O BÁSICO PARA VOCÊ ENTENDER O ARQUIVO 7

O BÁSICO PARA VOCÊ ENTENDER O ARQUIVO 7
Tudo que você precisa saber para entender a principal linha de investigação do Arquivo7 - O BÁSICO SOBRE MATEMÁTICA BÍBLICA, SEGUNDO A TESE ARQUIVO 7.

domingo, 14 de fevereiro de 2021

O ABC DA MATEMÁTICA BÍBLICA – Parte 1

 

“Você se baseia em que, para acreditar que existe essa matemática na Bíblia, de que tanto fala?” 

Bem, se os 26 fatos abaixo forem realmente fatos (isto é, verdadeiros), então existe uma matemática bem interessante e surpreendente na Bíblia. 

A – Os números 3 e 7 são os mais significativos e presentes nos eventos bíblicos, do Gênesis ao Apocalipse. 

B – Os dias 3 e 7 são citados na Bíblia mais do que qualquer outro dia. 

C – A Bíblia foi escrita em duas línguas alfanuméricas (hebraico e grego). 

D – Cerca de 200 anos antes de Cristo, as 22 letras do alfabeto hebraico passaram a ser usadas também como números, principalmente para fins comerciais, pois até então não havia sinais para representar números (como os 10 algarismos que temos hoje). 

E – Pelo sistema adotado pelos hebreus, as 22 letras passaram a valer: 1,2,3,4,5,6,7,8,9,10,20,30,40,50,60,70,80,90,100,200,300 e 400. 

F – O mesmo sistema já tinha sido adotado pelos gregos, cerca de 600 anos a.C., de acordo com a História e a Arqueologia. Logo, a Bíblia foi escrita em duas línguas ALFA-NUMÉRICAS. 

G – No Novo Testamento, há evidências de que os escritores tinham conhecimento desse sistema. Mateus começa seu Evangelho, destacando o número 14 na genealogia de Jesus, cita 14 reis e somente um pelo nome, Davi. O 14º nome da lista de Mateus é justamente Davi, cujo nome, em hebraico, trocando as letras pelos valores numéricos, vale exatamente 14. 

H – Um dos enigmas mais famosos da Bíblia (Apocalipse 13.18), fala de CALCULAR O VALOR DO NOME DE UM HOMEM (cuja soma é 666)! 

I – Tanto 3 como 7 são números PRIMOS (aqueles que só dividem, de forma exata, por eles mesmos e por 1). 

J – Os números primos 3 e 7 formam dois outros primos, 37 e 73. 

K – Na verdade, só existe um número no Universo que: é um número primo (37), formado por dois números primos (3 e 7), e, ao contrário (73) também é primo. NÃO EXISTE NENHUM OUTRO CAPAZ DISSO! 

L – Na lista dos números primos, o 12º é 37 e o 21º é 73. A prova: 2,3,5,7,11,13,17,19,23,29,31,37,41,43,47,53,59,61,67,71,73. 

M – O valor numérico da 1ª frase da Bíblia (Gênesis 1.1), a frase mais importante sobre a origem do Universo, é 2701 (isto é, 37 x 73). 

N – A Bíblia, no original hebraico, começa com 7 palavras e 28 letras. 28 é 4 x 7. 

O – As 7 palavras iniciais da Bíblia correspondem, respectivamente, aos valores 913, 203, 086, 401, 395, 407 e 296.

P – Com 7 números, a matemática prova que só podemos elaborar 127 números diferentes (sem anagramas). 

Q – Em média, em qualquer conjunto de números escolhidos aleatoriamente, 1 em cada 37 será um múltiplo de 37. A cada 74, dois são múltiplos de 37; a cada 111, 3 são múltiplos de 37, etc. Portanto, em 127 números, podemos esperar, naturalmente, 3 ou 4 múltiplos exatos de 37. 

R – Mas nos 7 valores de Gênesis 1.1, temos 23 múltiplos exatos de 37, ou seja, mais de 6 vezes além do esperado! 

S – 23 múltiplos de um número (quando são esperados 3 ou 4, se forem escolhidos ao acaso) EVIDENCIAM QUE OS 7 VALORES FORAM ESCOLHIDOS PROPOSITADAMENTE! 

T – O livro de Gênesis foi escrito cerca de 1500 anos antes de Cristo e as letras hebraicas só foram numeradas cerca de 1200 anos DEPOIS. Portanto, quem escolheu as 7 palavras precisava CONHECER O FUTURO, pra saber quais valores as letras teriam dentro de 1200 anos! 

U – O Nome de JESUS, em grego, tal como se propagou pelo mundo todo, nos textos do Novo Testamento, tem o valor numérico de 888 (outro múltiplo de 37)! 

V – É claro que inúmeros nomes próprios devem ter algum valor múltiplo de 37, mas é muito raro DOIS NOMES usados pela mesma pessoa, serem ao mesmo tempo, múltiplos de 37. Bem, tanto JESUS (888, 24 x 37) quanto CRISTO, em grego, são múltiplos de 37 (CRISTO vale 1480, ou 40 x 37)!!! 

W – Ou seja, o nome do Homem mais importante da Bíblia, na língua internacional da época, tem o mesmo fator numérico da frase mais importante da Bíblia sobre a origem do Universo (e não um fator numérico qualquer, mas exatamente aquele que é formado pelos dois números mais importantes da Bíblia)! 

X – A Bíblia diz que “O SENHOR, com sabedoria fundou a terra;” (Provérbios 3.19). 

Y – Em hebraico, a palavra SABEDORIA vale 73 (pelo VALOR das letras) e 37 (pelo número de ORDEM das letras). E (lembre-se!), o texto mais importante sobre a Criação vale 37 x 73!!! 

Z – A primeira vez em que os números 3, 7 e 37 se encontram, na linha do tempo, é dentro do número 777 (3 x 7 x 37), e as 3 palavras mais importantes da 1ª frase da Bíblia, isto é, DEUS, CÉUS e TERRA, valem juntas exatamente 777!!! 

Se estes 26 fatos são verdadeiros, são coincidências demais para serem somente coincidências, você não acha? 

Lembrando que aqui eu fiz apenas afirmações, não citei nenhuma evidência como prova. Só para não deixar o texto muito grande. Entretanto, cada um desses 26 tópicos é provado (com fartas evidências) na Enciclopédia Arquivo7. 

Moacir Junior – morganne777@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário