Enciclopédia Arquivo7 no MEGA

terça-feira, 28 de maio de 2019

O FENOMENAL NÚMERO 3773 E ALGO PRA DESAFIAR A INTELIGÊNCIA DOS INTELIGENTES


O valor numérico da frase mais importante sobre a origem do Universo (Gênesis 1.1) é 2701. Que é o produto de 37 por 73. Entretanto, esse número (2701) esconde muito mais surpresas. Por exemplo:

1 – Somando 2701 com o seu inverso (no sentido dos algarismos, isto é, 1072), teremos 3773;

2 – E 3773 é a mesma coisa que 7 x 7 x 77;

3 – Traduzindo em dias, num calendário bíblico (usado pelos profetas, 12 meses de 30 dias), 2701 é igual a 7 anos e 6 meses;

4 – No calendário bíblico-profético, se contarmos 2701 dias desde 1º de Nisan, terminaremos, inevitavelmente, em 1º de Tisri (Festa das Trombetas, inicio do Ano Novo Judaico);

A seguir, uma simetria envolvendo a divisão da Bíblia em capítulos.

Se formos escrever o número 3773 no estilo judaico (da direita para a esquerda), faríamos o seguinte:

3
73
773
3773

Considerando os 1.189 capítulos da Bíblia num círculo (e contando desde Gênesis 1), os quatro números acima correspondem a quais capítulos?

a) capítulo bíblico: Gênesis 3

b) 73º capítulo bíblico: Êxodo 23

c) 773º capítulo bíblico: Jeremias 28

d) 3773º capítulo bíblico: Josué 19

Somando tudo (3+23+28+19), teremos, inevitavelmente, nosso velho conhecido: 73!!!

*Os detalhes destes cálculos estão explicados no capítulo 331 da Enciclopédia Arquivo7, intitulado: “SER SETE É SABER SURPREENDER”.

"Recrear-me-ei nos teus estatutos; não me esquecerei da tua palavra."
Salmos 119.16

Moacir Junior – morganne777@hotmail.com

terça-feira, 21 de maio de 2019

UMA INCRÍVEL SIMETRIA MATEMÁTICA COM A PALAVRA "SETE"



O número 7 é chamado, em hebraico, de SHEBAH, e possui 3 letras (Shin, Bet e Ayin), que, respectivamente, ocupam as seguintes ordens, no alfabeto hebraico: 21, 2 e 16.

Agora a experiência:

1 - Liste todos os 1.189 capítulos da Bíblia e, ao lado, coloque as 22 letras do alfabeto hebraico, repetindo até fechar as 1.189 linhas;

2 - Agora destaque somente os capítulos bíblicos correspondentes às letras da palavra "SETE";

3 - Calcule a soma dos capítulos e terá o mágico número 3737.

Sim! 3737!!!

Não somente um múltiplo exato de um dos números-chave da Criação, mas formado somente com os algarismos das duas principais celebridades numéricas da Bíblia, 3 e 7.

Poderia ser apenas uma coincidência? Poderia. Mas como temos centenas de outras simetrias...

terça-feira, 14 de maio de 2019

APÊNDICE 1 – MUITO ALÉM DA ENCICLOPÉDIA ARQUIVO7


Em Setembro de 2018 elaborei o capítulo 333 da Enciclopédia Arquivo7. Como é um belo número significativo (3x3x37) resolvi encerrar (por algum tempo) e me dedicar mais na divulgação dessa obra.

Antes, porém, que o ano terminasse, eu já havia feito novas descobertas na Matemática Bíblica. Mas não pretendia elaborar nenhum novo capítulo, pois achava mais importante divulgar o material já existente (afinal, cerca de 45.000 páginas não era algo pra se menosprezar).

As novas evidências matemáticas descobertas eram impressionantes e eu não podia deixar de divulgá-las. Então me aproveitei de um capítulo recente (331 - SER SETE É SABER SURPREENDER) e resolvi editá-lo a fim de inserir as novas evidências, e não estragar a bela quantidade (333) de capítulos.

A Enciclopédia aumentou algumas páginas, porém a quantidade de capítulos permaneceu intocável.

Entretanto, ao iniciar 2019, me deparei com um novo tipo de padrão bíblico-matemático. Algo que eu nunca havia pensado antes, e nunca vira nada parecido nas páginas estrangeiras sobre Matemática Bíblica.

A sensação era parecida com a de um garimpeiro ao se deparar com uma grande jazida de ouro.

E agora? Era material para muitos novos capítulos. Mas eu não queria estender a quantidade de capítulos da Enciclopédia.

Então notei que os capítulos mais recentes (326 a 329), intitulados “AQUILO QUE REALMENTE SURPREENDE”, eram bastantes adequados para as novas evidências, pois sua temática se encaixava como luva.

Até porque eu sempre achei que faltava alguma coisa neles na época em que os elaborei.

Aí com as novas descobertas (janeiro/fevereiro de 2019), mesmo aumentando consideravelmente o número de páginas, editei os tais capítulos e fiquei satisfeito com o resultado.

Entretanto, AS MARAVILHAS DA MATEMÁTICA BÍBLICA NÃO SE ESGOTAM NUNCA.

Mais recentemente, em março de 2019, ainda explorando a jazida encontrada no inicio do ano, achei novas pérolas. Então resolvi fazer o seguinte:

Elaborar capítulos extras (ou APÊNDICES), apenas para que sejam registradas as descobertas que porventura venham a aparecer daqui pra frente. Esses Apêndices servirão somente para registro das novas descobertas, sem detalhar muita coisa. Ou seja, sem as didáticas explicações costumeiras.

E ainda: cada Apêndice conterá, no máximo, 7 pérolas matemáticas (para que o número de páginas não fique muito além de 100 e o arquivo se torne muito pesado).

Os Apêndices que forem surgindo, ficarão em aberto até completarem as 7 pérolas.
Mais tarde, se Deus quiser, tais Apêndices poderão se tornar novos capítulos da Enciclopédia Arquivo7.

As explicações detalhadas sobre as novas evidências serão publicadas diretamente no site do Arquivo7, semanalmente.

Tudo isto só nos confirma o seguinte:

QUE OS TESOUROS DA PALAVRA DE DEUS SÃO INESGOTÁVEIS.

A Palavra de Deus não contém Apêndices porque ela é completa, perfeita. Já as obras humanas sempre são editadas, ampliadas, etc., justamente porque são imperfeitas.

ANTES QUE ALGUÉM QUESTIONE...

É fato que a Bíblia contém muitas traduções e todos os dias surgem novas. Entretanto:

- Muitas dessas traduções tem como objetivo simplesmente deixar mais claros os textos bíblicos, porque as palavras humanas (imperfeitas) mudam de geração em geração;

- O que Deus precisava nos revelar está nos 1.189 capítulos e 66 livros. NÃO HÁ NECESSIDADE DE APÊNDICES na Palavra de Deus.

E A MATEMÁTICA BÍBLICA NÃO SERIA UM APÊNDICE À IMUTÁVEL PALAVRA DE DEUS?

Tudo que Deus tem a nos revelar está nos 1.189 capítulos e 66 livros. Mas isto não significa que tudo esteja claro e evidente. DEUS ADORA ENIGMAS, isto é um fato. E assim como Ele é capaz de esconder milhões de informações em uma única célula, é facílimo para Ele codificar infinitas informações em apenas uma frase, ou em uma palavra.
Por exemplo, quem é capaz de descobrir e colecionar todos os padrões matemáticos ocultos somente em Gênesis 1.1?

Quantos milhões de livros, pregações e sermões já foram feitos inspirados na Bíblia e, apesar disso, todos os dias tem sempre algo novo, uma descoberta incrível em textos que você já deve ter estudado centenas de vezes e nunca percebeu tal pérola?

Num mundo tão avançado tecnologicamente, como é que a Bíblia não caducou, mas novas descobertas e novos estudos têm surgidos a cada dia, sempre confirmando e fortalecendo a Palavra de Deus e não o contrário?

Enfim, a Matemática Bíblica (não a numerologia cabalista e esotérica) sempre esteve impregnada nos textos bíblicos, mas oculta, aguardando homens sedentos de conhecimento, e tementes a Deus, para trazê-las à tona.

E NÃO CUSTA REPETIR:

1 – Conhecendo ou ignorando a Matemática Bíblica não alterará em nada nas questões que dizem respeito à nossa salvação;

2 – A Matemática Bíblica não revela nenhuma doutrina nova, apenas fortalece as doutrinas bíblicas claramente reveladas em textos claros (tais como a Inspiração sobrenatural da Bíblia, a Inerrância Bíblica, a Imutabilidade Bíblica, etc);

3 – A Matemática Bíblica também corrobora as doutrinas fundamentais sobre Deus e Seus Atributos (Sabedoria, Imutabilidade, Presciência, Perfeição, etc.).

Ignorar a Matemática Bíblica não te fará menos santo;
mas conhecê-la levará você a admirar ainda mais,
a criatividade, inteligência,
complexidade e perfeição
das obras do SENHOR do Universo

"A glória de Deus é ocultar certas coisas; tentar descobri-las é a glória dos reis." (Provérbios 25.2)

Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com

11 LETRAS DIVINAMENTE ESCOLHIDAS...


Ao escrever a primeira frase do Gênesis, Moisés, tendo à disposição 22 letras do alfabeto hebraico usou a metade, isto é, 11. Com isso, construiu sua frase de 7 palavras e 28 letras.

Usando os valores dessas 11 letras (destacadas na imagem que ilustra esta postagem), na ordem em que aparecem no alfabeto hebraico, podemos elaborar o seguinte número, tão grande que é complicado descrever por extenso:

001.002.005.006.010.030.040.090.200.300.400

          Agora, se contarmos, a partir de Gênesis, capítulo 1, até pararmos no numerozão acima, iremos parar em qual capítulo bíblico?

          Digite o numerozão acima numa calculadora de computador (científica), aperte a tecla MOD, digite 1189 (total de capítulos da Bíblia), aperte o sinal de IGUALDADE (ou ENTER), e, em segundos, aparecerá na tela o número 37!!!

          Isto significa o que? Que o capítulo bíblico equivalente a 001.002.005.006.010.030.040.090.200.300.400 é equivalente ao capítulo 37 de Gênesis!!!

          Pare por um momento e considere essa estarrecedora façanha da Matemática Bíblica.

Quais as chances?

Todas as 11 letras diferentes que Moisés usou para escrever o texto de Gênesis 1.1, NA ORDEM EM QUE APARECEM NO ALFABETO, formam um número (de 33 algarismos), que corresponde exatamente ao capítulo 37 de Gênesis!!!

Lembrando que, na Bíblia toda, existem somente 7 capítulos de número 37. Se o numerozão nos tivesse levado à qualquer uma das outras 6 possibilidades (Êxodo 37, Jó 37, Salmos 37, Isaías 37, Jeremias 37 e Ezequiel 37), já seria impressionante. Mas levou justamente ao livro de Gênesis, onde tudo começou. Como isso poderia ser apenas mera coincidência?

Ainda que Moisés tivesse sido um gênio matemático, a divisão da Bíblia em capítulos só aconteceu muitos séculos depois da elaboração do livro de Gênesis, isto é um fato bem claro.

Ou seja, seria impossível que Moisés tivesse escolhido as letras de tal forma que pudesse gerar um número para coincidir com o capítulo 37 de Gênesis, quando, na verdade, não fazia a mínima ideia de quantos livros a Bíblia teria e quantos capítulos.

Nem adianta queimar os neurônios procurando uma explicação natural. Essa matemática espetacular só pode ser obra de Deus! 

"Quantas maravilhas realizaste, Javé meu Deus! Quantos projetos em nosso favor! Ninguém se compara a ti! Quero anunciá-los, falar deles, mas ultrapassam qualquer conta."
(Salmos 40.5)

Moacir Junior – morganne777@hotmail.com

terça-feira, 7 de maio de 2019

SETE CAPÍTULOS 37 E OUTRA COINCIDÊNCIA ABSURDA


O fato de somente 7 livros bíblicos conterem o capítulo 37 já é algo que merece atenção. E o fato de várias simetrias matemáticas estarem relacionadas às posições desses capítulos na ordem geral é outra coisa estarrecedora – como vimos numa publicação recente.

          Entretanto, hoje veremos outra simetria inédita, surpreendente e simples de se provar, em 7 fatos:

          Fato 1 – As quatro maiores celebridades numéricas da Matemática Bíblica são 3, 7, 37 e 73;

          Fato 2 – Somente 7 livros contém capítulos de número 37 ou 73 (Gênesis, Êxodo, Jó, Salmos, Isaías, Jeremias e Ezequiel);

           Fato 3 – O número de ordem desses capítulos, formando um número único, gera um número que, no final, está diretamente relacionado a um desses capítulos (como vimos em publicações anteriores);
        
         Fato 4 – Esses 7 livros pertencem claramente a 3 grupos: Pentateuco, Poéticos e Proféticos;

         Fato 5 – A soma dos números de ordem dos livros relacionados ao Pentateuco (Gênesis e Êxodo), ou seja, 1 + 2, é igual a 3;

          Fato 6 – A soma dos números de ordem dos livros relacionados aos livros Poéticos (Jó e Salmos), ou seja, 18 + 19, é igual a 37;

          Fato 7 – E a soma dos números de ordem dos livros relacionados aos livros Proféticos (Isaías, Jeremias e Ezequiel), ou seja, 23 + 24 + 26, é exatamente 73!!! 

          Como é possível isso???!!!

          O mais interessante desse tipo de simetria é que podemos facilmente provar para qualquer pessoa, sem exigir desta grandes conhecimentos matemáticos. E ninguém é capaz de contestar.

"A soma da tua palavra é a verdade..." (Salmo 119.160)

Moacir Junior – morganne777@hotmail.com