quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019

NOÉ, O NÚMERO 3601 E UMA COINCIDÊNCIA PERFEITA DEMAIS PARA SER APENAS COINCIDÊNCIA – PARTE 2


Em todo o livro de Gênesis, em seus 1533 versículos, dois possuem o mesmo valor, em hebraico:

1 - Gênesis 1.1 tem o valor 2701;

2 - Gênesis 8.14 tem o valor 2701;

Por que deve ser significativo?

Prova 1 - Gênesis 1.1 começa o mundo; Gênesis 8.14 começa o novo mundo, após o Dilúvio;

Prova 2 - O número 2701 é um triangular (a soma de 1 a 73). Se colocarmos um sobre o outro (invertido), teremos uma estrela com 3601 pontinhos (3601 é, na matemática, um número Estrelar Hexagonal);

Prova 3 - Somente 6 números são citados relacionados à idade de Noé: 500, 600 (duas vezes), 601, 350 e 950. Por incrível que pareça, a soma total deles é 3601;

Prova 4 - O centro do estrelar hexagonal 3601 é o hexagonal 1801 (isto é, no centro da estrela com 3601 pontinhos, temos um hexágono com 1801 pontinhos). Surpreendentemente, dos 6 números citados relacionados à idade de Noé, 3 aparecem fora do período do Dilúvio e 3 dentro do período diluviano. A soma dos 3 que aparecem durante o Dilúvio (600 + 600 + 601) é exatamente 1801, o centro hexagonal do estrelar 3601.

Análise desses fatos numéricos: Uma conjunção de tantos valores (que por si só já possuem uma sólida conexão matemática) em volta de uma mesma história, é coincidência demais para ser apenas coincidência.

Moacir Junior – morganne777@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário