O BÁSICO PARA VOCÊ ENTENDER O ARQUIVO 7

O BÁSICO PARA VOCÊ ENTENDER O ARQUIVO 7
Tudo que você precisa saber para entender a principal linha de investigação do Arquivo7 - O BÁSICO SOBRE MATEMÁTICA BÍBLICA, SEGUNDO A TESE ARQUIVO 7.

quarta-feira, 7 de agosto de 2019

O ANTICRISTO - QUEM E ONDE?


“... o espírito do anticristo, a respeito do qual tendes ouvido que havia de vir; e agora já está no mundo.”
(1 João 4.3)
1 - O fator QUEM?
Quem é o seu candidato a Anticristo? Parece que quase todo mundo tem o seu favorito. Uma pesquisa básica na História nos revela o perfil de muitos suspeitos, centenas deles. Mas, atualmente, podemos selecionar os mais investigados:
Suspeito 1 – Um presidente americano;
Suspeito 2 – Um líder da União Europeia;
Suspeito 3 – Um papa;
Suspeito 4 – Um líder islâmico;
Suspeito 5 – Um líder comunista russo;
Suspeito 6 – Um guru no estilo dos orientais;
Suspeito 7 – Um líder israelense.
2 - O fator ONDE?
Tão importante quanto o QUEM é o ONDE. De onde o Anticristo virá?
Na História existem muitos países (ou regiões) candidatos. E atualmente, os mais suspeitos são:
Suspeito 1 – Estados Unidos da América;
Suspeito 2 – Algum país da Europa, especialmente Inglaterra, Alemanha ou Grécia;
Suspeito 3 – Itália, especialmente do Vaticano;
Suspeito 4 – Qualquer país muçulmano do Oriente Médio – especialmente Iraque, Irã, Síria ou Turquia;
Suspeito 5 – Rússia;
Suspeito 6 – Índia;
Suspeito 7 – Israel.
Sem sombras de dúvida, os três primeiros das duas listas são os mais suspeitos e existem incontáveis sermões, livros e pregações sobre eles. Porém, com o avanço do islamismo em nossos dias, o suspeito número 4 tem sido uma preocupação constante de muitos estudiosos bíblicos, americanos e europeus.
Uma ausência interessante nessas listas é a África – não tenho conhecimento de nenhum candidato a Anticristo vindo do continente africano.
Mas será possível termos a identificação correta (ou, pelo menos, altamente provável) da origem geográfica do Anticristo?
Deixando de lado toda suposição, para onde as pistas bíblicas realmente nos levam?
PROFECIA, O MAIOR QUEBRA-CABEÇAS DA BÍBLIA

“A glória de Deus é encobrir as coisas; mas a glória dos reis é esquadrinhá-las.” (Provérbios 25.2)

Deus gosta de enigmas, charadas e quebra-cabeças? As profecias bíblicas provam que sim. Aliás, estudar a Profecia Bíblica é como fazer uma investigação policial. A profecia bíblica se assemelha muito bem a um intricado quebra-cabeças, cujas peças estão espalhadas por vários livros, sendo necessário muita paciência, meditação, estudo meticuloso, investigação acurada e graça divina para se encaixar as peças em seus devidos lugares. E quando tudo se encaixa, a própria simetria da coisa é suficiente para nos convencer de que estamos no caminho certo.

Portanto, a Profecia Bíblica é perfeitamente SIMÉTRICA - qualquer suposta contradição tem a ver com a INTERPRETAÇÃO e não com a profecia em si.

Uma das evidências de que uma interpretação está correta é a SIMETRIA, isto é, o encaixe perfeito com todas as peças do quebra-cabeças. Interpretações que deixam algum furo, alguma porta em aberto, devem ser reconsideradas.

         No decorrer dos anos, vi de quase tudo em matéria de interpretação profética (digo “quase”, porque a gente sempre se surpreende com a imaginação humana). E, quanto mais me aprofundava nas pesquisas, mais tive que abandonar certas interpretações populares que não se encaixavam com a revelação geral. Isso não é fácil. Na verdade é muito frustrante. Você acredita durante anos numa certa interpretação e, de repente, percebe que, pelos princípios básicos de interpretação, aquilo em que você acreditava estava errado.

         Mas é claro que, até agora, a maioria daquilo que aprendi sobre profecias bíblicas tem se mostrado coerente e biblicamente lógico. Penso que somente uns 25% do que aprendi como verdade (no estudo das profecias), estava errado.
Para se ter uma compreensão melhor dos acontecimentos profetizados, é essencial que se tenha uma visão geral sobre eles, antes dos detalhes. Por exemplo, em relação ao futuro, boa parte dos intérpretes cristãos acredita que a ordem dos eventos será a seguinte:

1 - O Arrebatamento – Jesus retira os cristãos da terra antes de uma série de catástrofes apocalípticas. Há controvérsias: uns acreditam que somente uma parte da Igreja será arrebatada (as primícias) e a outra parte ficará para depois. Ou que essa retirada acontecerá no meio ou no final da Grande Tribulação e não antes. Porém, este não é o tema do nosso livro.
2 - Grande Tribulação – Um período de terror de aproximadamente 7 anos, o tempo do reinado do Anticristo.
3 - Batalha do Armagedom – Todas as nações do mundo atacando Israel.
4 - Retorno de Cristo em poder e glória.
5 - Estabelecimento do Reino de Cristo na Terra. 6 - Julgamento final.         
7 - Deus renova os Céus e a Terra.
         Esses acontecimentos são claros e inevitáveis. Os detalhes de como e quando irão ocorrer é que geram as controvérsias. É mais fácil dizer que algo vai acontecer do que como e quando vai acontecer.
          Existem muitos temas interessantes na profecia bíblica. Porém, sem dúvida nenhuma, um dos temas mais polêmicos e mais intrigantes é o perfil da Besta. Centenas de personalidades históricas já foram acusadas de serem o misterioso indivíduo que aparece em muitas profecias como causador de grandes destruições pouco antes de Jesus voltar.
          Mas todos os candidatos se mostraram incompletos. Ou seja, apesar de se encaixarem em algumas pistas, não preenchiam todos os requisitos. Pareciam a Besta, mas não eram ela. Podiam até ser “amostras grátis” da Besta (e muitos realmente o foram, como Nero e Hitler), mas nenhum deles tinha o perfil perfeito para cumprir o papel.

          Porém, quanto mais nos aproximamos do tempo propício para o surgimento desse misterioso indivíduo, a nossa compreensão aumenta, as pistas tornam-se mais quentes e as peças que faltavam começam a aparecer.

          Será que somos a geração que vai arrancar a máscara da Besta?

(Trecho retirado do livro “UM DETETIVE INVESTIGA A BESTA”, de Moacir Junior)

Um comentário:

  1. Disse Jesus - Não existe nada em oculto que não seja revelado - “Porque não há nada oculto que não venha a ser revelado, e nada escondido que não venha a ser conhecido e trazido à luz.” Lucas 8:17 - “Deus trará à plena luz as coisas ocultas das trevas” (1 Coríntios 4.5).Porque “o Espírito sonda todas as coisas, até mesmo as coisas mais profundas de Deus” (1 Coríntios 2.10) -Tudo está lá, na Bíblia Sagrada. Locais. personagens centrais, momentos e como será e como terminará ... acredito, que qualquer pessoa poderia realizar esta pesquisa, e com certeza encontraria tudo que precise saber. Tudo é muito simples, mais infelizmente, a grande maioria não desejaacreditar e ainda não acordou de sonos que permeia sua alma e mancha seu espírito para que não veja o que deveria ver e nem escutar o que deveria ser escutado ...

    ResponderExcluir