Enciclopédia Arquivo7 no MEGA

quinta-feira, 28 de maio de 2015

A LEI DOS SETES – Parte 3

Sob as ordens da Lei dos Três - Um novo capítulo do nosso “livrão” virtual

Você já viu o estudo “A LEI DOS SETES”, partes 1 e 2? Eles foram publicados há um bom tempo (na verdade, estão classificados nos números 3 e 4 da nossa série de estudos em slides).

Mas, afinal, o que é mesmo essa tal Lei dos Setes?

Qualquer análise da Bíblia, por mais superficial que seja, é capaz de notar que, do Gênesis ao Apocalipse, centenas de palavras, acontecimentos e ensinamentos possuem uma relação estranha com o número 7. Os tempos são contados segundo o padrão de setes, palavras e frases relacionadas a algum acontecimento especial geralmente são apresentadas em grupos de 7 ou múltiplos de 7. Por que?

Um estudioso judeu, do século XIX, Oscar Goldberg, chamou esse fenômeno de “LEI DOS SETES”. Como ela funciona?

EM UM TEXTO QUE FORMA UM TODO, O NOME DE UM PERSONAGEM PRINCIPAL OU DE UM TEMA PRINCIPAL DA PASSAGEM BÍBLICA É CITADO 7 VEZES OU EM MÚLTIPLOS EXATOS DE 7.

Quando era necessário citar o personagem ou palavra central mais de uma vez no texto, às vezes o escritor mudava de estilo, ou colocava a palavra em múltiplo de 7, ou seja, 14, 21, etc.

Por exemplo, no trecho sobre a criação do mundo (Gn 1 a 2.1-4), o nome de DEUS é citado 35 vezes (5 x 7); No trecho sobre o Dilúvio (Gn 6 – 8), a palavra ARCA aparece 14 vezes; Ao todo, o Sagrado Nome Divino (YHWH, ou JAVEH) é citado 1.820 vezes nos cinco livros da Lei. 1820 é 260 x 7.

A expressão “O SENHOR FALOU A MOISÉS” aparece 42 vezes no livro de Êxodo (6 x 7), dividida em duas partes: 21 vezes do capítulo 1ao 12 (antes da libertação de Israel) e 21 vezes do restante do capítulo 12 até o final do livro.

O nome de MOISÉS é citado 847 vezes na Bíblia toda, ou seja, 121 x 7. Em Apocalipse, aparece somente UMA VEZ. Mas sem essa citação, não teríamos 847, ou sendo uma citação a mais, passaria de 847. Ao que tudo indica UMA MENTE ÚNICA inspirou os escritores da Bíblia.

Ainda Moisés: Seu nome aparece 7 vezes nos Salmos (Salmos 77, 99, 103, 105 e 106). Observe que a soma dos números desses Salmos é exatamente 490, ou seja, 70 x 7.

Os exemplos são incalculáveis. Qualquer livro de estudos sobre a Bíblia sempre terá uma novidade sobre uma coleção de 7 coisas que a gente ainda não tinha percebido.

Neste novo estudo demonstramos que até mesmo a citação da palavra SETE (ou derivadas, tais como SÉTIMO, SETENTA, etc., além de expressões prontas como SETE VEZES), também obedecem a essa Lei dos Setes, em toda a Bíblia. E isso reforça ainda mais a tese de que a Bíblia, mesmo tendo sido escrita por cerca de 40 autores, foi inspirada pela mesma MENTE, isto é, por Deus.

Para conhecer esse novo estudo, acesse este link (http://sdrv.ms/ZHobAh) e você será direcionado a uma página contendo todos os estudos em slides já publicados (cerca de 20.000 páginas). Daí é só escolher o estudo e fazer o download para o seu computador.

Também disponível no formato PDF: http://sdrv.ms/1a28Cw8

O número (e o título) deste novo estudo é 168 – A LEI DOS SETES – Parte 3 – Sob as ordens da Lei dos Três.

Qualquer sugestão, crítica ou questionamento, escreva-me.


Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário