O BÁSICO PARA VOCÊ ENTENDER O ARQUIVO 7

O BÁSICO PARA VOCÊ ENTENDER O ARQUIVO 7
Tudo que você precisa saber para entender a principal linha de investigação do Arquivo7 - O BÁSICO SOBRE MATEMÁTICA BÍBLICA, SEGUNDO A TESE ARQUIVO 7.

CALCULANDO A VERDADE - A INSPIRAÇÃO DIVINA DA BÍBLIA PROVADA PELA MATEMÁTICA

 

Uma introdução à Matemática Bíblica defendida no Arquivo7, numa exposição bem didática, ideal para quem está entrando em contato com essa tese pela primeira vez ou deseja apresentá-la a algum amigo. 

O "cânon" bíblico está fechado, com 66 livros e 1.189 capítulos, e, neste livro, apresentamos a evidência matemática como prova. 

"Investigue tudo, acredite apenas no que for provado verdadeiro" (paráfrase de 1 Tessalonicenses 5.21)

Adquira esta obra por meio das seguintes opções:

1 - LIVRO DIGITAL - Leia através do aplicativo Kindle em seu celular, tablet, Kindle e computador. Clique neste link: 

https://amzn.to/3gwP0sA

2 - LIVRO FÍSICO (isto é, impresso) - Adquira a partir deste link:

https://loja.uiclap.com/titulo/ua9006/

sexta-feira, 14 de agosto de 2020

A MATEMÁTICA BÍBLICA SUBMETIDA AO FOGO DOS CONTESTADORES


De vez em quando algum leitor atento do Arquivo7 me questiona a respeito de alguma simetria matemática apresentada. Geralmente eles perguntam: “Mas será que não funcionaria com outro número?” Eu adoro esse tipo de questionamento porque fortalece ainda mais as teses que defendo.

Certo dia alguém me questionou: “E se, em vez de procurar essas simetrias com o número 37, você procurasse com 25, 38, 43 ou outra dupla diferente? Será que não funcionaria também? Aliás, por que 37?

          É muito fácil responder a isso.

          Começando pela última, “por que 37?” Primeiro, é evidente que o primeiro texto da Bíblia, no original hebraico, está recheado de múltiplos de 37; segundo, os dois números mais importantes da Bíblia não são 2 e 5 ou 3 e 8 ou 4 e 3, mas 3 e 7; inclusive, os dois dias mais citados na Bíblia (qualquer que seja a tradução que você pesquise) são os 3º e 7º dias.

          Sobre a outra questão: e se fosse com outra dupla numérica, não funcionaria também? Para responder, veja com cuidado os fatos abaixo.

Em vários artigos (e capítulos da Enciclopédia Arquivo7) demonstrei que a equação (3^3) + (7^7) produz um valor que vai parar exatamente em Jeremias 37 (na Bíblia toda existem apenas 7 capítulos de número 37 e um de número 73)! O símbolo ^ significa “elevado à”.

Detalhando: (3^3) + (7^7) = 823570. Este número dividido por 1189 (total de capítulos bíblicos), como não é uma divisão exata, restará 782, que é igual a Jeremias 37.

Portanto, 3 e 7, numa singela operação matemática, nos leva diretamente a um capítulo bíblico onde os dois dígitos aparecem juntos. Isso funcionaria com outra dupla numérica? Por exemplo, será que 3 e 8 nos levarão a um capítulo 38? Ou quem sabe, 2 e 5 nos levará diretamente a um capítulo 25?

Fiz todas as simulações possíveis (pelo computador) e o resultado apresento a seguir:
Das 36 duplas numéricas possíveis, somente duas (2 com 4 e 3 com 7) nos conduzirão a um capítulo bíblico em que os mesmos dígitos aparecem (1 Samuel 24 e Jeremias 37, respectivamente).


Entretanto, no caso da dupla 2 e 4, temos apenas uma simples coincidência, pois essa dupla não é significativa no texto bíblico e não existem outros exemplos corroborativos a favor dela. Enquanto existem 20 capítulos bíblicos de número 24, existem somente 7 de números 37! Mas vamos submeter essas duplas a um teste mais complexo, para deixar as coisas ainda mais claras.

Por exemplo: Apresento a seguir uma descoberta muito recente, que não aparece em nenhum dos 333 capítulos da Enciclopédia Arquivo7 e nem em qualquer dos atuais 32 Apêndices. Pra provar ainda mais que: O POÇO DA MATEMÁTICA BÍBLICA NÃO TEM FUNDO!

(3^7^37^73) x (73^37^7^3) = (um número formado por 10.469 dígitos, que não vamos colocar aqui, pra não espantar os leitores). Este numerozão dividido por 1189, como não é uma divisão exata, restará 782, que também é igual a Jeremias 37!!!

          Veja só! A mesma dupla numérica acima, que já tinha nos levado até Jeremias 37, agora nos surpreende novamente, com uma operação muito mais complexa. É uma coincidência absurda!

Mas alguém poderia pensar que isto seria um tipo de capricho matemático. Ou seja: qualquer dupla numérica se submetida às mesmas formulas acima, irá parar no mesmo lugar, isto é, no mesmo capítulo na Bíblia, independente dos dígitos do capítulo coincidirem com a dupla ou não.

Por exemplo, se no primeiro teste a dupla 38 nos levou até Jó 17, será que no segundo teste iria parar lá também?

Em outras palavras: Por um capricho matemático, devido à alguma particularidade estranha do número 1.189 (total de capítulos bíblicos), talvez qualquer dupla numérica submetida às duas fórmulas abaixo acabem no mesmo lugar.

(a^a) + (b^b) = x (que dividido por 1189 levem ao resultado y).

(a^b^ab^ba) x (ba^ab^b^a) = x (que dividido por 1189 levem ao resultado y).

          Se qualquer dupla numérica, nas duas fórmulas acima, nos levar ao mesmo endereço, provaria que, pelo menos neste caso, a dupla 3 e 7 não tem nada de especial ou de extraordinário em relação às outras duplas numéricas.

Com essa suspeita decidi tirar a prova. Como envolve muitas operações com números muito grandes, seria cansativo demais testar com todas as 36 duplas, como fiz acima. Por isso, escolhi quatro duplas (três aleatoriamente, e uma de propósito, a com 2 e 4):

1º Teste: 3 e 8

a) (3^3) + (8^8) = 16777243 = Jó 17

b) (3^8^38^83) x (83^38^8^3) = Deuteronômio 12

Primeiro, nenhum resultado levou a um capítulo de número 38 (ou 83); segundo, o primeiro resultado não tem nada a ver com o segundo.

2º Teste: 2 e 5

a) (2^2) + (5^5) = 3129 = Jeremias 6

b) (2^5^25^52) x (52^25^5^2) = 1 Samuel 19

Primeiro, nenhum resultado levou a um capítulo de número 25 (ou 52); segundo, o primeiro resultado não tem nada a ver com o segundo.

3º Teste:

a) (2^2) + (7^7) = 823547 = Jeremias 14

b) (2^7^27^72) x (72^27^7^2) = Miquéias 5

Primeiro, nenhum resultado levou a um capítulo de número 27 (ou 72); segundo, o primeiro resultado não tem nada a ver com o segundo.

          4º Teste:

a) (2^2)+(4^4) = 1 Samuel 24

b) (2^4^24^42) x (42^24^4^2) = Salmos 51

Apesar do primeiro teste ter dado positivo (os dígitos 2 e 4 coincidindo com um capítulo 24), no segundo deu negativo. Somente a dupla 3 e 7 passa nos dois testes e nas centenas de outros que temos apresentado na Enciclopédia Arquivo7.

          Quem duvidar das contas apresentadas, que procure uma calculadora e tire as provas por si mesmo.

“Este é o Deus cujo caminho é perfeito; a palavra do Senhor é comprovadamente genuína. Ele é um escudo para todos os que nele se refugiam.”
(Salmos 18.30, NVI).

Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário