Enciclopédia Arquivo7 no MEGA

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

O PESO DAS EVIDÊNCIAS – Parte 6

O cético contra a parede - Um novo capítulo da nossa Enciclopédia virtual

O que muitos ateístas dizem sobre a Bíblia deveria levar os cristãos a despertarem da preguiça espiritual e a se preocuparem mais com o estudo da Teologia e da Apologética.

Sim, e afinal, qual a diferença entre TEOLOGIA e APOLOGÉTICA?

“A Teologia nos diz sobre  o QUE acreditar; a Apologética nos diz PORQUE acreditar no que a Teologia diz.” (Norman Geisler).

A PRESSÃO ATEÍSTA

Especialmente no campus universitário, o Cristianismo tem sofrido uma série de ataques intelectuais. Parece que a maioria dos jovens cristãos, recém chegada à Universidade, não está pronta para enfrentar os temidos leões céticos-ateístas, que se acham os príncipes da inteligência, os magos da razão, os soberanos do conhecimento universal.

Mas você só se deixará ludibriar por eles se for mesmo um retardado mental, um debiloide preguiçoso, que só tem coragem de dizer que é cristão quando está escondido dentro da igreja (templo), nos raros finais de semana em que pisa nela.

DEIXE DE PREGUIÇA MENTAL E SE PREPARE PARA A BATALHA. Existem toneladas de munições em defesa da Fé Cristã, capazes de pulverizar qualquer fortaleza intelectual anti-cristã, onde quer que ela se encontre.

Na ENCICLOPÉDIA VIRTUAL ARQUIVO7 você encontrará parte desse arsenal atômico cristão. É hora de fazer um bom uso dele.

É muito comum encontrarmos na Internet (principalmente nas redes sociais) pessoas que fazem afirmações negativas contra a Bíblia, do tipo: “A BÍBLIA É UMA FARSA” ou “A BÍBLIA SÓ CONTÉM MENTIRAS”.

Quando damos uma olhada no perfil desses tipos, esperando encontrar um estudioso sério, uma pessoa que examinou as evidências e chegou a uma conclusão tão surpreendente (expressa nas frases negativas acima), a decepção é grande.

Na maioria dos casos, o que encontramos é um filhinho de papai, que passa mais tempos nas noitadas do que numa Universidade; que leva uma vida desregrada; despreza os princípios morais e zomba dos bons costumes.

Então fica muito fácil entender o porquê do seu declarado ódio e preconceito contra a Bíblia. O problema da maioria dos que se dizem ateus ou céticos não é que eles NÃO CONSEGUEM acreditar na Bíblia como a Palavra de Deus. Na verdade, eles NÃO QUEREM que ela seja a Palavra de Deus, pois se isso for verdade, eles estão num caminho perigoso, e são culpados diante de Deus.


Quando alguém se recusa a examinar as evidências é porque, intimamente, teme que as evidências possam provar como verdadeiro aquilo que ele não deseja que seja verdade.

A questão é: se a Bíblia não é verdadeira, por que existem tantas evidências que provam o contrário?

O que devemos fazer com essas evidências? O peso delas é muito grande para ser ignorado. Mas este nosso mundo é muito engraçado. Muitos céticos se recusam a acreditar numa série de 27 documentos sobre Jesus, bem escritos, cuja autenticidade tem sido provada pela História e pela Arqueologia (Novo Testamento). Mas creem na maior velocidade em qualquer documento (de autenticidade duvidosa) que alguém encontrar por aí, ensinando coisas sobre Jesus que os documentos oficiais não ensinam.

Um dos destaques deste novo estudo é uma apresentação simples do ARGUMENTO DA PROFECIA:

Premissa 1 – A maior parte da Bíblia foi escrita há mais de 2.000 anos;

Premissa 2 – A Bíblia alega descrever o futuro;

Premissa 3 – O mundo atual parece uma cópia perfeita do mundo dos Tempos Finais, descrito na Bíblia;

Premissa 4 – O ser humano não pode prever o futuro, apenas planejar;

CONCLUSÃO

5 – Portanto, a Bíblia não pode ser uma criação humana.

Mais detalhes, clique aqui: ENCICLOPÉDIA ARQUIVO 7 - CALCULANDO A VERDADE e você será direcionado a uma página contendo todos os estudos em slides já publicados (cerca de 30.000 páginas). Daí é só escolher o estudo e fazer o download para o seu computador.

Também disponível no formato PDF: 
http://sdrv.ms/1a28Cw8

O número (e o título) deste novo estudo é: 243 – O PESO DAS EVIDÊNCIAS – Parte 6.

Qualquer sugestão, crítica ou questionamento, escreva-me.

Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário