Enciclopédia Arquivo7 no MEGA

quarta-feira, 28 de novembro de 2018

O TEOREMA DE PITÁGORAS E A MATEMÁTICA BÍBLICA


Se você odeia matemática, procure amá-la, pois ela existirá para sempre, e, mesmo na Eternidade, iremos nos deparar com ela em cada esquina.

Por exemplo, o Teorema de Pitágoras é uma verdade eterna (tenha vergonha de morrer antes de ter conhecido esse maravilhoso conceito matemático).

Agora, pare por um momento e reflita nos seguintes fatos da Matemática Bíblica:

Fato 1 - O alfabeto com o qual foi escrito a Bíblia (hebraico e grego) era alfanumérico. Isto é, para facilitar cálculos matemáticos, as letras foram numeradas segundo um certo padrão (e que fique bem claro: essa conversão de letras em números foi realizada por matemáticos, não por religiosos).

Fato 2 - A 1ª frase da Bíblia diz "NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA";

Fato 3 - As palavras "DEUS, OS CÉUS E A TERRA", no texto original da Bíblia, quando somado os valores das letras, valem 1184;

Fato 4 - O Nome "JESUS", o Criador de todas as coisas, tem, no original, o valor numérico de 888;

Fato 5 - A palavra "CRISTO", um dos títulos supremos do Criador, tem, no original, o valor numérico de 1480;

Fato 6 - O Teorema de Pitágoras afirma, categoricamente, que a²+b²=c². Isto é: Em QUALQUER triângulo RETÂNGULO, a SOMA dos quadrados dos DOIS LADOS MENORES será SEMPRE igual ao quadrado do lado MAIOR (Hipotenusa).

Exemplo: 3² + 4² = 5². Ou seja: 9 + 16 = 25;

Fato 7 - O quadrado da soma das palavras "DEUS, OS CÉUS E A TERRA" + o quadrado da soma da palavra "JESUS", é exatamente igual ao quadrado da soma da palavra "CRISTO";

Conclusão - Se as evidências provam que o autor (humano) do Gênesis e os autores dos Evangelhos, nunca se conheceram pessoalmente (existem séculos de diferença entre os tempos em que eles viveram); e que as letras hebraicas só foram convertidas em números cerca de 1200 anos DEPOIS de escrito o livro de Gênesis, então... EXPLICA ESSA, INCRÉDULO!

Moacir Junior – morganne777@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário