? É um dos 7 únicos capítulos 37 da Bíblia, como já mencionamos inúmeras vezes por aqui. Mais uma coincidência?

Quer outra coincidência inédita? Já demonstramos que o valor exato da velocidade da luz no vácuo (isto é, 299.792.458) tem como um dos fatores primos o número 73 (um dos números-chave da Matemática Bíblica).

Agora veja só: A Bíblia começa mostrando o mundo sendo criado em 6 dias e Deus misteriosamente descansando no 7º. Em 7 dias a luz viaja quantos metros?

Sabendo que um dia tem 86.400 segundos, é só multiplicar por 299.792.458 e por 7 e teremos: 181.314.478.598.400 metros por segundo. É um cálculo exato, sem manipulação nenhuma. E agora? Bem, imagine esse valor em pães e divida para 2.701 pessoas (o mesmo valor usado mais acima, o valor total de Gênesis 1.1). O que teremos? Teremos uma sobra de 1971!!! Sim, novamente esse valor, que, numa tabela com os capítulos bíblicos, corresponde à Jeremias 37!!!

Veja que coisa! Valores, aparentemente sem conexão entre si, acabam convergindo para o mesmo resultado. Como o mero acaso seria responsável por isso? E se foi algo arquitetado por homens como explicar que, em tempos tão remotos (quando foi escrito o Gênesis) alguém teria conhecimento da exata velocidade da luz? Algo que só foi possível em nossa avançada era tecnológica.

Vamos representar o primeiro e último livro da Bíblia da seguinte forma:

1 – Sobre o primeiro livro, Gênesis:

Número de ordem do 1º capítulo: 0001
Número de ordem do livro: 0001
Quantidade de capítulos: 0050

2 – Sobre o último livro, Apocalipse:

Número de ordem do último capítulo: 1189
Número de ordem do livro: 0066
Quantidade de capítulos: 0022

Agora vamos transformar tudo num número só (na mesma ordem apresentada acima): 000100010050118900660022.

Imagine esse número em pães (000.100.010.050.118.900.660.022 pães!). Divida para 2.701 pessoas (como nos exemplos anteriores), e teremos como sobra... novamente 1971, que é equivalente à Jeremias 37!!!

Explica essa, incréu!!!

O sensacional disso tudo é que temos algo, concreto, que pode ser provado em qualquer calculadora do Universo e trabalhamos com números gigantescos, um trabalho relativamente fácil com a tecnologia moderna, mas impossível nos tempos antigos.

“... porque nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades; tudo foi criado por ele e para ele. Ele é antes de todas as coisas, e nele subsistem todas as coisas.”
Colossenses 1.16-17

Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com

terça-feira, 14 de abril de 2020

UM PEQUENO (E SAUDÁVEL) DEBATE SOBRE MATEMÁTICA BÍBLICA, QUE TIVE O PRAZER DE ASSISTIR DE CAMAROTE


Os diálogos a seguir foram transcritos integralmente dos originais, somente tomei a liberdade de corrigir eventuais erros gramaticais, sem prejuízo das argumentações apresentadas. Obviamente, embora os diálogos sejam reais, os nomes próprios são fictícios.

          Certo dia, ao fazer propaganda (no Facebook) da Matemática Bíblica estudada no Arquivo7, especialmente a que trata das SIMETRIAS MATEMÁTICAS NA ESTRUTURA DOS CAPÍTULOS BÍBLICOS, de imediato alguém contestou.

          A postagem que deu inicio ao debate abaixo, foi apenas uma frase:

“37.087.473.515.551.716.782.839 (37 sextilhões). Com esse número posso provar que a Bíblia é inimitável e divinamente inspirada.”

GILBRAN – Exagerado! A numeração de capítulos e versículos não faz parte dos escritos originais, portanto, não é inspirado, é apenas uma forma de organizar e possibilitar pesquisas.

ELIAKIM – Entendo sua lógica, mas nesse caso é como dizer que DEUS tirou da terra toda a inspiração divina depois do Apocalipse.

MORGANNE – Gilbran, pense nos seguintes fatos:

1 - Existem centenas de livros antigos sobre o judaísmo e o cristianismo;

2 - Se nem todos foram divinamente inspirados, será que Deus não teria nos dado uma forma infalível de sabermos isso?

3 - Se existem evidências de grandes padrões matemáticos nos textos originais bíblicos, Deus não os teria usado também para selar a quantidade de livros inspirados por Ele?

4 - A simetria matemática que surge envolvendo os livros e capítulos enfatiza os mesmos números ocultos nos textos originais;

5 - A quantidade dessas simetrias matemáticas é muito grande para ser reputada como meras coincidências;

6 - Acrescentando-se ou retirando-se um livro ou capítulo e toda essa simetria é destruída... isso seguramente nos diz que temos a quantidade certa de livros e capítulos;

7 - Muitos dos números usados nessas simetrias são tão colossais que só foram possíveis conhecê-los em calculadoras modernas, somente inventadas em nossa época (tornando impossível que tais simetrias fossem inventadas pelos estudiosos nos séculos passados).

Por estas e outras razões desafio qualquer um a imitar ou contestar essas simetrias.

MORGANNE – Eliakim, exatamente. O cânon está fechado, completo, selado. Mas Deus pode muito bem ter inspirado os homens que classificaram a Bíblia em capítulos, a fim de prover um selo matemático para comprovar a que ninguém mais deve acrescentar um só capítulo às Sagradas Escrituras. Em suma: SÃO COINCIDÊNCIAS DEMAIS PARA SEREM APENAS COINCIDÊNCIAS.

GILBRAN – Morganne, inspiraram os bispos católicos a disputarem no tapa e depois destruírem o que não aceitavam. Não concordo. O Espírito de Deus nos deu livre arbítrio, e existem cânones diferentes, de acordo com as facetas do cristianismo. Logo, essa matemática é relativa a particularidades de um grupo. O Evangelho se comprova por fé, e essa é a forma de compreender.

É lógico que o Eterno Criador é excelente em toda a sua criação, e acredito em muitas das demonstrações do seu canal [ele devia estar se referindo à minha página na internet]... só deve ter cuidado para não fazer disso a Igreja dos Números... ou a Matemática infalível... muita coisa da numerologia bíblica cai em padrões arquétipos ... uma simbologia... é lógico que o número 7 está presente em toda a criação e tudo que é visível tem ligação com as 7 estruturas... mas no nível dos trilhões não temos nem compreensão das grandezas representadas...

DINAH – Gilbran, não se esqueça que Deus move o que quer mover, inclusive bispos católicos a saírem no tapa SE isso significa que SEU NOME será glorificado através disso! Assim como ele permitiu que os israelitas sofressem inúmeras vezes e ainda permitirá que o Anticristo ascenda ao poder! Porque no fim de todas as coisas SEU NOME será exaltado!

Além disso, é surpreendente pensar que temos uma organização de livros matematicamente precisa desta forma (segundo você "não inspirada")... Ah, devo lembrar que, apesar dos Israelitas não "dividirem" os capítulos, isto não é uma verdade absoluta, visto que o Salmo 119, por exemplo, é dividido segundo as letras do alfabeto hebraico (Alef, Bet, Gimel, etc)... e SEMPRE se soube que cada uma possui um valor numérico. Seria coincidência? Eu não creio.

Você disse que essas "coincidências" só ocorrem nesta versão [isto é, na Bíblia atual, com 66 livros e 1.189 capítulos]... eu penso o mesmo. Isso dá mais credibilidade. Basta tentar realizar o mesmo tipo de "coincidências" nas outras versões... eu tenho certeza que a precisão será 0.

ANDERSON – Dinah, curioso que duas línguas com sistema alfanumérico tenham sido usadas de maneira majoritária para registrar a Palavra de Deus! É como se Deus quisesse deixar uma autenticação de Sua Palavra para nós e, mais impressionante, só para nós, da era da informação, pois há cem anos, esse tipo de cálculo, como os apresentados pelo Morganne, sequer eram imaginados!

DINAH – Exatamente, vivemos em uma era de zeros e uns, a informação hoje. Inclusive, esta que estou escrevendo, é um emaranhado de zeros e uns decodificados... o universo existente é uma cadeia de cálculos matemáticos precisos... logo, dizer que a única coisa que não seria matemática, a coisa mais importante, que é Sua Palavra ... chega a ser absurdo! Tudo está em perfeito equilíbrio matemático, menos Sua Palavra?

É só pesquisar um documentário, do History mesmo, que, ainda que não possua praticamente nenhum programa que deva se dar [total] crédito, no documentário O CÓDIGO DE DEUS vocês verão a precisão dos números e dos cálculos nas ESCRITURAS HEBRAICAS. Quero ver dizer que não foram inspiradas as atuais divisões!

ANDERSON – Verdade! A Matemática foi a primeira criação de Deus, pois sem ela nada poderia se sustentar. A Palavra de Deus é pura lógica, pura matemática! De sua boca, ao pronunciar os diversos "haja", saíram leis e mais leis matemáticas que mantém as partículas subatômicas em estabilidade e até grandes galáxias em perfeita sincronia!

          Tanta gente boa argumentou, brilhantemente (em defesa da Matemática Bíblica), que fiquei somente assistindo de camarote.

“Pois, quem jamais conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo.”
1 Coríntios 2.16

Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com

sexta-feira, 10 de abril de 2020

ENCICLOPÉDIA ARQUIVO 7 - ÍNDICE REMISSIVO - EDIÇÃO 2020


PREFÁCIO DA 2ª EDIÇÃO (2020)

Cinco anos depois e senti-me motivado para atualizar o INDÍCE REMISSIVO, a fim de facilitar a vida dos pesquisadores (ou curiosos) que acessam a Enciclopédia Arquivo7.

Em 2015, a Enciclopédia Arquivo 7 tinha 211 capítulos e cerca de 26.000 páginas. Hoje, abril de 2020, esta Enciclopédia possui 333 capítulos, 29 apêndices e 50.000 páginas. Portanto, com um material tão extenso desse, é imprescindível que haja um índice remissivo. É comum alguém entrar em contato comigo desejando saber onde encontrar certo assunto dentro da Enciclopédia, pois, pesquisando somente pelos títulos, tal tarefa é impossível.

Sempre gostei de títulos exóticos (talvez devido à minha mente cinematográfica ou de romancista), e, muitas vezes, o título do capítulo não dá muitas pistas sobre o seu conteúdo. Por exemplo, um estudo em três partes (isto é, em três capítulos) onde discuto sobre as principais posições teológicas a respeito do Arrebatamento. Ao pesquisar sobre esse tema na Enciclopédia Arquivo7 você não verá algo tal como “AS DIFERENTES VISÕES SOBRE O ARREBATAMENTO”, mas sim: “A LÓGICA, A SIMETRIA E A PROFECIA”.

Ou um estudo sobre profecias e armas nucleares. Quem vai adivinhar que tal estudo tem como título “UMA MÚSICA PARA A MORTE DANÇAR”? E imagine um estudo sobre EVIDÊNCIAS DA INSPIRAÇÃO SOBRENATURAL DA BÍBLIA, simplesmente intitulado “AS 73 BALAS DE PRATA”? Pois é! E o que dizer de um estudo sobre as MEDIDAS DA NOVA JERUSALÉM, intitulado “A VERDADE AO CUBO”?

Por isso o Índice Remissivo é, como se diz, “UMA MÃO NA RODA”. O formato apresentado nesta edição segue exatamente o mesmo modelo da edição anterior, ou seja: ao lado de cada palavra ou expressão, existem alguns números que são OS NÚMEROS DOS CAPÍTULOS ONDE O TAL ASSUNTO É CITADO OU EXPLORADO.

Você pesquisa sobre o assunto que deseja, e depois é só acessar os capítulos indicados. Se não encontrar o que está pesquisando, muito provavelmente é porque não existe na Enciclopédia Arquivo7. Costumo dizer que, quando publico um estudo na Enciclopédia é porque acredito ter estudado o suficiente sobre o tema a fim de emitir uma opinião ou veredicto – Isso, é claro!, não significa que minha abordagem é infalível e que não possa ser contestada. Eu simplesmente procuro apresentar uma interpretação firme, objetiva e não superficial, e com base em evidências robustas. Se alguém conseguir contestá-la significa que possui evidências melhores que as minhas.

Se, entretanto, um certo assunto não estiver na Enciclopédia Arquivo7, é porque não encontrei ainda evidências suficientes que possam me convencer a bater o martelo sobre tal tema. E sobre o conteúdo publicado na Enciclopédia, costumo dizer o seguinte: Fique à vontade para questionar as teses e conclusões defendidas, mas duvido que consiga contestar a metade da terça parte delas.

Para baixar a Enciclopédia Arquivo7 - Índice Temático, em PDF, acesse este link:

Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com

quarta-feira, 8 de abril de 2020

A CONTA CHEGOU!!! Ou: O QUE A BÍBLIA DIZ SOBRE O COVID-19?


Sarah tem um mês de vida.
Mas seus pais estão pensando seriamente em matá-la.
Na verdade, já decidiram.
Sarah tem um mês de vida. Só isso. Pois seus pais acabaram de assassiná-la a sangue frio.
Sarah tinha um mês de vida. Um mês de gerada no ventre da mãe.
Ainda faltavam oito meses para ela ver a luz do mundo.
Mas sua vida foi interrompida bruscamente. De forma cruel.
E ela não chegou a receber nome nenhum. Sarah poderia ser o nome dela. Assim como Maria, Isabel, Sandra, etc.

Agora imagine esta cena.

Estamos em 2021. Em janeiro, foi divulgada uma estatística cuja manchete disse:

“EM 2020, O COVID-19 MATOU 42 MILHÕES DE PESSOAS EM TODO O MUNDO.”

Você se assustaria com uma notícia dessa? Com certeza, a maioria das pessoas poderia até desmaiar diante dessa terrível estatística. Mas essa manchete é fictícia. Agora leia esta:

“EM 2019, HOUVE NO MUNDO TODO, 42 MILHÕES DE ABORTOS.”

Com certeza, a grande maioria das pessoas não deu a mínima pra essa notícia aí. Mas ela é verdadeira. Tristemente verdadeira. Talvez o número seja até maior.

Veja mais detalhes aqui: https://www.gospelprime.com.br/aborto-e-a-principal-causa-de-morte-no-mundo-matando-42-milhoes/

Logo que o coronavírus começou a se espalhar, muitas pessoas começaram a me questionar:

- Ei, o que a Bíblia tem a dizer sobre isso?

Muitos vasculharam o livro do Apocalipse tentando encontrar alguma pista. Alguma passagem explícita falando do vírus. Mas acredito que ele não é citado na Bíblia. Ela é um livro grande, mas não dá pra registrar tudo. E nem seria necessário. Mais do que citar diretamente as coisas, a Bíblia prefere citar AS RAZÕES que levam as coisas a acontecerem.

Em outras palavras: você não vai encontrar uma profecia bíblica direta sobre o coronavírus... mas encontrará, com certeza, dezenas de passagens bíblicas revelando claramente as razões desse vírus existir. Algumas dessas razões eu já revelei em um artigo publicado recentemente. Veja neste endereço aqui:


Muitos, nesse momento, com certeza estão se perguntando: ONDE ESTÁ DEUS?

Ora, Ele sempre esteve onde esteve... no controle de tudo. E Ele colocou o ser humano na Terra, mas deixou claras instruções: FAÇAM DESSE JEITO E VOCÊS SERÃO FELIZES. SE FIZEREM DESSE OUTRO JEITO, VOCÊS QUEBRARÃO A CARA. O manual dessas instruções está disponível para quem quiser. Mas, infelizmente:

"A terra pranteia e se murcha; o mundo enfraquece e se murcha; enfraquecem os mais altos do povo da terra.
Na verdade a terra está contaminada por causa dos seus moradores; PORQUANTO TÊM TRANSGREDIDO AS LEIS, MUDADO OS ESTATUTOS, E QUEBRADO A ALIANÇA ETERNA.
Por isso a maldição tem consumido a terra; e os que habitam nela são desolados; por isso são queimados os moradores da terra, e poucos homens restam.
Pranteia o mosto, enfraquece a vide; e suspiram todos os alegres de coração.
Cessa o folguedo dos tamboris, acaba o ruído dos que exultam, e cessa a alegria da harpa.
Com canções não beberão vinho; a bebida forte será amarga para os que a beberem.
Demolida está a cidade vazia, todas as casas fecharam, ninguém pode entrar.
Há lastimoso clamor nas ruas por falta do vinho; toda a alegria se escureceu, desterrou-se o gozo da terra.
Na cidade só ficou a desolação, a porta ficou reduzida a ruínas.”
(Isaías 24.4-12)

"Ouvi a palavra do SENHOR, vós filhos de Israel, porque o SENHOR tem uma contenda com os habitantes da terra; porque na terra não há verdade, nem benignidade, nem conhecimento de Deus.
Só permanecem o perjurar, o mentir, o matar, o furtar e o adulterar; fazem violência, um ato sanguinário segue imediatamente a outro.
POR ISSO a terra se lamentará, e qualquer que morar nela desfalecerá,..."
(Oséias 4.1-3)

Porque semearam vento, e segarão tormenta,...” (Oséias 8.7)

          Em Apocalipse, quando os juízos de Deus caem sobre a Terra, os anjos dizem:

“E ouvi o anjo das águas, que dizia: JUSTO ÉS TU, Ó SENHOR, que és, e que eras, e santo és, porque julgaste estas coisas.
Visto como derramaram o sangue dos santos e dos profetas, também tu lhes deste o sangue a beber; porque disto são merecedores.
E ouvi outro do altar, que dizia: NA VERDADE, Ó SENHOR DEUS TODO-PODEROSO, VERDADEIROS E JUSTOS SÃO OS TEUS JUÍZOS.”
(Apocalipse 16.5-7)

          Nenhum de nós podemos escutar o clamor dos milhões de inocentes que são assassinados anualmente. Se pudéssemos ouvi-los, provavelmente o grito deles (por justiça) seria semelhante aos dos mártires de Apocalipse 6.10:

“E clamavam com grande voz, dizendo: Até quando, ó verdadeiro e santo Dominador, não julgas e vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra?”

          Sim! Deus escuta o clamor desses inocentes. E no tempo certo sempre dá a resposta.

Quando foi lançado o alerta de pandemia, que começaram a divulgar as assustadoras estatísticas, uma das primeiras coisas que vieram à minha mente foi: “A CONTA CHEGOU!”

          Toda vez que eu lia alguma estatística assustadora na mídia do tipo “milhões de abortos neste ano”, “aumenta o número de assassinatos”, etc., só um pensamento me vinha à mente: “SE A BÍBLIA FOR VERDADEIRA, ESSA CONTA VAI CHEGAR... CEDO OU TARDE... NESTA VIDA OU NA OUTRA!”

As pessoas estão assustadas por causa dos números, em tempo real, das vítimas do vírus. Mas já pensaram se fizessem a mesma coisa a respeito dos abortos no mundo? Imagine:

- De ontem para hoje passou para 2.000 o número de bebês assassinados, só em São Paulo. Agora, em todo o país já são 100.000 casos.

Você se assustaria? Você se indignaria? Você faria protestos nas redes sociais?

A conta chegou... e ela sempre vai chegar enquanto a humanidade continuar a afrontar os mandamentos de Deus. Simples (e assustador) assim.

Se Deus enviasse a fatura por cada ato pecaminoso nosso, a humanidade já estaria em extinção. Mas, NA IRA, GERALMENTE ELE SE LEMBRA DA MISERICÓRDIA (Habacuque 3.2). Mesmo essa atual pandemia sendo, claramente, um ato do juízo divino, também é um ato de misericórdia divino, pois, com certeza, a vida de muita gente, depois dessa tempestade, nunca mais será a mesma.

Espero que esta geração se arrependa. O arrependimento sempre foi a "fórmula" para Deus suspender Seus Juízos (como prova, por exemplo Jeremias 18 e o livro de Jonas).

Infelizmente, é cada vez maior, em nossa geração, o número de pessoas que viola os princípios divinos, mas bate no peito, com orgulho e diz: "NÃO ME ARREPENDO DE NADA NA VIDA!"

E, quando chegar a hora do Apocalipse, haverá uma geração assim:

“Os outros homens, que não foram mortos por estas pragas, não se arrependeram das obras das suas mãos,... TAMBÉM NÃO SE ARREPENDERAM DOS SEUS HOMICÍDIOS, NEM DAS SUAS FEITIÇARIAS, NEM DA SUA PROSTITUIÇÃO, NEM DOS SEUS FURTOS.” (Apocalipse 9.20,21)

“E os homens foram abrasados com grande calor; E BLASFEMARAM O NOME DE DEUS, QUE TEM PODER SOBRE ESTAS PRAGAS; E NÃO SE ARREPENDERAM PARA LHE DAREM GLÓRIA. ... E por causa das suas dores, e por causa das suas chagas, BLASFEMARAM O DEUS DO CÉU; E NÃO SE ARREPENDERAM DAS SUAS OBRAS.” (Apocalipse 16.9,11)

Será que, o que Deus exige de nós é tão difícil assim?

O SENHOR já nos mostrou o que é bom, ele já disse o que exige de nós. O que ele quer é que façamos o que é direito, que amemos uns aos outros com dedicação e que vivamos em humilde obediência ao nosso Deus.” (NTLH)

Ele mostrou a você, ó homem, o que é bom e o que o Senhor exige: Pratique a justiça, ame a fidelidade e ande humildemente com o seu Deus.” (NVI)

Ó homem, já foi explicado o que é bom e o que Javé exige de você: praticar o direito, amar a misericórdia, caminhar humildemente com o seu Deus.” (CATOLICA)

Ele te declarou, ó homem, o que é bom; e que é o que o SENHOR pede de ti, senão que pratiques a justiça, e ames a e andes humildemente com o teu Deus?” (ACF)

Miquéias 6.8 em algumas traduções.

Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com