Enciclopédia Arquivo7 no MEGA

sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

E NO PRINCÍPIO, A MATEMÁTICA JÁ “TRABALHAVA” PARA DEUS


Olhe bem para a imagem desta postagem. Contém 2701 bolinhas. O triângulo central contém 703 bolinhas. Isso é uma representação gráfica de um número chamado de TRIANGULAR pelos matemáticos. Nós estamos mais acostumados com os números QUADRADOS, mas os antigos gregos davam muito importância aos números TRIANGULARES.

Bem, essa figura é perfeitamente compreendida em qualquer cultura, pois representa um número FIGURADO (isto é, usa bolinhas ou pedrinhas para representar um número e não sinais como os algarismos, que só foram inventados muitos anos mais tarde na linha do tempo da Humanidade).

Alguns fatos bíblicos surpreendentes com base nessa imagem:

Fato 1 - A primeira frase da Bíblia (em Gênesis 1.1), o texto mais importante sobre a origem do Universo (NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA), tem o valor numérico, no original hebraico, de 2701 (um número TRIANGULAR);

Fato 2 - Os números mais importantes da Bíblia são 3 e 7. Usando esses dois algarismos, podemos formar os números 37 e 73;

Fato 3 - O valor de Gênesis 1.1 é 2701, que é 37 x 73;

Fato 4 - 2701 é exatamente o TRIANGULAR de 73 (isto é, a soma de 1 até 73); O número 703 (no CENTRO de 2701) é o TRIANGULAR de 37 (isto é, a soma de 1 até 37).

Fato 5 - Sem dúvida nenhuma, de todos os planetas conhecidos, o mais importante é a Terra (tanto Deus, quanto Satanás estão mais interessados na Terra do que em qualquer outra parte do Universo);

Fato 6 - Parte do texto de Gênesis 1.1 "E A TERRA" (6ª e 7ª palavras da Bíblia) tem o valor de 703, que é exatamente a quantidade exata de bolinhas NO CENTRO do TRIANGULAR 2701 (a parte VERDE da imagem). A implicação é clara: A Terra é o CENTRO das atenções de Deus (por causa da Humanidade), e o valor relacionado a essa palavra encontra-se exatamente NO CENTRO de uma figura TRIANGULAR cujo valor total é justamente o valor da 1ª frase da Bíblia;

Fato 7 - A imagem representa, matematicamente, de forma perfeita, a frase que "abre" a Bíblia. A parte ROSA vale 1998 (NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS) e a parte VERDE vale 703 (E A TERRA).

E isso, meus amigos, é apenas a ponta do iceberg.

Mais detalhes, veja na Enciclopédia Arquivo7.

Moacir Junior – morganne777@hotmail.com

sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

E NO PRINCÍPIO, DEUS DEIXOU UM GRANDE DESAFIO PARA OS CÉTICOS...


Pare por um momento e reflita nos seguintes fatos da Matemática Bíblica:

Fato 1 – Os dois textos bíblicos mais tematicamente relacionados e que narram os eventos mais antigos da Humanidade, são: “NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA” (Gênesis 1.1) e: “NO PRINCÍPIO ERA O VERBO, E O VERBO ESTAVA COM DEUS, E O VERBO ERA DEUS” (João 1.1);

Fato 2 - O alfabeto com o qual foi escrito a Bíblia (hebraico e grego) era alfanumérico. Isto é, para facilitar cálculos matemáticos, as letras foram numeradas segundo um certo padrão (e que fique bem claro: essa conversão de letras em números foi realizada por matemáticos, não por religiosos).

Fato 3 - Por esse sistema, a 1ª frase da Bíblia ("NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA"), tem, no original hebraico, o valor de 2701;

Fato 4 - O primeiro versículo do Evangelho de João ("NO PRINCÍPIO ERA O VERBO, E O VERBO ESTAVA COM DEUS, E O VERBO ERA DEUS"), tem, no original grego, o valor de 3627;

Fato 5 - João 1.1 foi escrito cerca de 1500 anos DEPOIS da elaboração do texto de Gênesis 1.1;

Fato 6 - Gênesis 2.4 diz que o SENHOR DEUS fez os Céus e a Terra;

Fato 7 - A expressão "SENHOR DEUS", tem, em hebraico, o valor de 112;

Fato 8 - Sem dúvidas nenhuma, o Fundamento do Universo é O SENHOR DEUS, tudo se originou nEle;

Fato 9 - Organize 112 pedrinhas (valor de SENHOR DEUS) numa fila horizontal; Agora coloque 111 sobre elas; depois 110 sobre estas, depois 109, 108, 107, 106, e assim por diante, e você terá um grande triângulo, formado por 6328 pedrinhas;

Fato 10 - Um triângulo com 6328 pedrinhas tem como base 112 pedrinhas (e isto é um fato matemático, ou seja, será verdade eternamente);

Fato 11 - Ora, 6328 é exatamente a soma de 3627 (valor de João 1.1) + 2701 (valor de Gênesis 1.1);

Fato 12 - Ou seja, 3627 (valor de João 1.1) forma um TRAPÉZIO que só pode ser preenchido (para formar um TRIÂNGULO) com 2701 pedrinhas (valor de Gênesis 1.1) - uma letra a mais ou a menos e essa perfeita simetria desabaria;

Fato 13 – Cronologicamente falando, o tema de João 1.1 vem ANTES de Gênesis 1.1;

Fato 14 – E num triângulo contendo 6328 pedrinhas, quem forma a base (isto é, o TRAPÉZIO) é 3627 (valor de João 1.1), e não 2701 (valor de Gênesis 1.1). Se fosse o contrário, não encaixaria, pois O Tema de João 1.1 (O VERBO) é a base de todo o Universo.

Conclusão - Como é que os dois textos bíblicos mais relacionados com o PRINCÍPIO de todas as coisas, escritos em línguas diferentes, em diferentes épocas, se encaixam matematicamente, e como é que alguém foi capaz de elaborá-lo?

EXPLICA ESSA, INCRÉDULO!!!

Mais detalhes (tornando a coisa muito mais interessante) você encontra na ENCICLOPÉDIA ARQUIVO 7.

Moacir Junior – morganne777@hotmail.com

quarta-feira, 28 de novembro de 2018

O TEOREMA DE PITÁGORAS E A MATEMÁTICA BÍBLICA


Se você odeia matemática, procure amá-la, pois ela existirá para sempre, e, mesmo na Eternidade, iremos nos deparar com ela em cada esquina.

Por exemplo, o Teorema de Pitágoras é uma verdade eterna (tenha vergonha de morrer antes de ter conhecido esse maravilhoso conceito matemático).

Agora, pare por um momento e reflita nos seguintes fatos da Matemática Bíblica:

Fato 1 - O alfabeto com o qual foi escrito a Bíblia (hebraico e grego) era alfanumérico. Isto é, para facilitar cálculos matemáticos, as letras foram numeradas segundo um certo padrão (e que fique bem claro: essa conversão de letras em números foi realizada por matemáticos, não por religiosos).

Fato 2 - A 1ª frase da Bíblia diz "NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA";

Fato 3 - As palavras "DEUS, OS CÉUS E A TERRA", no texto original da Bíblia, quando somado os valores das letras, valem 1184;

Fato 4 - O Nome "JESUS", o Criador de todas as coisas, tem, no original, o valor numérico de 888;

Fato 5 - A palavra "CRISTO", um dos títulos supremos do Criador, tem, no original, o valor numérico de 1480;

Fato 6 - O Teorema de Pitágoras afirma, categoricamente, que a²+b²=c². Isto é: Em QUALQUER triângulo RETÂNGULO, a SOMA dos quadrados dos DOIS LADOS MENORES será SEMPRE igual ao quadrado do lado MAIOR (Hipotenusa).

Exemplo: 3² + 4² = 5². Ou seja: 9 + 16 = 25;

Fato 7 - O quadrado da soma das palavras "DEUS, OS CÉUS E A TERRA" + o quadrado da soma da palavra "JESUS", é exatamente igual ao quadrado da soma da palavra "CRISTO";

Conclusão - Se as evidências provam que o autor (humano) do Gênesis e os autores dos Evangelhos, nunca se conheceram pessoalmente (existem séculos de diferença entre os tempos em que eles viveram); e que as letras hebraicas só foram convertidas em números cerca de 1200 anos DEPOIS de escrito o livro de Gênesis, então... EXPLICA ESSA, INCRÉDULO!

Moacir Junior – morganne777@hotmail.com

quarta-feira, 21 de novembro de 2018

A FRASE QUE NINGUÉM É CAPAZ DE IMITAR – 37 EVIDÊNCIAS (mas, se quiserem, eu coloco mais)


Uma das coisas mais fascinantes da Matemática é que suas verdades são eternas e seria verdade mesmo que o Universo deixasse de existir. Fatos matemáticos são irrefutáveis, incontestáveis e maravilhosamente simétricos. Se a linguagem da Matemática é universal, se Deus é o Criador de todas as coisas, e se a Bíblia é a Sua Palavra, seria estranho que Ele usasse a Matemática para autenticar as Sagradas Escrituras?

Acredito que a primeira frase da Bíblia (Gênesis 1.1) está repleta de padrões matemáticos, impossíveis de serem copiados ou imitados. Em outras palavras: O primeiro versículo da Bíblia, a frase mais importante sobre a origem do Universo, possui uma estrutura matemática sem paralelos na literatura religiosa mundial.

A Bíblia foi escrita em duas línguas alfanuméricas. Isto é, o alfabeto hebraico e o grego possuíam valores numéricos, pois os antigos hebreus e gregos ainda não conheciam os sinais que representam os algarismos, tais como usamos hoje (o fato é que a invenção do alfabeto precedeu a invenção dos algarismos). Assim, se cada letra possui um valor numérico, conseqüentemente, cada palavra tem um valor.

Tabelas com os valores dos alfabetos gregos e hebraicos podem ser facilmente encontradas na Internet, por isso não precisamos ocupar este espaço com elas. E atenção! Os especialistas na História da Matemática afirmam que os hebreus só foram atribuir valores às letras cerca de 200 anos antes de Cristo, ou seja, 1.200 anos depois de Moisés. Isso significa que: quem quer que tenha escrito o Gênesis, não teria como codificar o texto com padrões matemáticos usando um sistema que seria inventado somente 1.200 anos mais tarde. Isso é algo para se pensar.

Do 1 ao infinito, qual o seu número favorito?

Em 2014, o jornalista britânico Alex Bellos, publicou uma enquete tentando saber qual o número favorito das pessoas. O resultado foi divulgado em seu site em 08 de abril de 2014. Cerca de 30.000 pessoas responderam à pergunta. A enquete não era do tipo “marque uma das alternativas abaixo”, mas a pessoa era livre para colocar o número que quisesse. Alguns disseram, por exemplo, que seu número favorito era 1.000.000. E sabem quais os dois números que mais foram citados?

Vejam só: 1º lugar: número 7; segundo lugar: número 3.

Esses dois números formam, em minha opinião, um dos números mais interessantes do Universo: 37. Algumas razões:

1 – 37 é um número primo;
2 – O inverso dele, 73, também é um número primo;
3 – Cada um dos seus dígitos, isoladamente, são primos (3 e 7);
4 – O 12º número primo é 37;
5 – O 21º número primo é 73;
6 – 37 x 73 = 2701; por sua vez, 2701 + 1072 (seu inverso) = 3773;
7 – 3773 é a mesma coisa que 7 x 7 x 77.

Antes de passar à coleção de fatos matemáticos inseridos em Gênesis 1.1, é essencial conceituar NÚMEROS FIGURADOS, uma categoria de números bastante apreciada pelos matemáticos:

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

ENCICLOPÉDIA ARQUIVO7 – PRA DETONAR A INCREDULIDADE


Senhoras e senhores, eis a Enciclopédia Arquivo7. São 333 capítulos e 45.000 páginas de investigações sobre profecias bíblicas, números e matemática na Bíblia, fenômenos sobrenaturais, mistérios e quebra cabeças deste e do outro mundo; um pacote de coisas estranhas e surpreendentes, para desafiar seus conceitos e visão de mundo. Fique à vontade para questionar as teses e conclusões defendidas. Mas duvido que consiga contestar a metade da terça parte delas. A seguir, a relação completa dos capítulos. Todos estão disponíveis para acesso (nos formatos PDF ou PowerPoint), a partir dos links postados no final.

00 – APRESENTANDO O ARQUIVO 7 – Definição e Índice
01 – ARQUIVO 7 – A ORIGEM – Mostrando como tudo começou
02 – A MATEMÁTICA DA VIDA ETERNA – Entenda como um simples número está super relacionado com o maior desejo de Deus
03 – A LEI DOS SETES – PARTE 1 – A marca da Perfeição Divina
04 – A LEI DOS SETES – PARTE 2 – A misteriosa estrutura héptica da Bíblia
05 – PROFECIA ESQUISITA – VOCÊ NÃO VAI ACREDITAR – Como as profecias bíblicas se cumprem nas coisas mais absurdas e imprevisíveis
06 – A EVIDÊNCIA QUE PERTURBA OS CÉTICOS – Um debate sobre a inspiração divina da Bíblia
07 – ISRAEL – O RELÓGIO DE DEUS – PARTE 1 – Israel, uma prova da existência de Deus
08 - ISRAEL – O RELÓGIO DE DEUS – PARTE 2 – Israel, a maior evidência do fim dos tempos
09 - ISRAEL – O RELÓGIO DE DEUS – PARTE 3 – Israel, um povo impossível de matar
10 – ANTISSEMITISMO – UMA EVIDÊNCIA DA VERACIDADE BÍBICA – O inexplicável ódio mundial contra os judeus
11 – O MISTERIOSO INTERVALO ENTRE 6 E 7 – Por que numa coleção de 7 coisas na Bíblia, geralmente há um intervalo entre a 6.ª e a 7.ª?
12 – UM ANTISSEMITA EM APUROS – Influência judaica, escape, se for capaz!
13 – A INFLUÊNCIA DOS JUDEUS NA HISTÓRIA MUNDIAL – PARTE 1 – Mais evidências sobre a veracidade das afirmações bíblicas
14 – A INFLUÊNCIA DOS JUDEUS NA HISTÓRIA MUNDIAL – PARTE 2 – Deus colocou Sua marca nos judeus – é impossível eles se livrarem dela
15 – A INFLUÊNCIA DOS JUDEUS NA HISTÓRIA MUNDIAL – PARTE 3 – As fascinantes mulheres judias
16 – A INFLUÊNCIA DOS JUDEUS NA HISTÓRIA MUNDIAL – PARTE 4 – As proezas de Israel
17 – OS SEGREDOS DA AGENDA DE DEUS – PARTE 1 – A história da Humanidade não é um acaso num Universo sem sentido, mas o plano de Deus em execução
 18 – OS SEGREDOS DA AGENDA DE DEUS – PARTE 2 – Conheça o padrão divino para o cálculo dos tempos e das estações
19 – OS SEGREDOS DA AGENDA DE DEUS – PARTE 3 – O começo do fim
20 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 1 – As 7 primeiras palavras da Bíblia
21 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 2 – O enigma do número 37
22 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 3 – As 7 primeiras palavras da Bíblia e o mistério dos cristais de neve
23 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 4 – Maravilhosa matemática divina
24 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 5 – As surpresas da matemática divina
25 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 6 – As assinaturas de Deus
26 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 7 – O Código Gênesis e o calendário judaico
27 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 8 – A Maravilhosa geometria oculta em Gênesis 1
28 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 9 – Jesus, numericamente codificado em Gênesis 1
29 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 10 – A relação entre as 12 tribos de Israel e o Código Gênesis
30 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 11 – Deus é matemático e poeta
31 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 12 – Muito além das coincidências
32 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 13 – A conexão com o código da vida
33 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 14 – Os 4 elegantes cavalheiros
34 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 15 – Estranhas e maravilhosas conexões numéricas
35 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 16 – O misterioso Triângulo de Pascal
36 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 17 – Matemática sagrada incontestável
37 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 18 – Nada podemos contra a Matemática Divina
38 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 19 – Deus, o Universo e a Geometria
39 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 20 – O Código Gênesis no centro da Palavra de Deus
40 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 21 – O desafio do Código Gênesis
41 – A EXATIDÃO MATEMÁTICA DA BÍBLIA – PARTE 1 – Como Deus calcula o nosso tempo na terra?
42 – A EXATIDÃO MATEMÁTICA DA BÍBLIA – PARTE 2 – Quando nasceu e morreu Jesus de Nazaré?
43 – A EXATIDÃO MATEMÁTICA DA BÍBLIA – PARTE 3 – A matemática da profecia e a Restauração de Israel
44 – A EXATIDÃO MATEMÁTICA DA BÍBLIA – PARTE 4 – Profecias matemáticas, pedras nos sapatos dos céticos
45 – UM DETETIVE INVESTIGA A BÍBLIA – PARTE 1 – O manual do detetive bíblico
46 – UM DETETIVE INVESTIGA A BÍBLIA – PARTE 2 – O mistério da linhagem amaldiçoada
47 – UM DETETIVE INVESTIGA A BÍBLIA – PARTE 3 – Por que Maria Madalena não tocou em Jesus na manhã da ressurreição?
48 – UM DETETIVE INVESTIGA A BÍBLIA – PARTE 4 – O cordeiro, o coelho e a serpente
49 – ALMA GÊMEA MATEMÁTICA – A impressão digital de Deus
50 – MARAVILHOSA NUMEROLOGIA BÍBLICA – PARTE 1 – Deus nos fala por meio dos números ...
51 – MARAVILHOSA NUMEROLOGIA BÍBLICA – PARTE 2 - ... E os números nos ensinam sobre Deus
52 – MARAVILHOSA NUMEROLOGIA BÍBLICA – PARTE 3 – Deus, os números e a Bíblia
53 – O MANUAL DO EVANGELISTA-SETE – Começando de um simples número, um “Evangelista-Sete” tem a oportunidade de falar da Bíblia inteira
54 – O FUTURO NÃO É MAIS SEGREDO – PARTE 1 – Uma investigação do futuro à luz das revelações bíblicas
55 – O FUTURO NÃO É MAIS SEGREDO – PARTE 2 – A guerra entre a luz e as trevas
56 – O FUTURO NÃO É MAIS SEGREDO – PARTE 3 – A hora do acerto de contas
57 – PÉROLAS PROFÉTICAS – PARTE 1 – Toda a Bíblia é profecia
58 – PÉROLAS PROFÉTICAS – PARTE 2 – Toda a Bíblia é profecia
59 – PÉROLAS PROFÉTICAS – PARTE 3 – Toda a Bíblia é profecia
60 – PÉROLAS PROFÉTICAS – PARTE 4 – Sete profecias ocultas nos Evangelhos sobre a Restauração de Israel
61 – AS FESTAS JUDAICAS – PARTE 1 – Não podemos saber a data exata do Retorno do Senhor – mas, e quanto ao mês?
62 – AS FESTAS JUDAICAS – PARTE 2 – O calendário do julgamento final
63 – SETE PRINCIPIOS SOBRE AS PROFECIAS BÍBLICAS – Só o Deus de Israel faz profecias exatas
64 – DANIEL NA COVA DOS INCRÉDULOS – Se as profecias de Daniel forem verdadeiras, as implicações são colossais
65 – NADA PODEMOS CONTRA A VERDADE – PARTE 1 – Se a verdade existe, é impossível negá-la
66 – NADA PODEMOS CONTRA A VERDADE – PARTE 2 – As pérolas da falsidade
67 – A BÍBLIA EMBURRECE? – PARTE 1 – Será que a Bíblia é um livro para “mentes tapadas”?
68 – A BÍBLIA EMBURRECE? – PARTE 2 – Um desafio para Joãozinho Cristão
69 – COINCIDÊNCIAS OU EVIDÊNCIAS? – Fatos estranhos demais para serem apenas coincidências
70 – OS JUDEUS E A EDUCAÇÃO – UM CASO DE AMOR – Qual será o segredo da inteligência dos judeus?
71 – A RELAÇÃO ENTRE A ESFINGE E O APOCALIPSE – As impressionantes visões de Ezequiel
72 – NO PRINCIPIO ERA A MATEMÁTICA – PARTE 1 - ...E a matemática estava com Deus
73 – NO PRINCIPIO ERA A MATEMÁTICA – PARTE 2 – A misteriosa afinidade da matemática
74 – NO PRINCIPIO ERA A MATEMÁTICA – PARTE 3 – Os números, evidências da Perfeição Divina
75 – NO PRINCIPIO ERA A MATEMÁTICA – PARTE 4 – O mistério da “bexiga de peixe”
76 – A MEDIDA PERFEITA – PARTE 1 – A relação entre Matemática, Arte e Beleza
77 – A MEDIDA PERFEITA – PARTE 2 – A relação entre Arte, Matemática e Teologia
78 – A MEDIDA PERFEITA – PARTE 3 – Demonstrações e outras surpresas
79 – A MEDIDA PERFEITA – PARTE 4 – Deus em busca do homem
80 – A MEDIDA PERFEITA – PARTE 5 – Derrubando o muro da separação entre os Céus e a Terra
81 – AS 7 ÉPOCAS DA IGREJA – PARTE 1 – Profecias especiais sobre o tempo da Igreja Cristã na terra
82 – AS 7 ÉPOCAS DA IGREJA – PARTE 2 – Profecias especiais sobre o tempo da Igreja Cristã na terra
83 – O DESAFIO DAS PROFECIAS – O impressionante cumprimento das profecias bíblicas em nossos dias
84 – 7 – O SIGNO DA PROFECIA – 77 pérolas proféticas conectadas ao número 7
85 – O MISTÉRIO DAS 7 CABEÇAS DA BESTA – Uma incrível evidência da SIMETRIA na Profecia Bíblica
86 – 7 ANIMAIS EM CONFLITO NO FIM DOS DIAS – Mais detalhes sobre as nações conectadas com as 7 cabeças da Besta
87 – A INFLUÊNCIA DAS MÃES BÍBLICAS NO DESTINO DA HUMANIDADE – Conhecendo o passado, o presente e o futuro do mundo a partir das mamães bíblicas
88 – A INCRÍVEL ATUALIDADE DAS PROFECIAS BÍBLICAS – O Deus de Israel está vivo e atento
89 – O APOCALIPSE ROMÂNTICO – Pérolas proféticas no Cântico dos cânticos
90 – O JUMENTO SELVAGEM – O que a Bíblia revela sobre a ORIGEM e o FUTURO do POVO ÁRABE?
91 – NO PRINCIPIO ERA A MATEMÁTICA – Parte 5 – A maravilhosa matemática das abelhas
92 – NO PRINCIPIO ERA A MATEMÁTICA – Parte 6 – A misteriosa Lei de Benford
93 – A FÉ CRISTÃ NÃO É CEGA – Uma defesa da Fé Cristã em 28 passos – Parte 1
94 – A FÉ CRISTÃ NÃO É CEGA – Uma defesa da Fé Cristã em 28 passos – Parte 2
95 – A FÉ CRISTÃ NÃO É CEGA – Uma defesa da Fé Cristã em 28 passos – Parte 3
96 – MATADORES DE CRIANCINHAS – O lado mais cruel dos conflitos no Oriente Médio
97 – O PESO DAS EVIDÊNCIAS – Parte 1 – Descobrindo a verdade pela estratégia da balança
98 – A LÓGICA DA SANTÍSSIMA TRINDADE – A mais complexa das doutrinas bíblicas à luz da Matemática
99 – SETE DESAFIOS PARA UM “SETE” – Treinando o raciocínio lógico para se identificar as mentiras e os mentirosos
100 – MARAVILHOSA MATEMÁGICA BÍBLICA – Se os números são mágicos, imagine quando conectados com a Bíblia