sexta-feira, 28 de dezembro de 2018

COMO DEUS CALCULA OS NOSSOS DIAS?


Quais dias da nossa vida são registrados no computador celestial?

"E sucedeu que no ano de quatrocentos e oitenta, depois de saírem os filhos de Israel do Egito, no ano quarto do reinado de Salomão sobre Israel, no mês de Zive (este é o mês segundo), começou a edificar a casa do SENHOR." (1 Reis 6.1) 

No capitulo 6 do livro de I Reis diz claramente que se passaram 480 anos desde que o povo de Israel saiu do Egito até o inicio da construção do Templo por Salomão.

Mas quando lemos o capítulo 13 do livro de Atos e somamos os números citados ali descobrimos que o tempo foi de 573 anos e não 480.

Em Atos 13 o apóstolo Paulo conta um pouco da história de Israel e informa que o povo de Deus, desde que saiu do Egito, passou 40 anos no deserto, mais 450 anos sob o governo dos juízes, e mais 40 anos sob o reinado de Saul. Depois Israel foi governado por Davi (também durante 40 anos). De acordo com 1 Reis 6.1, no quarto ano do seu reinado, Salomão começou a edificar o Templo de Deus. Ou seja, Salomão reinou três anos antes da construção do Templo.

Sendo assim, temos:

40 anos no deserto
+ 450 anos sob os juízes
+ 40 anos do reinado de Saul
+ 40 anos do reinado de Davi
+ 3 anos do reinado de Salomão (antes da construção do Templo)

= 573 anos.

Veja bem! Os dados coletados a partir de Atos 13 (e outras passagens relacionadas) nos levam, inevitavelmente, a conclusão de que o TEMPO ENTRE O ÊXODO E O INICIO DA CONSTRUÇÃO DO TEMPLO POR SALOMÃO foi de 573 anos.

Entretanto, em 1 Reis 6 diz que foram 480 anos! Por que essa diferença de 93 anos?

Existe claramente uma contradição de 93 anos. Quem está certo: o escritor de 1 Reis ou o de Atos? Uma das regras de uma investigação é que DUAS AFIRMAÇÕES CONTRADITÓRIAS NÃO PODEM SER VERDADE AO MESMO TEMPO, A NÃO SER QUE APAREÇA UMA TERCEIRA UNINDO (OU HARMONIZANDO) AS DUAS.

Se a Bíblia é a Palavra de Deus e nela não pode haver contradição, como explicar essa diferença de 93 anos entre as duas contagens? Se somente uma está correta, então isso mostra uma falha na Bíblia; se as duas afirmações estão corretas, então a coisa se complica.

Afinal, quantos anos se passaram da saída de Israel do Egito ao inicio da construção do Templo? 480 ou 573 anos?

Atos 13 nos leva ao número 573 e 1 Reis 6 nos leva ao número 480. É uma grande falha dos escritores da Bíblia? Não pode ser, pois existem evidências mais do que suficientes de que a Bíblia é a Palavra de Deus. E como tal NÃO PODE ERRAR. Então temos de buscar as respostas. A diferença é de 93 anos. Onde estarão? Seria algum erro de tradução?

Dos números citados em Atos 13 os mais suspeitos (maiores que 93) são os 450 anos do tempo dos juízes. E é justamente no livro dos Juízes que encontraremos a resposta do nosso enigma.

Nesse livro, um dos mais tristes da Bíblia, o povo de Israel rebela-se contra Deus várias vezes. Sempre que eles se voltavam para os ídolos, O Senhor os entregava nas mãos de nações pagãs. Então eles se arrependiam, clamavam a Deus e Deus enviava um libertador. Passado algum tempo, tornavam a pecar, eram novamente levados para o cativeiro, se arrependiam, clamavam e Deus enviava um libertador. Esse ciclo se repete muitas vezes. É aqui que começamos a entender os princípios de Deus.

Ou seja, durante 450 anos (período dos juízes), Israel enfrentou algumas crises tão sérias que o fizeram ser escravizado pelas nações durante certo tempo:

Israel passou 8 anos escravizado por Cusã, rei da Mesopotâmia (Juizes 3.8); 18 anos nas mãos de Eglom, rei dos moabitas (Juizes 3.14); 20 anos nas mãos de Jabim, rei de Canaã (Juizes 4.3); 7 anos nas mãos dos midianitas (Juizes 6.1); e 40 anos nas mãos dos filisteus (Juizes 13.1).

Então temos:

8 anos nas mãos de Cusã, rei da Mesopotâmia (Juízes 3.8)
+ 18 anos nas mãos de Eglom, rei dos moabitas (Juízes 3.14)
+ 20 anos nas mãos de Jabim, rei de Canaã (Juizes 4.3)
+ 7 anos nas mãos dos midianitas (Juízes 6.1)
+ 40 anos nas mãos dos filisteus (Juízes 13.1) =

93 anos!

O quê?!!! Exatamente 93 anos?

Sim. Exatamente a diferença entre os anos citados em 1 Reis 6 e os de Atos 13. Isso nos leva à seguinte conclusão:

NA HISTÓRIA DE ISRAEL (entre o Êxodo e a construção do Templo) DEUS SUBTRAIU 93 ANOS POR CAUSA DOS PECADOS DO SEU POVO!

Atos 13 mostra os anos na perspectiva de Israel. 1 Rs 6 mostra a perspectiva de Deus. Israel pensava que tinha 573 anos, mas é como se Deus dissesse: “NADA DISSO! VOCÊS COMETERAM ABOMINAÇÕES E POR ISSO DESCONTEI 93 ANOS DA HISTÓRIA DE VOCÊS.”

Uma observação: Em Juízes 10.6-8, os filhos de Israel tornam a pecar contra Deus e são entregues nas mãos dos amonitas durante 18 anos. Isso não atrapalha os nossos cálculos? Na verdade, não, pelas seguintes razões:

a) Juízes 10.8, diz que os amonitas oprimiram apenas o povo israelita que estava “DALÉM do Jordão”, isto é, Jefté foi o juiz apenas de uma parte do povo hebreu (os que estavam do outro lado do Jordão).

b) Esses 18 anos de opressão amonita e filistia estão dentro do “pacote” completo da opressão filistia que durou 40 anos (Juízes 13.1). A diferença entre 18 e 40 é 22 e Sansão julgou o povo de Israel durante 20 anos (Juízes 16.31).

Meus amigos, Israel ficou 93 anos nas mãos dos seus inimigos por causa de sua rebelião e idolatria. Deus considerou esses anos como negativos, perdidos, e os retirou da história de Israel. A lição que podemos aprender dessa “matemática divina” é que Deus só conta os dias que vivemos para Ele. Os outros são como se não existissem ou não valessem nada.

Em Gênesis capítulos 4 e 5, temos duas listas que revelam algo surpreendente: na linhagem do piedoso SETE (o 3º filho homem de Adão e Eva), é revelada a idade de todos os patriarcas citados (inclusive a idade que tinham quando geraram alguns de seus filhos – provavelmente, os primogênitos). Porém, na genealogia do ímpio CAIM não foi revelada a idade de NINGUÉM! Para Deus é como se aquela geração nem tivesse existido.

Da mesma forma, existem certos anos na história de Israel que Deus não contabilizou em seu sistema celestial (por exemplo, existem evidências de que os 70 anos que Israel passou no cativeiro babilônico foi descontado da cronologia da história judaica – os detalhes você encontra em outros estudos do Arquivo7).

No final de um ano e inicio de um novo é sempre importante a gente refletir nesta questão: Quantos anos nós pensamos que temos no computador de Deus? Quantos anos nós temos vivido para Deus? Quantos anos nós temos vivido apenas para nós mesmos e para as nossas vaidades?

Creio que, de todas as orações que costumamos fazer nessa época, a mais importante seria a que Moisés escreveu no Salmo 90:

Ensina-nos a contar os nossos dias de tal maneira que alcancemos corações sábios.” (Salmo 90.12).

Moacir Junior – morganne777@hotmail.com

sexta-feira, 21 de dezembro de 2018

DEUS, O PRINCÍPIO E A MATEMÁTICA


Você pensa que já leu o texto abaixo, mas não leu. É a parte 2 de outro publicado anteriormente. Repito os dois primeiros parágrafos do texto anterior apenas para facilitar o entendimento dos fatos citados depois.

Olhe bem para a imagem desta postagem. Contém 2701 bolinhas. O triângulo central contém 703 bolinhas. Isso é uma representação gráfica de um número chamado de TRIANGULAR pelos matemáticos. Nós estamos mais acostumados com os números QUADRADOS, mas os antigos gregos davam muito importância aos números TRIANGULARES.

Bem, essa figura é perfeitamente compreendida em qualquer cultura, pois representa um número FIGURADO (isto é, usa bolinhas ou pedrinhas para representar um número e não sinais como os algarismos, que só foram inventados muitos anos mais tarde na linha do tempo da Humanidade).

Alguns fatos bíblicos surpreendentes com base nessa imagem:

Fato 1 - A 7ª palavra da Bíblia (TERRA) vale 296 (8 x 37);

Fato 2 - O Nome JESUS (como usado no grego do Novo Testamento), vale 888, ou (8+8+8) x 37;

Fato 3 - Dentro da palavra JESUS (888) temos 3 x TERRA (296+296+296 = 888). "Ó terra, terra, terra! Ouve a palavra do SENHOR." (Jeremias 22.29)

Fato 4 - A conexão do Filho de Deus com a Terra é tão grande que os nomes JESUS e TERRA estão matematicamente conectados (mesmo que em línguas diferentes, porém ambas relacionadas por meio de um livro único);

Fato 5 - A parte VERDE do triângulo vale 703, justamente a soma total das 6ª e 7ª palavras da Bíblia, traduzidas como "E A TERRA";

Fato 6 - Juntando os dois valores (407 e 296, que formam o CENTRO 703), temos 407296, que é perfeitamente divisível exato do valor 2368 (JESUS CRISTO, em grego). Ou seja: 2 x 86 x 2368 = 407296;

Fato 7 - Vejam bem! 2 x 86 x 2368! 86 é justamente o valor da TERCEIRA palavra da Bíblia, o valor do nome ELOHIM (DEUS). Portanto, DEUS em DOBRO (2 x 86) x JESUS CRISTO (2368) é igual a 407296 (E A TERRA).

Uma perfeita tradução matemática de 2 Coríntios 5.19:

"Isto é, Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados; e pós em nós a palavra da reconciliação."

E isso, meus amigos, continua sendo apenas a ponta do iceberg.

Mais detalhes, veja na Enciclopédia Arquivo7.

Moacir Junior – morganne777@hotmail.com

sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

E NO PRINCÍPIO, A MATEMÁTICA JÁ “TRABALHAVA” PARA DEUS


Olhe bem para a imagem desta postagem. Contém 2701 bolinhas. O triângulo central contém 703 bolinhas. Isso é uma representação gráfica de um número chamado de TRIANGULAR pelos matemáticos. Nós estamos mais acostumados com os números QUADRADOS, mas os antigos gregos davam muito importância aos números TRIANGULARES.

Bem, essa figura é perfeitamente compreendida em qualquer cultura, pois representa um número FIGURADO (isto é, usa bolinhas ou pedrinhas para representar um número e não sinais como os algarismos, que só foram inventados muitos anos mais tarde na linha do tempo da Humanidade).

Alguns fatos bíblicos surpreendentes com base nessa imagem:

Fato 1 - A primeira frase da Bíblia (em Gênesis 1.1), o texto mais importante sobre a origem do Universo (NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA), tem o valor numérico, no original hebraico, de 2701 (um número TRIANGULAR);

Fato 2 - Os números mais importantes da Bíblia são 3 e 7. Usando esses dois algarismos, podemos formar os números 37 e 73;

Fato 3 - O valor de Gênesis 1.1 é 2701, que é 37 x 73;

Fato 4 - 2701 é exatamente o TRIANGULAR de 73 (isto é, a soma de 1 até 73); O número 703 (no CENTRO de 2701) é o TRIANGULAR de 37 (isto é, a soma de 1 até 37).

Fato 5 - Sem dúvida nenhuma, de todos os planetas conhecidos, o mais importante é a Terra (tanto Deus, quanto Satanás estão mais interessados na Terra do que em qualquer outra parte do Universo);

Fato 6 - Parte do texto de Gênesis 1.1 "E A TERRA" (6ª e 7ª palavras da Bíblia) tem o valor de 703, que é exatamente a quantidade exata de bolinhas NO CENTRO do TRIANGULAR 2701 (a parte VERDE da imagem). A implicação é clara: A Terra é o CENTRO das atenções de Deus (por causa da Humanidade), e o valor relacionado a essa palavra encontra-se exatamente NO CENTRO de uma figura TRIANGULAR cujo valor total é justamente o valor da 1ª frase da Bíblia;

Fato 7 - A imagem representa, matematicamente, de forma perfeita, a frase que "abre" a Bíblia. A parte ROSA vale 1998 (NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS) e a parte VERDE vale 703 (E A TERRA).

E isso, meus amigos, é apenas a ponta do iceberg.

Mais detalhes, veja na Enciclopédia Arquivo7.

Moacir Junior – morganne777@hotmail.com

sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

E NO PRINCÍPIO, DEUS DEIXOU UM GRANDE DESAFIO PARA OS CÉTICOS...


Pare por um momento e reflita nos seguintes fatos da Matemática Bíblica:

Fato 1 – Os dois textos bíblicos mais tematicamente relacionados e que narram os eventos mais antigos da Humanidade, são: “NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA” (Gênesis 1.1) e: “NO PRINCÍPIO ERA O VERBO, E O VERBO ESTAVA COM DEUS, E O VERBO ERA DEUS” (João 1.1);

Fato 2 - O alfabeto com o qual foi escrito a Bíblia (hebraico e grego) era alfanumérico. Isto é, para facilitar cálculos matemáticos, as letras foram numeradas segundo um certo padrão (e que fique bem claro: essa conversão de letras em números foi realizada por matemáticos, não por religiosos).

Fato 3 - Por esse sistema, a 1ª frase da Bíblia ("NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA"), tem, no original hebraico, o valor de 2701;

Fato 4 - O primeiro versículo do Evangelho de João ("NO PRINCÍPIO ERA O VERBO, E O VERBO ESTAVA COM DEUS, E O VERBO ERA DEUS"), tem, no original grego, o valor de 3627;

Fato 5 - João 1.1 foi escrito cerca de 1500 anos DEPOIS da elaboração do texto de Gênesis 1.1;

Fato 6 - Gênesis 2.4 diz que o SENHOR DEUS fez os Céus e a Terra;

Fato 7 - A expressão "SENHOR DEUS", tem, em hebraico, o valor de 112;

Fato 8 - Sem dúvidas nenhuma, o Fundamento do Universo é O SENHOR DEUS, tudo se originou nEle;

Fato 9 - Organize 112 pedrinhas (valor de SENHOR DEUS) numa fila horizontal; Agora coloque 111 sobre elas; depois 110 sobre estas, depois 109, 108, 107, 106, e assim por diante, e você terá um grande triângulo, formado por 6328 pedrinhas;

Fato 10 - Um triângulo com 6328 pedrinhas tem como base 112 pedrinhas (e isto é um fato matemático, ou seja, será verdade eternamente);

Fato 11 - Ora, 6328 é exatamente a soma de 3627 (valor de João 1.1) + 2701 (valor de Gênesis 1.1);

Fato 12 - Ou seja, 3627 (valor de João 1.1) forma um TRAPÉZIO que só pode ser preenchido (para formar um TRIÂNGULO) com 2701 pedrinhas (valor de Gênesis 1.1) - uma letra a mais ou a menos e essa perfeita simetria desabaria;

Fato 13 – Cronologicamente falando, o tema de João 1.1 vem ANTES de Gênesis 1.1;

Fato 14 – E num triângulo contendo 6328 pedrinhas, quem forma a base (isto é, o TRAPÉZIO) é 3627 (valor de João 1.1), e não 2701 (valor de Gênesis 1.1). Se fosse o contrário, não encaixaria, pois O Tema de João 1.1 (O VERBO) é a base de todo o Universo.

Conclusão - Como é que os dois textos bíblicos mais relacionados com o PRINCÍPIO de todas as coisas, escritos em línguas diferentes, em diferentes épocas, se encaixam matematicamente, e como é que alguém foi capaz de elaborá-lo?

EXPLICA ESSA, INCRÉDULO!!!

Mais detalhes (tornando a coisa muito mais interessante) você encontra na ENCICLOPÉDIA ARQUIVO 7.

Moacir Junior – morganne777@hotmail.com

quarta-feira, 28 de novembro de 2018

O TEOREMA DE PITÁGORAS E A MATEMÁTICA BÍBLICA


Se você odeia matemática, procure amá-la, pois ela existirá para sempre, e, mesmo na Eternidade, iremos nos deparar com ela em cada esquina.

Por exemplo, o Teorema de Pitágoras é uma verdade eterna (tenha vergonha de morrer antes de ter conhecido esse maravilhoso conceito matemático).

Agora, pare por um momento e reflita nos seguintes fatos da Matemática Bíblica:

Fato 1 - O alfabeto com o qual foi escrito a Bíblia (hebraico e grego) era alfanumérico. Isto é, para facilitar cálculos matemáticos, as letras foram numeradas segundo um certo padrão (e que fique bem claro: essa conversão de letras em números foi realizada por matemáticos, não por religiosos).

Fato 2 - A 1ª frase da Bíblia diz "NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA";

Fato 3 - As palavras "DEUS, OS CÉUS E A TERRA", no texto original da Bíblia, quando somado os valores das letras, valem 1184;

Fato 4 - O Nome "JESUS", o Criador de todas as coisas, tem, no original, o valor numérico de 888;

Fato 5 - A palavra "CRISTO", um dos títulos supremos do Criador, tem, no original, o valor numérico de 1480;

Fato 6 - O Teorema de Pitágoras afirma, categoricamente, que a²+b²=c². Isto é: Em QUALQUER triângulo RETÂNGULO, a SOMA dos quadrados dos DOIS LADOS MENORES será SEMPRE igual ao quadrado do lado MAIOR (Hipotenusa).

Exemplo: 3² + 4² = 5². Ou seja: 9 + 16 = 25;

Fato 7 - O quadrado da soma das palavras "DEUS, OS CÉUS E A TERRA" + o quadrado da soma da palavra "JESUS", é exatamente igual ao quadrado da soma da palavra "CRISTO";

Conclusão - Se as evidências provam que o autor (humano) do Gênesis e os autores dos Evangelhos, nunca se conheceram pessoalmente (existem séculos de diferença entre os tempos em que eles viveram); e que as letras hebraicas só foram convertidas em números cerca de 1200 anos DEPOIS de escrito o livro de Gênesis, então... EXPLICA ESSA, INCRÉDULO!

Moacir Junior – morganne777@hotmail.com

quarta-feira, 21 de novembro de 2018

A FRASE QUE NINGUÉM É CAPAZ DE IMITAR – 37 EVIDÊNCIAS (mas, se quiserem, eu coloco mais)


Uma das coisas mais fascinantes da Matemática é que suas verdades são eternas e seria verdade mesmo que o Universo deixasse de existir. Fatos matemáticos são irrefutáveis, incontestáveis e maravilhosamente simétricos. Se a linguagem da Matemática é universal, se Deus é o Criador de todas as coisas, e se a Bíblia é a Sua Palavra, seria estranho que Ele usasse a Matemática para autenticar as Sagradas Escrituras?

Acredito que a primeira frase da Bíblia (Gênesis 1.1) está repleta de padrões matemáticos, impossíveis de serem copiados ou imitados. Em outras palavras: O primeiro versículo da Bíblia, a frase mais importante sobre a origem do Universo, possui uma estrutura matemática sem paralelos na literatura religiosa mundial.

A Bíblia foi escrita em duas línguas alfanuméricas. Isto é, o alfabeto hebraico e o grego possuíam valores numéricos, pois os antigos hebreus e gregos ainda não conheciam os sinais que representam os algarismos, tais como usamos hoje (o fato é que a invenção do alfabeto precedeu a invenção dos algarismos). Assim, se cada letra possui um valor numérico, conseqüentemente, cada palavra tem um valor.

Tabelas com os valores dos alfabetos gregos e hebraicos podem ser facilmente encontradas na Internet, por isso não precisamos ocupar este espaço com elas. E atenção! Os especialistas na História da Matemática afirmam que os hebreus só foram atribuir valores às letras cerca de 200 anos antes de Cristo, ou seja, 1.200 anos depois de Moisés. Isso significa que: quem quer que tenha escrito o Gênesis, não teria como codificar o texto com padrões matemáticos usando um sistema que seria inventado somente 1.200 anos mais tarde. Isso é algo para se pensar.

Do 1 ao infinito, qual o seu número favorito?

Em 2014, o jornalista britânico Alex Bellos, publicou uma enquete tentando saber qual o número favorito das pessoas. O resultado foi divulgado em seu site em 08 de abril de 2014. Cerca de 30.000 pessoas responderam à pergunta. A enquete não era do tipo “marque uma das alternativas abaixo”, mas a pessoa era livre para colocar o número que quisesse. Alguns disseram, por exemplo, que seu número favorito era 1.000.000. E sabem quais os dois números que mais foram citados?

Vejam só: 1º lugar: número 7; segundo lugar: número 3.

Esses dois números formam, em minha opinião, um dos números mais interessantes do Universo: 37. Algumas razões:

1 – 37 é um número primo;
2 – O inverso dele, 73, também é um número primo;
3 – Cada um dos seus dígitos, isoladamente, são primos (3 e 7);
4 – O 12º número primo é 37;
5 – O 21º número primo é 73;
6 – 37 x 73 = 2701; por sua vez, 2701 + 1072 (seu inverso) = 3773;
7 – 3773 é a mesma coisa que 7 x 7 x 77.

Antes de passar à coleção de fatos matemáticos inseridos em Gênesis 1.1, é essencial conceituar NÚMEROS FIGURADOS, uma categoria de números bastante apreciada pelos matemáticos:

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

ENCICLOPÉDIA ARQUIVO7 – PRA DETONAR A INCREDULIDADE


Senhoras e senhores, eis a Enciclopédia Arquivo7. São 333 capítulos e 45.000 páginas de investigações sobre profecias bíblicas, números e matemática na Bíblia, fenômenos sobrenaturais, mistérios e quebra cabeças deste e do outro mundo; um pacote de coisas estranhas e surpreendentes, para desafiar seus conceitos e visão de mundo. Fique à vontade para questionar as teses e conclusões defendidas. Mas duvido que consiga contestar a metade da terça parte delas. 

Todos os capítulos estão disponíveis para acesso (nos formatos PDF ou PowerPoint), a partir dos seguintes links:

 Opção 1 - Em Power Point: https://onedrive.live.com/?authkey=%21AOfsD2XO3--PsiA&id=D2396F04AB689FC6%21976&cid=D2396F04AB689FC6

Opção 2 - Em PDF: http://sdrv.ms/1a28Cw8


Opção 4 - Em PDF: https://drive.google.com/open?id=1XcDcuJ3v2btRyaKKL_IUrN_goapu5ACT

Abaixo a relação de todos os capítulos:

00 – APRESENTANDO O ARQUIVO 7 – Definição e Índice
01 – ARQUIVO 7 – A ORIGEM – Mostrando como tudo começou
02 – A MATEMÁTICA DA VIDA ETERNA – Entenda como um simples número está super relacionado com o maior desejo de Deus
03 – A LEI DOS SETES – PARTE 1 – A marca da Perfeição Divina
04 – A LEI DOS SETES – PARTE 2 – A misteriosa estrutura héptica da Bíblia
05 – PROFECIA ESQUISITA – VOCÊ NÃO VAI ACREDITAR – Como as profecias bíblicas se cumprem nas coisas mais absurdas e imprevisíveis
06 – A EVIDÊNCIA QUE PERTURBA OS CÉTICOS – Um debate sobre a inspiração divina da Bíblia
07 – ISRAEL – O RELÓGIO DE DEUS – PARTE 1 – Israel, uma prova da existência de Deus
08 - ISRAEL – O RELÓGIO DE DEUS – PARTE 2 – Israel, a maior evidência do fim dos tempos
09 - ISRAEL – O RELÓGIO DE DEUS – PARTE 3 – Israel, um povo impossível de matar
10 – ANTISSEMITISMO – UMA EVIDÊNCIA DA VERACIDADE BÍBLICA – O inexplicável ódio mundial contra os judeus
11 – O MISTERIOSO INTERVALO ENTRE 6 E 7 – Por que numa coleção de 7 coisas na Bíblia, geralmente há um intervalo entre a 6.ª e a 7.ª?
12 – UM ANTISSEMITA EM APUROS – Influência judaica, escape, se for capaz!
13 – A INFLUÊNCIA DOS JUDEUS NA HISTÓRIA MUNDIAL – PARTE 1 – Mais evidências sobre a veracidade das afirmações bíblicas
14 – A INFLUÊNCIA DOS JUDEUS NA HISTÓRIA MUNDIAL – PARTE 2 – Deus colocou Sua marca nos judeus – é impossível eles se livrarem dela
15 – A INFLUÊNCIA DOS JUDEUS NA HISTÓRIA MUNDIAL – PARTE 3 – As fascinantes mulheres judias
16 – A INFLUÊNCIA DOS JUDEUS NA HISTÓRIA MUNDIAL – PARTE 4 – As proezas de Israel
17 – OS SEGREDOS DA AGENDA DE DEUS – PARTE 1 – A história da Humanidade não é um acaso num Universo sem sentido, mas o plano de Deus em execução
 18 – OS SEGREDOS DA AGENDA DE DEUS – PARTE 2 – Conheça o padrão divino para o cálculo dos tempos e das estações
19 – OS SEGREDOS DA AGENDA DE DEUS – PARTE 3 – O começo do fim
20 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 1 – As 7 primeiras palavras da Bíblia
21 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 2 – O enigma do número 37
22 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 3 – As 7 primeiras palavras da Bíblia e o mistério dos cristais de neve
23 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 4 – Maravilhosa matemática divina
24 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 5 – As surpresas da matemática divina
25 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 6 – As assinaturas de Deus
26 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 7 – O Código Gênesis e o calendário judaico
27 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 8 – A Maravilhosa geometria oculta em Gênesis 1
28 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 9 – Jesus, numericamente codificado em Gênesis 1
29 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 10 – A relação entre as 12 tribos de Israel e o Código Gênesis
30 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 11 – Deus é matemático e poeta
31 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 12 – Muito além das coincidências
32 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 13 – A conexão com o código da vida
33 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 14 – Os 4 elegantes cavalheiros
34 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 15 – Estranhas e maravilhosas conexões numéricas
35 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 16 – O misterioso Triângulo de Pascal
36 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 17 – Matemática sagrada incontestável
37 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 18 – Nada podemos contra a Matemática Divina
38 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 19 – Deus, o Universo e a Geometria
39 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 20 – O Código Gênesis no centro da Palavra de Deus
40 – O CÓDIGO GÊNESIS – PARTE 21 – O desafio do Código Gênesis
41 – A EXATIDÃO MATEMÁTICA DA BÍBLIA – PARTE 1 – Como Deus calcula o nosso tempo na terra?
42 – A EXATIDÃO MATEMÁTICA DA BÍBLIA – PARTE 2 – Quando nasceu e morreu Jesus de Nazaré?
43 – A EXATIDÃO MATEMÁTICA DA BÍBLIA – PARTE 3 – A matemática da profecia e a Restauração de Israel
44 – A EXATIDÃO MATEMÁTICA DA BÍBLIA – PARTE 4 – Profecias matemáticas, pedras nos sapatos dos céticos
45 – UM DETETIVE INVESTIGA A BÍBLIA – PARTE 1 – O manual do detetive bíblico
46 – UM DETETIVE INVESTIGA A BÍBLIA – PARTE 2 – O mistério da linhagem amaldiçoada
47 – UM DETETIVE INVESTIGA A BÍBLIA – PARTE 3 – Por que Maria Madalena não tocou em Jesus na manhã da ressurreição?
48 – UM DETETIVE INVESTIGA A BÍBLIA – PARTE 4 – O cordeiro, o coelho e a serpente
49 – ALMA GÊMEA MATEMÁTICA – A impressão digital de Deus
50 – MARAVILHOSA NUMEROLOGIA BÍBLICA – PARTE 1 – Deus nos fala por meio dos números ...
51 – MARAVILHOSA NUMEROLOGIA BÍBLICA – PARTE 2 - ... E os números nos ensinam sobre Deus
52 – MARAVILHOSA NUMEROLOGIA BÍBLICA – PARTE 3 – Deus, os números e a Bíblia
53 – O MANUAL DO EVANGELISTA-SETE – Começando de um simples número, um “Evangelista-Sete” tem a oportunidade de falar da Bíblia inteira
54 – O FUTURO NÃO É MAIS SEGREDO – PARTE 1 – Uma investigação do futuro à luz das revelações bíblicas
55 – O FUTURO NÃO É MAIS SEGREDO – PARTE 2 – A guerra entre a luz e as trevas
56 – O FUTURO NÃO É MAIS SEGREDO – PARTE 3 – A hora do acerto de contas
57 – PÉROLAS PROFÉTICAS – PARTE 1 – Toda a Bíblia é profecia
58 – PÉROLAS PROFÉTICAS – PARTE 2 – Toda a Bíblia é profecia
59 – PÉROLAS PROFÉTICAS – PARTE 3 – Toda a Bíblia é profecia
60 – PÉROLAS PROFÉTICAS – PARTE 4 – Sete profecias ocultas nos Evangelhos sobre a Restauração de Israel
61 – AS FESTAS JUDAICAS – PARTE 1 – Não podemos saber a data exata do Retorno do Senhor – mas, e quanto ao mês?
62 – AS FESTAS JUDAICAS – PARTE 2 – O calendário do julgamento final
63 – SETE PRINCIPIOS SOBRE AS PROFECIAS BÍBLICAS – Só o Deus de Israel faz profecias exatas
64 – DANIEL NA COVA DOS INCRÉDULOS – Se as profecias de Daniel forem verdadeiras, as implicações são colossais
65 – NADA PODEMOS CONTRA A VERDADE – PARTE 1 – Se a verdade existe, é impossível negá-la
66 – NADA PODEMOS CONTRA A VERDADE – PARTE 2 – As pérolas da falsidade
67 – A BÍBLIA EMBURRECE? – PARTE 1 – Será que a Bíblia é um livro para “mentes tapadas”?
68 – A BÍBLIA EMBURRECE? – PARTE 2 – Um desafio para Joãozinho Cristão
69 – COINCIDÊNCIAS OU EVIDÊNCIAS? – Fatos estranhos demais para serem apenas coincidências
70 – OS JUDEUS E A EDUCAÇÃO – UM CASO DE AMOR – Qual será o segredo da inteligência dos judeus?
71 – A RELAÇÃO ENTRE A ESFINGE E O APOCALIPSE – As impressionantes visões de Ezequiel
72 – NO PRINCIPIO ERA A MATEMÁTICA – PARTE 1 - ...E a matemática estava com Deus
73 – NO PRINCIPIO ERA A MATEMÁTICA – PARTE 2 – A misteriosa afinidade da matemática
74 – NO PRINCIPIO ERA A MATEMÁTICA – PARTE 3 – Os números, evidências da Perfeição Divina
75 – NO PRINCIPIO ERA A MATEMÁTICA – PARTE 4 – O mistério da “bexiga de peixe”
76 – A MEDIDA PERFEITA – PARTE 1 – A relação entre Matemática, Arte e Beleza
77 – A MEDIDA PERFEITA – PARTE 2 – A relação entre Arte, Matemática e Teologia
78 – A MEDIDA PERFEITA – PARTE 3 – Demonstrações e outras surpresas
79 – A MEDIDA PERFEITA – PARTE 4 – Deus em busca do homem
80 – A MEDIDA PERFEITA – PARTE 5 – Derrubando o muro da separação entre os Céus e a Terra
81 – AS 7 ÉPOCAS DA IGREJA – PARTE 1 – Profecias especiais sobre o tempo da Igreja Cristã na terra
82 – AS 7 ÉPOCAS DA IGREJA – PARTE 2 – Profecias especiais sobre o tempo da Igreja Cristã na terra
83 – O DESAFIO DAS PROFECIAS – O impressionante cumprimento das profecias bíblicas em nossos dias
84 – 7 – O SIGNO DA PROFECIA – 77 pérolas proféticas conectadas ao número 7
85 – O MISTÉRIO DAS 7 CABEÇAS DA BESTA – Uma incrível evidência da SIMETRIA na Profecia Bíblica
86 – 7 ANIMAIS EM CONFLITO NO FIM DOS DIAS – Mais detalhes sobre as nações conectadas com as 7 cabeças da Besta
87 – A INFLUÊNCIA DAS MÃES BÍBLICAS NO DESTINO DA HUMANIDADE – Conhecendo o passado, o presente e o futuro do mundo a partir das mamães bíblicas
88 – A INCRÍVEL ATUALIDADE DAS PROFECIAS BÍBLICAS – O Deus de Israel está vivo e atento
89 – O APOCALIPSE ROMÂNTICO – Pérolas proféticas no Cântico dos cânticos
90 – O JUMENTO SELVAGEM – O que a Bíblia revela sobre a ORIGEM e o FUTURO do POVO ÁRABE?
91 – NO PRINCIPIO ERA A MATEMÁTICA – Parte 5 – A maravilhosa matemática das abelhas
92 – NO PRINCIPIO ERA A MATEMÁTICA – Parte 6 – A misteriosa Lei de Benford
93 – A FÉ CRISTÃ NÃO É CEGA – Uma defesa da Fé Cristã em 28 passos – Parte 1
94 – A FÉ CRISTÃ NÃO É CEGA – Uma defesa da Fé Cristã em 28 passos – Parte 2
95 – A FÉ CRISTÃ NÃO É CEGA – Uma defesa da Fé Cristã em 28 passos – Parte 3
96 – MATADORES DE CRIANCINHAS – O lado mais cruel dos conflitos no Oriente Médio
97 – O PESO DAS EVIDÊNCIAS – Parte 1 – Descobrindo a verdade pela estratégia da balança
98 – A LÓGICA DA SANTÍSSIMA TRINDADE – A mais complexa das doutrinas bíblicas à luz da Matemática
99 – SETE DESAFIOS PARA UM “SETE” – Treinando o raciocínio lógico para se identificar as mentiras e os mentirosos
100 – MARAVILHOSA MATEMÁGICA BÍBLICA – Se os números são mágicos, imagine quando conectados com a Bíblia
101 – POR QUE VOCÊ ACREDITA NAQUILO QUE ACREDITA? – A importância das perguntas na Apologética
102 – AS 3 RODAS DA BÍBLIA – Parte 1 – A maravilhosa SIMETRIA na estrutura dos livros bíblicos
103 – AS 3 RODAS DA BÍBLIA – Parte 2 – A maravilhosa SIMETRIA na estrutura dos livros bíblicos – Isaías, uma miniatura da Bíblia?
104 – AS 3 RODAS DA BÍBLIA – Parte 3 – A maravilhosa SIMETRIA na estrutura dos livros bíblicos – Isaías e os livros do Novo Testamento
105 – AS 3 RODAS DA BÍBLIA – Parte 4 – A maravilhosa SIMETRIA na estrutura dos livros bíblicos – A relação entre as 3 rodas da Bíblia e o candelabro judaico
106 – AS 3 RODAS DA BÍBLIA – Parte 5 – A maravilhosa SIMETRIA na estrutura dos livros bíblicos – A surpreendente conexão com as letras hebraicas
107 – AS 3 RODAS DA BÍBLIA – Parte 6 – A maravilhosa SIMETRIA na estrutura dos livros bíblicos – Muito além das coincidências
108 – AS 3 RODAS DA BÍBLIA – Parte 7 – A maravilhosa SIMETRIA na estrutura dos livros bíblicos – A roda do Apocalipse
109 – AS 3 RODAS DA BÍBLIA – Parte 8 – A maravilhosa SIMETRIA na estrutura dos livros bíblicos – O fim será igual ao princípio
110 – O ABC DA MATEMÁTICA BÍBLICA – Deus é matemático – e Ele deixou isso bem claro na Bíblia
111 – O CÓDIGO ADÃO E EVA – A matemática romântica do Gênesis
112 – O ABC DA PROFECIA BÍBLICA – O que você precisa saber sobre PROFECIA BÍBLICA para não passar vergonha quando for questionado a respeito
113 – NO PRINCIPIO ERA A MATEMÁTICA – Parte 7 – A fantástica cruz dos números primos
114 – AS 3 ESTRELAS DA MATEMÁTICA BÍBLICA – Por que os números 13, 37 e 73 são as grandes celebridades da Matemática Bíblica?
115 – PALMONI – O ANJO MATEMÁTICO – Se cada anjo tem uma função específica, será que existe algum responsável pelo Departamento de Matemática?
116 – A EXATIDÃO MATEMÁTICA DA BÍBLIA – Parte 5 – As profecias mais interessantes são as que envolvem números – e a Bíblia está cheia delas
117 – A DIGITAL DO POLEGAR DIREITO DE DEUS – Só Deus pode ter criado a Matemática; e só Ele inspira profecias verdadeiras
118 – A CRUZ DOS CONFLITOS MUNDIAIS – Às vezes, para se entender melhor a Profecia Bíblica, precisamos saber um pouco de Matemática ... e um pouco de Geografia
119 – A INTRIGANTE AMIZADE MATEMÁTICA – Por que certos números possuem ligações tão estreitas, envolvendo coisas tão diferentes?
120 – A EXATIDÃO MATEMÁTICA DA BÍBLIA – Parte 6 – A conexão Astronomia e Profecia
121 – O MISTÉRIO DAS 4 LUAS SANGRENTAS – Evidências proféticas ou apenas coincidências?
122 – O PESO DAS EVIDÊNCIAS – Parte 2 – Se a Bíblia não é verdadeira, o que devemos fazer com as evidências que provam o contrário?
123 – O PESO DAS EVIDÊNCIAS – Parte 3 – Bíblia x Alcorão: um confronto matemático
124 – MALDIÇÃO DOS 3 TITANICS – Coincidência ou Advertência?
125 – OPERAÇÃO BABILÔNIA – Parte 1 – Aquela que ERA
126 – OPERAÇÃO BABILÔNIA – Parte 2 – Aquela que É
127 – OPERAÇÃO BABILÔNIA – Parte 3 – Aquela que SERÁ
128 – CODINOME: GOGUE – Desmascarando o inimigo que vem do Norte
129 – A HORA MAIS SOMBRIA – Perspectivas sinistras e proféticas sobre o Cristianismo dos Tempos Finais
130 – O OUTRO CARA – O que a Bíblia ensina sobre a nacionalidade do Anticristo?
131 – O SIGNO DA SERPENTE – A mais polêmica teoria sobre a Marca da Besta
132 – A GEOGRAFIA DO TERROR – Demonstrando como a Profecia Bíblica hoje é mais atual do que o jornal de amanhã
133 – C.S.I. APOCALÍPTICO – Parte 1 – O reino da Besta no quebra-cabeças dos Tempos Finais
134 – A TAMPA DA CAIXA – Do quebra-cabeças dos Tempos Finais
135 – OPERAÇÃO QUIASMA – O Futuro está no Passado – Parte 1 – Verdades proféticas ocultas num interessante estilo literário
136 – OPERAÇÃO FAMÍLIA APOCALÍPTICA – O que está por trás dos crescentes ataques contra a família no padrão judaico-cristão?
137 – PARALAXE COGNITIVA – Serrando o próprio galho
138 – UM CABRA BOM DE TACA – A Política e a Verdade – será que combinam?
139 – O CÓDIGO DA TORAH – Apenas uma interessante curiosidade ou algo significativo?
140 – CERTEZA DA “GOTA SERENA” – Um estudo sobre LENDAS URBANAS EVANGÉLICAS
141 – AS “AMOSTRAS GRÁTIS” DO ARREBATAMENTO – Antes de Deus executar algo, Ele costuma dar um aperitivo
142 – A MEDIDA PERFEITA – Parte 6 – Na fronteira entre acaso, coincidência e projeto
143 – A DIGITAL DO POLEGAR ESQUERDO DE DEUS – Só Deus pode ter criado a Matemática; e só Ele inspira profecias verdadeiras
144 – O EVANGELISTA QUE CALCULAVA – Parte 1 – Para ele, um número não é somente um número
145 – O EVANGELISTA QUE CALCULAVA – Parte 2 – Como tudo começou – O MATEMÁGICO
146 – O EVANGELISTA QUE CALCULAVA – Parte 3 – Evangelizando com a Matemática
147 – A MEDIDA PERFEITA – Parte 7 – A Fé, a Dúvida e a Certeza
148 – APOCALIPSE, A BELA E A FERA – A verdadeira atração fatal
149 – A MEDIDA PERFEITA – Parte 8 – O Código dos Patriarcas
150 – PÉROLAS DO ARQUIVO 7 – Uma seleção das pérolas da Matemática Bíblica para despertar as mentes hibernantes
151 – A EXATIDÃO MATEMÁTICA DA BÍBLIA – Parte 7 – O enigma dos 430 anos
152 – A EXATIDÃO MATEMÁTICA DA BÍBLIA – Parte 8 – Jerusalém e a matemática da profecia
153 – A LÓGICA, A SIMETRIA E A PROFECIA – Parte 1 – Julgando o tempo do Arrebatamento
154 – A EXATIDÃO MATEMÁTICA DA BÍBLIA – Parte 9 – Quando Deus desconta os nossos anos...
155 – O CÓDIGO GÊNESIS – Parte 22 – ... E Deus calculou tudo
156 – NO PRINCÍPIO ERA A MATEMÁTICA – Parte 8 – Essas maravilhosas constantes matemáticas...
157 – NO PRINCIPIO ERA A MATEMÁTICA – Parte 9 – O Acaso e o Significativo
158 – OPERAÇÃO STREPAZIL – A Agenda do Diabo – Parte 1 – Será que Satanás pode prever o futuro?
159 – O PESO DAS EVIDÊNCIAS – Parte 4 – O Número Pi, a Bíblia e o Alcorão
160 – OS 13 CAVALHEIROS DA MATEMÁGICA – Os números e seus maravilhosos “laços de sangue”
161 – BRASÍLIA – FLERTANDO COM A MALDIÇÃO – As raízes espirituais da atual crise brasileira
162 – O CÓDIGO GÊNESIS – Parte 23 – A Quadratura do Círculo
163 – A MEDIDA PERFEITA – Parte 9 – A Assinatura do Grande Artista Cósmico
164 – C.S.I. APOCALÍPTICO – Parte 2 – Os Carros de Deus e a Batalha Final
165 – A MEDIDA PERFEITA – Parte 10 – Reflexões sobre a data da 2ª Vinda de Cristo
166 – A MEDIDA PERFEITA – Parte 11 – A Bíblia, o Jornal e a Calculadora
167 – A MEDIDA PERFEITA – Parte 12 – Nem sempre o centro está no meio
168 – A LEI DOS SETES – Parte 3 – Sob a ordem da Lei dos Três
169 – TODOS OS NÚMEROS DA BÍBLIA – Eles não foram citados apenas para preencher espaço
170 – A MEDIDA PERFEITA – Parte 13 – Mais terra sobre o Caixão das Dúvidas
171 – NADA PODEMOS CONTRA A VERDADE – Parte 3 – A mentira tá na cara
172 – C.S.I. APOCALÍPTICO – Parte 3 – Hitler, o Anticristo ensaiado
173 – UM DETETIVE INVESTIGA A BÍBLIA – Parte 5 – O mistério de Saul e a feiticeira
174 – UMA MÚSICA PARA A MORTE DANÇAR – Parte 1 – A maldição de Los Álamos
175 – PROJETO JUDAS 22 – Parte 1 – Ser cristão é ser inteligente
176 – PROJETO JUDAS 22 – Parte 2 – A Verdade existe e está do nosso lado
177 – PROJETO JUDAS 22 – Parte 3 – Vivendo, matando ou morrendo... por meio das palavras
178 – O FEITIÇO CONTRA O FEITICEIRO – Treinamento especial, com os professores Seu Custela e Dr. Disgrota
179 – O LIVRO QUE DEUS ESCREVEU ANTES DA HUMANIDADE EXISTIR –  A escolha é sua... mas Deus já sabia dela antes de você existir
180 – CERTEZA DA “GOTA SERENA” – Parte 2 – Batalhando pela Verdade
181 – PROFECIA BÍBLICA – Mais atual do que o jornal de amanhã
182 – O CÓDIGO GÊNESIS – Parte 24 – Amigos para sempre
183 – O CÓDIGO GÊNESIS – Parte 25 – Como não percebemos isso antes?
184 – MULHERES PROFÉTICAS – Elas apareceram na Terra no momento certo, no local propício, para influenciarem o futuro da Humanidade
185 – ARQUIVO 7, A ORIGEM – Parte 2 – A história do Arquivo7 antes dos slides...
186 – ARQUIVO 7, A ORIGEM – Parte 3 – Romance Arquivo7, popularizando a profecia
187 – OS SETE FUNDAMENTOS DA HERMENÊUTICA BÍBLICA –A Bíblia só possui uma interpretação correta... que está fundamentada em 7 bases
188 – OS 70 DEGRAUS DA SABEDORIA – Só um verdadeiro “SETE” é capaz de subir esses degraus
189 – ELES DESAFIARAM AS PROFECIAS... E QUEBRARAM A CARA! – Parte 1
190 – O ARREBATAMENTO EM 7 PERGUNTAS-CHAVE – Parte 1
191 – O ARREBATAMENTO EM 7 PERGUNTAS-CHAVE – Parte 2
192 – O PRIMEIRO CAVALEIRO DO APOCALIPSE –Desmascarando o misterioso guerreiro com o arco
193 – A EXATIDÃO MATEMÁTICA DA BÍBLIA – Parte 10 – Datas Proféticas – UM significado, MUITAS aplicações
194 – O CÓDIGO GÊNESIS – Parte 26 – A fronteira entre a coincidência SIGNIFICATIVA e a NÃO-SIGNIFICATIVA
195 – OPERAÇÃO QUIASMA – O FUTURO ESTÁ NO PASSADO – Parte 2 – Vai acontecer porque foi profetizado ou foi profetizado porque vai acontecer?
196 – QUANDO O INIMIGO, SEM QUERER, FAZ O QUE DEUS QUER – Parte 1 
197 – QUANDO O INIMIGO, SEM QUERER, FAZ O QUE DEUS QUER – Parte 2 
198 – C.S.I. APOCALÍPTICO – Parte 4 – Operação NEPHILIM
199 – TORCENDO PELO BANDIDO – A Marca da Geração Final
200 – O ARQUIVO 7 CONTRA O ARQUIVO 7
201 – UMA MÚSICA PARA A MORTE DANÇAR – Parte 02 – Pior que 24 Horas
202 – AS 5 PEDRAS DE DAVI – A história vai se repetir... porém, numa dimensão muito maior e muito mais devastadora
203 – COMO DEUS AUTENTICOU O GÊNESIS – Um constrangedor desafio para os céticos
204 – O CÓDIGO GÊNESIS – Parte 27 – Moisés, o maior adivinhão do mundo... SQN!
205 – O CÓDIGO GÊNESIS – Parte 28 – A conexão com o Apocalipse
206 – O CÓDIGO GÊNESIS – Parte 29 – A conexão entre Deus, os números Estrelares Hexagonais e o Amor
207 – O CÓDIGO GÊNESIS – Parte 30 – Singular, Perfeito, Inimitável...
208 – O CÓDIGO GÊNESIS – Parte 31 – Esperando, deitado, por um oponente à altura...
209 – O CÓDIGO GÊNESIS – Parte 32 – Muito além de Ivan Panin
210 – O DESAFIO DO CÓDIGO GÊNESIS – Em 3 Graus – A menos que você plagie a Bíblia, vencer este desafio é impossível
211 – O CÓDIGO GÊNESIS – Parte 33 – A dupla numérica mais sensacional do Universo
212 – A LÓGICA, A SIMETRIA E A PROFECIA – Parte 2 – Julgando as defesas Pós-Tribulacionistas
213 – O CÓDIGO GÊNESIS – Parte 34 – A maravilhosa afinidade entre as línguas hebraicas e gregas nos tempos bíblicos
214 – O CASAMENTO DO CORDEIRO – a Noiva e os convidados
215 – O PESO DAS EVIDÊNCIAS – Parte 5 – Os nomes dos patriarcas bíblicos foram matematicamente planejados?
216 – NO PRINCIPIO ERA A MATEMÁTICA – Parte 10 – A misteriosa Rota Cruciforme dos Números Primos
217 – NO PRINCIPIO ERA A MATEMÁTICA – Parte 11 – A incrível Rosa dos Números Primos
218 – O CÓDIGO GÊNESIS – Parte 35 – Sete espetaculares conexões entre Gênesis 1e João 1
219 – A MEDIDA PERFEITA – Parte 14 – A incrível conexão entre o Código Gênesis, a Razão Áurea e o castelo dos Números Triangulares
220 – O CÓDIGO GÊNESIS – Parte 36 – Mais surpresas no Castelo dos Triangulares
221 – O CÓDIGO GÊNESIS – Parte 37 – Muito além do que a mente humana poderia arquitetar
222 – NO PRINCÍPIO ERA A MATEMÁTICA – Parte 12 – Deus, o Universo e as Espirais
223 – PROJETO JUDAS 22 – DETONANDO AS DÚVIDAS – Parte 4 – Falácias, detonando os argumentos fajutos
224 – PROJETO JUDAS 22 – DETONANDO AS DÚVIDAS – Parte 5 – Pequeno curso sobre falácias, com o professor, Dr. Disgrota
225 – PROJETO JUDAS 22 – DETONANDO AS DÚVIDAS – Parte 6 – Campo de batalha: a mente – sem medo de enfrentar o contraditório
226 – UM CABRA QUE CONTINUA MERECENDO UMA BOA TACA – A falácia do Bolsa Família
227 – A APOSTA DA PROFECIA NA ROLETA DO APOCALIPSE – Se Jesus ainda não tiver voltado daqui a 30 anos, eu já sei os nomes de alguns países que aparecerão nas manchetes internacionais dos jornais do ano 2046...
228 – UM DETETIVE INVESTIGA A BÍBLIA – Parte 6 – Como os magos souberam o tempo exato do Nascimento de Jesus?
229 – ISRAEL, UMA PEDRA NO SAPATO DOS INCRÉDULOS
230 – 14 PALAVRAS QUE DESAFIAM ATEUS E MUÇULMANOS
231 – A ARTE DA MATEMÁGICA – A arte de surpreender, usando a beleza e a mágica da Matemática
232 – MATEMÁGICA BÍBLICA – O SHOW
233 – A MEDIDA PERFEITA – Parte 15 – O Deus da Perfeição e o mais perfeito conceito matemático
234 – A MEDIDA PERFEITA – Parte 16 – ... E Ele nos garantiu a entrada na Terra Prometida
235 – A MEDIDA PERFEITA – Parte 17 – O tempo da restauração de todas as coisas
236 – A MEDIDA PERFEITA – Parte 18 – As Alianças Divinas e a Simetria Matemática
237 – CERTEZA DA “GOTA SERENA” – Parte 3 – A prova da Intersecção
238 – ARQUIVO 7, A ORIGEM – Parte 4 – O caçador de enigmas e colecionador de mistérios
239 – A LÓGICA, A SIMETRIA E A PROFECIA – Parte 3 – A Igreja de Cristo verá o rosto do Anticristo?
240 – A MORTE DE JESUS, 1000 ANOS ANTES DELE NASCER – Os maravilhosos Salmos Messiânicos
241 – PROJETO JUDAS 22 – DETONANDO AS DÚVIDAS – Parte 7 – Duelando com as palavras
242 – FOTOS PROFÉTICAS  - A EVIDÊNCIA DA PROFECIA – O estarrecedor cumprimento das profecias em nossos dias
243 – O PESO DAS EVIDÊNCIAS  – Parte 6 – O cético contra a parede
244 – OS 7 CÍRCULOS DO APOCALIPSE – A Bíblia, mais atual do que o jornal de amanhã
245 – AS IMPRESSÕES DIGITAIS DO MESSIAS – Por que só Jesus, e ninguém mais, pode ser o Messias?
246 – A ESPETACULAR MATEMÁTICA DA PROFECIA BÍBLICA – Se a Profecia Bíblica é algo surpreendente, imagine quando conectada com a Matemática         
247 – A DIGITAL DO POLEGAR ESQUERDO DE DEUS – Parte 2 – É fácil profetizar; o difícil é fazer acontecer   
248 – JOSÉ, UMA “AMOSTRA GRÁTIS” DE JESUS  – A beleza da Tipologia Bíblica
249 – ARQUIVO 7, A ORIGEM – Parte 5 – A arte de decifrar códigos secretos

250 – O APOCALIPSE EM GÊNESIS – O Deus que conhece o Fim desde o Princípio
251 - A SIMETRIA DAS 3 RODAS DA BÍBLIA – A prova de que a Bíblia está completa com 66 livros e que cada um está exatamente onde deveria estar
252 - PROJETO MATEMÁGICA BIBLICA - Parte 1 – ALMA GÊMEA MATEMÁTICA, a dupla numérica mais incrível do Universo
253 - PROJETO MATEMÁGICA BÍBLICA - Parte 2 – A Medida Perfeita
254 - PROJETO MATEMÁGICA BÍBLICA - Parte 3 – Deus, os Números e o Universo
255 - PROJETO MATEMÁGICA BÍBLICA - Parte 4 – os números governam o mundo e Deus governa os números
256 - A AGENDA DO SENHOR NAS 7 PARÁBOLAS PROFÉTICAS – O tempo da colheita final está próximo
257 - ATÉ QUANDO, SENHOR? – A 2ª Vinda de Cristo e o fator TEMPO
258 - ARQUIVO 7 - A ORIGEM - PARTE 6 – A Bíblia no jogo da espionagem
259 - ARQUIVO 7 - A ORIGEM - PARTE 7 – Quando o Arquivo7 desafia uma cidade...
260 - DECIFRA-ME OU TE DEVORO – Desafiando esta geração com a cultura dos enigmas
261 - A MEDIDA PERFEITA - Parte 19 – O Signo do Servo
262 - O CANTAR DO GALO E A DATA DO APOCALIPSE – Mais segredos revelados da Agenda de Deus
263 - A EXATIDÃO MATEMÁTICA DA BÍBLIA - Parte 11 – A sincronicidade das profecias
264 - JESUS E A MATEMÁTICA BÍBLICA – Todos os números que Jesus citou nos Evangelhos têm algo de interessante para nos contar
265 - AS PÉROLAS DO ARQUIVO 7 - Parte 2 – Creia se quiser; conteste, se puder
266 - UM DETETIVE INVESTIGA A BÍBLIA - Parte 7 – Descontradizendo “contradições”
267 - NO PRINCÍPIO ERA A MATEMÁTICA - Parte 13 – E com ela Deus desenhou o Universo
268 - A EXATIDÃO MATEMÁTICA DA BÍBLIA - Parte 12 – A aposta do calendário profético
269 - NADA PODEMOS CONTRA A VERDADE - Parte 4 – Quando a boca revela o coração
270 - A EXATIDÃO MATEMÁTICA DA BÍBLIA - Parte 13 – O desafio do calendário profético – versão 2
271 - CSI APOCALIPTICO - Parte 5 – Julgando os espíritos
272 - DEUS É MATEMAGICO – Uma introdução ao Código Gênesis
273 - A BIBLIA - MAIS ATUAL DO QUE O JORNAL DE AMANHÃ
274 - A MEDIDA PERFEITA - Parte 20 – O Homem, a Razão Áurea da Criação
275 - A MEDIDA PERFEITA - Parte 21 – A misteriosa Roleta Fibonacci
276 - O DESAFIO DOS NÚMEROS FIGURADOS – Desafiando os céticos com uma (aparente) brincadeira de criança
277 - A FRASE QUE NINGUÉM É CAPAZ DE IMITAR
278 - A VERDADE AO CUBO – A Teologia dos Números Cúbicos
279 - NO PRINCÍPIO ERA A MATEMÁTICA - Parte 14 – Sobre a beleza da Matemática e a recompensa do matemático
280 – O ARQUIVO 7 NA CAVERNA DE ELIAS – As coisas nem sempre seguirão o roteiro que você imaginou... mas, enquanto o filme não acabar, não deixe de acreditar numa reviravolta divina
281 - A SIMETRIA DA SABEDORIA - A incrível conexão entre os números figurados do Código Gênesis e o Calendário Profético
282 - A MATEMÁGICA DA LUZ - Provas da inspiração divina ou apenas coincidências?
283 - MATEMÁGICA COM OS TRIANGULARES BÍBLICOS - Conexões espetaculares que provam a Mente Única por trás da Bíblia
284 - A SIMETRIA DO CÓDIGO GÊNESIS NA RAIZ QUADRADA - Simetrias e padrões que parecem mágica
285 - QUANTO TEMPO NOS RESTA NA AGENDA DE DEUS? – Parte 1 - O surpreendente esquema profético na estrutura dos livros da Bíblia
286 - QUANTO TEMPO NOS RESTA NA AGENDA DE DEUS? – Parte 2 - A Agenda de Deus e a Razão Áurea
287 - C.S.I. APOCALÍPTICO – Parte 6 - “... e o Diabo se fez carne e habitou entre nós”
288 - OS NÚMEROS REVELAM DEUS - Deus brinca com os números, para nos provar verdades eternas
289 - A MATEMÁTICA NA FRONTEIRA DO SOBRENATURAL
290 - O ARQUIVO 7 SEM MEDO DOS CONTESTADORES - Creia, se quiser; conteste, se puder
291 - A ASSINATURA DE DEUS NO MAIS ESPETACULAR DOS TRIÂNGULOS - Novas conexões entre o Triângulo de Pascal e o Código Gênesis
292 - O DESAFIO DOS 37 DIAS – Parte 1 - O Enigma que ninguém consegue resolver - Um novo capítulo da nossa Enciclopédia virtual
293 - O DESAFIO DOS 37 DIAS – Parte 2 - O Enigma que ninguém consegue resolver - Um novo capítulo da nossa Enciclopédia virtual
294 - MATEMÁGICA BÍBLICA – PARA DEIXAR VOCÊ SEM PALAVRAS
295 - DR. DISGROTA DETONA... A HIPOCRISIA NOSSA DE CADA DIA – Parte 1
296 - A CASA QUE ERA UMA PROFECIA – Parte 1 - O Maravilhoso e Misterioso Projeto Profético de Deus
297 - OS SETES DO APOCALIPSE E O ESQUEMA DA BATALHA FINAL
298 - PÉROLAS DA MATEMÁGICA BÍBLICA
299 - GÊNESIS 1 EM 3 DIMENSÕES - MatemáGica Bíblica na Pirâmide Triangular
300 - ... E SURGE O MATEMÁGICO BÍBLICO - A trajetória do Arquivo7 – da Filosofia 7 à MatemáGica Bíblica
301 - MATEMÁGICA BÍBLICA, PARA ABALAR A INTELIGÊNCIA DOS INTELIGENTES
302 - CÓDIGO GÊNESIS - UMA FONTE QUE NÃO SE ESGOTA - Todos os triângulos de Gênesis 1.1 - Um novo capítulo da nossa Enciclopédia virtual
303 - COM O CÓDIGO GÊNESIS INCRÉDULO NENHUM DORME EM PAZ - O Plano de Deus é perfeito... matematicamente perfeito
304 - A INCRÍVEL COMUNHÃO DOS NÚMEROS NA BÍBLIA - Fatos da Matemática Bíblica, que desafiam a nossa imaginação
305 - O SEGREDO DOS 2368 ANOS - Desafiando os céticos com a Cronologia do Gênesis
306 - NO PRINCÍPIO ERA O VERBO... E COM ELE ESTAVA A MATEMÁTICA - Gênesis e João, conexões matemáticas além da imaginação - Um novo capítulo da nossa Enciclopédia virtual
307 - O MARTELO DE ELOHIM - Explicando o objetivo da Matemática Bíblica... e aproveitando para dar mais marteladas na cabeça dos céticos
308 - O Poder "Atômico Nuclear" da Matemática na Apologética Cristã - Uma defesa da Matemática como arma da Apologética Cristã
309 - EXPLICA ESSA, INCRÉU!!! - Mais golpes inéditos, para nocautear a incredulidade
310 - O TOQUE SOBRENATURAL DOS NÚMEROS NA MATEMÁTICA BÍBLICA - Você pode não entender toda a complexidade da coisa,... mas, com certeza, sabe que ela é irrefutável
311 - A ASSINATURA QUE NINGUÉM CONSEGUE FALSIFICAR - Parte 1 - Alguém pode até imitar algumas histórias da Bíblia... Mas duvido que consiga imitar seus padrões matemáticos
312 - A ASSINATURA QUE NINGUÉM CONSEGUE FALSIFICAR - Parte 2 - Uma conexão intrigante entre os capítulos da Bíblia e as medidas do tempo
313 - OPERAÇÃO "QUIASMA" - Parte 3 - A estarrecedora conexão com o Código Gênesis
314 - OPERAÇÃO "QUIASMA" - Parte 4 - A Inimitável Assinatura de ELOHIM
315 - O CÓDIGO GÊNESIS, PARA QUEM NUNCA OUVIU FALAR - O básico para você entender e se impressionar com a Matemática Bíblica
316 - COM A MATEMÁTICA BÍBLICA, SEMPRE ESPERE O INESPERADOProvando que o poço da Matemática Bíblica não tem fundo
317 – O MILAGRE DA UNIDADE NA COMPLEXIDADE DA MATEMÁTICA BÍBLICA - A dança harmoniosa dos números, selando as obras de Deus
318 – A SINGULAR ASSINATURA MATEMÁTICA DE ELOHIM - Os céticos podem tentar à vontade, mas a Assinatura Matemática de ELOHIM é irrefutável, inimitável e exata
319 – 777 – XEQUE MATE!!! - Você pode até resistir a uma dezena de evidências... mas nada poderá fazer contra uma tonelada delas
320 – a incrível matemática da roleta bíblica - Uma seleção das minhas 37 maiores descobertas na Matemática Bíblica
321 – O CÍRCULO, O TRIÂNGULO E A ETERNIDADE
322 – A SIMETRIA DAS LÂMPADAS 3 E 7 - A conexão entre o Candelabro, a estrutura da Bíblia e o Código Gênesis
323 – MUITO ALÉM DE UM SIMPLES TRIÂNGULO DE NÚMEROS
324 – NOSSO VELHO AMIGO 370 - Um alinhamento inesperado e (mais) uma simetria surpreendente
325 – 777 – outro xeque mate - Mais um precioso diamante no colar da Matemática Bíblica
326 – AQUILO QUE REALMENTE SURPREENDE – Parte 1 - Muito além de meros truques numéricos
327 – AQUILO QUE REALMENTE SURPREENDE – Parte 2 - Sem chances para o “deus Acaso”
328 – AQUILO QUE REALMENTE SURPREENDE – Parte 3 - As maravilhas não acabam nunca
329 – AQUILO QUE REALMENTE SURPREENDE – Parte 4 - A simetria dos 49 dias
330 – SETE MEDIDAS DE TEMPO NA PROFECIA BÍBLICA - Deus sempre age no tempo certo – a gente é que pensa que Ele se atrasa
331 – SER “SETE” É SABER SURPREENDER
332 – AS 7 PEÇAS DO QUEBRA-CABEÇA DOS TEMPOS FINAIS - Os atores e o palco para a batalha final
333 – como falar da bíblia para quem não acredita nela? - Explicando, em detalhes, os objetivos do Ministério Arquivo7

APÊNDICE 1 - MUITO ALÉM DA ENCICLOPÉDIA ARQUIVO7
APÊNDICE 2 - MUITO ALÉM DA ENCICLOPÉDIA ARQUIVO7
APÊNDICE 3 - MUITO ALÉM DA ENCICLOPÉDIA ARQUIVO7
APÊNDICE 4 - MUITO ALÉM DA ENCICLOPÉDIA ARQUIVO7

Elaborado por: Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com