sábado, 28 de setembro de 2019

OS NÚMEROS E DEUS – UMA CONEXÃO QUE NINGUÉM É CAPAZ DE NEGAR


- Diga-me algo que seja simples e profundo ao mesmo tempo?
- Os números!

- Algo que seja verdadeiro de tal forma que ninguém pode contestar?
- Os números!

- Algo que é imutável, exato, eterno e perfeito?
- Os números!

- Portanto, provavelmente, as únicas coisas do Universo que representam, com perfeição, os atributos e caráter de Deus.

É um pensamento estarrecedor imaginar que, mesmo que o Universo não existisse ou deixasse de existir, o caráter (ou “personalidade”) dos números continuaria o mesmo, eternamente. Por exemplo, o número 337 é primo, isto é, só divide por ele mesmo e por 1 – E SERÁ ETERNAMENTE ASSIM!

Existem, pelo menos, dois tipos de leis no Universo: as da Física e as da Matemática.

1 – Leis Físicas – tais como a Lei da Gravidade. Essas leis foram criadas. Portanto, não eternas e são passíveis de mudanças. Ou seja, um dia elas não existiram e, provavelmente, um dia poderão não existir mais.

2 – Leis Matemáticas – Por outro lado, estas são eternas. Em outras palavras: sempre existiram e nunca deixarão de existir.

As Leis da Física, mesmo em forma de constante, como a velocidade da luz, um dia poderão deixar de existir, se Deus quiser mudar o Universo. Quando Deus disse, no princípio “HAJA LUZ!” (Gênesis 1.3), a luz passou a existir, provavelmente na mesma velocidade que possui até hoje. Se Ele quiser mudar (alterar) essa velocidade, poderá fazê-la sem um pingo de dificuldade, embora eu não veja razões para que um dia Ele faça tal coisa.

Falando nisso, a velocidade da luz no vácuo é de exatos 299.792.458 metros por segundos. É uma constante. Em outras palavras: as evidências provam que, desde o princípio dos tempos, a velocidade da luz, no vácuo, tem se mantido estável, ou seja, a mesma. E o mais incrível é que a mínima alteração dessa velocidade, para mais ou para menos e o Universo desabaria. Isso é provado, por exemplo, por meio da famosa constante física conhecida como CONSTANTE DA ESTRUTURA FINA, cujo número é algo aproximado de 1/137.

Se o Universo é fruto do mero acaso (como acreditam os céticos), por que existem essas constantes? Quem ou o que as mantém assim?

Resumindo o que acabamos de explicar: As evidências indicam que as leis da Física não são eternas. Ou seja, em algum momento, elas passaram a existir. Entretanto, elas só são possíveis graças a outro tipo de lei, AS LEIS MATEMÁTICAS. E o grande diferencial é que estas SÃO ETERNAS.

          ETERNAS? Sim, um fato ou teorema matemático é algo que sempre foi verdade e será verdade eternamente, independente do Universo existir ou não. E isso é fascinante!

          Outro fato chocante é que as constantes físicas e matemáticas dão ênfase aos mesmos números que são destaques nas Sagradas Escrituras. Por exemplo, o valor exato da velocidade da luz no vácuo possui os seguintes fatores primos: 2 , 7, 73 e 293339. Dois deles (7 e 73) são celebridades da Matemática Bíblica.

          E ainda mais interessante: o valor numérico da frase mais importante sobre a origem do Universo (2701) tem como um dos fatores o número 73, que é um dos 4 fatores da velocidade da luz. Poderia ser apenas uma coincidência, mas existem dezenas de outros padrões conectando as duas coisas. Aí passa a ser significativo.

AS ALEGAÇÕES E TESES DO ARQUIVO7 SÃO DIFÍCEIS (OU IMPOSSÍVEIS) DE SE CONTESTAR, PORQUE SÃO FUNDAMENTADAS SOBRE AS LEIS MATEMÁTICAS

Uma das coisas maravilhosas em lidarmos com a matemática é que os fatos matemáticos são imutáveis e irrefutáveis. E, em relação a Matemática Bíblica, os céticos podem alegar qualquer coisa, menos que os fatos não são fatos.

          Há alguns anos se eu quisesse apresentar sólidas evidências da inspiração sobrenatural da Bíblia teria à disposição algumas dezenas. Hoje tenho milhares. Literalmente.

Após anos de estudos exaustivos sobre números e matemática na Bíblia, cheguei à conclusão de que a fonte é inesgotável. E que, se for desafiado por qualquer cético a apresentar evidências matemáticas da inspiração sobrenatural da Bíblia, estou confortavelmente sentado sobre uma montanha delas.

O fato é que eu descobri tantas evidências da Assinatura de Deus na Bíblia e no Universo que, se alguém me pedir uma prova por dia, eu tenho material suficiente para muitos anos.

          Muitas das simetrias matemáticas descobertas surpreendem não pela complexidade, mas, ao contrário, pela simplicidade. Um exemplo, para ornamentar o texto de hoje:

          Como já dito inúmeras vezes, o valor da frase mais importante sobre a origem do Universo (Gênesis 1.1) é 2701, um produto de dois primos, 37 e 73 (números-chave da Matemática Bíblica, ao lado de 3 e 7).

          Um fato negligenciado muitas vezes é que, qualquer que seja o número, ele se originou do número 1. Na verdade, todos os números se originaram do número 1.

          Outra coisa que precisamos deixar bem clara: em relação à natureza dos números só existem 3 tipos: Os primos, os compostos e o número 1.

          A Bíblia deixa claro que tudo se originou em Deus (da mesma forma todos os números se originaram do 1, e a analogia faz sentido, porque, biblicamente, 1 simboliza Deus).

Assim, 2701 tanto pode ser expresso como 37 x 73, como também por: 1 x 37 x 73.

Agora, vejam a simplicidade e, ao mesmo tempo, complexidade desta simetria:

1º livro: Gênesis (50 capítulos);
37º livro: Ageu (2 capítulos);
73º livro: Juízes (21 capítulos).
Somando tudo (50 + 2 + 21), quem aparece? Nosso amigo 73!!!
         
          Primeiro, Gênesis 1.1 foi elaborado cerca de 1.200 anos antes da conversão das letras hebraicas em números: Segundo, Gênesis 1.1 foi escrito uns 1.800 anos antes da classificação da Bíblia em capítulos. Então, como é que isso é possível?

“Sabes tu como Deus lhes dá as suas ordens, e faz resplandecer o relâmpago da sua nuvem? Compreendes o equilíbrio das nuvens, e as maravilhas daquele que é perfeito nos conhecimentos; tu cujas vestes são quentes, quando há calma sobre a terra por causa do vento sul?”
(Jó 37.15-17)

Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com

sábado, 21 de setembro de 2019

PARA QUE SERVE A MATEMÁTICA BÍBLICA, AFINAL?



Primeiramente, alguns fatos:

1 – É cada vez maior a tentação de acrescentarem livros à Bíblia;

2 – Nunca se viu tanta ênfase nos livros extra-bíblicos, supostamente escritos nos tempos bíblicos;

3 – Cresce cada vez mais o número de estudiosos ensinando que a Bíblia está incompleta;

4 – Ao mesmo tempo, crescem os ataques contra a inspiração sobrenatural da Bíblia;

5 – Muitos cristãos, inclusive, veem a Bíblia apenas como um manual de auto ajuda, não como A Palavra de Deus;

6 – Para muitos as doutrinas da Inerrância, Inspiração e Imutabilidade Bíblica não fazem sentido;

7 – Bem, senhoras e senhores, a Matemática Bíblica destrói perfeitamente todas as falsas alegações das alternativas anteriores.

É disso que trata o Arquivo7.

Os primeiros estudos sobre Matemática Bíblica (especialmente as investigações na guematria* de Gênesis 1.1) apresentavam evidências de que, pelo menos algumas passagens da Bíblia não poderiam ser obra humana. Entretanto, ficava difícil aplicar essa tese na Bíblia como um todo.

Ou seja, com a Guematria e a Lei das Probabilidades, poderíamos provar que a Bíblia não teria como ser uma obra meramente humana. Mas, com o mesmo método, não era possível provar que a Bíblia está completa. Isto é, que não podemos acrescentar mais nenhum livro ou nenhum capítulo. E nem retirar.

Existem muitos argumentos bons e excelentes provando que a Bíblia está completa, com seus 66 livros e 1.189 capítulos. Entretanto, tais argumentos podem ser rejeitados, descartados e discutidos em debates intermináveis, envolvendo documentos antigos, tradição cristã e coisas do tipo.

Por outro lado, argumentos que usam a Matemática Bíblica não podem ser rejeitados ou descartados tão facilmente.

Primeiro, os críticos têm que provar que os fatos não são fatos;

Segundo, precisam provar que as simetrias matemáticas apresentadas são somente meros acasos estatísticos;

E terceiro, precisam explicar como a estrutura da Bíblia envolve cálculos complexos e números absurdamente grandes, levando em consideração a época em que tal estrutura foi organizada.

Bem, ao nos aprofundarmos no estudo da Matemática na Bíblia, acabamos por nos deparar com um novo tipo de simetria cujas implicações são colossais. Não sei quanto tempo haverá (e nem se estarei vivo na época para testemunhar), mas tenho esperança de que um dia os teólogos despertarão para investigar essa Matemática Bíblia divulgada no Arquivo7 (mui provavelmente muitos me chamarão de herege). E espero também que uma parte desses estudiosos (tomara que a maioria) reconheça a veracidade dessas pesquisas.

Mas, aconteça o que acontecer, tenho fatos demais à minha disposição para apresentar para quem quiser. Sim, uma quantidade de evidências mais do que suficiente para discutir com qualquer tipo de estudioso, sem temer a quantidade de diplomas deles.

Aproveitando o espaço, apresentarei a seguir, mais uma dessas evidências:

Como explicado em uma postagem recente, existe uma categoria de números, chamada, pelos matemáticos, de números irracionais. Como são eles?

Não admitem serem escritos na forma de fração, pois em suas formas decimais, consistem em números infinitos não periódicos, como, por exemplo, o número Pi (3,1415926535897932384626433832795...), ou o número PHI (que começa com 1,6180339887498948482045868343656... e nunca se acaba (uma afirmação estarrecedora, mas verdadeira), um dos números mais venerados pelos matemáticos, místicos, filósofos, etc. Existem inúmeras conexões bíblicas com esse número (na Enciclopédia Arquivo7 temos uma série com 21 capítulos e centenas de páginas dedicadas a demonstrar essas conexões);

O comportamento dos números é tão impressionante que parece mágica. E a coisa fica mais chocante quando conectamos com a Matemática Bíblica. Leia com cuidado o exemplo a seguir.

Fato 1 - Os números 3, 7, 37 e 73 são os mais significativos da Matemática Bíblica (essa é, inclusive, a essência das pesquisas do Arquivo7);

Fato 2 - A raiz quadrada de 3 é também muito venerada pelos estudiosos. Ela começa com 1,7320508075688772935274463415059... outro número que nunca se acaba;

Fato 3 - A raiz de 7 é 2,6457513110645905905016157536393... também infinita;

Tendo em mente estes fatos, faremos a seguinte experiência:

1 – Vamos elaborar uma tabela com 1.189 linhas (equivalentes aos 1.189 capítulos bíblicos) e 4 colunas;

2 – Na 1ª coluna, a numeração de ordem, de 1 a 1.189;

3 – Em seguida, vamos colocar, na 2ª coluna, todos os capítulos bíblicos (Gênesis 1, Gênesis 2, Gênesis 3, etc.) até preenchermos toda a tabela;

4 – Na 3ª coluna, todos os primeiros 1.189 dígitos da raiz de 3;

5 – Na 4ª coluna, todos os primeiros 1.189 dígitos da raiz de 7;

6 – Agora destaquemos todos os dígitos da raiz de 3 que se encontram na mesma linha dos 3 capítulos de Naum (um dos dois livros CENTRAIS da Bíblia);

7 – Por último, destaquemos todos os dígitos da raiz de 7 que se encontram na mesma linha dos 7 capítulos de Miquéias (o outro livro CENTRAL da Bíblia).

Observem que estamos seguindo uma simetria clara: 3 dígitos da raiz de 3 equivalentes aos 3 capítulos de Naum e os 7 dígitos da raiz de 7 equivalentes aos 7 capítulos de Miquéias (em postagens anteriores também já explicamos, em detalhes, a importância desses dois livros na Matemática Bíblica – portanto, os tais não foram citados aqui por acaso).

Qual a bela, intrigante e surpreendente simetria matemática revelada nessa experiência?

Fato 1 – Os primeiros 1.189 dígitos da raiz de 3:

1,732050807568877293527446341505872366942805253810380628055806979451933016908800037081146186757248575675626141415406703029969945094998952478811655512094373648528093231902305582067974820101084674923265015312343266903322886650672254668921837971227047131660367861588019049986537379859389467650347506576050756618348129606100947602187190325083145829523959832997789824508288714463832917347224163984587855397667958063818353666110843173780894378316102088305524901670023520711144288695990956365797087168498072899493296484283020786408603988738697537582317317831395992983007838702877053913369563312103707264019249106768231199288375641141422016742752102372994270831059898459475987664288897796147837958390228854852903576033852808064381972344661059689722872865264153822664698420021195484155278441181286534507035191650016689294415480846071277143999762926834629577438361895110127148638746976545982451788550975379013880664961911962222957110555242923723192197738262561631468842032853716682938649611917049738836395495938145757671853373633125910899655424624834787197605235997769192323570220305302840385915414971072429559206706202509520175963185872766359975283663431080150665853710647328538625922260582220510403...

* Em destaque, os dígitos equivalentes aos 3 capítulos de Naum.

Fato 2 – Os primeiros 1.189 dígitos da raiz de 7:

2,645751311064590590501615753639260425710259183082450180368334459201068823230283627760392886474543610615064578338497463095743529888627214784427390555880107722717150729728323892299689594865087260700978054203723828023715941100341939116001578525596305945741035152396802716407373799074041581519904403474319453671399730597005051399692237545616097119027378154991633288287704000657570674651963497752083793818114613090876473786595624330579947981281632307054836501077156179463611915534545364774948205930904948498340339890021047861667332795036939246225717053716492578754832290732492671346980298949908037748251109227895568897919808814834090831685251335358295391722117707144149745769070819894444414589722847414003035023532037194870738262931851936409083228059646278376102195979419708909635469586134118179306781621360849101677835321255633463490021898146042255929503669562418692737327715022087523099664698132032128189454785680209506359624466285500761905041393504474371234885223327736251004505962108067233469812000430051449025120625731175911542319445967260497833404344683725636178255048160879406205511486397833055016369470076387773745195116580952204742020649821024440560019965909041002855340691101022611668...

* Em destaque, os 7 dígitos equivalentes aos 7 capítulos de Miquéias.

Fato 3 – A soma dos 3 dígitos equivalentes a Naum (0+6+6) é igual a 12;

Fato 4 – A soma dos 7 dígitos equivalentes a Miquéias (3+2+1+2+8+1+8) é igual a 25;
Fato 5 – Portanto, a soma final (12+25) é, incontestavelmente, o mágico 37!!!

Aí perguntamos aos céticos: Não é muita coincidência pra ser somente coincidência?

Observando aqui um detalhe: Os dígitos equivalentes a Naum reduzem-se, no final, ao número 3 e os dígitos equivalentes a Miquéias, ao número 7. Outra coincidência intrigante... para ser somente coincidência.

* Guematria (ou gematria), embora seja uma palavra bem conhecida pelos estudiosos da Matemática Bíblica de longa data, certamente é novidade para muitos dos novos leitores do Arquivo7. Por isso, uma definição básica se faz necessária: Guematria é simplesmente o método de se calcular palavras, usando os valores das letras atribuídas ao alfabeto hebraico ou grego dos tempos antigos (os gregos gostavam de usar também a palavra Isopsefia, para se referir a essa prática).

          No final, o fato é que só temos duas opções (Lei do 3º Excluído): Ou a Matemática Bíblica é verdadeira ou não é. E sendo verdadeira, creio cabalmente na afirmação do apóstolo Paulo em 2 Coríntios 13.8:

"Porque nada podemos contra a verdade, senão pela verdade.”

Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com

quarta-feira, 18 de setembro de 2019

ALÉM DO HORIZONTE CÓSMICO - UM PRESENTE DE ANIVERSÁRIO QUE VEIO DE OUTRA DIMENSÃO


Nem sei bem por onde começar, pois certas coisas até deixam a gente quase sem fôlego.

Primeiro, não me lembro se algum dia consegui descobrir duas Matemáticas Bíblicas estarrecedoras no mesmo dia;

Segundo, mas tenho certeza de que nunca consegui descobrir duas Matemáticas Bíblicas estarrecedoras na mesma hora;

Terceiro, e nunca tal coisa aconteceu justamente no dia do meu aniversário.

Portanto, tenho, pelo menos, três razões para acreditar que o que aconteceu não foi mera coincidência. E FOI MAIS UMA CONFIRMAÇÃO DAS MINHAS TESES.

Inicialmente, alerto que você só compreenderá a magnitude das próximas revelações se estiver consciente das pesquisas mais recentes do Arquivo7 a respeito da simetria matemática na estrutura da Bíblia envolvendo os números 3, 7, 37 e 73, as quatro celebridades da Matemática Bíblica.

Uma leitura básica de alguns dos textos publicados (neste blog) nos últimos três meses já é suficiente para se ter uma clara ideia do que está em jogo.

Vamos aos fatos.

Se existe um lugar bem claro na Bíblia envolvendo matemática é na famosa profecia das 70 semanas (Daniel 9). Por isso, cristãos que duvidam da Matemática na Bíblia, precisam estudar essa profecia para reverem seus conceitos, urgentemente. Ah, e a maioria dos estudiosos acredita que essa é a profecia mais impressionante da Bíblia... não é para menos: ELA DIZ O DIA EXATO EM QUE JESUS IRIA PISAR EM JERUSALÉM, COM CERCA DE 400 ANOS DE ANTECEDÊNCIA!!!

          Por isso, trabalhar com Matemática Bíblica, envolvendo a profecia das 70 semanas é fantástico, espetacular, maravilhoso!

          Fato 1As 70 semanas convertidas em dias, no calendário bíblico de 360 dias, dá exatos 176.400 dias.

          Observação: as 70 semanas se referem a semanas de anos, portanto, representam 490 anos.

Detalhando: 70 semanas proféticas = 490 anos
                    490 anos = 176.400 dias (basta multiplicar 490 por 360)

Fato 2Em 176.400 dias temos 15.240.960.000 segundos.

Detalhando:

60 (segundos) x 60 (minutos) x 24 (horas) x 176.400 = 15.240.960.000 (mais de 15 BILHÕES de segundos)

Agora imagine 15.240.960.000 linhas, cada uma com um capítulo bíblico, desde Gênesis 1. Ou seja, só teremos que repetir os 1.189 capítulos 12.818.301 vezes.

Agora pegue os 1.189 capítulos bíblicos (formando um número único, como já temos feito outras vezes):

001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043044045046047048049050001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021001002003004001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036001002003004005006007008009010001002003004005006007008009010011012013001002003004005006007008009010001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043044045046047048049050051052053054055056057058059060061062063064065066067068069070071072073074075076077078079080081082083084085086087088089090091092093094095096097098099100101102103104105106107108109110111112113114115116117118119120121122123124125126127128129130131132133134135136137138139140141142143144145146147148149150001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031001002003004005006007008009010011012001002003004005006007008001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043044045046047048049050051052053054055056057058059060061062063064065066001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043044045046047048049050051052001002003004005001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028029030031032033034035036037038039040041042043044045046047048001002003004005006007008009010011012001002003004005006007008009010011012013014001002003001002003004005006007008009001001002003004001002003004005006007001002003001002003001002003001002001002003004005006007008009010011012013014001002003004001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028001002003004005006007008009010011012013014015016001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022023024025026027028001002003004005006007008009010011012013014015016001002003004005006007008009010011012013014015016001002003004005006007008009010011012013001002003004005006001002003004005006001002003004001002003004001002003004005001002003001002003004005006001002003004001002003001001002003004005006007008009010011012013001002003004005001002003004005001002003001002003004005001001001001002003004005006007008009010011012013014015016017018019020021022

3.567 dígitos (algarismos)!!!

Agora imagine uma grande roleta com 15.240.960.000 casas, cada uma contendo um capítulo bíblico, desde Gênesis 1. A pergunta que vale bilhões e bilhões de dólares: O numerozão (com os 1.189 capítulos) na roleta das 15.240.960.000 casas, equivale a qual delas?

Fato 3 – Na roleta das 15.240.960.000 casas o numerozão (os 1.189 capítulos num número só) vai parar exatamente na casa 13.338.101.022, que corresponde, acreditem ou não, senhoras e senhores, ao capítulo 37 de Êxodo!!!

Isso foi chocante pra mim!

Chamar de coincidência é absurdo. Afirmar que foi algo elaborado pela mente humana é mais absurdo ainda. Entretanto, o que eu poderia chamar de CHOCANTE ELEVADO AO CHOCANTE foi o que veio logo em seguida. Resolvi fazer a mesma experiência trocando só o numerozão. E eis o resultado estarrecedor:

Vamos transformar todos os 66 livros bíblicos (representados por suas respectivas quantidades de capítulos num número só):

050040027036034024021004031024022025029036010013010042150031012008066052005048012014003009001004007003003003002014004028016024021028016016013006006004004005003006004003001013005005003005001001001022

198 dígitos (algarismos)!!!

Se submetermos esse numerozão na espetacular roleta das 15.240.960.000 casas, toparemos com qual capítulo bíblico?

Fato 4 – Na roleta das 15.240.960.000 casas o numerozão (os 66 livros bíblicos, representados por seus capítulos, num número só) vai parar exatamente na casa 1.193.001.022, que corresponde, acreditem ou não, senhoras e senhores, ao capítulo 37 de Gênesis!!!

Sim, ao capítulo 37 de Gênesis! Exatamente o 37º capítulo da Bíblia!!!

          Vejam os detalhes dos cálculos no APÊNDICE 14 DA ENCICLOPÉDIA ARQUIVO7.

Por que estas coincidências são absurdas demais para serem somente coincidências?

          1 – Envolve um número de altíssima importância na Bíblia, especialmente na profecia: 176.400;

          2 – Envolve fatores que não foram criados ou desenvolvidos na mesma época: o calendário de 360 dias, as horas, a seleção e organização dos livros bíblicos (o chamado CÂNON), a divisão da Bíblia em capítulos, etc;

          Obs.: Lembrando que, desde os tempos antigos, a Humanidade lida com dois tipos de calendários (o solar, com 365 dias e o lunar, com 354), e que o usado nas profecias bíblicas (de 360 dias) é justamente a média dos outros dois.

          3 – Envolve números absurdamente grandes, que até as calculadoras da maioria dos computadores não conseguem suportar – imagine elaborar algo assim em épocas que nem calculadora eletrônica existia;

4 – Os dois numerozões usados na experiência não foram elaborados do nada, e não são isolados uns dos outros, porém, possuem entre si uma conexão incontestável, no conjunto dos capítulos bíblicos;

          5 – Incrivelmente, os dois numerozões foram parar não somente em qualquer um dos raros 7 capítulos 37 da Bíblia, mas exatamente em dois vizinhos e do mesmo grupo (Gênesis e Êxodo, do Pentateuco);

          6 – Ainda mais incrível é o fato de um deles ser não só um dos 7 únicos capítulos bíblicos de número 37, MAS EXATAMENTE O 37º!!!

          7 – E a descoberta dessa fantástica simetria matemática na Bíblia não aconteceu depois de exaustivas pesquisas durante vários dias. Eu estava fazendo outras coisas, de repente me veio a ideia de calcular quantos segundos teria todos os dias das 70 semanas. Aí resolvi submeter tal resultado aos capítulos da Bíblia na experiência das roletas numéricas que tanto tenho apresentado aqui. E, repito, o mais chocante não foi descobrir mais uma simetria que conecta diretamente com um dos raros 7 capítulos 37 da Bíblia, e sim, DUAS SIMETRIAS DE MESMO PESO E DENTRO DE UMA MESMA HORA!!!

          E no dia do meu aniversário!

Pensem o que quiserem, senhoras e senhores, mas eu estou plenamente convicto de que não estou lidando com coincidências ou manipulações numéricas, e sim, com AS DIGITAIS DE DEUS, AUTENTICANDO, MATEMATICAMENTE, A SUA PALAVRA!!!

Contestem-me, se puderem!!!

"Ele [O SENHOR] conta o número das estrelas, e chama cada uma pelo nome."
(Salmo 147.4)

"Quanto a vocês, até os cabelos da cabeça estão todos contados."
(Mateus 10.30)

"Quem mediu toda a água do mar na concha da mão? Quem mediu a palmos o tamanho do céu? Quem mediu numa vasilha o pó da terra? Quem pesou as montanhas na balança e as colinas nos seus pratos?"
(Isaías 40.12)

Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com