Enciclopédia Arquivo7 no MEGA

quinta-feira, 21 de abril de 2016

O CÓDIGO GÊNESIS – Parte 33

A Dupla Numérica mais sensacional do Universo - Um novo capítulo do nosso “livrão” virtual

Por que mais um capítulo sobre o Código Gênesis?

Recentemente (novembro de 2015), resolvi olhar para o Código Gênesis com mais seriedade. Como assim? Os primeiros capítulos desta série apresentam a estrutura matemática do Gênesis mais como uma curiosidade bíblico-matemática do que como algo mais sério. Talvez esse tipo de abordagem tenha afastado muitas pessoas. A parte 1 do Código Gênesis, reconheço, parece apenas uma tentativa de se mostrar que existem muitas coincidências envolvendo o número 7 no texto hebraico da Bíblia (algumas dessas coincidências parecem até forçadas). Os capítulos mais adiante (a partir do 7, por exemplo), mostram uma análise mais madura do Código.

Depois de publicar 21 capítulos ininterruptos sobre o Código, achei que era suficiente e que tinha descoberto tudo que precisava descobrir sobre essa estrutura matemática bíblica. O capítulo 21 foi elaborado em janeiro de 2013.

Mas, depois de um logo tempo, percebi que precisava dar mais ênfase ao Código, pois era algo mais espetacular do que se imaginava. Aí elaborei o capítulo 22 (janeiro de 2015). Ainda em janeiro de 2015 abordei o Código de uma maneira inédita, ao fazer descobertas significativas de padrões no número Pi – publiquei essas descobertas nos capítulos 8 e 9 da série “NO PRINCIPIO ERA A MATEMÁTICA”. Então deixei o Código de lado e voltei-me para outros assuntos do Arquivo7.

No mês seguinte (fevereiro de 2015), enquanto fazia uma análise superficial, tomei conhecimento de outros padrões no Código Gênesis. Resolvi elaborar mais um capítulo (o 23).

Os capítulos 24 e 25 vieram em julho de 2015, mas a abordagem deles parecia mais curiosidades matemáticas ou informações não relevantes.

Porém, em agosto (2015), ao publicar o capítulo 26, e analisar a questão sobre uma coincidência ser significativa ou não, passei a considerar que a estrutura matemática do Gênesis poderia ser mais impactante do que estava acostumado a pensar. E que as pessoas precisavam saber disso. Alguns meses se passaram. Somente em novembro (2015), ao elaborar o estudo “COMO DEUS AUTENTICOU O GÊNESIS”, me dei conta de que estava defendendo uma tese muito mais séria do que imaginava e que só poderia ser uma das duas: TOTALMENTE ABSURDA ou PURAMENTE VERDADEIRA!

Resolvi examinar novamente as teses do Dr. Vernon Jenkins, o matemático cristão britânico, maior responsável pelas descobertas geométricas envolvendo o Gênesis. Observei que as teses do Dr. Vernon envolvem uma matemática complexa, profunda e irrefutável. Ou seja, contestar a existência do Código Gênesis é matematicamente impossível. Eles existem. Estão lá. Especular sobre o que significam é outra coisa. Eu, o Dr. Vernon e outros acreditamos que somente Deus pode ter colocado esse código lá. É claro que uma afirmação dessas é pesada demais, e, ao menos que se tenham provas, essas conclusões são absurdas.

Mas as provas existem. E merecem ser ouvidas.

Ao concluir o estudo “COMO DEUS AUTENTICOU O GÊNESIS”, fiquei imaginando o porque dessas coisas não chamarem a atenção das pessoas, especialmente daquelas que se dizem cristãs. Enquanto refletia nisso, parece que meus olhos se abriram, minha mente recebeu alguma injeção de inspiração ou coisa parecida, pois elaborei, quase num só fôlego, uma seqüência de capítulos sobre o Código Gênesis. E, enquanto elaborava um estudo, descobria novos padrões matemáticos. As coisas estavam se encaixando muito depressa. E eu sentia a urgência de publicá-las. Em apenas um mês, elaborei e publiquei os capítulos 27 a 32, sem contar com mais este. SEI QUE O CÓDIGO GÊNESIS É VERDADEIRO. AGORA SÓ PRECISO DIVULGAR TUDO ISSO DA MELHOR FORMA POSSÍVEL. Acredito que, quanto mais nosso conhecimento avança, mais coisas iremos descobrir. Por isso, tenho certeza de que o capítulo final do Código Gênesis está muito, muito distante de acontecer.

Para conhecer os detalhes do novo estudo, acesse este link (http://sdrv.ms/ZHobAh) e você será direcionado a uma página contendo todos os estudos em slides já publicados (cerca de 26.000 páginas). Daí é só escolher o estudo e fazer o download para o seu computador.

Também disponível no formato PDF: 
http://sdrv.ms/1a28Cw8

O número (e o título) deste novo estudo é 211 – O CÓDIGO GÊNESIS – Parte 33 – A Dupla Numérica mais sensacional do Universo.

Qualquer sugestão, crítica ou questionamento, escreva-me.


Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário