O BÁSICO PARA VOCÊ ENTENDER O ARQUIVO 7

O BÁSICO PARA VOCÊ ENTENDER O ARQUIVO 7
Tudo que você precisa saber para entender a principal linha de investigação do Arquivo7 - O BÁSICO SOBRE MATEMÁTICA BÍBLICA, SEGUNDO A TESE ARQUIVO 7.

CALCULANDO A VERDADE - A INSPIRAÇÃO DIVINA DA BÍBLIA PROVADA PELA MATEMÁTICA

 

Uma introdução à Matemática Bíblica defendida no Arquivo7, numa exposição bem didática, ideal para quem está entrando em contato com essa tese pela primeira vez ou deseja apresentá-la a algum amigo. 

O "cânon" bíblico está fechado, com 66 livros e 1.189 capítulos, e, neste livro, apresentamos a evidência matemática como prova. 

"Investigue tudo, acredite apenas no que for provado verdadeiro" (paráfrase de 1 Tessalonicenses 5.21)

Adquira esta obra por meio das seguintes opções:

1 - LIVRO DIGITAL - Leia através do aplicativo Kindle em seu celular, tablet, Kindle e computador. Clique neste link: 

https://amzn.to/3gwP0sA

2 - LIVRO FÍSICO (isto é, impresso) - Adquira a partir deste link:

https://loja.uiclap.com/titulo/ua9006/

terça-feira, 28 de dezembro de 2021

A MIRACULOSA MATEMÁTICA DO “ESPÍRITO SOBRE AS ÁGUAS”

 

Dentro do parágrafo de Gênesis 1.2 temos uma frase especial tanto no conteúdo, quanto no valor numérico:

         “E O ESPÍRITO DE DEUS SE MOVIA SOBRE A FACE DAS ÁGUAS”.

         Valor numérico: 1369 ou 37 x 37. Sim, é impressionante como o quadrado de um dos números mais significativos da Matemática Bíblica aparece bem no início da Bíblia, e conectado a uma frase maravilhosa. 

A frase completa do segundo versículo da Bíblia diz: 

“E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.” 

No versículo 1 temos apenas uma declaração, mas no versículo 2, temos três: 

1 - E a terra era sem forma e vazia; 

2 - e havia trevas sobre a face do abismo; 

3 - e o Espírito de Deus se movia sobre a face das água

Cujos valores numéricos são: 

        Veja que somente a frase mais importante tem o valor mais significativo, enquanto os valores das outras frases não possuem nenhum fator interessante. 

Agora observe com atenção esta simetria inédita. Dos 7 valores de Gênesis 1.1, exclua o primeiro e coloque os restantes numa tabela. Em seguida, divida o significativo valor 1369 por cada um dos 6 valores de Gênesis1.1. Como nenhuma dessas 6 divisões são exatas, sempre haverá um resto. 

Divida este valor

Por este

E restará este

1369

203

151

1369

86

79

1369

401

166

1369

395

184

1369

407

148

1369

296

185

Calcule a soma total dessas sobras (151+79+166+184+148+185), e o resultado será 913, incrivelmente o valor da primeira palavra da Bíblia, justamente a que havíamos deixado de fora!!! Como isso foi possível? 

Divida este valor

Por este

E restará este

1369

203

151

1369

86

79

1369

401

166

1369

395

184

1369

407

148

1369

296

185

Total

913

         Sem sombras de dúvidas, 37 é o principal fator primo das simetrias envolvendo as primeiras 7 palavras da Bíblia. Aliás, o total dos valores das 7 palavras (913+203+86+401+395+407+296), isto é, 2701, só possui dois fatores primos, ou seja, 37 e 73. 

Agora façamos a seguinte experiência: peguemos o quadrado de 37, isto é, 1369 e vamos dividi-lo por TODOS os 7 valores de Gênesis 1.1: 

a)    1369 dividido por 913, como não é uma divisão exata, restará 456;

b)    1369 dividido por 203, como não é uma divisão exata, restará 151;

c)    1369 dividido por 86, como não é uma divisão exata, restará 79;

d)    1369 dividido por 401, como não é uma divisão exata, restará 166;

e)    1369 dividido por 395, como não é uma divisão exata, restará 184;

f)      1369 dividido por 407, como não é uma divisão exata, restará 148;

g)    1369 dividido por 296, como não é uma divisão exata, restará 185. 

Por fim, calculemos a soma total desses restos (456+151+79+166+184+148+185) e teremos exatamente o divisor original, isto é, 1369. 

Observe melhor na tabela: 

Divida este valor

Por este

E restará este

1369

913

456

1369

203

151

1369

86

79

1369

401

166

1369

395

184

1369

407

148

1369

296

185

Total

1369


Você pode achar que esse fenômeno é comum, mas procure entre todos os números de 1 a 1.000.000 e, por incrível que pareça, irá encontrar somente dois valores: 1369 e 1028, que submetido ao teste com os 7 valores de Gênesis 1.1, resulte neles mesmos. Na tabela seguinte, temos o exemplo com o número 1028, que não é significativo dentro da Matemática Bíblica: 

Divida este valor

Por este

E restará este

1028

913

115

1028

203

13

1028

86

82

1028

401

226

1028

395

238

1028

407

214

1028

296

140

Total

1028

E por que a primeira tabela é significativa e esta segunda não? Porque o número-chave da primeira é o quadrado de um dos fatores do total das 7 palavras e o da segunda nem múltiplo é. 

Mas é claro que entre os infinitos números do Universo devem haver vários exemplos que revelam o padrão acima, segundo a fórmula expressa na tabela abaixo: 

Divida este valor

Por este

E restará este

A

B

X

A

C

X

A

D

X

A

E

X

A

F

X

A

G

X

A

H

X

Total

A

 

Entretanto, lembre-se: Para se igualar à simetria dos valores bíblicos, o valor da coluna 1 tem que ser o QUADRADO de um dos fatores primos do total dos 7 valores da coluna 2 s. Aí é mais fácil acertar na Megassena, caso você queira procurar esses valores mágicos sem ajuda do computador. Outro detalhe: em nossa experiência usamos 7 valores por causa das 7 primeiras palavras da Bíblia, mas você pode tentar com outra quantidade. Entretanto, repito, se quiser, no mínimo, se igualar com a simetria bíblica, obrigatoriamente terá que escolher 7 valores. 

Mas, como você já deve estar farto de ouvir por aqui, estou plenamente convicto, absolutamente certo, de que NINGUÉM jamais conseguirá imitar a simetria matemática de Gênesis 1.1, porque: se a matemática apresentada neste estudo é muito complexa (para se imitar), imagine outras 300 que já temos divulgado na Enciclopédia Arquivo7!!! 

UMA SIMETRIA AINDA MAIS INCRÍVEL 

Agora vamos apresentar uma outra versão do jogo matemático revelado aqui. Primeiro, vamos olhar novamente para as 7 palavras de Gênesis 1.1 e seus respectivos valores numéricos: 

913 (No princípio) 203 (criou) 086 (DEUS) 401 (sem tradução) 395 (Os Céus) 407 (e a) 296 (Terra). 

A MAIOR palavra de Gênesis 1.1, no original hebraico, é a primeira da frase e tem 6 letras; e a MENOR é a central, com duas letras, no original. A maior tem o valor de 913 e  menor, de 401. 

A soma das duas (913 + 401) possui um valor significativo, 1314, que tem como fatores primos: 2 x 3 x 3 x 73. 

A palavra central possui várias particularidades: NÃO TEM TRADUÇÃO e é formada pela PRIMEIRA e ÚLTIMA letra do alfabeto hebraico. Em vários capítulos da Enciclopédia Arquivo7 já examinamos, mais profundamente, o significado dessas duas letras no centro de Gênesis 1.1. Basta repetir agora que elas representam Deus, que se apresenta na Bíblia, em vários lugares como Aquele que é O PRIMEIRO E O ÚLTIMO! 

Usando o valor da MAIOR palavra de Gênesis 1.1 como DIVISOR, e os valores das demais (exceto da MENOR) como DIVIDENDOS qual será a soma total dos restos? 

Veja bem: vamos colocar numa tabela todos os valores de Gênesis 1.1, exceto o valor central, isto é, 401. O resultado é chocante: 

913

203

101

913

86

53

913

395

123

913

407

99

913

296

25

401

 Sim. O total é exatamente igual ao valor da palavra que havia ficado de fora! Como isso é possível? 

TENTANDO EXPLICAR ESTA INTRIGANTE SIMETRIA... 

Na verdade, não existe uma explicação racional para isto. O fato de uma operação matemática resultar num valor que, em outro contexto, faz parte exatamente do grupo dos outros valores usados na operação, não tem explicação lógica. Mas se o Gênesis, assim como o restante da Bíblia, foi inspirado sobrenaturalmente pela mesma Divindade que criou o Universo, então tais simetrias matemáticas são facilmente explicáveis. 

Que os céticos tentem contestar da única forma lógica: CRIANDO UMA FRASE COM OS MESMOS PADRÕES DE GÊNESIS 1.1. 

Sim. Mais uma vez os 7 valores de Gênesis 1.1 provaram que são realmente singulares, raríssimos e impossíveis de serem imitados. E, claro, toda essa complexa e bela simetria matemática inserida em Gênesis 1.1, prova, basicamente, duas coisas: 

1 – Que é impossível que todas as mais de 300* simetrias ocultas nas 7 primeiras palavras da Bíblia sejam apenas coincidências; 

          2 – E que nenhum ser humano teria condições intelectuais de elaborar tudo isso sem a ajuda divina. 

*Mais de 300 somente as registradas na Enciclopédia Arquivo7, porém, se considerarmos a deslumbrante obra de Vernon Jenkins, e de outros pesquisadores sobre o tema, o número é incalculável. 

Se existem claras evidências de um complexo padrão matemático inserido na Bíblia, não existe um lugar melhor para se provar isso do que em Gênesis 1.1. Ou como eu gosto de dizer, quando me deparo com alguém desafiando a Bíblia: 

Para defender a autoridade e inspiração divina da Bíblia, só preciso de Gênesis 1.1. 

Moacir Junior – moacir37junior@gmail.comwww.arquivo7.com.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário