O BÁSICO PARA VOCÊ ENTENDER O ARQUIVO 7

O BÁSICO PARA VOCÊ ENTENDER O ARQUIVO 7
Tudo que você precisa saber para entender a principal linha de investigação do Arquivo7 - O BÁSICO SOBRE MATEMÁTICA BÍBLICA, SEGUNDO A TESE ARQUIVO 7.

sábado, 21 de março de 2020

UMA ORAÇÃO RESPONDIDA DE UMA FORMA ALÉM DA IMAGINAÇÃO


Essa minha quase obsessão em investigar a Bíblia pela ótica matemática não surgiu por acaso.

Um fato que já divulguei muitas vezes na internet é que, algum tempo mesmo antes de ser cristão (1988), eu pedi que Deus me revelasse seus mistérios. Fui até um pouco mais específico: que Deus me revelasse um mistério que provasse a Sua existência. Tipo, alguma assinatura dEle no Universo.

No inicio de minha fé cristã (1989) eu gostava muito de curiosidades bíblicas, aquelas informações interessantes e curiosas que os estudiosos costumam encontrar e destacar. Por exemplo, que os números 3 e 7 são os que mais aparecem na Bíblia; que Matusalém (cujo nome significa “QUANDO MORRER, ISTO VIRÁ”) morreu exatamente no ano do Dilúvio; que os dois homens que apareceram ao lado de Jesus no Monte da Transfiguração (Moisés e Elias) foram os únicos na Bíblia (juntamente com Jesus) a jejuarem 40 dias. E coisas do tipo.

Eu não fazia a mínima ideia se essas informações curiosas tinham algum significado ou não. Pra mim essas e outras curiosidades eram apenas interessantes, podiam até fazer da Bíblia um livro interessante, mas nada além disso. Ou seja, nada disso provaria, em minha opinião, alguma sobrenaturalidade da Bíblia.

Eu pensava o seguinte: se a Bíblia é a Palavra inspirada de Deus, não deve conter somente histórias ou lições morais, pois isso a faria igual a muitos outros livros religiosos. Não! A Bíblia dever conter algo mais, alguma coisa que ninguém poderá encontrar em nenhum outro livro. Alguma coisa impossível de ter sido elaborada pela mente humana.

ENTÃO CONHECI O FENÔMENO DA PROFECIA BÍBLICA.

Fiquei perplexo ao descobrir que a crise atual do Oriente Médio tinha tudo a ver com a Bíblia. Coincidentemente, na mesma época (do inicio de minha fé cristã), o mundo foi abalado com a crise do Golfo Pérsico, iniciando com a invasão iraquiana ao Kuwaitt (agosto de 1990). Com a guerra que se seguiu (janeiro/fevereiro 1991), fiquei surpreso com as muitas conexões com as antigas profecias da Bíblia!

Alguns anos antes eu tinha estudado sobre as coincidências do ponto de vista científico. Quando uma coincidência era significativa ou não. E o pacote de coincidências em torno da Guerra do Golfo e a Bíblia era grande demais para ser apenas coincidência.

          Aprofundando-me no estudo das profecias bíblicas constatei que aquele tipo de coisa não era encontrado em nenhuma outra literatura religiosa, em nenhum outro livro de outra religião (como o Alcorão, livro de Mórmon, etc.). A profecia (comprovada na História) era um fenômeno exclusivo da Bíblia!

Providencialmente, muitos livros, revistas e jornais sobre o tema, começaram a parar em minhas mãos. Por exemplo: Na 1.ª visita que fiz ao pastor, ele me emprestou dois livros que, normalmente, não se emprestam para novos convertidos: “ESTUDO SOBRE O APOCALIPSE”, de Armando Chaves Cohen e “DANIEL, VERSÍCULO POR VERSÍCULO”, de Severino Pedro da Silva.

Pois é. Ele simplesmente me emprestou um livro sobre Daniel (o mais importante livro profético do Antigo Testamento) e um sobre Apocalipse (o mais importante do Novo Testamento). PROFECIAS? O que o pastor teria visto em mim para me emprestar aqueles tipos de livros?

Eu não tinha dúvidas de que Deus estava atendendo minha oração exótica.

ENTRETANTO, O MAIS INTERESSANTE AINDA ESTAVA POR VIR

Algum tempo depois e, também providencialmente, livros a respeito do significado dos números na Bíblia, começaram a cair em minhas mãos. A maioria deles tratava as coincidências numéricas na Bíblia apenas como meras curiosidades. Entretanto, comecei a me interessar mais e mais por aquilo.

Vale lembrar que na época (inicio dos anos 90), a internet ainda era algo inimaginável para a maioria das pessoas. Na verdade, que eu me lembre, somente no inicio dos anos 2000, com muita dificuldade, é que as pequenas cidades começaram a se conectar à rede mundial.

Sim, mesmo sem acesso ao mundão de informações que temos hoje, fui agraciado com a Providência Divina, pois, de tempos em tempos, muitos materiais sobre números na Bíblia iam sendo adicionados aos meus arquivos. Às vezes, ao folhear um livro qualquer, meus olhos iam parar exatamente em algum capítulo ou trecho que falava sobre números na Bíblia. Muitas vezes era somente uma informaçãozinha, aparentemente, sem muita importância, que depois se encaixava com outra informação (também aparentemente sem relevância), mas que, encaixando uma coisa com outra, acabava se revelando um tesouro de informações.

Sabendo do meu interesse, acontecia também de algum amigo me emprestar ou presentear algum livro que ele mesmo não lia, mas que, em minhas mãos, acabava se tornando uma preciosa fonte de informações.

Um dos presentes mais valiosos para mim foi um livro ofertado por uma tia. Uma editora evangélica (Betânia) tinha acabado de publicar o livro “OS NÚMEROS NA BÍBLIA”, de Christian Chen (uma obra que se tornou um clássico na literatura evangélica brasileira sobre o assunto). Aí, certamente guiada por Deus, minha tia fez o pedido do livro e me presenteou. Fiquei maravilhado com o presente! E meu conhecimento sobre o assunto ia se ampliando cada vez mais.

Daqui a pouco li a sugestão de alguns estudiosos de que os números na Bíblia eram uma espécie de mensagem secreta de Deus ou uma forma de Deus autenticar a Bíblia como a Sua Palavra. Era uma tese audaciosa e resolvi me aprofundar.

Bem, o tempo passou e quase 30 anos depois, com a elaboração da Enciclopédia Arquivo7, recheada de mistérios matemáticos e simetrias numéricas, NÃO TENHO DÚVIDA NENHUMA A RESPEITO DOS SEGUINTES PONTOS:

1 – DEUS ATENDEU MINHA ORAÇÃO DE UMA FORMA MUITO ALÉM DO QUE EU JAMAIS IMAGINARIA;

2 – DEUS REALMENTE AUTENTICOU A BÍBLIA USANDO OS NÚMEROS E A MATEMÁTICA;

3 – OS MISTÉRIOS MATEMÁTICOS NA PALAVRA DE DEUS SÃO INESGOTÁVEIS.

Foram tantos fatores “conspirando” juntos (sob a Direção de Deus), para no final, culminar com a Enciclopédia Arquivo7, que desafiam todas as probabilidades de terem sido somente meras coincidências!!!

O fato é que eu descobri tantas evidências da Assinatura de Deus na Bíblia e no Universo que, se, atualmente, alguém me pedir uma prova por dia, com certeza eu tenho material suficiente para muitos e muitos anos.

SIM, NA MATEMÁTICA BÍBLICA AS MUNIÇÕES NÃO ACABAM NUNCA

          Há alguns anos se eu quisesse apresentar sólidas evidências da inspiração sobrenatural da Bíblia teria à disposição algumas dezenas. Hoje tenho milhares. Literalmente.

Após anos de estudos exaustivos sobre números e matemática na Bíblia, cheguei à conclusão de que a fonte é inesgotável. E que, se for desafiado por qualquer cético a apresentar evidências matemáticas da inspiração sobrenatural da Bíblia, estou confortavelmente sentado sobre uma montanha delas.

“Quem mediu com o seu punho as águas,
e tomou a medida dos céus aos palmos, e
recolheu numa medida o pó da terra e
pesou os montes com pesos e os
outeiros em balanças? (...) Não sabes,
não ouviste que o eterno Deus, o Senhor,
o Criador dos confins da terra, não se
cansa nem se fatiga? E inescrutável o seu
entendimento.”
(Isaias 40.12,28)

Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário