O BÁSICO PARA VOCÊ ENTENDER O ARQUIVO 7

O BÁSICO PARA VOCÊ ENTENDER O ARQUIVO 7
Tudo que você precisa saber para entender a principal linha de investigação do Arquivo7 - O BÁSICO SOBRE MATEMÁTICA BÍBLICA, SEGUNDO A TESE ARQUIVO 7.

CALCULANDO A VERDADE - A INSPIRAÇÃO DIVINA DA BÍBLIA PROVADA PELA MATEMÁTICA

 

Uma introdução à Matemática Bíblica defendida no Arquivo7, numa exposição bem didática, ideal para quem está entrando em contato com essa tese pela primeira vez ou deseja apresentá-la a algum amigo. 

O "cânon" bíblico está fechado, com 66 livros e 1.189 capítulos, e, neste livro, apresentamos a evidência matemática como prova. 

"Investigue tudo, acredite apenas no que for provado verdadeiro" (paráfrase de 1 Tessalonicenses 5.21)

Adquira esta obra por meio das seguintes opções:

1 - LIVRO DIGITAL - Leia através do aplicativo Kindle em seu celular, tablet, Kindle e computador. Clique neste link: 

https://amzn.to/3gwP0sA

2 - LIVRO FÍSICO (isto é, impresso) - Adquira a partir deste link:

https://loja.uiclap.com/titulo/ua9006/

sábado, 28 de novembro de 2020

QUANDO UM CÉTICO É INCOERENTE E PRECONCEITUOSO...

 

Todo cético é, por natureza, desconfiado. De certa forma, todos devemos ser céticos em relação a alguma coisa. Neste artigo usaremos a palavra “cético” no sentido mais clássico, isto é, de alguém que se opõe à fé cristã (não necessariamente um ateu, porque, embora todo ateu seja cético, nem todo cético é ateu). 

Até um cristão deve ser cético em relação a algumas coisas. Como disse um pensador cristão: "Não é pecado duvidar de algumas coisas, mas acreditar em tudo pode ser fatal." (A. W. Tozer). Alguém disse algo parecido: “Não devemos duvidar de tudo; mas acreditar em qualquer coisa pode ser fatal”. 

Quando alguém diz que “duvida de tudo” ou que “não acredita em nada”, está mentindo, pois sua declaração é autocontraditória. Em outras palavras: é impossível alguém duvidar de tudo. É como disse um filósofo: “Aquele que afirma ser cético em relação a um conjunto específico de crenças é, na verdade, um verdadeiro crente em outro conjunto de crenças.” (Philllp E. Johnson) 

Um cético coerente aplica seu “detector de mentiras” a qualquer conjunto de crenças (inclusive às suas!), pois como disse alguém “quem não investiga as próprias crenças não merece confiança”. Em outras palavras: um cético coerente aplica o mesmo método de investigação a qualquer crença, sem distinção. Entretanto, um cético incoerente age de outra forma, como no exemplo abaixo: 

Um cristão conversando com um cético: 

Cristão - Temos aqui 7 coincidências envolvendo esta profecia. O que você acha delas? 

Cético - Ora, coincidências acontecem... 

Cristão - Mas não temos duas ou três, temos sete... 

Cético - Continuo a afirmar que coincidências acontecem... 

Cristão - Mas um número tão grande não merece uma investigação? 

Cético - Perca de tempo, meu amigo. Reafirmo: coincidências acontecem... o tempo todo. 

- Cristão E se eu te apresentar 7 coincidências que sugerem que tua mulher está te traindo? Vai relevar? Ou vai investigar pra tirar a dúvida? 

Cético - ???!!! 

Esse curto diálogo (que certamente é muito comum nos debates entre céticos e cristãos) toca bem na ferida. Pra entender melhor, vamos examinar os detalhes, com mais profundidade. 

Imagine duas situações distintas: 

Cenário 1: Vandervil é cético, professor universitário, e casado. Recentemente, começou a desconfiar de sua mulher, acha que ela o está traindo. Para dirimir qualquer dúvida, que está atrapalhando seu sono, contratou um detetive. Alguns dias depois, o investigador apresentou 7 evidências (importante! Ao contrário do senso popular, evidência não é o mesmo que prova, embora estejam intimamente relacionadas). 

Bem, diante das evidências, Vandervil tinha duas hipóteses a considerar: 

Hipótese 1: As 7 evidências significam alguma coisa, merecem ser ouvidas, isto é, examinadas. 

Hipótese 2: São apenas coincidências, não querem dizer nada. Coincidências acontecem. 

Qual das hipóteses você acha que Vandervil irá dar crédito? E se fosse você? Investigaria melhor essas 7 evidências ou deixaria pra lá, alegando que eram apenas meras coincidências? 

No exemplo acima, Vandervil, é claro, resolveu investigar o caso mais a fundo, pois, segundo ele, eram “COINCIDÊNCIAS DEMAIS PARA SEREM APENAS COINCIDÊNCIAS”. 

Cenário 2: Discutindo com um cristão a respeito da Bíblia, Vandervil foi desafiado a explicar 7 evidências a respeito de um certo fato bíblico. 

Detalhando: o cristão apresentou 7 profecias específicas sobre um certo evento, que coincidiram com acontecimentos históricos. Novamente, Vandervil estava diante de duas hipóteses: 

Hipótese 1: As 7 evidências significam alguma coisa, merecem ser ouvidas; 

Hipótese 2: São apenas coincidências, não querem dizer nada. Coincidências acontecem. 

Mas desta vez Vandervil não somente foi rápido em alegar que tudo são apenas coincidências, como também se recusou a examinar as evidências. 

Diante dessas duas atitudes opostas, podemos deduzir logicamente que Vandervil é UM CÉTICO INCOERENTE E PRECONCEITUOSO. 

A realidade é até mais surpreendente do que a ficção. Na maioria dos casos, bastam 3 coincidências e o cônjuge desconfiado já fica com a pulga atrás da orelha. Entretanto, quando é confrontado com um número muito maior de coincidências envolvendo a Bíblia, o dito cujo é “mais rápido do que o raio” em descartar tudo como mera coincidência. 

Como diz um ditado no Arquivo7: “3 coincidências podem ser apenas 3 coincidências, mas 7 coincidências são coincidências demais para serem apenas coincidências”. 

É claro que essas 7 coincidências não significam, necessariamente, que devam ser significativas; entretanto, a quantidade delas é suficiente para merecer uma consideração maior, você não acha? 

De vez em quando topo com alguém do tipo descrito a seguir: 

- Eu não acredito em Matemática Bíblica.

- Posso te apresentar algumas evidências? 

- Não, obrigado. 

Por causa do seu orgulho, o ímpio não investiga; todos os seus pensamentos são: Deus não existe.”

(Salmos 10.4) 

Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com

sábado, 21 de novembro de 2020

A ESSÊNCIA DA TESE ARQUIVO7 EM 7 ARGUMENTOS – O BÁSICO PARA VOCÊ ENTENDER A PRINCIPAL INVESTIGAÇÃO DO ARQUIVO7

De vez em quando me deparo com a necessidade de explicar, resumidamente, a principal tese do Arquivo7, para alguém que está tendo contato com essas pesquisas pela primeira vez. Como a quantidade de estudos disponíveis é descomunal (não estou exagerando, são cerca de 52.000 páginas, meus amigos), sempre fico sem saber por onde começar. Já tentei elaborar alguns arquivos pra resolver esse problema, mas sempre achei que faltou alguma coisa ou não alcancei o objetivo. Então, recentemente, elaborei um trabalho (disponível no Apêndice 45) que me deixou satisfeito. Acredito que, finalmente, dá pra alguém ter uma ideia (mesmo que básica) sobre a principal investigação do Arquivo7. 

O trabalho original, em PDF, é todo ilustrado, com imagens, tabelas e gráficos, que facilita bastante a compreensão. A seguir, vou transcrever o conteúdo desse estudo (sintetizado é claro!) até onde for possível. Se você, que conhece pouco ou nada sobre o Arquivo7, conseguir compreender os 7 argumentos que irei citar, então terei alcançado meu objetivo. 

1º ARGUMENTO: OS DOIS NÚMEROS “QUERIDINHOS” DA HUMANIDADE SÃO 3 E 7 

EVIDÊNCIA 1 - Em 2014, o jornalista britânico Alex Bellos, publicou uma enquete tentando saber qual o número favorito das pessoas. O resultado foi publicado em seu site em 08 de abril de 2014. Cerca de 30.000 pessoas responderam à pergunta. Não havia uma seleção de números para alguém escolher, a pessoa podia citar qualquer número (um milhão, por exemplo). Mas, no final, quem ficou nos primeiros e segundos lugares? 7 e 3!!! 

EVIDÊNCIA 2 - Em sua famosa obra “OS NÚMEROS GOVERNAM O MUNDO”, o grande matemático e escritor brasileiro MALBA TAHAN dedicou mais capítulos aos números 3 e 7 do que a qualquer outro número. 

EVIDÊNCIA 3 - Na literatura (e no cinema) existem muitos mais títulos envolvendo os números 3 e 7 do que qualquer outro número. Uma pesquisa básica é suficiente para nos dar uma dimensão disso. 

2º ARGUMENTO: OS DOIS NÚMEROS “QUERIDINHOS” DE DEUS SÃO 3 E 7 

EVIDÊNCIA 1 - Em toda a Bíblia é claramente visível o fato de que o número 7 está presente quase que em todas as páginas, citado explicitamente (7 dias, 7 cordeiros, 7 filhas de Jetro, etc.) ou implicitamente (Deus fala 7 vezes com Noé, fala 7 vezes com Abraão na Terra Prometida, se encontra 7 vezes com Jacó, Adão e Eva falam 7 vezes, etc.). 

EVIDÊNCIA 2 - Em toda a Bíblia é claramente visível o fato de que o número 3 TAMBÉM está presente quase que em todas as páginas, citado explicitamente (3 filhos de Noé, 3 filhas de Jó, 3 dias, 3 noites, 3 homens, 3 anjos, 3 medidas, 3 rebanhos, 3 copos, etc.) ou implicitamente (3 vezes o rio Jordão é partido, 3 apóstolos acompanharam Jesus em 3 ocasiões especiais, 3 filhos de Levi, 3 amigos de Jó, 3 maestros de Davi, 3 livros de Salomão, 3 companheiros de Daniel, etc.). 

EVIDÊNCIA 3 - Em todos os dias citados na Bíblia, nenhum aparece mais do que o 3º e o 7º dia, como prova uma pesquisa básica em qualquer versão da Bíblia. 

3º ARGUMENTO: 3 E 7 SÃO “ALMAS GÊMEAS” NA MATEMÁTICA 

As evidências sobre isso são inumeráveis. Somente para que você tenha uma pálida ideia: 

EVIDÊNCIA 1 - O cubo de todo número terminado em 3, SEMPRE gerará um número terminado em 7. 

3x3x3 = 27

13x13x13 = 2197

23x23x23 = 12167

33x33x33 = 35937

43x43x43 = 79507

53x53x53 = 148877

63x63x63 = 250047

73x73x73 = 389017

83x83x83 = 571787

93x93x93 = 804357 

E o cubo de todo número terminado em 7, SEMPRE gerará um número terminado em 3. 

7x7x7 = 343

17x17x17 = 4913

27x27x27 = 19683

37x37x37 = 50653

47x47x47 = 103823

57x57x57 = 185193

67x67x67 = 300763

77x77x77 = 456533

87x87x87 = 658503

97x97x97 = 912673 

EVIDÊNCIA 2 - Se submetidos às 4 operações básicas, 3 e 7 conduzem a um número formado por eles mesmos. 

3 + 7 = 10

7 - 3 = 4

3 x 7 = 21

7 / 3 = 2,333... 

Total: 37,333333... 

Pra deixar bem claro: Nenhuma outra dupla numérica é capaz disso! 

EVIDÊNCIA 3 - A união de 3 e 7 gera um singular número PRIMO (número que só divide, de forma exata, por ele mesmo e por 1). Sim, um dos números mais interessantes do Universo: 37. Algumas razões: 

1 – 37 é um número primo;

2 – O inverso dele, 73, também é um número primo;

3 – Cada um dos seus dígitos, isoladamente, são primos (3 e 7);

4 – O 12º número primo é 37;

5 – O 21º número primo é 73;

6 – 37 x 73 = 2701; por sua vez, 2701 + 1072 (seu inverso) = 3773;

7 – 3773 é a mesma coisa que 7 x 7 x 77. 

4º ARGUMENTO: A 1ª FRASE DA BÍBLIA ESTÁ RECHEADA DE PADRÕES ENVOLVENDO OS NÚMEROS 3, 7, 37 E 73 

Tese defendida no Arquivo7: A primeira frase da Bíblia é singular, inimitável, com uma estrutura matemática impossível de ser reproduzida em qualquer outra frase, sem paralelos na literatura mundial. A primeira frase bíblica não pode ter sido mera criação humana. Com base em que fazemos uma alegação tão ousada? 

Como as línguas originais da Bíblia (hebraico e grego) são línguas alfa-numéricas, toda palavra tem um valor numérico. O padrão matemático que existe nas primeiras palavras da Bíblia é estarrecedor. 

A primeira frase da Bíblia (em Gênesis 1.1) contém, no original hebraico, somente 7 palavras e 28 letras. Sim, e somente nessa pequena frase podemos encontrar mais de 300 padrões matemáticos. A quantidade e complexidade deles evidencia claramente a impossibilidade de terem sido elaborados pela limitada mente humana. 

E ainda resta o fato de que esses padrões estão inseridos num texto escrito cerca de 1500 anos antes de Cristo, numa época primitiva e tecnologicamente limitada, se comparada à nossa. 

5º ARGUMENTO: A ESTRUTURA DOS CAPITULOS BÍBLICOS ESTÁ RECHEADA DE PADRÕES NUMÉRICOS ENVOLVENDO 37 E 73 

Os mesmos números-chave que aparecem no original hebraico da primeira frase da Bíblia (em centenas de padrões, isto é, 37 e 73), também aparecem, de forma impressionante, nas divisões da Bíblia em capítulos. Das CENTENAS de evidências já descobertas, vejamos somente os seguintes exemplos: 

Considere os fatos: 

1 – Na Bíblia toda, somente 7 livros contém capítulo de número 37 (Gênesis, Êxodo, Jó, Salmos, Isaías, Jeremias e Ezequiel); 

2 – Os 7 livros pertencem a 3 grupos diferentes: Lei, Poesia e Profecia. Somente um livro possui um capítulo 37 e um capítulo 73 (Salmos) e fica bem no meio dos 7, como a lâmpada CENTRAL do candelabro; 

3 – A soma dos números de ordens dos livros do grupo 1 é igual a 3 (Gênesis, 1º livro + Êxodo, 2º livro); 

4 – A soma dos números de ordens dos livros do grupo 2 é igual a 37 (Jó, 18º livro + Salmos, 19º livro); 

5 – A soma dos números de ordens dos livros do grupo 3 é exatamente igual a 73 (Isaías, 23º livro + Jeremias, 24º livro + Ezequiel, 26º livro); 

Até aqui todas essas coincidências, por mais complexas que sejam, podem muito bem terem sido arquitetadas por pessoas com uma inteligência altamente brilhante. Poderiam ser artimanhas do senhor Langton (o cara que dividiu a Bíblia em capítulos, por volta do ano 1227). 

Entretanto, ninguém (ser humano) seria capaz de elaborar a próxima coincidência: 

6 – A Bíblia toda contém 1.189 capítulos. Agora guarde as próximas informações: 

a) Contando (a partir do 1º capítulo) até Gênesis 37, iremos parar no 37º capítulo bíblico; 

b) Contando (a partir do 1º capítulo) até Êxodo 37, iremos parar no 87º capítulo bíblico; 

c) Contando (a partir do 1º capítulo) até Jó 37, iremos parar no 473º capítulo bíblico; 

d) Contando (a partir do 1º capítulo) até o Salmo 37, iremos parar no 515º capítulo bíblico; 

e) Contando (a partir do 1º capítulo) até o Salmo 73, iremos parar no 551º capítulo bíblico; 

f) Contando (a partir do 1º capítulo) até Isaías 37, iremos parar no 716º capítulo bíblico; 

g) Contando (a partir do 1º capítulo) até Jeremias 37, iremos parar no 782º capítulo bíblico; 

h) E contando (a partir do 1º capítulo) até Ezequiel 37, iremos parar no 839º capítulo bíblico; 

i) Juntando os 8 capítulos por seus números de ordem, podemos formar o seguinte numerozão: 

037.087.473.515.551.716.782.839 

Quer saber como se lê essa coisa colossal? Trinta e sete SEXTILHÕES, oitenta e sete QUINTILHÕES, quatrocentos e setenta e três QUATRILHÕES, quinhentos e quinze TRILHÕES, quinhentos e cinquenta e um BILHÕES, setecentos e dezesseis MILHÕES, setecentos e oitenta e dois MIL e oitocentos e trinta e nove. 

E agora, eis a mágica: 

Imagine os 1.189 capítulos bíblicos formando um círculo, uma roleta. Agora, se você contar, a partir do 1º capítulo bíblico (isto é, Gênesis 1) até chegar ao capítulo equivalente a 037.087.473.515.551.716.782.839, por mais absurdo e incrível que pareça, você irá parar exatamente no capítulo 37 de Êxodo!!! Ou seja: exatamente um dos 7 capítulos 37 da Bíblia!!! 

ESTA CONTAGEM É IMPOSSÍVEL PARA O SER HUMANO, pois: 

a) Mesmo se você contasse 3 números por segundos, sem parar (e sem dormir), dentro de um ano teria contado somente até 94.608.000 (94 MILHÕES e 608 MIL); 

b) Pra chegar até o numerozão (de 37 SEXTILHÕES), sabe quantos anos você teria que viver, contando sem parar (mesmo sendo 3 números por segundos)? 

1.176.036.070.381.523 (1 QUATRILHÃO, 176 TRILHÕES, 036 BILHÕES, 070 MILHÕES, 381 MIL E 523) ANOS!!! 

Em outras palavras: a coincidência apresentada acima é simplesmente impossível para a limitada mente humana arquitetar. 

6º ARGUMENTO: A 1ª FRASE DA BÍBLIA NÃO PODE TER SIDO ELABORADA PELO HOMEM, SEM A AJUDA DIVINA! 

EXPLICANDO ESTE ARGUMENTO: 

1 – A Bíblia foi escrita em duas línguas alfa numéricas, isto é, que possuíam valores numéricos (hebraico e grego); 

2 – Se convertermos a primeira frase da Bíblia em números, mais de 300 padrões matemáticos surgirão; 

3 – Entretanto, pela Lei das Probabilidades, é impossível que esses padrões sejam mera obra do acaso – alguém deve ter incluído eles lá, de propósito; 

4 – Mas a conversão das letras hebraicas em valores numéricos só aconteceu cerca de 1200 anos APÓS a elaboração do livro do Gênesis; 

5 – Portanto, o autor humano do Gênesis não tinha como elaborar todos os intricados padrões matemáticos do primeiro versículo, sem conhecer o valor das letras; 

6 – Mas se Deus existe e, por definição, é um Ser Presciente e Onisciente, saberia, com certeza, antes de o mundo existir, quais valores seriam um dia atribuídos (pelos homens) às letras hebraicas; 

CONCLUSÃO: Logo, somente Deus pode ter inspirado a primeira frase da Bíblia, com suas centenas de padrões matemáticos. 

Cada uma das 6 premissas acima são evidenciadas e demonstradas na Enciclopédia Arquivo7. Para alguém provar que a conclusão é falsa, primeiro tem que provar que, pelo menos, uma das alternativas apresentadas é falsa. Alguém quer tentar? 

7º ARGUMENTO: A DIVISÃO DA BÍBLIA EM CAPÍTULOS NÃO PODE TER SIDO ARQUITETADA PELO HOMEM SEM A AJUDA DIVINA! 

EXPLICANDO ESTE ARGUMENTO: 

1 – A Bíblia é uma coleção de livros, escritos durante 1.500 anos por cerca de 40 autores diferentes, em diferentes épocas, diferentes lugares, e de diferentes profissões; 

2 – Ela passou por três principais fases: 

a) – ELABORAÇÃO DOS LIVROS – Durante 1.500 anos; 

b) – O CÂNON – A seleção e organização didática dos livros – Primeiros três séculos da Era Cristã, por pessoas que NÃO CONHECERAM os autores originais; 

c) – A CLASSIFICAÇÃO em capítulos e versículos – Na Idade Média, por pessoas que NÃO CONHECERAM os responsáveis pelo CÂNON. 

3 – Existem centenas de padrões matemáticos na classificação dos capítulos da Bíblia, envolvendo os MESMOS NÚMEROS-CHAVE dos padrões matemáticos da primeira frase do Gênesis, no original hebraico; 

4 – Pela Lei das Probabilidades, é impossível que esses padrões matemáticos tenham aparecido por mero acaso. Alguém os colocou lá; 

5 – Mas os números envolvidos nesses padrões são tão grandes que somente em avançadas calculadoras modernas foi possível calculá-los; 

6 – Sendo assim, a premissa 5 torna impossível a participação humana na elaboração desses padrões, sem uma ajuda sobrenatural; 

CONCLUSÃO: Portanto, só Alguém, tipo Deus, seria capaz de elaborar tais padrões. 

Cada uma das 6 premissas acima são evidenciadas e demonstradas na Enciclopédia Arquivo7. Para alguém provar que a conclusão é falsa, primeiro tem que provar que, pelo menos, uma das alternativas apresentadas é falsa. Alguém quer tentar? 

PRA QUE SERVE ESSA MATEMÁTICA BÍBLICA, AFINAL? 

Principalmente para duas coisas (que, diga-se de passagem, SÃO IMPORTANTÍSSIMAS E ESSENCIAIS para a existência do Cristianismo):

1º - Para provar a INSPIRAÇÃO DIVINA da Bíblia, pois as simetrias matemáticas nela contidas NÃO PODEM ser meras artimanhas humanas (pelos argumentos apresentados); 

2º - Para provar que A BÍBLIA ESTÁ COMPLETA, com 66 livros e 1.189 capítulos. Qualquer alteração (um livro a mais ou a menos, ou numa posição diferente, ou um capítulo a mais ou a menos) E TODAS AS SIMETRIAS QUE APRESENTAMOS AQUI SERIAM DESTRUÍDAS! 

          Os detalhes de todos estes argumentos são explicados melhor no Apêndice 45 da Enciclopédia Arquivo7 (para baixa-lo, ou visualizá-lo online, clique neste link:

 https://drive.google.com/file/d/1ZyyuiA2PqBn70yMfFOyAGn6qBgHpuPIc/view). 

Moacir Junior – morganne777@hotmail.com 


COMO A TORAH APONTA PARA O MESSIAS? UMA EVIDÊNCIA MATEMÁTICA INUSITADA

 

Recentemente, li um interessante artigo publicado pela Chamada da Meia Noite, intitulado “O Messias Realmente é o Alvo da Torá?”, onde os autores explicam porque existem poucas passagens diretamente sobre o Messias. Eles explicam que “Em um total de 5.845 versículos da Torá encontram-se [somente] cerca de nove a dez versículos claramente reconhecíveis e amplamente vistos como profecias messiânicas (Gn 3.15; 49.8-12; Nm 24.17-19; Dt 18.15), o que corresponde a menos de um por cento (0,15%).” 

Enquanto lia o texto, pensei nas centenas de simetrias matemáticas que temos encontrado na Bíblia (envolvendo a quantidade de capítulos em cada livro – publicadas em nosso site). Então me veio uma ideia e resolvi testá-la. E o resultado foi surpreendente. Cabe aos críticos examinarem se isto é apenas um acaso, coincidência ou algo projetado. Vou apresentar os fatos: 

1 – Nos cinco livros que compõe a Torah (isto é, o Pentateuco), existem, ao todo, 187 capítulos, distribuídos da seguinte forma: 

·       Gênesis tem 50 capítulos;

·       Êxodo, 40 capítulos;

·       Levítico, 27 capítulos;

·       Números, 36 capítulos;

·       Deuteronômio, 34 capítulos. 

2 – Quantos versículos? No artigo publicado pela Chamada os autores falam em 5.845 versículos, mas, olhando (pela Bíblia King James e muitas versões), o total é 5.852 (7 a mais). Enquanto procurava entender, observei que o versículo 5.845 (isto é, o último, pela contagem dos autores do artigo) é Deuteronômio 34:5, que fala da morte de Moisés:  Assim morreu ali Moisés, servo do SENHOR, na terra de Moabe, conforme a palavra do SENHOR.” 

É possível que muitos considerem que a Torah só se estenda até Deuteronômio 34.5 (os últimos 7 versículos seriam apenas um apêndice, provavelmente escrito por Josué). 

Entretanto, o fato é que hoje, nossas Bíblias estão completas com 66 livros e 1.189 capítulos (há controvérsias sobre a real quantidade de versículos. Todos concordam que existem mais de 31.000 versículos, porém, os números que colocam no lugar desses “000” é que não batem – isso depende das traduções, onde certos versículos inteiros numa versão, são divididos em outras). 

O que tenho observado também é que, embora haja discordâncias na quantidade total de versículos, quase todo mundo concorda no total de versículos do Pentateuco, isto é, 5.852. Por isso, usei essa quantidade na minha experiência. Vamos à ela: 

1 – Pegue todos os 187 capítulos do Pentateuco e transforme num número só: 

001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043044045046047048049050001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034 

Total de dígitos: 561 

2 – Pegue todos os 5.852 versículos do Pentateuco e transforme num número único: 

001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020001002003004005006007008009010011012013014015016017018001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021001002003004005006007008009010011012013014015016001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038001002003004005006007008009010011012013014015016017018001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043044045046047048049050051052053054055056057058059060061062063064065066067001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043044045046001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043044045046047048049050051052053054055001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043044045046047048049050051052053054055056057001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029001002003004005006007008009010001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043044045046047048049050051001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036001002003004005006007008009010011012013014015016001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033001002003004005006007008009010011012013014015016017018001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043044045046001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038001002003004005006007008009010011012013014015016017018001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038001002003004005006007008009010011012013014015016017001002003004005006007008009010011012013014015016001002003004005006007008009010011012013014015016017001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035001002003004005006007008009010011012013014015016017018019001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043044045046047001002003004005006007008001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043044045046047048049050051052053054055056057058059001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043044045046047048049050051052053054055056057001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034001002003004005006007008009010011012013014015016001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043044001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043044045046047048049050051052053054055001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043044045046001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043044045046047048049050051052053054001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043044045046047048049050051001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043044045046047048049001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043044045046047048049050051052053054055056057058059060061062063064065066067068069070071072073074075076077078079080081082083084085086087088089001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035001002003004005006007008009010011012013014015016001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043044045001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043044045046047048049050001002003004005006007008009010011012013001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025001002003004005006007008009010011012013014015016017018001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043044045046047048049050051052053054055056057058059060061062063064065001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040001002003004005006007008009010011012013014015016001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043044045046047048049050051052053054001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043044045046047048049050051052053054055056001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034001002003004005006007008009010011012013001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043044045046001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043044045046047048049001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032001002003004005006007008009010011012013014015016017018001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022001002003004005006007008009010011012013014015016017018019001002003004005006007008009010011012013014015016017018019001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043044045046047048049050051052053054055056057058059060061062063064065066067068001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043044045046047048049050051052001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029001002003004005006007008009010011012 

Total: 17.556 dígitos. 

3 – Divida esse numerozão (formado pelos versículos da Torah) pelo numerozão (formado pelos capítulos da Torah). Como não é uma divisão exata, haverá um resto de: 

939766549284244217323592850211866324666019840905625911849647138528707888865852444481457441877199773852388598968742800416757846622055462203062372202864489297101636310061933109322097664633037648229154236945870034187929408515095941028537869358611673094932845680816623312363060947889105328702277382042510825007879737984497712134108639189544594384746261225587586916577516038410732051332983595702713209103876959832702295051536078873357641800995960737282103806439811737170909180171895745746573724744617016815748787046961660525442210391577704592181254862287679017116 

4 – Divida este resto por 1.189 (total de capítulos da Bíblia), e, novamente, como não é uma divisão exata, haverá um resto de 930. 

5 – Agora procure qual é o 930º capítulo da Bíblia? Mateus 1º! E qual o tema de Mateus 1º? A GENEALOGIA DO MESSIAS! 

Ou seja, Mateus começa seu Evangelho, apresentando as provas genealógicas de Jesus, começando por Abraão, Isaque e Jacó (os personagens mais importantes da Torah). 

Outro detalhe: o Nome de JESUS aparece pela primeira vez na Bíblia justamente no 930º capítulo! 

Seria isso somente uma coincidência ou algo projetado? E se foi projetado, o homem teria condições de ter elaborado isso? Ou temos aqui mais uma evidência de uma autenticação divina da Bíblia? 

E se este for o caso, prova também que até a divisão da Bíblia em capítulos e versículos foi divinamente inspirada. Minhas conclusões podem ser questionadas, os cálculos não. E mais: A SIMPLES ALTERAÇÃO DA QUANTIDADE DE CAPÍTULOS OU VERSÍCULOS E O RESULTADO SERIA TOTALMENTE DIFERENTE! Isto seria mais uma forma de Deus nos dizer que não podemos alterar a Bíblia (nenhum capítulo a mais ou a menos? Nenhum versículo a mais ou a menos?). 

Para executar os cálculos acima, tive que fazer uso de uma calculadora especial, ótima para operações com números gigantescos (que pode ser encontrada aqui: http://www.javascripter.net/math/calculators/100digitbigintcalculator.htm). 

“E disse-lhes: São estas as palavras que vos disse estando ainda convosco: Que convinha que se cumprisse tudo o que de mim estava escrito na lei de Moisés, e nos profetas e nos Salmos.”

(Lucas 24.44) 

Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com

sábado, 14 de novembro de 2020

AS QUATRO DOUTRINAS MAIS IMPORTANTES PARA O CRISTIANISMO... PROVADAS PELA MATEMÁTICA BÍBLICA

 

Se pedirmos para qualquer teólogo ou estudante de Teologia, um top 4 das doutrinas bíblicas mais importantes, é quase 100% certo que eles destacarão as seguintes (não necessariamente na ordem descrita): 

1 – A DOUTRINA DA TRINDADE (estou colocando no mesmo pacote a TEOLOGIA PRÓPRIA, A CRISTOLOGIA E A PNEUMATOLOGIA)

2 – A DOUTRINA DA IGREJA

3 – A DOUTRINA DA SALVAÇÃO

4 – A DOUTRINA DO PECADO 

Mas os leitores terão uma surpresa (à princípio poderão ficar decepcionados) com a lista abaixo, sobre as quatro doutrinas que eu considero as mais importantes para o Cristianismo. E por quê? Porque se elas não forem verdadeiras, não vale à pena se preocupar com as outras. 

A CRISTOLOGIA é uma doutrina importante? Sim, claro! Das mais importantes da Bíblia, pois detalha tudo que devemos saber sobre A Bendita Pessoa do Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Mas, se as quatro doutrinas abaixo não forem verdadeiras, não temos como acreditar na Cristologia. Por isso que as reputo como as quatro mais importantes. Vamos analisar rapidamente cada uma delas e você poderá tirar as suas próprias conclusões. 

1 – A DOUTRINA DA INSPIRAÇÃO BÍBLICA – Ensina que toda a Bíblia foi divinamente inspirada. Apesar de escrita por homens, eles foram dirigidos pelo Espírito Santo. Se a Bíblia não for divinamente inspirada, isto é, se ela é apenas uma obra humana, as doutrinas citadas acima não merecem crédito. 

2 – A DOUTRINA DA IMUTABILIDADE BÍBLICA – Ensina que a Bíblia é IMUTÁVEL, isto é, todo o conteúdo dela escrito originalmente, permanece o mesmo, independente da língua traduzida. Isto significa concretamente: quando lemos algo na Bíblia hoje, em nossa língua, podemos ter certeza de que é a mesma informação que Deus inspirou aos escritores há dois mil anos. Se esta doutrina não for verdadeira, não faz sentido apostar a vida nas demais (citadas anteriormente). 

3 – A DOUTRINA DA INERRÂNCIA BÍBLICA – Simplesmente significa que não existem erros na Bíblia. Se a Bíblia é a Palavra de Deus e Deus não erra, logicamente, a Bíblia não contêm erros. Alguns até acreditam que parte da Bíblia é inspirada, parte não, parte é inerrante e outra parte não. São aqueles que acreditam que a Bíblia CONTÉM a Palavra de Deus. Contudo, se a Bíblia for inerrante (e inspirada) somente em parte, teríamos que lê-la sempre perguntando: “Será que esta parte é verdadeira? Será que Deus falou isso mesmo?” Isso simplesmente não faz o menor sentido. 

4 – A DOUTRINA DA PLENITUDE BÍBLICA – Significa que a Bíblia é PLENA, isto é, completa, sem a mínima necessidade de acréscimos de qualquer natureza. Ou seja, nenhum livro a mais, nenhum livro a menos; nenhum capítulo a mais, nenhum capítulo a menos. É fato que hoje existem vários debates sobre isso entre alguns estudiosos, pois muitos estão querendo adotar, como divinamente inspirados, certos livros escritos nos tempos bíblicos, mas que não estão na Bíblia. Se a Bíblia estiver incompleta, não faz sentido existirem os credos, pois se estiver faltando algum livro importante, qualquer doutrina que acreditemos hoje pode estar errada. 

          Agora, se você fosse desafiado a provar cada uma dessas quatro doutrinas, como faria? 

          QUE TIPO DE EVIDÊNCIA TERIA O PODER DE CORROBORAR AS QUATRO DOUTRINAS CITADAS ACIMA? 

          Umas das evidências mais incríveis a respeito da inspiração sobrenatural da Bíblia é a PROFECIA. Sim, o ser humano possui muitas capacidades extraordinárias, mas predizer o futuro não é uma delas. Os homens podem fazer conjecturas sobre o futuro, mas predizer, com riqueza de detalhes, e ainda acertar, não é próprio da nossa natureza. Nesse caso, como explicar a profecia? 

          A própria Bíblia apresenta a profecia como uma evidência da existência de Deus. 

“Tragam e anunciem-nos as coisas que hão de acontecer; anunciai-nos as coisas passadas, para que atentemos para elas, e saibamos o fim delas; ou fazei-nos ouvir as coisas futuras. Anunciai-nos as coisas que ainda hão de vir, para que saibamos que sois deuses; ou fazei bem, ou fazei mal, para que nos assombremos, e juntamente o vejamos.” (Isaías 41.22,23) 

          Mas uma coisa é fazer afirmações, outra bem diferente, é cumpri-las. Mas a Bíblia não somente afirma revelar o futuro, ELA O FAZ, COM CENTENAS DE EXEMPLOS! 

          Portanto, a profecia cumprida na História é uma prova espetacular da inspiração sobrenatural da Bíblia. Entretanto, não garante que a Bíblia esteja completa ou que ela é imutável. Pra deixar mais claro, vejamos que conexão existe entre a profecia bíblica e as quatro doutrinas alvo do nosso estudo hoje: 

1 – A PROFECIA E A DOUTRINA DA INSPIRAÇÃO BÍBLICA – É importantíssima, porque é fácil provar que o ser humano não possui nenhuma habilidade ou talento pra adivinhar (e acertar) o futuro. Sendo assim, as centenas de profecias bíblicas, cumpridas na História (facilmente comprováveis), não podem ter sido inventadas pelos homens. Os escritores bíblicos só podem ter tido uma inspiração sobrenatural, extraterrena, divina. 

2 – A PROFECIA E A DOUTRINA DA IMUTABILIDADE BÍBLICA – Neste ponto, a profecia não pode ajudar, pois o fato da Bíblia estar recheada de profecias não garante que parte dos seus textos (os que não contém profecia, obviamente) não tenham sido alterados no decorrer dos séculos. Deixando mais claro: é sabido que a profecia ocupa a terça parte da Bíblia. Nesse caso, podemos ter certeza de que essa terça parte foi divinamente inspirada, pois, como dito anteriormente, o ser humano não possui a capacidade de profetizar. Mas como garantir que a parte não profética esteja completa? Será que não existem alguns outros livros que precisariam ser incluídos na Bíblia? Será que não existe algum capítulo que ficou de fora? 

3 – A PROFECIA E A DOUTRINA DA INERRÂNCIA BÍBLICA – A profecia pode provar a inspiração sobrenatural de determinadas partes ou textos (e nesse caso, como vieram de Deus, eles são INERRANTES), mas não garante que os demais “não proféticos” sejam inerrantes. 

Aqui uma observação se faz muito necessária: mesmo a parte considerada “não profética” da Bíblia não é, necessariamente, desligada da profecia. Explico: as profecias bíblicas não consistem somente de afirmações literais (do tipo “E vai acontecer isto e isto...”), ou predições simbólicas (os animais em Daniel e Apocalipse), mas existe uma categoria de profecia muito interessante e muito clara na Bíblia: A TIPOLÓGICA! 

TIPOLOGIA é uma área de estudo da Teologia que revela que os acontecimentos e pessoas de uma certa época, contém em si profecias ou comportamentos proféticos que serão realizados nos acontecimentos e pessoas de uma época distante. Por exemplo, todas as histórias do livro de Gênesis (envolvendo todos os patriarcas) se parecem, de uma forma ou de outra, com vários eventos que ocorreram muitos séculos depois. E contém ainda muitos elementos coincidentes com coisas que ainda vão acontecer (de acordo com as profecias literais). 

Você pode, por exemplo, ao estudar a história de José (que foi governador do Egito), perceber muitos detalhes proféticos que se cumpriram séculos depois no Nascimento, Morte e Ressurreição de Jesus e também na história de Israel, no decorrer dos séculos até o nossos dias. As coincidências são impressionantes! Sendo assim, podemos afirmar que TODA A BÍBLIA É PROFECIA! 

Contudo, alguém pode encontrar algum livro escrito nos tempos bíblicos (que não está na Bíblia), contando alguma história (cuja tipologia coincide com a profecia bíblica) e achar que por isto tal livro “merece” estar junto aos demais livros bíblicos! Como provar que a Bíblia está fechada, isto é, que não aceita mais nenhum capítulo ou livro? 

4 – A PROFECIA E A DOUTRINA DA PLENITUDE BÍBLICA – As explicações do tópico anterior se aplicam aqui também. A profecia não é suficiente para provar que a Bíblia está completa, plena. 

Sendo assim, que tipo de evidência seria capaz disso? 

Considerando que o mesmo Deus que inspirou a Bíblia, cada livro, que moveu pessoas a descobrirem (isto é, selecionarem) os livros inspirados, no meio dos não inspirados e que disse algumas vezes que a Sua Palavra está completa*, sem necessidade de quaisquer acréscimos, com certeza também deve ter providenciado meios ou evidências pra comprovar isso. 

*Os três textos mais conhecidos sobre isso são: 

“Agora, pois, ó Israel, ouve os estatutos e os juízos que eu vos ensino, para os cumprirdes; para que vivais, e entreis, e possuais a terra que o SENHOR Deus de vossos pais vos dá. Não acrescentareis à palavra que vos mando, nem diminuireis dela, para que guardeis os mandamentos do SENHOR vosso Deus, que eu vos mando.” (Deuteronômio 4.1,2) 

Toda a Palavra de Deus é pura; escudo é para os que confiam nele. Nada acrescentes às suas palavras, para que não te repreenda e sejas achado mentiroso.” (Provérbios 30.5,6) 

 “Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro; E, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, e das coisas que estão escritas neste livro.” (Apocalipse 22.18,19) 

SERÁ QUE DEUS USOU A CIÊNCIA MAIS PERFEITA DO UNIVERSO PARA AUTENTICAR A SUA PALAVRA? 

          Pode parecer exagero falar em “ciência mais perfeita” do Universo, mas ela existe sim e é fácil provar. Algum cristão poderia saltar da cadeira e exclamar: “A ÚNICA CIÊNCIA PERFEITA É A DE DEUS!” 

          Sim, claro! Mas peça a ele pra descrever essa “ciência de Deus”. Provavelmente, ele ou ficará mudo ou vai alegar que a “Bíblia é a única ciência perfeita de Deus!”. Ficar mudo é mais prudente. 

          Primeiro, se a única ciência perfeita é a de Deus, significaria que o homem não pode fazer uso dela? Claro que não! E pra deixar bem claro o que estou querendo dizer aqui: EXISTE UMA CIÊNCIA PERFEITA, E SE É PERFEITA, VEIO DE DEUS! ESTOU FALANDO DA MATEMÁTICA! 

          Existe prova absoluta? Podemos ter 100% de certeza sobre alguma coisa? 

“Em matemática, o conceito de prova é muito mais rigoroso e poderoso do que o que usamos em nosso dia-a-dia e até mesmo mais preciso do que o conceito de prova como entendido pelos físicos e químicos.” 

“A diferença entre a prova científica e a prova matemática é ao mesmo tempo sutil e profunda. (…) A ideia da demonstração matemática clássica começa com uma série de axiomas, declarações que julgamos serem verdadeiros ou que são verdades evidentes. Então, através da argumentação lógica, passo a passo, é possível chegar a uma conclusão. Se os axiomas estiverem corretos e a lógica for impecável, então a conclusão será inegável. Esta conclusão é o teorema.” 

UMA SUPOSIÇÃO (CONJECTURA OU HIPÓTESE) MATEMÁTICA SÓ RECEBE O NOME DE “TEOREMA” DEPOIS QUE SEJA ENCONTRADA UMA PROVA. 

O termo “teorema” foi introduzido por Euclides, em sua incrível obra “Elementos”, para significar "afirmação que pode ser provada".  

“Os teoremas matemáticos dependem deste processo lógico, e uma vez demonstrados eles serão considerados verdade até o final dos tempos. A prova matemática é absoluta. Para apreciar o valor da prova matemática devemos compará-las com sua prima pobre, a prova científica.” 

“Na ciência, apresenta-se uma hipótese para explicar um fenômeno físico. Se as observações do fenômeno são favoráveis à hipótese, então elas se tornam evidências a favor dela. Além disso, a hipótese não deve meramente descrever um fenômeno conhecido, mas também prever os resultados de outros fenômenos. Experiências podem ser feitas para testar a capacidade da hipótese em prever os resultados, e se o resultado for bem-sucedido teremos mais evidências para apoiar a hipótese. Por fim, a soma das evidências pode ser tão grande que a hipótese passará a ser aceita como teoria científica.” 

“Contudo, uma teoria científica nunca pode ser provada do mesmo modo absoluto quanto um teorema matemático. Ela é meramente considerada como altamente provável, com base nas evidências disponíveis. A assim chamada prova científica depende da observação e da percepção, e ambas são falíveis, fornecendo somente aproximações em relação à verdade.” 

Observação: Todos os parágrafos acima, entre aspas, foram retirados do livro “O ÚLTIMO TEOREMA DE FERMAT”, de SIMON SINGH (Editora Record). 

FREQUENTEMENTE, TEORIAS CIENTÍFICAS SÃO SUBSTITUÍDAS OU ALTERADAS, DEPENDENDO DE NOVAS DESCOBERTAS – quantas teorias sobre o átomo, por exemplo, não foram alteradas, no decorrer dos séculos, dependendo das novas descobertas? 

Nenhum cientista (normal) é louco de afirmar que tem 100% de certeza de que a sua teoria nunca se provará falsa. Mas a prova matemática dá ao matemático essa certeza. Um teorema matemático é verdade para sempre. Com certeza. Com absoluta certeza. Euclides morreu há 2.500 anos na absoluta certeza de que NUNCA NINGUÉM JAMAIS CONSEGUIRÁ CONTESTAR OS SEUS TEOREMAS MATEMÁTICOS! 

Ninguém confia num livro de Química, Física, Biologia, Geologia, Geografia, Linguística, etc., escrito 30 anos atrás. Mas os teoremas de Pitágoras, Euclides e outros, escritos há 2.500 anos, continuam verdadeiros e – o mais incrível – continuarão verdadeiros para sempre! Só a Matemática consegue essa proeza! Por isso podemos declarar que ela é a ciência de Deus! 

Uma das coisas que deixam os cientistas perplexos é o fato da Matemática ser necessária para o equilíbrio do Universo. Melhor dizendo: se a matemática não fosse uma ciência perfeita, o Universo já teria desmoronado. Por isso, Galileu Galilei disse sabiamente: “A matemática é o alfabeto com o qual Deus escreveu o Universo.” 

SIM, MAS AFINAL, COMO A MATEMÁTICA PODE COMPROVAR A VERDADE DAS QUATRO DOUTRINAS EM FOCO NESTE ARTIGO? ISSO NÃO É SÓ CONVERSA DE RELIGIOSO? 

Após 30 anos de pesquisas e com base em descobertas dos últimos dois anos, posso seguramente afirmar (e provar) os seguintes pontos: 

1 – Em toda a Bíblia é clara a preferência dos escritores pelos números 3 e 7 – são, sem sombras de dúvidas, os dois números mais importantes da Bíblia (na Enciclopédia Arquivo7 temos “toneladas” de provas pra quem quiser ver). Mas o fato de um grupo de escritores ter a mesma preferência numérica não significa nada de mais, se for considerado um caso isolado. 

2 – Dentro do 1º versículo da Bíblia (Gênesis 1.1), a frase mais importante sobre a origem do Universo, já foram encontrados centenas de padrões matemáticos envolvendo os números 37 e 73 (formados unicamente pelos números mais importantes da Bíblia, 3 e 7). 

3 – A quantidade de padrões envolvendo 37 e 73 em Gênesis 1.1 é tão grande e complexa que, quando considerados certos fatores, deixam claro que a mente humana não teria condições nenhuma de ter elaborado tal coisa sem uma ajuda sobrenatural (mais uma vez: na Enciclopédia Arquivo7 estão as provas, à disposição dos interessados). 

4 – Aí a coisa fica mais interessante quando constatamos que a ordem em que se encontram os 66 livros na Bíblia e suas respectivas quantidades de capítulos, produzem centenas de simetrias envolvendo os mesmos números-chave do Gênesis, isto é, 37 e 73 – e o mais interessante é que, se mudarmos um livro de lugar, ou alterarmos a quantidade de capítulos de qualquer um... a mais leve alteração e toda a simetria matemática deixa de existir. 

5 – Em outras palavras: A mente que inspirou cada um dos cerca de 40 escritores bíblicos, não somente fez com que todos os livros possuíssem a mesma unidade de pensamento (mesmo escritos em diferentes épocas, por diferentes autores), mas também inspirou os intelectuais que classificaram a Bíblia em capítulos e versículos, muitos séculos mais tarde. De modo que toda a Bíblia que temos hoje, com 66 livros e 1.189 capítulos possui uma simetria matemática fantástica, tão complexa que não tem como a mente humana ter inventado e, ao mesmo tempo, tão simples, que qualquer pessoa, com o mínimo de conhecimento matemático, poderá entender. Basta ter boa vontade para analisar os fatos. 

Veja como a Matemática prova a veracidade de cada uma das doutrinas abaixo: 

1 – A MATEMÁTICA E A DOUTRINA DA INSPIRAÇÃO BÍBLICA – A complexidade dos cálculos e a enorme distância, em séculos, entre a elaboração da Bíblia e sua classificação em capítulos e versículos, é algo que só foi possível devido a uma inspiração sobrenatural, já que é evidente que a mente humana não teria condições nenhuma pra tal tipo de façanha. 

2 – A MATEMÁTICA E A DOUTRINA DA IMUTABILIDADE BÍBLICA – Quando consideramos só os 66 livros canônicos e seus 1.189 capítulos, surgem tantas simetrias matemáticas que a gente fica até sem fôlego ao tentar colecionar; por outro lado, quando consideramos os livros apócrifos e outros capítulos acrescentados à Bíblia, não encontramos nenhuma simetria interessante, por mais que procuremos. Ou seja, a Matemática Bíblica evidencia que a Bíblia é imutável, nada pode ser acrescentado ou tirado. 

3 – A MATEMÁTICA E A DOUTRINA DA INERRÂNCIA BÍBLICA – Sendo a Matemática a ciência mais perfeita do Universo, o fato dela está presente em toda a Bíblia, envolta em simetrias complexas e maravilhosas, é mais uma evidência a favor da inerrância da Bíblia. O argumento é simples: se a matemática é uma ciência perfeita, obra de um Deus perfeito, a Bíblia não poderia ser imperfeita, já que as evidências indicam que ela também é uma obra do Deus perfeito. 

4 – A MATEMÁTICA E A DOUTRINA DA PLENITUDE BÍBLICA – Esta doutrina é bem parecida com a da Imutabilidade (descrita no tópico 2): se a Bíblia não muda (mesma quantidade de livros e capítulos em todos os séculos, desde que foi elaborada), então ela também é PLENA, isto é, COMPLETA, não precisa de mais nada. Tudo que precisamos saber sobre Deus está na Bíblia! 

E tudo isso reafirma a importância da Matemática Bíblica. E a importância dos artigos que temos publicado aqui frequentemente. 

Aliás, a Matemática Bíblica, é o, digamos, carro-chefe do Arquivo7. Como é um assunto não popular (apesar de superinteressante e muito importante na defesa das doutrinas bíblicas citadas anteriormente), procuro usar uma linguagem bem simples, com algumas imagens aqui e ali, fazendo o máximo para que qualquer pessoa (que saiba ler) possa desfrutar desse tema fascinante. 

E, repito, na Enciclopédia Arquivo7, esses assuntos estão bem detalhados, com fartas imagens e gráficos. E, claro, esta Enciclopédia pode ser baixada gratuitamente, em PDF ou PowerPoint (os links encontram-se facilmente neste site). Enfim, não há desculpas válidas para alguém não entender, pelo menos, o básico sobre a Matemática Bíblica. 

Portanto, no Arquivo7 (neste site e, principalmente, na Enciclopédia), você tem à disposição um arsenal de evidências, com potencial para silenciar a boca dos críticos da Fé Cristã e arrasar com as argumentações anti-bíblicas deles, cumprindo o que diz a Palavra de Deus: 

"Porque está escrito: Destruirei a sabedoria dos sábios, e aniquilarei a inteligência dos inteligentes." (1 Coríntios 1.19) 

Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com