O BÁSICO PARA VOCÊ ENTENDER O ARQUIVO 7

O BÁSICO PARA VOCÊ ENTENDER O ARQUIVO 7
Tudo que você precisa saber para entender a principal linha de investigação do Arquivo7 - O BÁSICO SOBRE MATEMÁTICA BÍBLICA, SEGUNDO A TESE ARQUIVO 7.

terça-feira, 21 de abril de 2020

MATEMÁTICA BÍBLICA: POR QUE NÃO PODE SER COINCIDÊNCIA?




Apesar deste site existir há um bom tempo (desde janeiro de 2009), nunca, até agora, alguém contestou algum dos fatos bíblico-matemáticos apresentados aqui. Alguns já criticaram negativamente, mas não apresentaram contestações. E por que? Acredito que simplesmente ninguém consegue contestar os fatos divulgados. Gosto de dizer que, se alguém me pedir, por dia, um exemplo de simetria matemática na Bíblia, tenho um pacote para mais de ano. E o mais incrível disso é que, boa parte desse pacote de evidências está contido em apenas uma frase, o primeiro versículo da Bíblia.

E quanto mais cavamos nesse versículo, mais pérolas encontramos. Por exemplo, a simetria abaixo é inédita, ou seja, em todos os 333 capítulos da Enciclopédia Arquivo7 ela nunca foi apresentada (e nem nos primeiros 19 apêndices). Vamos aos fatos:

Fato 1: 913.203.086.401.395.407.296 representa a frase “NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA”;

Fato 2: O valor 913.203.086 representa “NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS” (parte 1)

Fato 3: O valor 395.407.296 representa “OS CÉUS E A TERRA” (parte 2)

Fato 4: E o valor 401 não tem tradução. São duas letras, justamente a primeira e a última do alfabeto hebraico, ÁLEF e TAU, um símbolo da DIVINDADE.

Agora façamos a seguinte experiência.

Imagine 913.203.086 pães divididos para 395.407.296 pessoas. Teremos uma sobra de 122.388.494 pães.

Agora divida esses 122.388.494 pães para 401 pessoas, teremos uma sobra de...............................................................................................................86 pães!!! Exatamente o valor da terceira palavra, a mais importante, ou seja, o valor da palavra DEUS!!!

Seria um capricho matemático? Vamos alterar somente um valor, só uma unidade a mais, no último valor, por exemplo: 296 torna-se 297. Agora vamos repetir a experiência.

913.203.086 pães divididos para 395.407.297 pessoas. Teremos uma sobra de 122.388.492 pães.

Agora divida esses 122.388.492 pães para 401 pessoas, teremos uma sobra de...............................................................................................................84 pães!!! Sem significado.

Mais uma tentativa: vamos alterar o primeiro valor (913), uma unidade a mais.

914.203.086 pães divididos para 395.407.297 pessoas. Teremos uma sobra de 123.388.494 pães.

Agora divida esses 123.388.494 pães para 401 pessoas, teremos uma sobra de...............................................................................................................393 pães!!! Sem significado.

Conclusão: Somente os valores verdadeiros de Gênesis 1.1 produzem a simetria que acabamos de ver. Se apenas um for levemente alterado, a simetria não existe. Se tivéssemos somente este exemplo (sobre Gênesis 1.1), poderíamos alegar coincidência... mas temos CENTENAS de fatos!!! Não existe explicação racional para isso.

Bônus: Se dividirmos 913.203.086 pães para 395.407.296 pessoas, e o resto por 2.701 pessoas (2701 é o valor total de Gênesis 1.1), temos 1971. Numa lista de 1 a 2701, com todos os capítulos bíblicos, 1971 equivale à Jeremias 37!!! E qual a importância disso? É um dos 7 únicos capítulos 37 da Bíblia, como já mencionamos inúmeras vezes por aqui. Mais uma coincidência?

Quer outra coincidência inédita? Já demonstramos que o valor exato da velocidade da luz no vácuo (isto é, 299.792.458) tem como um dos fatores primos o número 73 (um dos números-chave da Matemática Bíblica).

Agora veja só: A Bíblia começa mostrando o mundo sendo criado em 6 dias e Deus misteriosamente descansando no 7º. Em 7 dias a luz viaja quantos metros?

Sabendo que um dia tem 86.400 segundos, é só multiplicar por 299.792.458 e por 7 e teremos: 181.314.478.598.400 metros por segundo. É um cálculo exato, sem manipulação nenhuma. E agora? Bem, imagine esse valor em pães e divida para 2.701 pessoas (o mesmo valor usado mais acima, o valor total de Gênesis 1.1). O que teremos? Teremos uma sobra de 1971!!! Sim, novamente esse valor, que, numa tabela com os capítulos bíblicos, corresponde à Jeremias 37!!!

Veja que coisa! Valores, aparentemente sem conexão entre si, acabam convergindo para o mesmo resultado. Como o mero acaso seria responsável por isso? E se foi algo arquitetado por homens como explicar que, em tempos tão remotos (quando foi escrito o Gênesis) alguém teria conhecimento da exata velocidade da luz? Algo que só foi possível em nossa avançada era tecnológica.

Vamos representar o primeiro e último livro da Bíblia da seguinte forma:

1 – Sobre o primeiro livro, Gênesis:

Número de ordem do 1º capítulo: 0001
Número de ordem do livro: 0001
Quantidade de capítulos: 0050

2 – Sobre o último livro, Apocalipse:

Número de ordem do último capítulo: 1189
Número de ordem do livro: 0066
Quantidade de capítulos: 0022

Agora vamos transformar tudo num número só (na mesma ordem apresentada acima): 000100010050118900660022.

Imagine esse número em pães (000.100.010.050.118.900.660.022 pães!). Divida para 2.701 pessoas (como nos exemplos anteriores), e teremos como sobra... novamente 1971, que é equivalente à Jeremias 37!!!

Explica essa, incréu!!!

O sensacional disso tudo é que temos algo, concreto, que pode ser provado em qualquer calculadora do Universo e trabalhamos com números gigantescos, um trabalho relativamente fácil com a tecnologia moderna, mas impossível nos tempos antigos.

“... porque nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades; tudo foi criado por ele e para ele. Ele é antes de todas as coisas, e nele subsistem todas as coisas.”
Colossenses 1.16-17

Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário