Enciclopédia Arquivo7 no MEGA

terça-feira, 14 de maio de 2019

APÊNDICE 1 – MUITO ALÉM DA ENCICLOPÉDIA ARQUIVO7


Em Setembro de 2018 elaborei o capítulo 333 da Enciclopédia Arquivo7. Como é um belo número significativo (3x3x37) resolvi encerrar (por algum tempo) e me dedicar mais na divulgação dessa obra.

Antes, porém, que o ano terminasse, eu já havia feito novas descobertas na Matemática Bíblica. Mas não pretendia elaborar nenhum novo capítulo, pois achava mais importante divulgar o material já existente (afinal, cerca de 45.000 páginas não era algo pra se menosprezar).

As novas evidências matemáticas descobertas eram impressionantes e eu não podia deixar de divulgá-las. Então me aproveitei de um capítulo recente (331 - SER SETE É SABER SURPREENDER) e resolvi editá-lo a fim de inserir as novas evidências, e não estragar a bela quantidade (333) de capítulos.

A Enciclopédia aumentou algumas páginas, porém a quantidade de capítulos permaneceu intocável.

Entretanto, ao iniciar 2019, me deparei com um novo tipo de padrão bíblico-matemático. Algo que eu nunca havia pensado antes, e nunca vira nada parecido nas páginas estrangeiras sobre Matemática Bíblica.

A sensação era parecida com a de um garimpeiro ao se deparar com uma grande jazida de ouro.

E agora? Era material para muitos novos capítulos. Mas eu não queria estender a quantidade de capítulos da Enciclopédia.

Então notei que os capítulos mais recentes (326 a 329), intitulados “AQUILO QUE REALMENTE SURPREENDE”, eram bastantes adequados para as novas evidências, pois sua temática se encaixava como luva.

Até porque eu sempre achei que faltava alguma coisa neles na época em que os elaborei.

Aí com as novas descobertas (janeiro/fevereiro de 2019), mesmo aumentando consideravelmente o número de páginas, editei os tais capítulos e fiquei satisfeito com o resultado.

Entretanto, AS MARAVILHAS DA MATEMÁTICA BÍBLICA NÃO SE ESGOTAM NUNCA.

Mais recentemente, em março de 2019, ainda explorando a jazida encontrada no inicio do ano, achei novas pérolas. Então resolvi fazer o seguinte:

Elaborar capítulos extras (ou APÊNDICES), apenas para que sejam registradas as descobertas que porventura venham a aparecer daqui pra frente. Esses Apêndices servirão somente para registro das novas descobertas, sem detalhar muita coisa. Ou seja, sem as didáticas explicações costumeiras.

E ainda: cada Apêndice conterá, no máximo, 7 pérolas matemáticas (para que o número de páginas não fique muito além de 100 e o arquivo se torne muito pesado).

Os Apêndices que forem surgindo, ficarão em aberto até completarem as 7 pérolas.
Mais tarde, se Deus quiser, tais Apêndices poderão se tornar novos capítulos da Enciclopédia Arquivo7.

As explicações detalhadas sobre as novas evidências serão publicadas diretamente no site do Arquivo7, semanalmente.

Tudo isto só nos confirma o seguinte:

QUE OS TESOUROS DA PALAVRA DE DEUS SÃO INESGOTÁVEIS.

A Palavra de Deus não contém Apêndices porque ela é completa, perfeita. Já as obras humanas sempre são editadas, ampliadas, etc., justamente porque são imperfeitas.

ANTES QUE ALGUÉM QUESTIONE...

É fato que a Bíblia contém muitas traduções e todos os dias surgem novas. Entretanto:

- Muitas dessas traduções tem como objetivo simplesmente deixar mais claros os textos bíblicos, porque as palavras humanas (imperfeitas) mudam de geração em geração;

- O que Deus precisava nos revelar está nos 1.189 capítulos e 66 livros. NÃO HÁ NECESSIDADE DE APÊNDICES na Palavra de Deus.

E A MATEMÁTICA BÍBLICA NÃO SERIA UM APÊNDICE À IMUTÁVEL PALAVRA DE DEUS?

Tudo que Deus tem a nos revelar está nos 1.189 capítulos e 66 livros. Mas isto não significa que tudo esteja claro e evidente. DEUS ADORA ENIGMAS, isto é um fato. E assim como Ele é capaz de esconder milhões de informações em uma única célula, é facílimo para Ele codificar infinitas informações em apenas uma frase, ou em uma palavra.
Por exemplo, quem é capaz de descobrir e colecionar todos os padrões matemáticos ocultos somente em Gênesis 1.1?

Quantos milhões de livros, pregações e sermões já foram feitos inspirados na Bíblia e, apesar disso, todos os dias tem sempre algo novo, uma descoberta incrível em textos que você já deve ter estudado centenas de vezes e nunca percebeu tal pérola?

Num mundo tão avançado tecnologicamente, como é que a Bíblia não caducou, mas novas descobertas e novos estudos têm surgidos a cada dia, sempre confirmando e fortalecendo a Palavra de Deus e não o contrário?

Enfim, a Matemática Bíblica (não a numerologia cabalista e esotérica) sempre esteve impregnada nos textos bíblicos, mas oculta, aguardando homens sedentos de conhecimento, e tementes a Deus, para trazê-las à tona.

E NÃO CUSTA REPETIR:

1 – Conhecendo ou ignorando a Matemática Bíblica não alterará em nada nas questões que dizem respeito à nossa salvação;

2 – A Matemática Bíblica não revela nenhuma doutrina nova, apenas fortalece as doutrinas bíblicas claramente reveladas em textos claros (tais como a Inspiração sobrenatural da Bíblia, a Inerrância Bíblica, a Imutabilidade Bíblica, etc);

3 – A Matemática Bíblica também corrobora as doutrinas fundamentais sobre Deus e Seus Atributos (Sabedoria, Imutabilidade, Presciência, Perfeição, etc.).

Ignorar a Matemática Bíblica não te fará menos santo;
mas conhecê-la levará você a admirar ainda mais,
a criatividade, inteligência,
complexidade e perfeição
das obras do SENHOR do Universo

"A glória de Deus é ocultar certas coisas; tentar descobri-las é a glória dos reis." (Provérbios 25.2)

Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário