Enciclopédia Arquivo7 no MEGA

quarta-feira, 21 de novembro de 2018

A FRASE QUE NINGUÉM É CAPAZ DE IMITAR – 37 EVIDÊNCIAS (mas, se quiserem, eu coloco mais)


Uma das coisas mais fascinantes da Matemática é que suas verdades são eternas e seria verdade mesmo que o Universo deixasse de existir. Fatos matemáticos são irrefutáveis, incontestáveis e maravilhosamente simétricos. Se a linguagem da Matemática é universal, se Deus é o Criador de todas as coisas, e se a Bíblia é a Sua Palavra, seria estranho que Ele usasse a Matemática para autenticar as Sagradas Escrituras?

Acredito que a primeira frase da Bíblia (Gênesis 1.1) está repleta de padrões matemáticos, impossíveis de serem copiados ou imitados. Em outras palavras: O primeiro versículo da Bíblia, a frase mais importante sobre a origem do Universo, possui uma estrutura matemática sem paralelos na literatura religiosa mundial.

A Bíblia foi escrita em duas línguas alfanuméricas. Isto é, o alfabeto hebraico e o grego possuíam valores numéricos, pois os antigos hebreus e gregos ainda não conheciam os sinais que representam os algarismos, tais como usamos hoje (o fato é que a invenção do alfabeto precedeu a invenção dos algarismos). Assim, se cada letra possui um valor numérico, conseqüentemente, cada palavra tem um valor.

Tabelas com os valores dos alfabetos gregos e hebraicos podem ser facilmente encontradas na Internet, por isso não precisamos ocupar este espaço com elas. E atenção! Os especialistas na História da Matemática afirmam que os hebreus só foram atribuir valores às letras cerca de 200 anos antes de Cristo, ou seja, 1.200 anos depois de Moisés. Isso significa que: quem quer que tenha escrito o Gênesis, não teria como codificar o texto com padrões matemáticos usando um sistema que seria inventado somente 1.200 anos mais tarde. Isso é algo para se pensar.

Do 1 ao infinito, qual o seu número favorito?

Em 2014, o jornalista britânico Alex Bellos, publicou uma enquete tentando saber qual o número favorito das pessoas. O resultado foi divulgado em seu site em 08 de abril de 2014. Cerca de 30.000 pessoas responderam à pergunta. A enquete não era do tipo “marque uma das alternativas abaixo”, mas a pessoa era livre para colocar o número que quisesse. Alguns disseram, por exemplo, que seu número favorito era 1.000.000. E sabem quais os dois números que mais foram citados?

Vejam só: 1º lugar: número 7; segundo lugar: número 3.

Esses dois números formam, em minha opinião, um dos números mais interessantes do Universo: 37. Algumas razões:

1 – 37 é um número primo;
2 – O inverso dele, 73, também é um número primo;
3 – Cada um dos seus dígitos, isoladamente, são primos (3 e 7);
4 – O 12º número primo é 37;
5 – O 21º número primo é 73;
6 – 37 x 73 = 2701; por sua vez, 2701 + 1072 (seu inverso) = 3773;
7 – 3773 é a mesma coisa que 7 x 7 x 77.

Antes de passar à coleção de fatos matemáticos inseridos em Gênesis 1.1, é essencial conceituar NÚMEROS FIGURADOS, uma categoria de números bastante apreciada pelos matemáticos:


“Números figurados são números que podem ser representados por um conjunto de pontos equidistantes, formando uma figura geométrica.”

Assim, por exemplo, o número 28 é um número TRIANGULAR, pois é a soma de 1 a 7, e, no plano, forma um triângulo. 13 é um número ESTRELAR HEXAGONAL e 7 é um número HEXAGONAL CENTRALIZADO (que fica no centro do 13, quando representado por pedras, por exemplo).

Tais números não são tão comuns, pois: abaixo de 1.000.000 (um milhão), temos somente:

- 1.413 números triangulares;
- 577 números hexagonais; e
- 408 números estrelares hexagonais.

Então, vamos lá: A primeira frase da Bíblia, a mais importante sobre a origem do Universo, diz: “NO PRINCIPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA”. Seus valores, em hebraico, são: 913, 203, 086, 401, 395, 407 e 296.

Eis 37 fatos que tornam essa frase única, inimitável:

1 – No original hebraico, Gênesis 1.1 possui 7 palavras e 28 letras. Ou seja: a quantidade de letras é o triangular da quantidade de palavras;

2 – No original de Gênesis 1.1, temos 3 triângulos: a 1ª palavra tem 6 letras (triangular de 3); as 5 primeiras palavras têm 21 letras (triangular de 6) e as 7 palavras totais têm 28 letras (triangular de 7);

3 – Os três únicos substantivos do texto (DEUS, CÉUS e TERRA), possuem, no original, 14 letras (2 x 7);

4 – Pelo valor numérico das letras hebraicas, DEUS (86)+CEUS (395)+TERRA (296) valem exatamente 777. Que também é 3 x 7 x 37;

5 – Os números mais importantes da Bíblia, que aparecem abundantemente, do Gênesis ao Apocalipse, são 3 e 7;

6 – Os dois dias mais importantes e mais citados na Bíblia são o 3ºe o 7.º;

7 - Os dois dias mais propícios para os rituais de purificação em Israel eram o 3º e o 7º (Números 19.12, 19; 31.19);

8 - O valor total da primeira frase da Bíblia, em hebraico, é 2701, justamente o resultado da multiplicação de 37 por 73, ou seja: 2701 = 37 x 73;

9 – A 1ª frase da Bíblia tem 28 letras, um número triangular, e o valor total dela é exatamente 2701, um número triangular (a soma de 1 a 73);

10 – Os números 37 e 73 são ESTRELARES HEXAGONAIS (abaixo de 1000 só existem 13), e a 1ª frase da Bíblia tem esses dois como fatores;

11 – 37 (número ESTRELAR HEXAGONAL) x 73 (número ESTRELAR HEXAGONAL) = 2701 (número TRIANGULAR). Você pensa que isso é comum? Abaixo de 5 QUAQUILHÕES, existem somente 5 números que são TRIANGULARES – e ao mesmo tempo – múltiplos de dois ESTRELARES HEXAGONAIS:

2701 = 37 x 73
3178981 = 1261 x 2521
3670659721 = 42841 x 85681
4236010111801 = 1455337 x 2910673
4888354443324661 = 49438621 x 98877241

Abaixo de 3 milhões só existe um, 2701, o valor da primeira frase da Bíblia;

12 – Juntando os 7 valores da primeira frase bíblica descobrimos que é um número divisível exato por 37. Mas isso não tem nada de mais. Se a soma dos 7 valores dá um múltiplo de 37, é normal que, juntando tudo, continue sendo um múltiplo de 37.

913203086401395407296 = 24681164497335011008 x 37

Entretanto, se retirarmos um algarismo de cada um dos 7 valores, o 3º dígito de cada (913,203,086,401,395,407,296), restará: 91 20 08 40 39 40 29. Juntando estes, também teremos outro múltiplo exato por 37.

91200840394029 = 2464887578217 x 37

13 – E se retirarmos mais um algarismo do valor anterior (91,20,08,40,39,40,29), teremos: 9204342. Será que este também é múltiplo exato de 37? Incrivelmente, este número é múltiplo tanto de 3 como de 7 e ainda de 37:

9204342 = 248766 x 37
9204342 = 1314906 x 7
9204342 = 3068114 x 3

14 - As 7 palavras contém um valor (2701), que é 37 x 73; se cortarmos as duas palavras das extremidades (1.ª e 7.ª), os valores restantes (203 + 086 + 401 + 395 + 407), resultarão em 1492, que é:
373 + 373 + 373 + 373

15 - Cortando mais duas palavras (uma de cada extremidade), deixando apenas as três centrais (086 + 401 + 395), termos o valor de 882, ou seja:

(3 x 7 x 7 x 3) + (3 x 7 x 7 x 3)

16 – A soma do maior valor (913, NO PRINCÍPIO) com o menor (86, DEUS), forma 999 (27 x 37);

17 – O número 337 também é um ESTRELAR HEXAGONAL. A soma das palavras PARES de Gênesis 1.1 (203+401+407), dá 1011 (3 x 337);

18 – A soma das palavras ÍMPARES (913+086+395+296), dá 1690, ou seja: 10 x 169, que é um número HEXAGONAL. E não um qualquer, mas exatamente o que fica no centro do ESTRELAR 337. Pra ficar mais claro: a soma das palavras PARES dá um múltiplo de um certo número ESTRELAR HEXAGONAL e a soma das palavras ÍMPARES dá justamente o HEXÁGONO desse ESTRELAR. Já pensou?

19 – Somando somente os valores das letras de Gênesis 1.1, que ocupam as posições na ordem 3 e seus múltiplos (isto é, 6, 9, 12, etc.), teremos o valor 1348, que é: 337+337+337+337;

20 – Somando só os valores que ocupam as posições 7, 14, 21 e 28 (tudo múltiplo de 7), teremos 172 (86 + 86), ou seja, duas vezes o valor do nome ELOHIM, a 3ª palavra da Bíblia;

21 – Somando só os valores das letras que ocupam as posições dos múltiplos de 3 e 7, teremos: 1480, ou seja: 40 x 37;

22 – Se destacarmos somente os valores que ocupam as posições 3, 7, 13, 17, 23 e 27 (isto é, números terminados em 3 e 7) teremos 219, ou seja: 3 x 73;

23 – Todo triângulo tem outro no centro. Em qualquer triangular de 73 (isto é, 2701), teremos no centro o triangular de 37, isto é, 703. As 7 palavras de Gênesis 1.1 somam 2701 (triangular de 73) e as duas últimas (traduzidas como E A TERRA) possuem o valor 703 (triangular de 37). Você acredita nisso?

24 – Se juntarmos as duas palavras finais (407 e 296) formando um número único, 407296 teremos um múltiplo de ... 86 (ELOHIM). 4736 x 86 = 407296.

25 - Se multiplicarmos as 7 palavras entre si, teremos um produto, o qual, se for dividido em grupos de 3 algarismos e somados depois, darão o mesmo valor da soma total das primeiras palavras da Bíblia.

A PROVA:

913 x 203 x 086 x 401 x 395 x 407 x 296 = 304.153.525.784.175.760

304 + 153 + 525 + 784 + 175 + 760 = 2701

26 – Vejam como o número 2701 é singular:

*2701 (triangular)

*2701 = 37 x 73 (um estrelar hexagonal x um estrelar hexagonal)

*2+7+0+1= 10 (triangular)

*27+01= 28 (triangular)

*2+70+1= 73 (estrelar hexagonal)

*270+1 = 271 (hexagonal)

*2+701 = 703 (triangular)

27 – Das 22 letras do alfabeto hebraico disponíveis, o autor do Gênesis usou apenas 11 delas em Gênesis 1.1. E a soma dessas 11 dá 1084, ou seja: 271+271+271+271 (0271 é não somente o anagrama de 2701, mas é também um número HEXAGONAL):

28 – A Bíblia diz a respeito de Jesus que “TODAS AS COISAS FORAM CRIADAS POR INTERMÉDIO DELE” (João 1.3). No Novo Testamento grego, o nome JESUS tem o valor numérico 888 (24 x 37). Quais as chances do fator 37 aparecer, por acaso, no Nome do Criador e no valor da frase mais importante sobre a Criação, e em línguas diferentes?

29 – E quais as chances do fator 37 aparecer, por acaso, também no título do Criador, CRISTO, em grego? Pois o valor dessa palavra é 1480 (40 x 37). Já vimos este valor antes. Veja o tópico 20;

30 – E quais as chances do valor 2368 (isto é, JESUS CRISTO, em grego) ser um dos fatores de Gênesis 1.1? Explico: as 7 palavras formando um valor único (913203086401395407296) é 385643195270859547 x 2368;

31 – Lembra-se dos valores das 6ª e 7ª palavras? Sabemos que 407296 é múltiplo de 86 (ELOHIM). Porém, tem muito mais: 407296 também é múltiplo de 2368 (JESUS CRISTO);

32 – No inicio do Gênesis lemos sobre a criação da LUZ. A ciência já calculou a velocidade exata da velocidade da luz no vácuo: 299.792.458 metros por segundos. Agora veja que coisa: esse valor só pode ser dividido por 4 números (além dele e por 1). Senhoras e senhores, 299.792.458 (velocidade da luz em metros por segundos) é a mesma coisa que: 2 x 7 x 73 x 293339. Olha o 73 aí novamente!!!

33 – Os dias do calendário solar são, em média, 365, ou seja: 5 x 73;

34 – Lembrando que o número 73 é um número ESTRELAR HEXAGONAL, originado do TRIANGULAR 55. E a soma dos dígitos da velocidade da luz (2+9+9+7+9+2+4+5+8=) é 55;

35 – Toda a matéria foi feita de ÁTOMOS, e esta palavra, em grego, vale 1221, que contém o mesmo fator da Criação (33 x 37);

36 – Agora, junte o valor de CRISTO em grego (1480) com o valor da palavra ÁTOMO (1221), e você não tem para onde correr: 2701 (o valor de Gênesis 1.1);

37 – Pra finalizar (por enquanto):

1º - Multiplique a velocidade da luz (299.792.458) por JESUS CRISTO (2368):

299.792.458 x 2368 = 709.908.540.544

2º - Some entre si os quatro grupos de números do valor que apareceu:

709+908+540+544 = ??? (o resultado deixo pra você descobrir por si mesmo e se surpreender).

Bem, é razoável acreditar que tudo isso foi inventado? Claro que não! E é razoável acreditar que tudo aconteceu por acaso? É razoável acreditar que a mente humana elaborou os padrões de Gênesis 1.1?

E, acredite, existe muito mais coisa, que não caberia neste espaço. Alguém é capaz de contestar, ao menos, um desses 37 itens?

Moacir Junior – morganne777@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário