Enciclopédia Arquivo7 no MEGA

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

O PESO DAS EVIDÊNCIAS – Parte 1

Descobrindo a verdade pela estratégia da balança
Um novo capítulo do nosso “livrão” virtual

Deus existe? Se existe, será que Ele usou alguma religião para se comunicar com o homem? E se usou, como poderemos reconhecer essa religião?

Apresentando o Argumento da Existência. Apenas duas opções (Lei do 3.º Excluído):
a) Ou algo existe.
b) Ou nada existe.
É perfeitamente claro que ALGO (alguma coisa) existe: eu, você, o mundo, por exemplo. Portanto:
1. Algo existe. E se existe:
2. Deve a sua existência ao NADA ou a ALGO.
3. É impossível o NADA causar ALGO.
4. Então, existe ALGO que causou ALGO.
5. Só ALGO muito superior (Deus) pode ter causado algo tão complexo (o Universo).
Conclusão – ALGO não somente criou o Universo, mas também o conserva.
Bem, em nosso novo estudo, partimos da Filosofia e da Lógica, cruzamos com as evidências cientificas e chegamos a uma conclusão surpreendente, envolvendo dois livros considerados sagrados para duas religiões mundiais.
         Para ter acesso a esse estudo acesse este link (http://sdrv.ms/ZHobAh) e você será direcionado a uma página contendo todos os estudos em slides já publicados (mais de 11.000 páginas). Daí é só escolher o estudo e fazer o download para o seu computador. O número (e o título) deste atual estudo é 97 – O PESO DAS EVIDÊNCIAS – Parte 1.
         Qualquer sugestão, crítica ou questionamento, escreva-me.

Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com

domingo, 22 de setembro de 2013

MATADORES DE CRIANCINHAS

O lado mais cruel dos conflitos no Oriente Médio
Um novo capítulo do nosso “livrão” virtual

         Sempre que ocorre um conflito no Oriente Médio entre Israel e o povo árabe (especialmente o palestino), já sabemos o que vamos ver nos jornais: imagens e mais imagens de crianças palestinas mortas ou feridas, ao lado de alguma manchete culpando Israel.

         Naturalmente, isso causa uma revolta mundial, pois as imagens falam por si mesmas e a indignação explode em nossos corações. Nessas horas, todo tipo de adjetivo negativo é lançado contra Israel, e os judeus mais uma vez são apresentados como monstros, assassinos de crianças, etc.

         Mas será que as coisas são tão simples assim? Que tal darmos uma olhada sem preconceitos nos bastidores desses conflitos? Quando vemos apenas um lado, nosso julgamento é comprometido. Precisamos ter a visão completa, a visão global, para que nossa análise seja a mais justa possível.

         Atualmente (pelo menos neste momento em que escrevo isto) não está acontecendo nenhum conflito entre Israel e os palestinos. O estudo, elaborado no slide que estou disponibilizando, foi feito no ano passado, durante o conflito entre Israel e o Hamas (novembro de 2012). Somente hoje resolvi divulgá-lo. É ideal para demonstrar como notícias distorcidas podem provocar até uma guerra mundial.

         Para ter acesso a esse estudo acesse este link (http://sdrv.ms/ZHobAh) e você será direcionado a uma página contendo todos os estudos em slides já publicados (mais de 11.000 páginas). Daí é só escolher o estudo e fazer o download para o seu computador. O número (e o título) deste atual estudo é 96 – MATADORES DE CRIANCINHAS.
         Qualquer sugestão, crítica ou questionamento, escreva-me.

Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com

domingo, 15 de setembro de 2013

A FÉ CRISTÃ NÃO É CEGA



Uma defesa da Fé Cristã em 28 passos
Três novos capítulos do nosso “livrão” virtual

         Quais os fundamentos da fé cristã, isto é, em que nos baseamos para acreditar que a fé cristã é verdadeira? E, mais do que isso: Por que só a fé cristã seria verdadeira e todas as outras crenças contrárias seriam falsas? Por que Deus não pode estar em todas as crenças religiosas? Por que o Cristianismo é exclusivista? Por que os cristãos têm tanta certeza de que a Bíblia é a Palavra de Deus?

         Hoje é politicamente incorreto se afirmar que alguma crença religiosa é falsa. Mas como acreditar que Jesus é Deus e ao mesmo tempo não é Deus? Como acreditar que Jesus é o único caminho para Deus e ao mesmo tempo não é? Como acreditar que Jesus é o maior dos profetas e ao mesmo tempo não é? Como acreditar em Jesus e em Maomé ao mesmo tempo?

         O Pluralismo religioso (a crença de que todas as crenças são verdadeiras) é, na verdade, um pacote de contradições lógicas:

           1 – Se muitas crenças religiosas são excludentes (Jesus é O Único caminho para Deus, Jesus é UM DOS caminhos para Deus, Jesus é Deus, Jesus foi apenas um grande homem, Jesus morreu na cruz, Jesus não morreu na cruz, etc.) como o pluralista pode aceitar que todas são verdadeiras?

         2 – A afirmação favorita dos pluralistas: “Você não deve julgar as crenças religiosas de uma pessoa” também é um julgamento. Nesse caso, o pluralista está condenando uma coisa que ele pratica.

         3 – A Bíblia ordena aos cristãos que questionem as crenças religiosas (Deuteronômio 13.1-5; 1 João 4.1; Gálatas 1.8; 2 Coríntios 11.13, etc). Uma vez que os cristãos têm uma crença religiosa que diz que devem questionar as crenças religiosas, os pluralistas, para serem justos e coerentes, deveriam aceitar também essa crença cristã. E assim, eles não poderiam proibir ninguém de julgar.

              Mas neste mundo de tantas crenças diferentes, como podemos ter a certeza de que uma coisa é verdadeira?

         Para tratar desse tema em detalhes, elaborei um novo estudo em slides, apresentando 28 passos (ou afirmações) mostrando a veracidade e racionalidade da fé cristã. Como o estudo é um pouco grande, dividi-o em três partes (entre coisas inéditas, existe também algum material que já abordei em estudos anteriores).
         Para ter acesso a esse estudo acesse este link (http://sdrv.ms/ZHobAh) e você será direcionado a uma página contendo todos os estudos em slides já publicados (mais de 11.000 páginas). Daí é só escolher o estudo e fazer o download para o seu computador. As três partes são:

         93 – A FÉ CRISTÃ NÃO É CEGA – 1.ª parte
         94 – A FÉ CRISTÃ NÃO É CEGA – 2.ª parte
         95 – A FÉ CRISTÃ NÃO É CEGA – 3.ª parte
                  Qualquer sugestão, crítica ou questionamento, escreva-me.

Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com