Enciclopédia Arquivo7 no MEGA

terça-feira, 21 de maio de 2019

UMA INCRÍVEL SIMETRIA MATEMÁTICA COM A PALAVRA "SETE"



O número 7 é chamado, em hebraico, de SHEBAH, e possui 3 letras (Shin, Bet e Ayin), que, respectivamente, ocupam as seguintes ordens, no alfabeto hebraico: 21, 2 e 16.

Agora a experiência:

1 - Liste todos os 1.189 capítulos da Bíblia e, ao lado, coloque as 22 letras do alfabeto hebraico, repetindo até fechar as 1.189 linhas;

2 - Agora destaque somente os capítulos bíblicos correspondentes às letras da palavra "SETE";

3 - Calcule a soma dos capítulos e terá o mágico número 3737.

Sim! 3737!!!

Não somente um múltiplo exato de um dos números-chave da Criação, mas formado somente com os algarismos das duas principais celebridades numéricas da Bíblia, 3 e 7.

Poderia ser apenas uma coincidência? Poderia. Mas como temos centenas de outras simetrias...

terça-feira, 14 de maio de 2019

APÊNDICE 1 – MUITO ALÉM DA ENCICLOPÉDIA ARQUIVO7


Em Setembro de 2018 elaborei o capítulo 333 da Enciclopédia Arquivo7. Como é um belo número significativo (3x3x37) resolvi encerrar (por algum tempo) e me dedicar mais na divulgação dessa obra.

Antes, porém, que o ano terminasse, eu já havia feito novas descobertas na Matemática Bíblica. Mas não pretendia elaborar nenhum novo capítulo, pois achava mais importante divulgar o material já existente (afinal, cerca de 45.000 páginas não era algo pra se menosprezar).

As novas evidências matemáticas descobertas eram impressionantes e eu não podia deixar de divulgá-las. Então me aproveitei de um capítulo recente (331 - SER SETE É SABER SURPREENDER) e resolvi editá-lo a fim de inserir as novas evidências, e não estragar a bela quantidade (333) de capítulos.

A Enciclopédia aumentou algumas páginas, porém a quantidade de capítulos permaneceu intocável.

Entretanto, ao iniciar 2019, me deparei com um novo tipo de padrão bíblico-matemático. Algo que eu nunca havia pensado antes, e nunca vira nada parecido nas páginas estrangeiras sobre Matemática Bíblica.

A sensação era parecida com a de um garimpeiro ao se deparar com uma grande jazida de ouro.

E agora? Era material para muitos novos capítulos. Mas eu não queria estender a quantidade de capítulos da Enciclopédia.

Então notei que os capítulos mais recentes (326 a 329), intitulados “AQUILO QUE REALMENTE SURPREENDE”, eram bastantes adequados para as novas evidências, pois sua temática se encaixava como luva.

Até porque eu sempre achei que faltava alguma coisa neles na época em que os elaborei.

Aí com as novas descobertas (janeiro/fevereiro de 2019), mesmo aumentando consideravelmente o número de páginas, editei os tais capítulos e fiquei satisfeito com o resultado.

Entretanto, AS MARAVILHAS DA MATEMÁTICA BÍBLICA NÃO SE ESGOTAM NUNCA.

Mais recentemente, em março de 2019, ainda explorando a jazida encontrada no inicio do ano, achei novas pérolas. Então resolvi fazer o seguinte:

Elaborar capítulos extras (ou APÊNDICES), apenas para que sejam registradas as descobertas que porventura venham a aparecer daqui pra frente. Esses Apêndices servirão somente para registro das novas descobertas, sem detalhar muita coisa. Ou seja, sem as didáticas explicações costumeiras.

E ainda: cada Apêndice conterá, no máximo, 7 pérolas matemáticas (para que o número de páginas não fique muito além de 100 e o arquivo se torne muito pesado).

Os Apêndices que forem surgindo, ficarão em aberto até completarem as 7 pérolas.
Mais tarde, se Deus quiser, tais Apêndices poderão se tornar novos capítulos da Enciclopédia Arquivo7.

As explicações detalhadas sobre as novas evidências serão publicadas diretamente no site do Arquivo7, semanalmente.

Tudo isto só nos confirma o seguinte:

QUE OS TESOUROS DA PALAVRA DE DEUS SÃO INESGOTÁVEIS.

A Palavra de Deus não contém Apêndices porque ela é completa, perfeita. Já as obras humanas sempre são editadas, ampliadas, etc., justamente porque são imperfeitas.

ANTES QUE ALGUÉM QUESTIONE...

É fato que a Bíblia contém muitas traduções e todos os dias surgem novas. Entretanto:

- Muitas dessas traduções tem como objetivo simplesmente deixar mais claros os textos bíblicos, porque as palavras humanas (imperfeitas) mudam de geração em geração;

- O que Deus precisava nos revelar está nos 1.189 capítulos e 66 livros. NÃO HÁ NECESSIDADE DE APÊNDICES na Palavra de Deus.

E A MATEMÁTICA BÍBLICA NÃO SERIA UM APÊNDICE À IMUTÁVEL PALAVRA DE DEUS?

Tudo que Deus tem a nos revelar está nos 1.189 capítulos e 66 livros. Mas isto não significa que tudo esteja claro e evidente. DEUS ADORA ENIGMAS, isto é um fato. E assim como Ele é capaz de esconder milhões de informações em uma única célula, é facílimo para Ele codificar infinitas informações em apenas uma frase, ou em uma palavra.
Por exemplo, quem é capaz de descobrir e colecionar todos os padrões matemáticos ocultos somente em Gênesis 1.1?

Quantos milhões de livros, pregações e sermões já foram feitos inspirados na Bíblia e, apesar disso, todos os dias tem sempre algo novo, uma descoberta incrível em textos que você já deve ter estudado centenas de vezes e nunca percebeu tal pérola?

Num mundo tão avançado tecnologicamente, como é que a Bíblia não caducou, mas novas descobertas e novos estudos têm surgidos a cada dia, sempre confirmando e fortalecendo a Palavra de Deus e não o contrário?

Enfim, a Matemática Bíblica (não a numerologia cabalista e esotérica) sempre esteve impregnada nos textos bíblicos, mas oculta, aguardando homens sedentos de conhecimento, e tementes a Deus, para trazê-las à tona.

E NÃO CUSTA REPETIR:

1 – Conhecendo ou ignorando a Matemática Bíblica não alterará em nada nas questões que dizem respeito à nossa salvação;

2 – A Matemática Bíblica não revela nenhuma doutrina nova, apenas fortalece as doutrinas bíblicas claramente reveladas em textos claros (tais como a Inspiração sobrenatural da Bíblia, a Inerrância Bíblica, a Imutabilidade Bíblica, etc);

3 – A Matemática Bíblica também corrobora as doutrinas fundamentais sobre Deus e Seus Atributos (Sabedoria, Imutabilidade, Presciência, Perfeição, etc.).

Ignorar a Matemática Bíblica não te fará menos santo;
mas conhecê-la levará você a admirar ainda mais,
a criatividade, inteligência,
complexidade e perfeição
das obras do SENHOR do Universo

"A glória de Deus é ocultar certas coisas; tentar descobri-las é a glória dos reis." (Provérbios 25.2)

Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com

11 LETRAS DIVINAMENTE ESCOLHIDAS...


Ao escrever a primeira frase do Gênesis, Moisés, tendo à disposição 22 letras do alfabeto hebraico usou a metade, isto é, 11. Com isso, construiu sua frase de 7 palavras e 28 letras.

Usando os valores dessas 11 letras (destacadas na imagem que ilustra esta postagem), na ordem em que aparecem no alfabeto hebraico, podemos elaborar o seguinte número, tão grande que é complicado descrever por extenso:

001.002.005.006.010.030.040.090.200.300.400

          Agora, se contarmos, a partir de Gênesis, capítulo 1, até pararmos no numerozão acima, iremos parar em qual capítulo bíblico?

          Digite o numerozão acima numa calculadora de computador (científica), aperte a tecla MOD, digite 1189 (total de capítulos da Bíblia), aperte o sinal de IGUALDADE (ou ENTER), e, em segundos, aparecerá na tela o número 37!!!

          Isto significa o que? Que o capítulo bíblico equivalente a 001.002.005.006.010.030.040.090.200.300.400 é equivalente ao capítulo 37 de Gênesis!!!

          Pare por um momento e considere essa estarrecedora façanha da Matemática Bíblica.

Quais as chances?

Todas as 11 letras diferentes que Moisés usou para escrever o texto de Gênesis 1.1, NA ORDEM EM QUE APARECEM NO ALFABETO, formam um número (de 33 algarismos), que corresponde exatamente ao capítulo 37 de Gênesis!!!

Lembrando que, na Bíblia toda, existem somente 7 capítulos de número 37. Se o numerozão nos tivesse levado à qualquer uma das outras 6 possibilidades (Êxodo 37, Jó 37, Salmos 37, Isaías 37, Jeremias 37 e Ezequiel 37), já seria impressionante. Mas levou justamente ao livro de Gênesis, onde tudo começou. Como isso poderia ser apenas mera coincidência?

Ainda que Moisés tivesse sido um gênio matemático, a divisão da Bíblia em capítulos só aconteceu muitos séculos depois da elaboração do livro de Gênesis, isto é um fato bem claro.

Ou seja, seria impossível que Moisés tivesse escolhido as letras de tal forma que pudesse gerar um número para coincidir com o capítulo 37 de Gênesis, quando, na verdade, não fazia a mínima ideia de quantos livros a Bíblia teria e quantos capítulos.

Nem adianta queimar os neurônios procurando uma explicação natural. Essa matemática espetacular só pode ser obra de Deus! 

"Quantas maravilhas realizaste, Javé meu Deus! Quantos projetos em nosso favor! Ninguém se compara a ti! Quero anunciá-los, falar deles, mas ultrapassam qualquer conta."
(Salmos 40.5)

Moacir Junior – morganne777@hotmail.com

terça-feira, 7 de maio de 2019

SETE CAPÍTULOS 37 E OUTRA COINCIDÊNCIA ABSURDA


O fato de somente 7 livros bíblicos conterem o capítulo 37 já é algo que merece atenção. E o fato de várias simetrias matemáticas estarem relacionadas às posições desses capítulos na ordem geral é outra coisa estarrecedora – como vimos numa publicação recente.

          Entretanto, hoje veremos outra simetria inédita, surpreendente e simples de se provar, em 7 fatos:

          Fato 1 – As quatro maiores celebridades numéricas da Matemática Bíblica são 3, 7, 37 e 73;

          Fato 2 – Somente 7 livros contém capítulos de número 37 ou 73 (Gênesis, Êxodo, Jó, Salmos, Isaías, Jeremias e Ezequiel);

           Fato 3 – O número de ordem desses capítulos, formando um número único, gera um número que, no final, está diretamente relacionado a um desses capítulos (como vimos em publicações anteriores);
        
         Fato 4 – Esses 7 livros pertencem claramente a 3 grupos: Pentateuco, Poéticos e Proféticos;

         Fato 5 – A soma dos números de ordem dos livros relacionados ao Pentateuco (Gênesis e Êxodo), ou seja, 1 + 2, é igual a 3;

          Fato 6 – A soma dos números de ordem dos livros relacionados aos livros Poéticos (Jó e Salmos), ou seja, 18 + 19, é igual a 37;

          Fato 7 – E a soma dos números de ordem dos livros relacionados aos livros Proféticos (Isaías, Jeremias e Ezequiel), ou seja, 23 + 24 + 26, é exatamente 73!!! 

          Como é possível isso???!!!

          O mais interessante desse tipo de simetria é que podemos facilmente provar para qualquer pessoa, sem exigir desta grandes conhecimentos matemáticos. E ninguém é capaz de contestar.

"A soma da tua palavra é a verdade..." (Salmo 119.160)

Moacir Junior – morganne777@hotmail.com

domingo, 28 de abril de 2019

TODOS OS CAPÍTULOS 37 E 73 DA BÍBLIA E UMA COINCIDÊNCIA INACREDITÁVEL


             Vamos imaginar a seguinte experiência:

1 – Escreva 20 livros, com diferentes números de capítulos, totalizando 500, por exemplo;

2 – Pelo menos 7 desses livros precisam conter capítulos de número 37;

3 – Ah, e que pelo menos um livro contenha capítulo de número 73;

4 – Junte todos os livros num volume só, porém, conservando sua divisão original de capítulos;

5 – Faça uma lista numa ordem única, de 1 a 500, e, ao lado, coloque os números dos capítulos dos 20 livros;

6 – Agora destaque somente OS NÚMEROS DE ORDEM de todos os capítulos 37 e 73, e com eles faça um número único – vamos chamar esse número final de numerozão;

7 – Bem, agora contando a partir de 1, capítulo por capítulo, até parar no numerozão, quais as chances da contagem final coincidir com um dos 7 capítulos 37 (ou o capítulo 73)?

O fato é que, mesmo que você planejasse meticulosamente, com a ajuda de um computador, ainda assim seriam ínfimas as chances de conseguir realizar a façanha sugerida no item 7.

Entretanto, se você não conseguiu entender a experiência acima, vejamos um exemplo concreto que, com certeza, vai facilitar as coisas.

Já sabemos que, dentre os 1.189 capítulos da Bíblia, existem somente 7 com o número 37 e um com o número 73: Êxodo 37, Jó 37, Salmo 37, Salmo 73, Isaías 37, Jeremias 37 e Ezequiel 37.

Na ordem geral dos capítulos bíblicos, os capítulos acima estão localizados nas seguintes posições:

037    GN37 37
087    EX37 37
473    JO37 37
515    SL37 37
551    SL73 73
716    IS37   37
782    JR37 37
839    EZ37 37

Agora vamos transformar os oito números de ordem num número só, o nosso numerozão.

037087473515551716782839

Temos um número na ordem dos SEXTILHÕES! 37 SEXTILHÕES!!!

037.087.473.515.551.716.782.839

Agora pegue esse numerozão e coloque numa calculadora científica (do computador). Aperte a tecla “MOD” (que divide automaticamente e mostra o resto que faltou para completar a divisão). Em seguida coloque o número 1.189 (total de capítulos bíblicos), aperte ENTER e o resultado será 087.

Epa! Já vimos esse número por aqui, há poucos minutos. É o número de ordem do capítulo 37 do Êxodo!

Exatamente! De forma inacreditável o número 037087473515551716782839 corresponde justamente a Êxodo 37!

Como é possível que, juntando todos os números de ordem dos capítulos que contém 37 ou 73, formando-se um numerozão de 24 algarismos (na ordem dos SEXTILHÕES), no final de tudo, vai coincidir justamente com um dos 8 capítulos de onde originou tal número?

Como isso é possível?

Que explicação lógica, racional?

Ou é mesmo um milagre divino da inspiração sobrenatural da Bíblia?

"Porque está escrito: Destruirei a sabedoria dos sábios, e aniquilarei a inteligência dos inteligentes."
(1 Coríntios 1.19)

Moacir Junior – morganne777@hotmail.com

domingo, 21 de abril de 2019

A ORDEM ETERNA DOS NÚMEROS 3, 7, 37 E 73... E UMA CONEXÃO BÍBLICA ESPETACULAR – Parte 2


730000000000000000000000000000000000037000000000000000000000000000007000300

Imagine uma linha com todos os números de 73 a 1.

Agora, substitua todos os números por 0, exceto 3, 7, 37 e 73, as celebridades da Matemática Bíblica.

          Você pensa que já viu isso antes, mas eu aposto que não. Na primeira parte deste texto (publicada na semana passada), provamos que o número
003000700000000000000000000000000000370000000000000000000000000000000000073
... corresponde ao capítulo 37 de Jeremias!

          A nossa experiência hoje vai usar esse numerozão ao contrário (não no sentido matemático, mas no sentido de montar o número pela ordem DECRESCENTE).

          O número na ordem CRESCENTE estar ligado a um dos 7 capítulos 37 da Bíblia já é algo além de qualquer mera coincidência. Mas, e se, numa experiência parecida (usando outro número), obtivermos um resultado do mesmo calibre? Aí qualquer coincidência absurda se tornará ainda mais absurda.

          O número 003000700000000000000000000000000000370000000000000000000000000000000000073
na ordem decrescente se escreve:

730000000000000000000000000000000000037000000000000000000000000000007000300

          Agora você com certeza está curioso pra saber a qual capítulo bíblico esse numerozão corresponde, não é mesmo?

          E se eu te disser que o numerozão acima corresponde exatamente ao capítulo 37 de Jó?!!!

          Eu quase caí da cadeira quando constatei isso. Uma coisa é um número tão grande, contendo números biblicamente significativos, estar relacionado a um dos pouquíssimos capítulos 37 da Bíblia. Outra coisa é o contrário desse número (isto é, na ordem decrescente) corresponder justamente a outro dos raros capítulos 37 da Bíblia. Aí você tem que ficar estarrecido mesmo, meu filho.

“... pára e considera as obras maravilhosas de Deus.” (Jó 37.14)

Moacir Junior – morganne777@hotmail.com

domingo, 14 de abril de 2019

A ORDEM ETERNA DOS NÚMEROS 3, 7, 37 E 73... E UMA CONEXÃO BÍBLICA ESPETACULAR – Parte 1


003000700000000000000000000000000000370000000000000000000000000000000000073
Imagine uma linha com todos os números de 1 a 73.

Agora, substitua todos os números por 0, exceto 3, 7, 37 e 73, as celebridades da Matemática Bíblica.

Então teremos o seguinte número com 75 algarismos:

003000700000000000000000000000000000370000000000000000000000000000000000073

Vejam bem! Essa sequência não foi inventada. Os números 3, 7, 37 e 73 estão exatamente onde sempre estiveram em qualquer época da História e sempre estarão, eternamente (e isso é fascinante).

Aí se você contar, na roleta dos 1.189 capítulos bíblicos, desde Gênesis 1, até esse numerozão, irá parar, inevitavelmente, em Jeremias 37!!!

          Contar na roleta bíblica? Talvez você esteja tendo contato com esse tipo de simetria matemática bíblica pela primeira vez. Por isso vou explicar rapidamente. A Bíblia contém somente 1.189 capítulos. Entretanto, se eu quiser saber, por exemplo, a qual capítulo corresponderia o número 3.000, eu só teria que contar em círculos. Ou seja, ao chegar ao capítulo 1.189 (Apocalipse 22), eu continuaria a contagem a partir de Gênesis 1, até parar no número 3.000, que será o Salmo 144.

          Uma forma veloz de se chegar ao mesmo resultado (em questão de segundos mesmo) é colocar o número 3.000 numa calculadora científica de computador, apertar uma tecla chamada MOD, colocar em seguida o número 1.189 (quantidade total de capítulos bíblicos) e apertar ENTER. Pronto! O resultado será 622, e o 622º capítulo bíblico é o Salmo 144. Incrível, não?

          Se você quer saber, por exemplo, a qual capítulo corresponde o número 1.000.000, siga as instruções acima e vai chegar a Êxodo 1º.

          Bem, mas mesmo as calculadoras dos nossos computadores caseiros não suportam o número
003000700000000000000000000000000000370000000000000000000000000000000000073
          E agora, como fazer?

          Bem, depois de muito tempo procurando, encontrei na internet uma supercalculadora, capaz de não somente processar o nosso numerozão (que tem apenas 75 algarismos), mas de números absurdamente colossais. Falando nisso, recentemente publiquei aqui um texto envolvendo um número de 28.362 algarismos!!! Sim, esse número é terrivelmente gigantesco e nos reserva uma surpresa mais chocante ainda.

Aos interessados, o endereço da supercalculadora é: http://www.javascripter.net/math/calculators/100digitbigintcalculator.htm)

E o endereço do texto a respeito do número colossal é: http://www.arquivo7.com.br/2019/02/um-numero-muito-alem-da-quantidade-de.html

          Bem, vamos concluir a nossa experiência de hoje.

          O fato sem contestação é que o número
003000700000000000000000000000000000370000000000000000000000000000000000073
          ... corresponde exatamente ao capítulo 37 de Jeremias!

          Tenho que enfatizar isso! Um número gigantesco, com certos números-chave em seus lugares eternos, está conectado a um dos 7 capítulos 37 da Bíblia.

Coloque um zero em qualquer ponto da linha (menos antes do 3, é claro) e tudo será alterado. Por exemplo, um zero acrescentado em qualquer lugar entre 37 e 73 e o resultado levará a Gênesis 29 (sem significado).

Um zero acrescentado entre 7 e 37 e nos levará a Apocalipse 2 (sem significado).

Um zero colocado entre 3 e 7 nos levará ao Salmo 11 (sem significado).

Entretanto, um número formado unicamente com as 4 celebridades numéricas bíblicas – E CADA UMA EM SEUS DEVIDOS LUGARES, enfatize-se! – e o resultado é espetacular. Se a Bíblia tivesse sido elaborada nos dias de hoje, com essa estupenda tecnologia, poderíamos tentar explicar essas coincidências matemáticas. MAS, DA FORMA E NAS ÉPOCAS EM QUE A BÍBLIA FOI ELABORADA, ORGANIZADA E DIVIDIDA EM CAPÍTULOS, NÃO TERIA COMO ALGUÉM ARQUITETAR TODAS ESSAS SIMETRIAS MATEMÁTICAS. Claramente, isto está muito além de uma mera invenção humana.

No entanto, no Arquivo7 temos coletado centenas de evidências tão ou mais impressionantes do que a que acabamos de ver. Se os homens exigem provas da inspiração sobrenatural da Bíblia, será que elas não envolvem a mais universal das ciências, a Matemática?

“... pára e considera as obras maravilhosas de Deus.” (Jó 37.14)

Moacir Junior – morganne777@hotmail.com

domingo, 7 de abril de 2019

PROVANDO, PELA LEI DAS PROBABILIDADES, QUE GÊNESIS 1.1 NÃO PODE SER MERA COINCIDÊNCIA


Quais as chances de escolhermos (ou acharmos), aleatoriamente, 7 números (entre 1 e 1000), que produzam uma estrutura matemática igual a de Gênesis 1.1?

A matemática prova que, partindo de 7 números diferentes podemos gerar somente 127 combinações (não anagramas)

Por exemplo, usando os 7 valores de Gênesis 1 (913, 203, 086, 401, 395, 407 e 296), só são possível as 127 combinações abaixo:

quinta-feira, 28 de março de 2019

TRÊS CÁLCULOS SIMPLES E TRÊS COINCIDÊNCIAS ESTARRECEDORAS NA ESTRUTURA DOS CAPÍTULOS BÍBLICOS


Acertar uma vez na Megassena é algo raro e desejado por multidões. É muito difícil, mas não impossível. Acertar duas vezes seguidas já desperta suspeitas. É possível tal façanha? Sim, mas beira o impossível. E acertar três vezes seguidas? Aí todos passam a desconfiar que exista algo de errado no sistema.

Em outras palavras: as chances de alguém acertar na Mega uma vez é uma em 50.063.860. Acertar duas vezes seguidas já seria algo como uma chance em 2.506.390.078.099.600 (DOIS QUAQUILHÕES E ALGUMA COISA).

E as chances de alguém acertar a Mega três vezes em seguida? Uma chance em 125.479.561.975.367.440.456.000 (CENTO E VINTE E CINCO SEXTILHÕES E ALGUMA COISA).

Ou seja, aí já estamos além da fronteira do possível.

O que pretendo dizer com todos esses números absurdos? Isso é somente para que vocês tenham uma leve ideia da complexidade dos padrões que irei apresentar agora, em 3 etapas.

Como já deixei claro em inúmeros exemplos (em estudos anteriores publicados na Enciclopédia Arquivo7), os números 3, 7, 37 e 73 são as principais celebridades numéricas codificadas na Bíblia, tanto no texto original como nas divisões em capítulos. Minha tese é que é impossível que os homens tenham elaborado tais padrões. A seguir vou (novamente) demonstrar por que.

ETAPA 1 – UMA COINCIDÊNCIA INCRÍVEL

Ao todo, temos na Bíblia, 1.189 capítulos (em 66 livros). Alguns possuem somente 1 capítulo (como Obadias), e o maior livro (Salmos) possui 150. Imagine uma sacola com 1.189 papeizinhos, cada um contendo um capítulo da Bíblia, tipo Gênesis 1, Salmo 23, etc.

Quais as chances de, aleatoriamente, apanharmos dois capítulos cuja soma total seja 37 ou 73? Não sei um número específico, mas, para todos os efeitos, deve ser algo difícil, porém, não impossível.

Agora preste atenção nesta experiência:

Usando os dois números mais significativos da Bíblia, 3 e 7, vamos elevar cada um a ele mesmo, da seguinte forma:

a) (isto é, 3 x 3 x 3) = 27

b) 7^7 (7 elevado a 7, ou seja, 7 x 7 x 7 x 7 x 7 x 7 x 7) = 823.543

Logicamente, como o primeiro livro da Bíblia (Gênesis) possui 50 capítulos, o 27º capítulo bíblico é Gênesis 27.

Agora como saber qual é o 823.543º capítulo bíblico?

Pela forma mais cansativa, é só a gente ir contando em círculos, nos 1189 capítulos bíblicos até chegarmos ao número 823.543.

Por uma forma menos cansativa, podemos fazer uma lista de 1 a 823.543 no programa Excell, e depois listar todos os 1189 capítulos bíblicos, repetindo até preencherem todas as 823.543 linhas.

Felizmente, existe um método muito prático e rápido. É só a gente colocar o número 823.543 numa calculadora de computador, apertar uma tecla chamada MOD, em seguida colocar o valor 1189 (quantidade total de capítulos bíblicos) e apertar ENTER. Em menos de 1 segundo, aparecerá o número 755. Aí é só procurar entre os 1189 capítulos, qual corresponde ao número 755 e você descobrirá que é Jeremias 10.

Então, se juntarmos o 27º capítulo (Gênesis 27) + o 823.543 (Jeremias 10), teremos, inevitavelmente, .............................................................. nosso velho amigo 37.

Quais as chances disso ser apenas uma mera coincidência?

ETAPA 2 – UMA COINCIDÊNCIA ABSURDA

O começo é bem parecido com o caso anterior, mas:

Diferente do caso anterior, juntaremos os dois valores antes e iremos procurar um único capítulo, ao invés de dois.

Ou seja, 27 + 823.543 é igual a 823.570. Agora, qual será o capítulo bíblico equivalente a 823.543?

Exatamente o capítulo 37 de Jeremias!

Só deixando claro que, se Jeremias tivesse somente 36 capítulos ou menos, por exemplo, o valor 823.543 seria equivalente ao capítulo 1º do próximo livro da sequência. E não haveria a simetria. Por isso, tudo indica que a posição do livro de Jeremias na Bíblia, com sua quantidade de 52 capítulos se encaixa como luva nos padrões matemáticos envolvendo o 37.

E esse é um exemplo de um cálculo simples que produz um resultado extraordinário, pois a soma de (3³) + (7^7) é exatamente igual a um capítulo bíblico de número 37.

Ah, e nos 66 livros só existem 7 que possuem o capítulo 37.

A 1ª coincidência foi INCRÍVEL; a 2ª (dentro da 1ª) foi ABSURDA; se houver uma 3ª será ESTARRECEDORA.

ETAPA 3 – UMA COINCIDÊNCIA ESTARRECEDORA

Fizemos as operações anteriores considerando uma ordem única para os 66 livros da Bíblia. Mas, e se executarmos as operações separando o Antigo do Novo Testamento, para depois juntarmos os resultados finais de cada grupo?

Lembrando que o Antigo possui 929 capítulos e o Novo, 260.

Primeiro, o Antigo Testamento:

a) (isto é, 3 x 3 x 3) = 27 – continuará sendo igual a Gênesis 27

b) 7^7 (7 elevado a 7, ou seja, 7 x 7 x 7 x 7 x 7 x 7 x 7) = 823.543 – Agora, iremos parar em Jó 13.

Portanto, as operações acima nos conduzem ao valor 40 (27 + 13).

Agora, o Novo Testamento:

a) (isto é, 3 x 3 x 3) = 27 – nos levará ao capítulo 27 de Mateus (que possui, no total, 28 capítulos);

b) 7^7 (7 elevado a 7, ou seja, 7 x 7 x 7 x 7 x 7 x 7 x 7) = 823.543 – Agora, iremos parar em Romanos 6.

Portanto, as operações acima nos conduzem ao valor 33 (27 + 6).

Senhoras e senhores, juntando Gênesis 27 + Jó 13 + Mateus 27 + Romanos 6, teremos, inevitavelmente, a “alma gêmea” do 37, ou seja................................ 73!!!

COMO ISSO É POSSIVEL?

* Transcrito e adaptado do capítulo 328 da Enciclopédia Arquivo7, intitulado “AQUILO QUE REALMENTE SURPREENDE – Parte 3”. Para baixa-lo (em PowerPoint ou PDF), veja no alto da página, à direita.

Moacir Junior – morganne777@hotmail.com