O BÁSICO PARA VOCÊ ENTENDER O ARQUIVO 7

O BÁSICO PARA VOCÊ ENTENDER O ARQUIVO 7
Tudo que você precisa saber para entender a principal linha de investigação do Arquivo7 - O BÁSICO SOBRE MATEMÁTICA BÍBLICA, SEGUNDO A TESE ARQUIVO 7.

CALCULANDO A VERDADE - A INSPIRAÇÃO DIVINA DA BÍBLIA PROVADA PELA MATEMÁTICA

 

Uma introdução à Matemática Bíblica defendida no Arquivo7, numa exposição bem didática, ideal para quem está entrando em contato com essa tese pela primeira vez ou deseja apresentá-la a algum amigo. 

O "cânon" bíblico está fechado, com 66 livros e 1.189 capítulos, e, neste livro, apresentamos a evidência matemática como prova. 

"Investigue tudo, acredite apenas no que for provado verdadeiro" (paráfrase de 1 Tessalonicenses 5.21)

Adquira esta obra por meio das seguintes opções:

1 - LIVRO DIGITAL - Leia através do aplicativo Kindle em seu celular, tablet, Kindle e computador. Clique neste link: 

https://amzn.to/3gwP0sA

2 - LIVRO FÍSICO (isto é, impresso) - Adquira a partir deste link:

https://loja.uiclap.com/titulo/ua9006/

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

A INCRÍVEL MATEMÁTICA DO NOME ISRAEL


 As afirmações matemáticas são eternas. Uma verdade matemática é para sempre. A matemática não é uma invenção, mas uma descoberta. Com tantas características especiais, não é de admirar quando encontramos a matemática conectada com as revelações bíblicas.

O nome ISRAEL é citado mais de 2000 vezes na Bíblia. É um nome muito conhecido hoje. É famoso mundialmente. Nos dias atuais existe um país chamado Estado de Israel. A maioria dos seus habitantes descende de Jacó, um dos patriarcas citados no Antigo Testamento.

Jacó teve 13 filhos, e dos seus 12 homens vieram as 12 tribos de Israel. Certo dia, numa luta dramática com um ser extraterreno (o Anjo do Senhor), Jacó recebeu um novo nome, ISRAEL. Um nome bastante significativo. O nome Israel logo se tornou mais importante que o nome Jacó. Existem muitos significados e explicações teológicas para ele. Mas raramente alguém analisou o nome ISRAEL à luz da Matemática. Quando fazemos esse tipo de análise o resultado é surpreendente.

Leia a continuação deste artigo no blog Filosofia7.

Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com

Um comentário: