Enciclopédia Arquivo7 no MEGA

quinta-feira, 21 de maio de 2015

A MEDIDA PERFEITA – Parte 12

Nem sempre o Centro está no Meio - Um novo capítulo do nosso “livrão” virtual

Para a maioria dos mortais, o lugar perfeito entre dois pontos é exatamente o centro. Matematicamente não é assim. E se você já sabe o básico sobre a Razão Áurea, entende o que estou querendo dizer.

Uma das palavras mais importantes para a Fé Cristã é a palavra “VERDADE”. Na verdade, a grande diferença do Cristianismo para todas as outras religiões é esta:

Para as demais religiões, a VERDADE é um conceito, uma idéia, um pensamento, um dogma. Para os cristãos, a VERDADE é UMA PESSOA.

Todos os outros grandes lideres da História (e fundadores de religiões, tais como Maomé, Buda, Alan Kardec, etc.) se esforçaram para provar para seus seguidores que encontraram a VERDADE, que eles POSSUEM a VERDADE, que eles ESTÃO com a VERDADE.

Mas Jesus de Nazaré disse algo que ninguém mais ousou dizer até agora:

“EU SOU A VERDADE” (João 14.6).

Em muitas partes da Bíblia, Jesus é apresentado como O PRINCÍPIO, O MEIO E O FIM da História. Não há lugar para nenhum outro. A grande surpresa é que, a palavra hebraica para VERDADE expressa exatamente o caráter e personalidade de Jesus.

Em hebraico, ÉMET (VERDADE) é escrita com apenas três letras. O interessante é que as três letras são a primeira, a do meio e a última. E o mais interessante ainda é que a do meio não fica exatamente no meio, mas... na RAZÃO ÁUREA!

Este é o assunto que iremos analisar neste novo estudo (além de outras coisas).

Para conhecer esse novo estudo, acesse este link (http://sdrv.ms/ZHobAh) e você será direcionado a uma página contendo todos os estudos em slides já publicados (cerca de 20.000 páginas). Daí é só escolher o estudo e fazer o download para o seu computador.

Também disponível no formato PDF: http://sdrv.ms/1a28Cw8

O número (e o título) deste novo estudo é 167 – A MEDIDA PERFEITA – Parte 12 – Nem sempre o Centro está no Meio.

Qualquer sugestão, crítica ou questionamento, escreva-me.

Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com


Nenhum comentário:

Postar um comentário